Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O guia completo para descobrir a dança do ventre!

De Fernanda, publicado dia 22/11/2017 Blog > Artes e Lazer > Dança > Dança oriental: aprenda as noções de base!

“A ideia principal do movimento da dança vem do ritmo das ondas.”

Isadora Duncan

Sensualidade e exotismo: a dança oriental tem muito a transmitir!

Por causa de uma possível timidez ou devido à falta de conhecimento da dança, alguns estudantes não se atrevem a descobrir a dança oriental. No entanto, a dança do ventre é o esporte ideal para perder peso, tonificar seu corpo e descobrir a cultura oriental. Em poucas horas, você pode dominar as noções de base desta dança do Oriente Médio e da Ásia Meridional.

Descubra nossas dicas para começar a dança do ventre!

Quais são os benefícios da dança oriental?

Conheça e aceite seu corpo

Chegou a hora: pratique a dança do ventre para aprender a aceitar seu corpo!

Como se vestir para uma aula de dança do ventre? No antigo Egipto, a dança do ventre era praticada para agradar às Deusas, para se tornarem mães, e na Índia estava associada a rituais tântricos… Aprender a dança oriental também permite que você descubra a cultura dos países do Oriente Médio e da Ásia Meridional!

De acordo com um estudo australiano em 2014, os praticantes de dança do ventre teriam uma autoestima melhor em relação ao corpo do que dançarinos latinos.

Na verdade, na dança oriental, todos os corpos são aceitos: mulheres magras, pequenas, grandes, fortes ou com curvas. Todas exercitam a barriga e exploram o melhor de sua sensualidade.

Embora os iniciantes de aulas de dança do ventre às vezes se sentem tímidos na hora de revelar seu corpo, logo eles mudam de opinião depois de poucas sessões, descobrindo a beleza desse estilo e a autoaceitação inerente à modalidade.

Além disso, a dança do ventre é ideal para aprender a dançar e estudar o corpo humano ao mesmo tempo. Um bom conhecimento de fisiologia é essencial para ganhar autoconfiança!

Entendeu? Hora de esquecer as botas no armário, ao contrário de danças como country ou madison. Aqui, o objetivo é se conectar diretamente com o chão!

Exercite seu corpo com a dança do ventre

Uma hora de dança do ventre pode queimar até 400 calorias!

Sim, a dança oriental é bem conhecida por ser uma aliada ao emagrecimento. Graças aos movimentos graciosos, as mulheres podem remodelar seus corpos e fortalecer seus músculos.

Originalmente uma dança popular do Oriente Médio, evoluiu para assumir formas diferentes, dependendo do país e da região, tanto em estilo de fantasia quanto de dança. A dança do ventre é uma dança expressiva que se concentra nos movimentos complexos do torso.

A dança oriental, portanto, exercita diferentes partes do corpo:

  • As coxas,
  • Os quadris
  • Os músculos das costas,
  • Os músculos dos glúteos,
  • O peitoral,
  • A cintura
  • Os ombros,
  • Os braços,
  • O abdômen etc.

Além de ajudar os alunos a perderem peso, a dança do ventre é recomendada em caso de cólicas menstruais, dores nas costas (dores na lombar) ou para a redução da celulite. É também uma aliada importante na construção do bem-estar pessoal: uma hora de aula de dança oriental (apelidada também de “dança de alegria”) alivia o estresse, afasta as tensões e liberta a mente!

Com outro estilo, as danças africanas também ajudam queimar muitas calorias!

Os diferentes estilos de dança oriental

A dança do ventre está associada a rituais de fertilidade e, segundo alguns especialistas, pode remontar a 7000 ou 5000 anos antes de Cristo!

Pois bem…. Você pensou que havia apenas um estilo de dança oriental? Veja só, está totalmente enganado!

Exportada diretamente do Oriente Médio, a dança do ventre é um sucesso inegável em todo o mundo. Mas existe uma variedade de estilos de dança no sul da Ásia, na América ou na África disponíveis nas escolas de dança oriental.

Antes de fazer a primeira aula, é importante que o aluno conheça a diferença dessas modalidades. Nosso conselho? Faça uma aula teste em uma associação ou num estúdio de dança para descobrir os vários estilos antes de escolher o mais adequado para você. Isso vale para qualquer estilo de dança que deseja começar: aula de zumba, aula de flamenco, aula de balé… É sempre bom fazer um experimento antes como forma de avaliar se gosta realmente do estilo.

Ritmo, estilo musical, origens, tempo lento ou rápido: a escolha é acima de tudo pessoal!

Uma pequena e não exaustiva lista de estilos de dança oriental:

  • Baladi
  • Shaabi
  • Raqs Sharqi,
  • Dança flamenca-oriental
  • Dança tango-oriental,
  • A dança Saïdi,
  • Dança do ventre egípcia,
  • A dança do bambouti
  • A dança Fellahi,
  • A dança de Bellywood,
  • A dança vintage-oriental,
  • A dança tribal-oriental, etc.

Os acessórios esportivos utilizados variam de acordo com o estilo de dança. Podemos usar vários acessórios como velas, castiçais, leques ou bastões. Geralmente, é o professor de dança que fornece os diferentes materiais, mas os alunos também podem obter o necessário em sites especializados para treinar adequadamente em casa!

De uma coisa temos certeza… Nada a ver com dança irlandesa!

Os movimentos básicos da dança oriental

Para descobrir os conceitos básicos da dança do ventre, vamos rever os diferentes movimentos para estudantes iniciantes!

Em primeiro lugar, antes de iniciar sua aula, o dançarino do ventre precisa se aquecer por pelo menos cinco minutos.

Pernas ligeiramente separadas e mãos nos quadris, o aprendiz deve alongar os músculos do pescoço da frente para trás, da direita para a esquerda com pequenos movimentos circulares.

O segredo é aquecer bem seu pescoço para evitar de machucar a cervical durante a aula de dança!

Então vem a primeira etapa básica de dança:

  • O movimento dos ombros: abra os braços com os cotovelos ligeiramente dobrados, avance o ombro esquerdo para frente e alterne com o ombro direito,
  • O oito vertical: faça uma forma de “oito” com a pélvis enquanto eleva os quadris em arco, as pernas estendidas,
  • Tremor das pernas: para produzir movimentos regulares e rápidos com os joelhos e vibrar a parte inferior do corpo,
  • O Soheir Zaki: mova seu quadril para cima e para baixo mantendo suas pernas perfeitamente esticadas em um movimento lateral,
  • A acentuação pélvica: aperte os abdominais ligeiramente trazendo a pélvis para trás, depois leve-a em um só um movimento graças aos músculos dos glúteos.

Os passos de dança básicos da dança do ventre podem ser dominados tranquilamente em apenas algumas aulas.

No entanto, este tipo de dança permanece preciso e sutil: é necessário esperar alguns meses antes de poder executar perfeitamente movimentos mais complexos e passar de um nível iniciante para um nível intermediário.

Alguns movimentos podem ser similares aos de danças indianas.

Dicas para iniciar a dança oriental

Aqui estão alguns movimentos básicos da dança do ventre para acordar a Shakira que fica adormecida em você 😉

(ps: video em inglês)

Vídeos para aprender noções básicas da dança oriental

O futuro dançarino profissional pode perfeitamente fazer uma introdução à dança oriental graças às aulas de dança on-line!

Na era da Internet, existem dezenas de sites especializados em aulas de dança on-line, independentemente do estilo da dança oriental (dança egípcia, dança das mil e uma noites, dança indiana…) .

Para aprender a dançar em estilo autodidata, a dançarina do ventre pode assistir aos tutoriais de dançarinos experientes que elaboram vídeos educacionais gratuitos para usuários de Internet.

Para aprender uma coreografia, procure por algumas aulas disponíveis no Youtube com as seguintes bailarinas:

  • Sofia Fahd
  • Isis Zahara
  • Claudia Cenci
  • Andréia Flach
  • Cicilya Custodio
  • Ludmilla Raissuli
  • Mary Roessler

Você também pode aprender a dançar de qualquer lugar que estiver graças aos aplicativos de dança oriental!

Com esses programas, que podem ser gratuitos ou de baixo custo, os alunos aprendem os conceitos básicos da dança do ventre e acompanham o progresso treinando apenas alguns minutos por dia.

Os vídeos são uma boa maneira de espaçar as aulas e aprender a dançar por conta própria!

Às vezes, é possível misturar dança oriental e flamenco, criando uma fusão original.

Faça uma aula introdutória de dança oriental

Nada melhor do que o conselho de um coreógrafo profissional para conhecer a fundo as danças orientais tradicionais!

Onde aprender dança do ventre? Os acessórios nas danças orientais são fundamentais!

Em uma aula rítmica, o professor da dança do ventre pode compartilhar sua paixão pela dança através de movimentos bruscos, um ritmo adaptado à música oriental e ensinar uma sequência coreográfica para todos os níveis.

Tonicidade, ondulações e até improvisação: nada será deixado de lado durante as aulas em grupo ou as aulas particulares de dança.

Aprender a dança oriental com um professor de dança é um “must” para realmente dominar esta arte e organizar um show de dança ou uma apresentação sozinha ou acompanhada por dançarinas orientais.

Para fazer aulas de dança oriental, existem várias soluções:

  • Contrate um professor particular de dança por meio de anúncios on-line,
  • Descubra um professor de dança particular pelo boca a boca,
  • Faça aulas de dança do ventre numa escola de dança,
  • Faça aulas em uma associação ou centro cultural,
  • Faça aulas particulares de dança por meio de uma agência de aulas particulares,
  • Faça aulas de dança oriental via webcam,
  • Faça aulas para crianças e adolescentes ou aulas para adultos em escolas ou instituições municipais.

Com o Superprof, cabe ao aluno escolher seu professor de dança oriental. O segredo é levar em consideração seus critérios pessoais (preço, local do curso, estilo de dança, nível ensinado etc.) para encontrar o seu mestre!

No Superprof, o preço médio de uma hora de aula de dança oriental é 61 reais!

É bem possível fazer aulas de dança do ventre a preços acessíveis : nossos professores oferecem em geral planos reduzidos a longo prazo, para estudantes regulares ou para aulas em grupo ou em família.

Além disso, mais de 92% dos nossos Superprofs oferecem sua primeira hora de aula gratuitamente: uma oportunidade ideal para avaliar juntamente com o seu professor qual é a melhor modalidade e quais serão seus objetivos de curso.

Então vamos lá! Está pronto para ondular os seus quadris ao som de uma darbuka?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar