Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Saiba tudo sobre a dança clássica americana: o madison!

Blog > Artes e Lazer > Dança > Dançar o madison: uma viagem aos anos 50 e 60!

“Você nasceu selvagem … não deixe que eles o dominem!” – Isadora Duncan

Todos nós já vimos uma coreografia de madison em uma ocasião na vida: seja um casamento, um filme ou uma apresentação de dança.

Mas, sabia que alguns de nós conhecem a história e a prática desta dança perfeitamente?

Originária diretamente dos Estados Unidos, a dança madison já está enraizada na cultura norte-americana: a grande maioria da população conhece os passos básicos na ponta dos dedos (ou dos pés, certo?). Você sabia que o musical “Hairspray” é a referência top do estilo madison? Lembre-se de dar uma olhada neste longa-metragem para descobrir esta dança!

Ritmo, musicalidade, mas especialmente bom humor: aqui estão alguns critérios para saber dançar o madison. Vamos dar uma olhada nessa dança clássica de salão?

O que é Madison Dance?

A dança de madison faz parte da grande família de “line dance”, assim como a dança country ou outras danças tradicionais dos Estados Unidos! Entre o rock n’roll dos anos 50, o twist e o rockabilly, o madison atrai entusiastas e apaixonados pela cultura norte-americana.

Dançar o madison: uma viagem aos anos 50 e 60! No mundo inteiro o madison ganhou adeptos de todas as idades e origens!

A criação do madison remonta a 1957, no estado de Ohio: a dança segue um movimento regular de ida e volta com passos de dança dinâmicos e é totalmente acessível a todos os níveis de dançarinos, desde iniciantes até os níveis mais avançados e profissionais.

Existem muitos passos de dança específicos ao madison:

  • The Cleveland Box,
  • The Jackie Gleason,
  • The Big Boss Cross in Front,
  • The T Time,
  • The Birland,
  • The Two Up and Two Back,
  • The Flying High,
  • The Big M etc.

Se você fosse adolescente durante a década de 1950 ou 1960, com certeza seria um seguidor do “fenômeno madison”! Um fenômeno similar ao nosso iê-iê-iê!

Embora originalmente dos Estados Unidos, a dança se desenvolveu em todo o mundo graças a musicais como Hairspray, ou, mais recentemente, séries como American Dreams.

Até hoje ainda acontecem competições internacionais de madison, bem como outras danças populares do século 20, como discoteca, twist, o breakdancing e outros estilos de dança de salão.

Se a dança madison se tornou tão famosa nos Estados Unidos, é graças a cantores ou bandas como Al Brown ou Ray Bryant.

Nas academias e universidades de arte norte-americanas, ainda existem departamentos de dança e música dedicados exclusivamente ao madison!

Com que idade podemos aprender madison?

Será que o madison é uma dança reservada para uma determinada geração? A resposta é não! O madison é acessível a todas as idades!

Apesar de parecer ser uma atividade um pouco datada, o madison é acima de tudo uma dança amigável que pode ser praticada com amigos ou familiares. No Brasil, essa “line dance” pode ser praticada durante um show de dança, um baile ou um festival de dança anual.

Todas as gerações podem se encontrar em um estúdio de dança para aprender a praticar a famosa dança americana.

Nas escolas especializadas, existem tipos de aulas adequadas para todos:

  • Aulas em grupo de madison,
  • Aulas para casais (a dois)
  • Aulas particulares de madison,
  • Aulas para crianças e adolescentes,
  • Aulas para adultos
  • Aulas para idosos / terceira idade

O madison é ideal para o condicionamento físico de pessoas em idade mais avançada: com seus movimentos simples e ritmo lento, a dança pode ser praticada de 7 a 77 anos!

Se essa dança tem a reputação de atrair principalmente a terceira idade, saiba que ela também pode ser relevante para os mais jovens. Os pais podem matricular seus filhos em aulas de nível iniciante para uma iniciação à dança por meio de uma coreografia de fácil acesso, além de ser uma alternativa para que eles façam uma atividade esportiva em uma atmosfera divertida e sociável.

Sabia que o videogame Just Dance também integra uma coreografia madison? Pois bem, essa dança alegre tem algo que atrai todas as gerações!

Na verdade, não há idade mínima para nenhuma dança: do madison às danças africanas!

Os benefícios da dança de madison

Há mil razões para dançar essa coreografia que vem diretamente dos States!

Em primeiro lugar, a dança madison é particularmente benéfica em termos de saúde. Ao dar alguns passos dessa “line dance”, o aluno exercita seu sistema cardiovascular, tonifica seus músculos e de quebra queima algumas centenas de calorias.

Você não precisa ser um atleta para uma conseguir fazer uma sequência coreográfica de madison. Em geral, algumas horas de treinamento são suficientes para aumentar sua velocidade, seu autocontrole e sua agilidade enquanto se diverte!

Além disso, você pode estudar o madison para descobrir passos de dança utilizados ​​em outros estilos:

  • O rockabilly,
  • O country,
  • A valsa,
  • A dança polca,
  • O swing,
  • O rock n’ roll,
  • A disco,
  • O rythm and blues,
  • O jazz
  • A salsa
  • Etc

O madison é perfeito para a autoconfiança: os passos são relativamente simples, o aluno consegue superar sua timidez mais facilmente do que em aulas de dança mais complexas. Dançar aprimora e treina a linguagem corporal dos praticantes e os ajudam a desenvolver sua criatividade, improvisação musical e motivação!

O que é mais marcante durante uma aula de madison é o bom humor que prevalece!

Esta “line dance” faz com que você relaxe e se descontraia em uma atmosfera positiva e artística, junto de outros colegas. Alguns dançarinos de madison chegam até a criar seu próprio grupo para participar de competições oficiais!

Por fim, o madison é um recurso importante para aqueles que são apaixonados pela cultura norte-americana. Conhecer as danças do país mais poderoso do mundo facilita sua inserção no mundo americano e permite viagens aos Estados Unidos para usar seus talentos como dançarino!

A dança do ventre também é uma ótima maneira de criar autoestima e autoconfiança.

Algumas músicas para dançar o madison!

Antes de começar a dançar, devemos escolher a música que nos inspira!

Quais são as músicas para dançar Madison? Graças à dança madison, você vai descobrir vários outros estilos de música: o country, o rockabilly, o twist…

Como a maioria das “line dance“, o madison é praticado também ao som da famosa música country, um estilo icônico da cultura americana. Enquanto algumas músicas são consideradas uma referência para a dança madison, outros artistas contemporâneos estão criando versões mais modernas de sons country.

Adolescentes, adultos, idosos: todas as gerações se encontram nessa dança!

Aqui estão alguns títulos para criar sua própria coreografia:

  • « One of us » de Joan Osborne,
  • « Cotton Eye Joe » de Rednex,
  • « Last Night » de Madison’s Band,
  • « Green Onions » de Dave Baby Cortez,
  • « Everybody Need Somebody » de The Blues Brothers,
  • « Madison Time » de Ray Bryant,
  • « Little Girl » de John Jacky,
  • « Pepita Mad » de Don Rico,
  • « Madison Agent » de Tommy and Swin-Go,
  • « I Fought the Law » de Bobby Fuller Four,
  • « Seeds » de Daniel and the Lion,
  • « The Boy and the Nettles » de Paul Otteson.

Para ouvir uma música ao estilo de madison, é melhor adquirir uma compilação de músicas em um site de compras on-line, em sua loja de discos ou simplesmente fazer uma busca de playlist no Youtube, Spotify ou Deezer.

Para desenvolver suas habilidades e musicalidade, que tal criar a sua própria playlist para quando quiser praticar seus passos de dança sozinho em casa ou com os amigos?

Uma verdade seja dita: estamos longe das músicas específicas para dança irlandesa ou as danças indianas!

Lugares para aprender madison

Quer aprender a dançar madison com um profissional? Aqui estão as nossas dicas!

Para se tornar um especialista em cultura norte-americana, nada melhor do que fazer uma aula de dança profissional!

No Brasil há muitas escolas de dança e associações culturais especializadas em danças de salão e em “line dance”. No entanto, às vezes pode ser mais difícil de encontrar aulas próximas de sua casa, ao contrário das danças mais populares (aulas de balé clássico, aulas de dança contemporânea, aulas de sapateado clássico, aulas de zumba…).

O ideal? Fazer aulas particulares de dança madison!

No Superprof, existem dezenas de professores dispostos a transmitir sua paixão pela dança (do madison às danças espanholas) diretamente na casa do estudante, em um estúdio de dança particular ou até mesmo via webcam!

Os alunos podem escolher sua aula personalizada, de acordo com diferentes critérios:

  • O local de ensino (estúdio de dança, centro municipal, salão de dança particular …),
  • Os diplomas do professor,
  • A experiência do coreógrafo,
  • O nível ensinado pelo dançarino,
  • O estilo de dança,
  • O preço de uma hora de aula,
  • A possibilidade de fazer aulas via webcam,
  • A disponibilidade do professor de dança, etc.

Onde aprender a dançar madison? Lembre-se de perguntar ao seu professor quais são os acessórios mais adequados para praticar a sua dança! O mais importante é o conforto!

O ideal é aprender na companhia de um coreógrafo experiente, que conhece todas as técnicas de madison, desde os passos mais básicos até os mais complexos.

Embora a possibilidade de uma aula de dança individual pareça atraente, ainda é aconselhável escolher as aulas em grupo a princípio.

Além de ser financeiramente vantajoso, as aulas particulares em grupo proporcionam uma atmosfera amigável e permitem que você domine mais facilmente a coreografia. Em grupo também é mais fácil de trocar informações e conhecimentos sobre a cultura norte-americana mais a fundo.

Então, por que não descobrir essa dança mítica dos Estados Unidos graças ao conselho de uma dançarino profissional?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar