Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar
9

Conheça mais sobre danças típicas de outros países

De Fernanda, publicado dia 09/12/2017 Blog > Artes e Lazer > Dança > Descubra como se dança mundo afora!

“O verdadeiro mundo interior é o verdadeiro mundo exterior” – André Maurois

Atualmente, no Brasil, o balé clássico, a dança contemporânea e modalidades na moda como zumba são estilos mais encontrados nas escolas e estúdios de dança. No entanto, existem danças praticadas por outros povos que podem enriquecer consideravelmente seu repertório como dançarino profissional ou amador. Descobrir costumes estrangeiros sempre é uma experiência valiosa.

Vamos visitar alguns tipos de dança mundo afora?

Como aprender a dançar ritmos africanos?

Como dançar afro? Você sabia que existem mais de dez modalidades diferentes de danças originalmente africanas? Pois bem, se pensarmos em como esses ritmos influenciaram a música hoje no Brasil, chegamos a dezenas de ritmos!

Existindo há pelo menos três séculos, a dança afro surgiu no Brasil no período colonial; ela foi trazida por africanos que chegaram em nosso país obrigados a trabalharem como escravos. Esse estilo de dança sofreu muitas influências e evoluções: da sua origem essencialmente religiosa, se fortaleceu em meados do século XIX com a influência dos sudaneses; bantos (dois povos situados em território africano) e os indígenas, estes responsáveis pelo candomblé e outros segmentos regionais que deram origem à dança dos caboclos e outros aspectos da cultura africana.

Além disso, a dança afro como a conhecemos hoje no Brasil tem direta influência das religiões afrobrasileiras: o candomblé e a umbanda. Ela incorpora os movimentos característicos de cada orixá, que são utilizados nos rituais em terreiros. Além disso, nessa miscigenação, a dança afrobrasileira também absorveu e influenciou outros ritmos como o funk e o samba.

Hoje, em meio a tantas polêmicas relacionadas à comunidade negra e o racismo recorrente em nosso país, a dança afro persiste como forma de arte, de expressão cultural e de resistência, e transmite aos seus dançarinos, além de exercícios, uma enorme quantidade de informação, simbologias e tradição cultural.

Durante as aulas particulares de dança, você poderá aprender estilos variados danças:

Aulas de kizomba
Aulas de kuduro
Aulas rumba
Aulas de danças orientais
Aulas de makossa
Aulas de gnawa
Aulas de zouglou
Aulas de kwasa kwasa
aulas de zumba
Aulas de malewa…

Procure uma escola de dança, um centro cultural, uma instituição ou um estúdio de dança especializado!

Dançar o country: faça como os norte-americanos!

O country é inspirado por muitas outras formas de dança popular, como danças irlandesas, swing e as danças tradicionais dos fazendeiros americanos. De acordo com a lenda, os vaqueiros adoravam dançar até o ponto de correr para o salão de dança depois de um dia de trabalho, sem sequer nem trocar de roupa ou tomar um banho. É graças a essa paixão pela dança que as roupas de vaqueiro são hoje acessórios obrigatórios durante as aulas de dança country!

Hoje, o country é conhecido pelo bem-estar que ela oferece: o aluno aprende a deixar se levar pelo entusiasmo das canções e aprimorar sua concentração nas coreografias enquanto se diverte!

No Brasil, a recepção desse estilo musical obteve muito sucesso devido à identificação do estilo de vida rural dos vaqueiros em cidades do interior do nosso país. Podemos afirmar que hoje a música country brasileira é a sertaneja, que se destaca atualmente com o estilo sertanejo universitário. As duplas e cantores mais conhecidos são: Jorge e Matheus, Fernando e Sorocaba, Maria Cecília e Rodolfo, Luan Santana, Gusttavo Lima, João Carreiro e Capataz entre outros.

Nas principais cidades brasileiras e sobretudo em regiões do interior dos estados, os alunos podem usar suas habilidades de dança em uma festa ou em um festival de música country ou sertanejo. Alguns festivais mais conhecidos: Country Festival, Festival Line Dance & Country Music Brasil e o Flash Mob Country, Caldas Country Show, Ribeirão Country Fest…

Se você quiser aprender a dançar sozinho em casa, também pode recorrer a vídeos tutorias no Youtube ou também a aplicativos como Country Dance Lessons, Country Friends ou Learn Country Dance.

Dançar o madison: uma viagem aos anos 50 e 60!

Originária diretamente dos Estados Unidos, a dança madison já está enraizada na cultura norte-americana: a grande maioria da população conhece os passos básicos na ponta dos dedos (ou dos pés, certo?). Você sabia que o musical “Hairspray” é a referência top do estilo madison? Lembre-se de dar uma olhada neste longa-metragem para descobrir esta dança! Entre o rock n’roll dos anos 50, o twist e o rockabilly, o madison atrai entusiastas e apaixonados pela cultura norte-americana.

Existem muitos passos de dança específicos ao madison:

  • The Cleveland Box,
  • The Jackie Gleason,
  • The Big Boss Cross in Front,
  • The T Time,
  • The Birland,
  • The Two Up and Two Back,
  • The Flying High,
  • The Big M etc.

Apesar de parecer ser uma atividade um pouco datada, o madison é acima de tudo uma dança amigável que pode ser praticada com amigos ou familiares. No Brasil, essa “line dance” pode ser praticada durante um show de dança, um baile ou um festival de dança anual.

Além disso, você pode estudar o madison para descobrir passos de dança utilizados ​​em outros estilos:

  • O rockabilly,
  • O country,
  • A valsa,
  • A dança polca,
  • O swing,
  • O rock n’ roll,
  • A disco,
  • O rythm and blues,
  • O jazz
  • A salsa
  • Etc

Por fim, o madison é um recurso importante para aqueles que são apaixonados pela cultura norte-americana. Conhecer as danças do país mais poderoso do mundo facilita sua inserção no mundo americano e permite viagens aos Estados Unidos para usar seus talentos como dançarino!

Qual dança espanhola praticar?

Onde aprender a dançar como os espanhóis? Na Espanha, podemos falar em danças espanholas: cada região tem sua manifestação artística própria, com características e ritmos diferentes. Descubra a sua preferida!

Em geral, os dançarinos profissionais da Espanha explicam que não há um único gênero de dança nacional, mas sim uma grande variedade de modalidades. Independentemente do estilo preferido do aluno, ele certamente vai se beneficiar com o conhecimento desta cultura e expressão artística celebrada em todo o mundo.

Aqui está uma lista não exaustiva dos estilos de dança espanhola mais populares:

  • Dança flamenca,
  • Dança clássica espanhola
  • Balé espanhol,
  • Danças folclóricas espanholas,
  • Dança de castanholas
  • O pasoduplo,
  • O bolero,
  • A dança sardana,
  • A dança muñeira,
  • O fandango.

Se dedicar aos estudos de uma dança espanhola é, sem dúvida, conhecer as origens desta dança e, consequentemente, a história da Espanha. Algumas danças mais tradicionais foram e permanecem hoje praticadas por categorias sociais muito distintas. Outras, mais populares, visam a todas as idades e todos os níveis.

Ter um professor de flamenco só para você é o sonho de qualquer um que queira se tornar um verdadeiro dançarino espanhol!

Para encontrar um coreógrafo que domine os passos de dança espanhola, os futuros alunos geralmente usam o método boca a boca, ou então procuram por anúncios de professores em estúdios de dança ou em redes sociais.

No entanto, é sempre possível encontrar um coreógrafo adaptado às suas expectativas por meio de classificados on-line. Nesse caso, o aluno pode acessar uma ampla gama de professores e pode até realizar uma aula teste de dança para descobrir os diferentes estilos espanhóis. Além disso, os dançarinos que residem longe dos centros urbanos podem muito bem fazer aulas de dança on-line com a ajuda do Skype.

Como aprender a dança indiana?

De acordo com a mitologia hindu, a dança seria uma criação do deus Brahma: essa arte teria aparecido no século II a.C., de acordo com os textos mitológicos.

A dança na Índia era indispensável em termos sociais, estéticos, artísticos ou culturais.

No entanto, a dança indiana mais famosa, a dança “Bollywood”, continua sendo uma construção recente proveniente do cinema indiano, tão popular na Ásia e comparável ao Hollywood americano.

A dança é uma arte que faz parte integrante da cultura indiana e do folclore indiano. Muitas danças clássicas indianas se desenvolveram ao longo dos anos para ocasiões especiais, como casamentos, celebrações e ritos religiosos.

Aqui está uma pequena (e não exaustiva) lista de estilos de dança do país asiático:

  • A dança Kathak,
  • A dança Ossidi,
  • A dança Manipuri,
  • A dança Kuchipudi,
  • A dança de Bharatanatyam,
  • A dança Sattriya,
  • A dança Dandiya,
  • A dança Kalbelia,
  • A dança Ghoomar,
  • Dança clássica indiana,
  • A dança de Bollywood,
  • A dança de Bihu.

Descubra as origens da dança irlandesa!

A dança irlandesa é uma dança tradicional originária de Éire, parte do arquipélago das ilhas britânicas. A dança é praticada em modalidade solo mas também em grupos, sobretudo nas competições esportivas de dançarinos. Embora suas origens não sejam muito claras, sabe-se que a dança surgiu no mesmo período que a música tradicional irlandesa e se espalhou por toda a Irlanda nos séculos 18 e 19.

A dança irlandesa às vezes é confundida com o sapateado clássico. Por isso, cuidado! Embora essas duas artes pareçam semelhantes, elas têm algumas diferenças. Apesar disso, a prática da dança irlandesa pode sem dúvida contribuir para o conhecimento do sapateado clássico.

A dança irlandesa é dividida em duas categorias:

  • A dança de espetáculo: praticada em escolas de dança ou associações culturais, é uma coreografia especialmente feita para o palco. O corpo de dançarinas realiza movimentos em ritmo acelerado ou ritmo lento, de acordo com a sequência coreográfica ensaiada. As aulas de dança de espetáculo ocorrem com músicas pré-gravadas.
  • A dança de competição: este tipo de dança é mais orientada para a dança solo. Os alunos têm que ter uma base artística sólida para dominar todos os passos de dança. A dança de competição é em geral realizada com um músico irlandês (um violinista ou acordeonista) ou uma orquestra celta. A trupe é tradicionalmente composta por oito dançarinos.

Há tantos estilos de dança irlandesa… O suficiente para fazer um iniciante ficar totalmente perdido! Mas não entre em pânico: para encontrar o estilo mais adequado, as escolas de dança em geral oferecem uma aula de teste gratuita. Esta primeira aula permite que você observe os outros dançarinos e identifique as dificuldades e facilidades de determinado movimento ou dança.

Dança oriental: aprenda as noções de base!

Como aprender a dança oriental? A dança do ventre é praticada no mundo inteiro, mas tem suas origens nos países do Oriente Médio e da Ásia Meridional.

A dança do ventre está associada a rituais de fertilidade e, segundo alguns especialistas, pode remontar a 7000 ou 5000 anos antes de Cristo!

Pois bem…. Você pensou que havia apenas um estilo de dança oriental? Veja só, está totalmente enganado!

Exportada diretamente do Oriente Médio, a dança do ventre é um sucesso inegável em todo o mundo. Mas existe uma variedade de estilos de dança no sul da Ásia, na América ou na África disponíveis nas escolas de dança oriental.

Uma pequena e não exaustiva lista de estilos de dança oriental:

  • Baladi
  • Shaabi
  • Raqs Sharqi,
  • Dança flamenca-oriental
  • Dança tango-oriental,
  • A dança Saïdi,
  • Dança do ventre egípcia,
  • A dança do bambouti
  • A dança Fellahi,
  • A dança de Bellywood,
  • A dança vintage-oriental,
  • A dança tribal-oriental, etc.

Você faz o estilo mais tímido e prefere começar a aprender a dança sozinho em casa?

Na era da Internet, existem dezenas de sites especializados em aulas de dança on-line, independentemente do estilo da dança oriental (dança egípcia, dança das mil e uma noites, dança indiana…) . Você pode procurar por algumas aulas disponíveis no Youtube com as seguintes bailarinas:

  • Sofia Fahd
  • Isis Zahara
  • Claudia Cenci
  • Andréia Flach
  • Cicilya Custodio
  • Ludmilla Raissuli
  • Mary Roessler

Você também pode aprender a dançar de qualquer lugar que estiver graças aos aplicativos de dança oriental!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar