Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

A grande história do idioma e do país de Molière

De Carolina, publicado dia 24/08/2017 Blog > Idiomas > Francês > Tudo o que você deve saber sobre a França

Você sabe que a França é o país onde se encontra a Torre Eiffel? Que Paris é sua capital e é considerada a cidade mais romântica do mundo?

Que os franceses cheiram mal e não tomam banho , isso é uma grande mentira! A maioria dos franceses toma pelo menos um banho por dia como nós, brasileiros. Os que fedem não devem fazer isso como em qualquer lugar do planeta!

Eles usam uma boina e transportam a baguete nas axilas. Mentira! Os franceses não usam a boina (exceto 0,000001% da população de mais de 60 anos) e não transportam a baguete nas axilas…

Eles usam a blusa listrada de marinheiro? Sim, principalmente porque a “marinière” está muito na moda!

Visite as cidades e o patrimônio do país Os castelos são uma marca registrada da cultura francesa

E sobre a língua francesa? Você sabe que eles fazem biquinho na hora de falar! Verdade! Muitos sons da língua francesa como o “u” devem ser pronunciados com a boca bem fechada, como se fizéssemos biquinho. Isso é um pouco estranho e difícil para gente que pronuncia as palavras com a boca bem bem aberta!

Então, chega de clichês e vamos conhecer mais sobre a cultura francesa: seus hábitos, sua língua, sua história?

A maravilhosa história da língua francesa

Podemos dizer que o início do francês (origem e história) se dá com a invasão da Gália (com cerca de 10 milhões de habitantes) pelo exército romano liderado por Júlio Cesar. Entre os séculos III e o século I a.C., os romanos expandiram seu império e, consequentemente, impuseram sua língua (o latim vulgar, falado pelos soldados e comerciantes).

Assim, a língua falada em todo o território, o galo, foi caindo em desuso. O latim começou a ser usado como língua escrita no âmbito administrativo. Enquanto o galo continuou sendo a língua principal de intercâmbio até o século III.

Não podemos esquecer que, antes da chegada dos romanos, o território galo era povoado por quatro povos étnicos distintos: celtas, aquitanos, lígures e gregos. Cada um tinha a sua própria língua, mas foram desaparecendo em detrimento do latim devido a colonização romana.

Conheça a história das batalhas dos conflitos Eles sofreram muito durantes os combates das grandes guerras. Antigos vestígios podem ser encontrados em todo o país

Porém, todos esses idiomas deixaram suas marcas. Até hoje, podemos perceber restos do léxico galo no francês atual como em Burdeos, Carpentras, em nomes de árvores: bouleau – bétula, chêne – carvalho.

Até hoje, os franceses utilizam a referência dos gauleses para falar das origens da França. Mesmo se esses povos não influenciaram tanto a construção da língua francesa.

Com o declínio do império romano, alguns povos de origem germânica se estabeleceram na Gália, principalmente os francos e os visigodos. Consequentemente, esses povos falavam línguas distintas que, igualmente aos outros idiomas que precederam no território, deixaram suas marcas na língua que conhecemos hoje como as palavras jardin, baron, franc.

Mas adiante, no século V, também se vieram povos de distintas origens: celtas britânicos no noroeste (que deram lugar aos bretões), vikings na região atual da Normandia, saxões na costa do Canal da Mancha e muçulmanos no sul.

Encontre o curso de frances adequado para você no Superprof!

Qual é a diferença do francês da França e do Canadá?

Dada a grande distância entre a França e o Canadá (diferença entre o idioma), é compreensível que a mesma língua tenha evoluído de forma distinta em cada região ao longo da história.

Para começar, não há muitas diferenças com relação às estruturas gramaticais. As diferenças são muitas na maneira de pronunciar as palavras. Eles dizem que a pronúncia do francês canadense se assemelha mais ao francês do século XVII que o da França atual.

Porém, encontramos os contrastes mais significativos no léxico. Dada a proximidade com o francês canadense do mundo anglófono, não é de se estranhar que este está repleto de fricções emprestados da língua de Shakespeare, você não acha?

Conheça todas as obras, inclusive a Monalisa O maior museu do mundo também se situa no país de Molière e foi um antigo palácio

 

Em algumas ocasiões, o som “e” no final das palavras se pronuncia como “a”. De modo que “parfait” se fala “parfa”.
As palavras acabadas em “-oir” como “avoir” se pronunciam “-oér” (“avoér”).
As palavras terminadas com “a” se pronunciam como se terminassem com mais de um “a” (“Canadaaa”).
Diferenças léxicais

De todo modo, podemos ver os contrastes mais curiosos no léxico. No geral, o francês do Quebec tem fricções e empréstimos do inglês:

Magasiner (CA) → Faire les courses (FR) → fazer compras (PT)
La fin de semaine (CA) → le weekend (FR) → fim de semana (PT)
Un char (CA) → une voiture (FR) → um carro (PT)
Bye/Bye bye (CA) → au revoir (FR) → tchau (PT)

Os diferentes sotaques do francês

O francês é a língua oficial de um grande número de países. Calcula-se que mais de 300 milhões de habitantes falam a língua francesa no nosso planeta.

Existem muitas variantes do idioma, mas vamos nos concentrar no francês da França, África e Canadá.

Enquanto na própria França podemos encontrar sotaques diferentes (e variações lexicais), imagine nos outros países que falam a língua?

Se um estrangeiro lhe perguntar: “Você entende perfeitamente os portugueses?”. Certamente sua resposta seria: “Sim, claro”. Afinal, é o mesmo idioma!

No entanto, você já passou por uma situação em que não conseguiu entender o que um falante de língua portuguesa de outra região falou?

O mesmo acontece com os franceses da França e do Canadá. Eles são inteligíveis um pelo outro, mas alguém que não está acostumado com algumas variantes, pode ficar um pouco perdido na conversa. As principais diferenças do francês quebequense e do da França vocês já conhecem (veja logo acima).

Mas e do francês falado na África?

O que é mais característico do francês africano é a pronúncia de r, que tende a ser alveolar em vez de gutural. Algumas letras (como d, t, l e n) são bastante diferentes em muitos casos. De qualquer forma, é muito difícil generalizar todas as nuances, uma vez que elas dependem de cada região.

No que diz respeito ao vocabulário, o francês falado na África muitas vezes tem muitos empréstimos linguísticos de outras línguas do continente. Além disso, na África muitas palavras são usadas com significados diferentes.

Se procura por aulas de francês para iniciantes, no Superprof temos os melhores professores!

Francês ou Espanhol: qual idioma escolher?

Quando nos interessamos nessas duas línguas, logo percebemos que, como em outras línguas romanas, elas possuem muitas características semelhantes. Isso é algo que vemos especialmente na parte léxica quando comparamos o vocabulário espanhol e o do francês (qual língua escolher?) e, claro, com o nosso português.

Por que aprender francês?

Hoje, o francês é considerado uma das línguas mais relevantes na cena mundial, pois é a língua oficial de um grande número de países (França, Canadá, Bélgica, Haiti, Senegal…) e organizações internacionais (como a ONU, A UE ou a OTAN). Por isso, há tantas pessoas interessadas em aprender esse idioma!

Venha visitar a capital francesa e aprender o seu idioma Sacre Coeur, Montmartre, Torre Eiffel, Notre Dame, todos fazem parte do patrimônio francês

Além disso, há cerca de 300 milhões de falantes franceses no mundo. Esse número não é de se ignorar, não é?

Por que aprender o espanhol?

O espanhol é a segunda língua mais falada em países e locais diferentes. Além de ser a segunda mais falada como língua materna (somente o chinês ganha do castelhano!).

Ela só não ganha do inglês que é a língua internacional oficial. Mas o espanhol fica logo atrás.

Sem contar que a língua espanhola tem uma relação direta com a cultura do Brasil se pensarmos que todos os nossos vizinhos são hispanófonos.

Imagine quantas portas podem se abrir, não somente do ponto de vista profissional, mas também no aprendizado de novas culturas?

Frases básicas em francês para sobrevivência!

Aprenda algumas expressões essenciais do idioma francês:

  • “Bonjour”: Olá / Bom dia / Boa tarde
  • “Salut”: outra maneira de dizer Olá, mas com um amigo. É uma saudação informal
  • “Au revoir”: adeus
  • “À tout à l’heure”: até daqui a pouco
  • “À bientôt”: Até breve
  • “À demain”: Até amanhã
  • “Oui”: sim
  • “Non”: Não
  • “S’il vous plaît ou s’il te plaît (para os ímtimos)”: por favor
  • “Merci (beaucoup)”: (Muito) obrigado(a).
  • “Excusez-moi”: Desculpe-me
  • “Très bien”: Muito bem
  • “Je vous en prie”: disponha
  • “De rien”: de nada

Fases para apresentar:

  • “Je m’appelle Daniel”: meu nome é Daniel
  • “Je suis brésilien(e)”: eu sou brasileiro(a)
  • “D’où venez-vous?”: de onde você é?

Dados interessantes sobre a França

Saiba algumas curiosidades sobre os franceses e seu país:

1. A língua oficial da França é francesa, mas muitas outras línguas são faladas no país. Elas não têm o mesmo status de língua oficial e são o occitano, o provençal, o corsa, o catalão e o basco (sim, como na Espanha). Na parte nordeste da França, em Dunquerque, uma parte da população fala flamengo. Já no oeste, na Bretanha francesa, o bretão é falado. Uma variedade muito interessante, certo?

2. A França é o destino turístico mais famoso do mundo. De acordo com um relatório publicado em 2014 pela Organização Mundial do Turismo, a França recebeu aproximadamente 83,7 milhões de visitantes.

3. O ritmo de vida na França segue a média européia. A comida é feita entre as 12h e as 13h, enquanto o jantar é geralmente entre as 18h e as 20h.

4. Na França, nasceram alguns dos artistas mais importantes de todos os tempos. Falamos de personalidades que deixaram uma marca na nossa história, como Paul Cézanne, Claude Monet, Camille Pissarro, Paul Gaugin, Pierre Bonnard, Marcel Duchamp, Georges Braque, Henri Rousseau e Honoré Balzac.

5. Liberté, égalité, fraternité é o lema por excelência da França que todos conhecemos. Ele apareceu pela primeira vez durante a Revolução Francesa (1789-1799) e hoje aparece em prédios públicos, moedas e selos.

6. Em média, os franceses dormem quase 9 horas por dia. É a média mais alta de todos os países desenvolvidos.

7. O hino nacional da França, “La Marseillaise”, foi escrito em 1792 e suas letras, às vezes consideradas violentas e até racistas, receberam muitas críticas.

8. A França exporta principalmente aviões, helicópteros e espaçonaves, medicamentos, carros e peças sobressalentes. Os produtos que mais importam são carros e petróleo.

Encontre um bom profe de frances online no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de3,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar