Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Conselhos para começar a dar aulas de francês

De Camila, publicado dia 18/09/2017 Blog > Idiomas > Francês > Dicas para se tornar um profissional do ensino do idioma da França

Você pensa em se tornar professor de língua estrangeira e, como domina bem e ama o idioma falado na França, decidiu por ensinar o francês.

Esta, que é uma língua viva, ganha cada vez mais espaço dentro do circuito internacional, pois é falada por mais de 270 milhões de pessoas ao redor do mundo, além de ser o idioma oficial de 33 nações.

O mercado para dar aulas de francês cresce junto com a popularidade da língua e você pretende se lançar na aventura de dar aulas para aqueles que desejam aprendê-la.

Como professor particular de primeira viagem, você tem, obviamente, muitas dúvidas sobre como começar a atuar no universo das aulas de idiomas.

Esta matéria foi criada para auxiliar aqueles que desejam se tornar profissionais do ensino da língua francesa. Após nossas dicas, você estará informado para começar a colocar a mão na massa!

Estipular o valor da hora de curso

A escolha do valor das aulas pode se tornar uma barreira na hora de criar a estrutura das suas aulas particulares.

Mostramos alguns pontos a serem considerados na hora de estipular o preço das suas tutorias e como eles podem interferir no valor final do serviço oferecido.

Critérios a levar em conta

Existem quatro critérios básicos a serem levados em conta no momento de estipular o valor das suas aulas. Abaixo falamos um pouco mais sobre eles.

Seu nível

Um professor francofônico nativo atrai, frequentemente, mais alunos. Você está dentro deste grupo? O francês é sua língua materna? Você é bilíngue no idioma? Melhor ainda, você possui dupla nacionalidade francesa?

Use e abuse destas características na hora de divulgar seu trabalho, pois elas, com certeza, chamarão a atenção daqueles que procuram um professor.

Sua experiência

Sua experiência é um ponto igualmente importante a ser considerado na hora de decidir qual preço cobrar por hora de tutoria. Se você é iniciante neste meio, é preciso prestar atenção para não cobrar uma tarifa muito elevada.

Se seu caso não é este e você já tenha anos de experiência no ensino do francês como língua estrangeira, então não hesite em fazer uma pesquisa de mercado e nivele seu preço por hora de aula por alto.

Um cálculo do valor de cada aula deve ser feito. O valor das aulas particulares pode ser baseado em vários critérios.

Seus alunos

Conhecer o objetivo de estudos dos seus alunos é um ponto fundamental na hora de organizar suas aulas.

Sem dúvidas, um aluno aluno iniciante ao qual apenas as bases do idioma precisam ser ensinadas demanda menos esforço do professor do que aqueles que visam a entrada em uma universidade francofônica.

Sua localização

Se você mora em uma metrópole brasileira, então sua tarifa pode ser um pouco mais elevada do que aquelas cobradas em pequenas cidades do interior.

Os professores são livres para estipular seus preços?

Os professores de francês podem recorrer a diferentes meios para conseguirem angariar alunos:

  • Plataforma de professores online;
  • Escolas de idiomas;
  • Organismos especializados em aulas particulares.

Mas e a remuneração, ela precisa ser fixada pelos responsáveis da gestão de cada um destes meios?

Tarifas fixas

Os locais que propõe aulas de francês são numerosos, sejam eles organismos especializados na oferta de aulas particulares ou escolas de idiomas estrangeiros.

Muitas vezes tal sistema pode ser muito rígido. Isso porque os preços cobrados por hora de aula são pré-estabelecidos pela empresa que emprega o professor, e não pelo educador que ministra as aulas.

Tarifas flexíveis

As plataformas online chegaram no mercado das aulas particulares para virar este sistema “engessado” de pernas para o ar, pois elas funcionam de maneira completamente diferente: cada professor é livre para estabelecer o preço que desejar para suas aulas.

Formação necessária

Dominar bem a língua enquanto se ensina o francês é essencial na hora de entender e responder de maneira concisa e precisa as perguntas dos alunos durante as aulas.

O ideal é seguir uma formação específica de capacitação para se tornar um bom tutor.

Quais estudos seguir?

Selecionamos duas opções muito comuns dentre os profissionais da área, uma que pode ser feita no Brasil e a outra no exterior, em um país francofônico: Letras e FLE.

Curso de Letras em universidades brasileiras

Seu foco ao seguir um curso de Letras é, normalmente, o de ensinar a língua da França. No entanto, você também poderá tentar sua chance no mercado editorial e de tradução caso, no início, não consiga muitos alunos.

Selecionamos algumas universidades espalhadas pelo Brasil que propõe a graduação em Letras com Licenciatura em Língua Francesa.

UFRJ

A Universidade Federal do Rio de Janeiro oferece aos formandos da Faculdade de Letras o título de Bacharel. O aluno pode obter a respectiva Licenciatura mediante complementação pedagógica junto à Faculdade de Educação.

Como se preparar para virar um bom professor de francês. Um professor de francês precisa ter preparo antes de começar a dar aulas.

UFMG

Na Universidade Federal de Minas Gerais, o aluno opta por fazer uma Licenciatura Simples, dedicada apenas ao estudo do francês, ou uma Licenciatura Dupla, dedicada ao estudo das línguas francesa e portuguesa.

O primeiro ano de estudo do aluno é dentro do que eles chamam de núcleo comum. A partir do 6º período é que o aluno pode enveredar pelo caminho da licenciatura e começar a fazer uma formação específica para virar professor do idioma.

UFRGS

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul propõe um leque de matérias específicas para aqueles que desejam se especializar no ensino do francês, tais como Didática da Língua Francesa, Contextos Discursivos em Língua Francesa e Estudos de Literatura Francesa.

UFES

A Universidade Federal do Espírito Santo oferece uma Licenciatura Dupla em português e francês. Ou seja, não é possível fazer estudos apenas da língua francesa.

USP

Universidade de São Paulo, assim como a UFMG, propõe tanto habilitação única como dupla da língua francesa. Ou seja, o aluno pode escolher se especializar somente no idioma da França ou nele conjugado com o português.

UFPR

O curso de Letras da Universidade Federal do Paraná é composto por 54 habilitações, dentre elas, a Licenciatura em Francês. Todos os estudantes devem passar por um núcleo comum de estudos antes de começarem as fazer as matérias específicas das suas habilitações.

Especialização FLE no exterior

Para aqueles que desejam fazer uma especialização em francês em um país francofônico, a melhor opção é se inscrever em um curso de “Lettres” em uma universidade, por exemplo, na França.

Todas as grandes instituições de ensino possuem uma faculdade de Letras. Uma vez inscrito, você pode optar por matérias específicas em FLE, sigla que define “Français Langue Étrangère“.

Dar aulas no ensino superior

No Brasil, para dar aulas como professor de graduação em universidades, é necessário, no mínimo, um estatuto de mestre. Para tal, o candidato precisa completar um curso de Mestrado em Letras.

Organizar as aulas

Aqui damos alguns conselhos para se tornar um professor do idioma da França bem preparado para o que der e vier.

Ser ordenado

Para dar aulas de francês de maneira clara e eficiente, a primeira regra essencial é ser um professor organizado.

Estruturar aulas

  • Criar uma lista com os objetivos de suas aulas;
  • Descrever abaixo de cada objetivo os assuntosdas aulas necessárias para atingi-lo;
  • Preparar os suportes didádicos a serem utilizados;
  • Selecionar exercícios adaptados;
  • Desenvolver um cronograma claro que será entregue a cada aluno.

Se colocar em questão

O fato de se colocar em questão é muito importante para um professor de francês. Ao se questionar sobre métodos e pedagogia de ensino, o tutor abre portas para seu avanço como educador, contribuindo para o melhor desenvolvimento do aprendizado de seus alunos.

Adaptar-se às expectativas do aluno

Um bom professor sabe escutar.

É muito importante que o educador esteja atento, principalmente durante a primeira aula com um aluno, para que ele entenda bem quais são as expectativas e objetivos do pupilo com o curso.

Expectativas

Vários motivos podem levar um aluno a procurar por aulas de francês, tais como:

  • Melhorar suas capacidades de expressão oralpara se comunicar facilmente durante viagens;
  • Desenvolver habilidades linguísticas para atuar profissionalmente utilizando o idioma no ambiente de trabalho;
  • Aprender simplesmente a falar a língua porque é apaixonado por ela.

Personalização das aulas

A metodologia de ensino, assim como o material a ser utilizado nas aulas devem ser adaptados e personalizados para cada um dos alunos.

Administrar o tempo durante as aulas

O tempo pode se tornar o grande inimigo dos professores particulares caso seja negligenciado. Seja você professor em uma escola de idiomas, em um curso universitário ou de aulas particulares, é essencial a criação e o acompanhamento de um cronograma.

Um cronograma de sucesso contém o conteúdo de cada aula. Tal conteúdo deve ser inteiramente abordado durante as sessões.

Preparar cursos com antecedência

Após estabelecer todos os pontos a serem abordados com seus alunos no cronograma, é necessária a criação de um programa que corresponda da melhor maneira possível às expectativas de ensino.

Organização e formulação de um programa de curso são características essenciais para um bom professor. O professor de francês precisa se dedicar à criação de um cronograma de aulas.

Nível necessário para ensinar o idioma

Ter um excelente nível de francês é sempre mandatório para se tornar um bom professor do idioma da França?

Se um aluno iniciante quer progredir no conhecimento e domínio da língua, então é preciso que as capacidades do professor estejam à altura do tipo de tutoria procurada pelo aprendiz.

Sendo assim, é essencial que o domínio da língua francesa do professor seja sempre superior ao nível do aluno.

Bom nível da língua é o mínimo

Não precisamos nem dizer que para se tornar professor de francês é preciso, antes de mais nada, possuir um bom nível de domínio do idioma.

O que significa ter um bom nível?

  • Ser capaz de compreender bem o francês escrito e falado;
  • Falar fluentemente a língua;
  • Dominar a gramática, a conjugação e as importantes noções do idioma da França.

Como virar um professor diplomado?

Para se tornar um professor com estudos reconhecidos no ensino do idioma francês como língua estrangeira, a melhor opção é fazer uma pós-graduação ou mestrado específico para esta finalidade.

Ser bilíngue

Nem sempre é necessário fazer cursos específicos de especialização para se tornar professor de francês. Algumas pessoas falam fluentemente o idioma, apresentando um nível bilíngue do seu domínio. Sendo assim, elas podem “pular” a etapa de aprendizado.

O que significa ser bilíngue?

Uma pessoa bilíngue é aquela que domina um idioma estrangeiro tão bem quanto sua língua materna. Tal pessoa é capaz de compreender, escrever e falar tão perfeitamente o francês quanto o português.

Ser bilíngue graças a viagens e intercâmbios

Muitas pessoas se tornam bilíngues em francês depois de uma viagem à terras francofônicas. Esta experiência humana e pessoal te permitirá avançar no seu nível de francês, assim como enriquecerá sua bagagem cultural.

O francês é sua língua nativa

Algumas pessoas já nascem dentro de um contexto francofônico, são criadas falando o idioma dentro de casa e são colocadas em contato com a literatura e a cultura originárias da França desde sempre.

O nível necessário depende do nível do aluno

É essencial que o domínio da língua francesa do professor seja sempre superior ao nível do aluno. No entanto, o tutor não precisa se bilíngue se seu pupilo está começando o aprendizado do zero.

Como encontrar alunos

O desejo de seguir pelo caminho educacional é crescente, mas você ainda não sabe como angariar seus primeiros alunos? Confira algumas dicas de como se inserir no mercado das aulas particulares e conseguir vários clientes!

Anúncios

Anunciar seus serviços é uma forma infalível para atrair seus primeiros candidatos a aprendiz de francês.

Panfletos em comércios locais

Invista na criação de panfletos que apresentem e ofereçam seus serviços de aulas particulares de francês. Deixe claro que você oferece cursos na região e que está disponível para todas aquelas pessoas que desejam aprender e melhorar as habilidades linguísticas.

Periódicos locais

A ideia lhe parece boa, mas como entrar em contato com estes meios de comunicação?

  1. Acesse o site do jornal;
  2. Inscreva-se;
  3. Escreva seu anúncio;
  4. Escolhas as datas de publicação;
  5. Efetue o pagamento online;
  6. Espere e receberá um e-mail de confirmação.

Fácil, não?!

Internet

Se você fizer uma pesquisa com as palavras-chaves “anúncios grátis de serviços na internet”, encontrará mais de 1 milhão de resultados!!! Os primeiros que aparecerem na sua lista são, provavelmente, os mais acessados pelas pessoas que buscam este mesmo serviço.

Boca a boca

Divulgar oralmente seu serviço é sempre uma ótima maneira de ficar conhecido por aqueles que o rodeiam.

Redes sociais

Criar uma página nas redes sociais e divulgar suas aulas em perfis do Facebook, Instagram, Twitter, etc. garantirão que todos seus contatos nessas interfaces fiquem cientes do seu novo meio de atuação.

Instituições de aulas particulares

Cada cidade do país possui diferentes instituições de aulas particulares conhecidas na região. A melhor alternativa para encontrar a mais prestigiada – e com mais alunos – perto de você é fazendo uma busca no nosso bom e velho amigo Google.

Plataformas online para professores

Instituições especializadas em oferecer aulas particulares oferecem estabilidade ao professor. No entanto, a falta de liberdade e os pontos negativos diante a quantidade de aulas também é maior.

O que fazer?

Inscrever-se em plataformas especializadas na divulgação de professores particulares pode ser uma boa alternativa para se lançar no universo da tutoria individualizada.

Como começar a dar aulas de francês enquanto professor particular. Depois destas dicas, você poderá dar a largada nas suas aulas particulares de francês.

Como se divulgar?

  • Difusão de um perfil completo;
  • Ênfase para sua experiências profissionais e características pessoais;
  • Falar sobre metodologia de ensino;
  • Falar sobre serviços propostos;
  • Oferecer tarifas competitivas.

Como escolher uma plataforma?

É claro que nós vamos “puxar a sardinha” para o nosso lado, já que somos referência neste tipo de serviço dedicado aos profissionais das aulas particulares.

No Superprof.com.br, cada professor cria seu próprio perfil dentro do campo de ensino em que atua. O educador é livre para estipular sua tarifa de hora / aula. O preço cobrado varia de acordo com a experiência e a formação de cada profissional.

Página própria na internet

Uma das melhores maneiras é criar sua própria página na internet.

Mais do que apenas a divulgação do seu currículo, o seu site profissional deve ser considerado como um instrumento de peso para a promoção do seu trabalho.

Como criar um site

Interfaces como WordPress e Wix propõem uma manipulação simples para a concepção e confecção da sua página a baixos custos.

Como aparecer no resultado das buscas

  • Destacar seus pontos fortes: experiências, diplomas universitários…
  • Apontar qual metodologia utiliza, qual é o foco das suas aulas: curso de frances online de forma lúdica, aulas em domicílio, preparação para diplomas oficiais…
  • Indicar tarifas, de preferência, por hora de aula;
  • Indicar reduções e promoções (caso elas existam);
  • Especificar público alvo: crianças, adolescentes, adultos, universitários, empresários…
Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar