Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Aprender piano com um professor significa…

De Fernanda, publicado dia 25/10/2017 Blog > Música > Piano > 6 lições de vida que o seu profe de piano pode lhe dar

Aprender o piano e se tornar um bom pianista também significa estar ciente de que estamos abordando vários séculos de história da música.

Criado em meados do século 18, depois do clavicórdio e do cravo, o instrumento foi referência de Bach, Debussy, Beethoven, Mozart, Vivaldi, Stevie Wonder, Ray Charles, Nelson Freire e tantos outros gênios.

Mas conseguir tocar bem piano é também uma questão de encontrar o professor certo. Um profissional que além da prática vai lhe ensinar a teoria da música e desse instrumento de cordas. Que você pode aplicar em outras áreas da sua vida…

Porque aprender o piano não é tão simples assim.

Você vai ter de enfrentar o fracasso, a dificuldade, entre acordes e melodias complexas.

Por isso, saiba que suas aulas de teclado ou piano, sob muitos aspectos, vão ser um conjunto de lições que se aplicam também à sua vida diária.

Perseverança, paciência, autoestima…

E se seu professor de piano também fosse um professor para a vida?

Lição de vida n ° 1 do seu professor de piano: aprenda o piano no seu ritmo

O que você aprende com seu profe de piano? Não sofra: esqueça o Bach nas suas primeiras aulas…

Se você pensar bem nisso, essa lição pode ser aplicada em praticamente qualquer área na sua vida.

Quando começamos a aprender alguma coisa, é sempre bom começar devagar.

Seu professor vai sempre repetir isso ao longo de sua prática de piano. E ele tem razão.

Pois bem: saiba, futuro pianista, que se você se preocupa com seus entes queridos e seus ouvidos, não tente sob nenhum pretexto começar o piano com a 3ª sinfonia de Bach! Você precisa começar pela base: aprendendo teoria da música, por exemplo!

Um pianista nem sempre escuta os conselhos de seu professor de música no início. Ele está ansioso para conseguir reproduzir uma linda melodia, mesmo depois de poucas aulas de piano.

Mas ninguém começa tocando guitarra com Jimmy Hendrix.

A aprendizagem do piano deve ser feita de maneira gradual. Em um tempo progressivo! Pouco a pouco, depois de muita prática, você vai poder pegar as maiores obras dos maiores pianistas do mundo.

Lição de vida n ° 2 do seu professor de piano: não cometa os mesmos erros duas vezes durante as aulas de piano

Você não gostaria de frustrar seu professor de música, não é mesmo? Nem você mesmo tampouco…

Mais uma vez: isso se aplica às aulas de piano, mas não só a elas.

Cometer erros é algo natural na vida. Muitos provérbios já pensaram, desde o início dos tempos, sobre as virtudes do fracasso:

  • O que não me mata, me torna mais forte“, disse Nietzsche.
  • O sucesso é ir de fracasso em fracasso sem perder entusiasmo…“, disse Winston Chruchill.
  • Eu errei mais de 9.000 arremessos na minha carreira. Perdi quase 300 jogos. Em 26 oportunidades, confiaram em mim para fazer o arremesso da vitória e eu errei. Eu falhei muitas e muitas vezes na minha vida. E é por isso que tenho sucesso.“, Michael Jordan explicou brilhantemente quando ainda estava jogando na NBA.

Esses tipos de citações estão lá para fazer você entender que cometer erros quando você está aprendendo o piano é normal.

Errar incansavelmente, se confundir nas transições, nas notas, trocar o ritmo, travar as mãos… O que não é normal, por outro lado, ou pelo menos inteligente de sua parte, é não aproveitar esses erros para progredir. Isso vai facilitar o trabalho do seu professor, bem como sua aprendizagem como pianista.

Aprender o piano sem refletir sobre seus próprios erros é uma perda de tempo para qualquer um. Cabe a você encontrar a clave de sol e superar as dificuldades!

Lição de vida n ° 3 do seu professor de piano: estudar sozinho fora das aulas de piano

Você não aprende a tocar piano apenas durante as aulas com seu professor. No máximo, você passa de 2h a 3h com ele todas as semanas para aprender a teoria da música. Talvez um pouco mais para um pianista mais motivado.

Mas se você não vê a hora de finalmente tocar Para Elisa para a mamãe e o papai, vai precisar de muito mais do que suas aulas para iniciantes. Seu professor de teoria musical vai certamente lhe dizer que: para se tornar um bom pianista, é preciso estudar sozinho, fora das aulas de música.

O ideal é, obviamente, treinar o piano todos os dias para aprender rapidamente a teoria musical. 30 minutos. Uma hora, se o piano realmente for seu negócio.

Cada aula com seu professor de piano, inevitavelmente, traz novos elementos para aprender. Uma passagem complicada na mão direita. Na mão esquerda. Um novo acorde. Uma súbita mudança de ritmo… Você não pode achar que, como num passe de mágica, seu educador tire todas as suas dúvidas, durante as poucas dezenas de minutos que duram suas aulas de piano.

Ele também vai lhe dizer: para tocar bem o piano, a maior parte do treino acontece fora das aulas. O professor está aqui para lhe dar as chaves do seu conhecimento musical. Cabe a você, então, aprender a lidar com elas para apreender a música!

Uma lição de vida que obviamente se aplica a muitas outras coisas. Como estudos, por exemplo. Um professor da universidade sempre estará lá para lhe ensinar o básico de seu assunto. Mas sem os seus estudos por conta própria, será muito difícil passar nos exames.

Finalmente, aprender o piano com as duas mãos no teclado melhora sua coordenação e a técnica do seu dedo.

Existem muitos métodos de piano para progredir rapidamente e entender como você pode tocar bem o instrumento.

Lição de vida # 4 do seu professor de piano: aprenda piano com paciência

Como progredir no piano? Suas pálpebras estão ficando mais pesadas…

Você, que já começou a fazer aulas de música, está aprendendo piano e teoria da música, agora já está familiarizado com esse objeto chamado “metrônomo“, não é mesmo?

Em termos concretos, você não precisa ser engenheiro para entender que ele serve para indicar o compasso em intervalos regulares. Ele apresenta o ritmo a seguir.

Mas, num sentido mais amplo, você já se perguntou o que ele significa? Você, pianista em preparação, atento aos conselhos do seu professor de música, consegue ver mais além? Além do imediatismo deste ritmo que bate incansavelmente para você? Vamos lá, que tal parar na frente do seu piano e passar alguns minutos refletindo sobre isso…

E se este metrônomo perfeitamente regular tivesse um significado específico? Você não acha que seu professor, com sua grande sabedoria, queria lhe ensinar também…. Paciência? Treino regular, calma e prática em intervalos regulares? Não pense que você é um mero executor de lições. Veja seu professor como uma espécie de poeta de música, deixando mensagens subliminares para você!

Aprender o piano, a música ou outros conteúdos, em geral, envolvem o exercício da paciência. Característica, infelizmente, que nem sempre está presente em todos os alunos. A regularidade do metrônomo deve lhe inspirar um estudo de piano regular e um progresso constante.

A lição do seu professor de piano na vida # 5: não desista de tocar piano mesmo após seus erros

Você está apenas começando a aprender o piano. Mas, enquanto você está apenas aprendendo a teoria da música, você já tem grandes ambições com esse instrumento mítico.

Vamos dar um pequeno salto até o futuro. Imagine que você está em um pequeno anfiteatro em sua cidade. Seu nome é finalmente chamado no palco para fazer uma apresentação. Na plateia, outros estudantes pianistas como você, seus pais, seus amigos, seu professor.

Esta é a primeira vez que você está fazendo isso. Obviamente, você está tenso. Você precisa interpretar uma melodia de piano mas está estudando música há apenas 6 meses.

Então você senta na frente do piano, respira fundo e começa. As primeiras notas são instáveis ​​e hesitantes. Apesar do seu conhecimento da obra. Para o seu espanto, e para o seu professor de música, você comete alguns erros incomuns.

Você fica desestabilizado e frustrado consigo mesmo. Então você só pensa em uma coisa: sair correndo dali!

Mas isso seria validar o seu fracasso. Um pequeno fracasso, pois são apenas algumas notas, perdidas por causa do estresse. Nada, portanto, dramático. Porque aprender o piano é também isso: continuar mesmo depois dos erros. Portanto, não desista.

O piano é um instrumento de cordas nobre e muito complexo. Ninguém aprende a tocar bem o teclado de uma hora para outra! É preciso trabalho e muitos erros para progredir, pouco a pouco, para níveis mais avançados. Então, saiba que, além do seu professor de piano – que talvez tenha franzido a testa ligeiramente, mas mesmo assim te apoia em 100% – ninguém no anfiteatro percebeu seus erros!

Basta superar, continuar a melodia e bola para frente!

Se, caso contrário, você parar no meio, ou tiver um bloqueio… Todos vão perceber. O sentimento de vergonha, nestes momentos de pequenas dificuldades, não ajudam muito na sua vida estudantil. Perseverança, no entanto… é uma ótima aliada.

Qua lição de vida do profe de piano? Não entre em pânico: todo mundo fica nervoso e erra. Perseverança é a chave do sucesso!

Aula de vida nº 6 do seu professor de piano: olhe para frente e aprenda o piano!

Tenha certeza disso: uma das primeiras lições que você vai aprender com seu professor de piano vai ser como olhar para frente.

De quebra, você vai se perguntar se ele está falando da vida em geral ou só do piano. Sim, ele está falando do piano, na verdade. Mas o que isso significa exatamente?

Aprender o piano também é aprender a ler uma partitura. O pianista deve assimilar uma nova linguagem durante as primeiras aulas. Mas, em breve, graças às suas boas aulas de teoria musical, a clave de sol não vai ser mais um mistério para você. Você vai ser capaz de praticar o conselho do seu professor: olhar para a frente!

Isso significa simplesmente estar atento ao próximo passo, para que você não fique travado diante das mudanças em uma melodia. Uma desaceleração, uma aceleração, uma nota a escolher… Manter a “cabeça no guidão” é a melhor maneira de colocar os pés no chão e persistir com sua ambição: aprender música, aprender teoria musical e aprender o piano.

Nos esportes, dizem que que um jogador de futebol ou de basquete com a cabeça levantada é sinal de que ele é um grande jogador. No trabalho, um visionário sempre estará à frente de um simples executor, preocupado apenas com o momento presente.

É também graças a essa qualidade essencial que alguns empresários se tornam gênios inovadores. Enquanto outros se contentam em admirá-los de longe. O caso Mark Zuckerberg contra os gêmeos Winklevoss é o exemplo perfeito.

Seu professor de piano é a pessoa ideal para contar esse tipo de curiosidade no campo musical. Isso ajuda você a imaginar e se projetar, aprender o piano muito mais depressa.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar