Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quem pode se tornar coach esportivo?

De Marcia, publicado dia 23/05/2018 Blog > Esporte > Personal trainer > Quais os quesitos necessários para ser personal trainer?

Ninguém “acorda” personal trainer por causa de um documentário que viu na televisão no dia anterior. A ideia de seguir a profissão pode até vir de lá (ou mesmo da internet), mas daí até a realização desse sonho, existe um longo caminho a ser percorrido.

Antes de mais nada, você precisa pesquisar sobre a profissão, saber exatamente o que faz um personal trainer.

Você precisará também de uma formação, um seguro, ganhar experiência, meios para conquistar novos alunos, escolher uma modalidade… e tudo isso exige tempo, perseverança e dedicação.

Personal trainer e modalidade Alguns profissionais seguem caminhos específicos, como a yoga.

Se você se sente pronto para aceitar essa missão, continue lendo e descubra agora mesmo quais são os passos principais para tornar-se personal trainer.

Como se tornar um personal trainer?

Nas redes sociais, vemos diversos profissionais divulgando seu trabalho. Também existem as plataformas especializadas em aulas particulares, como o Superprof.

A valorização do físico e do estilo saudável de vida estão em alta atualmente. Prova disso são as propagandas de produtos fitness protagonizadas por artistas famosos e o grande número de Youtubers que vem se tornando conhecidos com o assunto.

É claro que todo esse culto ao corpo não deve exceder os limites do que pode ser considerado psicologicamente saudável, mas o fato é que as pessoas vêm se conscientizando, a cada dia mais, da importância de um estilo de vida saudável, seja para a estética ou para a saúde.

Esse contexto aumenta também a demanda pelo treinamento particular, agora mais democratizado. Consequentemente, a oferta de profissionais no mercado tende a crescer. E pode ser que também esse fator contribua para a sua vontade de aderir à carreira.

Mas você sabia que a profissão de coach esportivo engloba diversos nichos do mercado? Para exercê-la, você precisa ter pelo menos uma ideia de qual deles deseja seguir:

  • Dar aulas na academia;
  • Ir até a casa dos alunos;
  • Especializar-se no treinamento em empresas;
  • Especializar-se em alguma modalidade, como pilates, yoga, dentre outras.

Para entrar em qualquer desses nichos, será necessário exibir um diploma universitário em Educação Física. Além disso, o personal trainer precisa ser licenciado pelo Conselho Regional de Educação Física da sua cidade. Portanto, antes de exercer a profissão, será necessário providenciar toda a formação e a documentação exigidas.

Existe um diploma específico para exercer a profissão?

Embora socialmente, personal trainer seja considerado uma profissão, o ofício não é legalmente regulamentado. Isso significa que a profissão não existe em nossa lei. Então podemos dizer que todo personal trainer atua na ilegalidade? Vamos com calma, já que na prática não é bem assim.

A vida universítária O coach esportivo precisa ser formado em Educação Física.

O personal trainer pode, sim, exercer legalmente a profissão, desde que seja graduado em Educação Física e conte com a licença no Conselho Regional de Educação Física da sua cidade. Isso porque, ainda que a profissão não “exista” legalmente, suas atribuições são basicamente as mesmas que as do profissional de Educação Física.

Entretanto, não é recomendado sair da faculdade diretamente para a profissão de personal trainer. Normalmente, os profissionais iniciam sua carreira dando aulas de Educação Física em escolas convencionais, ou mesmo como instrutores de academia. Com o passar do tempo, ganham experiência e conhecimento no mercado para só então partirem para a “carreira solo”.

Pelo fato de a profissão não ser regulamentada, pode ser que existam profissionais não graduados no mercado. Entretanto, isso normalmente acontece com aqueles que se especializam em diferentes modalidades. Cursos voltados ao ramo escolhido e conhecimentos na dança podem justificar essa não formação.

Em termos gerais, o personal trainer deve manter-se sempre atualizado, fazendo cursos e aperfeiçoamentos na área escolhida. É importante lembrar que a satisfação do aluno será sua melhor propaganda, e os resultados determinarão o seu sucesso na profissão.

Como garantir a segurança profissional do coach esportivo?

É importante frisar que um personal trainer lida com questões que envolvem corpo e saúde. Por mais conhecimento e cuidados que o profissional tenha, o risco de que algum aluno sofra uma lesão ou acidente durante os treinos não pode ser totalmente descartado.

É por isso que ele precisa, de alguma forma, se assegurar para que processos judiciais não afetem sua carreira. Por muitos alunos, o personal trainer é visto como herói: ele é o agente escolhido para levá-los aos objetivos fitness que almejam. Isso pode ser perigoso.

No início, alguns podem se entusiasmar demais e exceder os limites. Isso os deixa mais vulneráveis a eventos não esperados que, uma vez ocorridos, a responsabilidade recairá inevitavelmente sobre o profissional.

É por isso que, além de contar com toda a formação e documentação necessária, o ideal é aderir a um seguro de responsabilidade civil profissional. Essa modalidade costuma ser indicada para quem exerce o ofício de personal trainer.

Dessa forma, você pode evitar prejuízos e danos causados por processos judiciais advindos da profissão. É importante lembrar também que esse tipo de evento pode acontecer e não fará de você um mau profissional. Você só precisa contar com essas seguranças legais e “dar a volta por cima”.

Que qualidades um personal trainer deve ter?

Agora que você já conhece a parte burocrática da profissão, chegou a hora de descobrir que qualidades você efetivamente precisa ter para tornar-se um profissional do ramo.

Afinal, é importante ter em mente que, uma vez inserido na profissão, você passará a lidar diretamente com o público, seus anseios e inseguranças, além de ajudá-los na realização de sonhos e metas. E é claro que tamanha responsabilidade demanda algum preparo.

Podemos dizer que as principais qualidades de um personal trainer devem ser:

  • Ter uma boa formação – Como dissemos acima, a formação universitária é importantíssima na composição do profissional. É a partir desse tipo de curso que ele adquire a bagagem de conhecimentos necessárias para saber como agir em cada caso. Dessa forma também, ele poderá atuar de maneira mais segura, evitando que seus alunos sofram lesões ou acidentes;
  • Agir de acordo com seu perfil – Nem todo profissional de Educação Física pode atuar em todas as vertentes da profissão. Se pensarmos pela questão da formação, sim, isso seria possível. Entretanto, será necessário encontrar o ambiente que realmente fará de você um profissional feliz e bem-sucedido. Alguns prestam concurso público e se tornam professores de Educação Física em escolas profissionais, outros atuam em academias, outros ainda se tornam personal trainers, há ainda os que se dedicam a uma modalidade específica. Encontre a vertente que mais tem “a sua cara” e vá em frente;
  • Ser mais que um mero treinador – O personal trainer se torna, de certa forma, amigo e psicólogo dos seus alunos. É importante construir relações de confiança e respeito. O aluno precisa sentir-se confortável e livre para conversar com ele sempre que precisar. Muitas vezes, a mudança que ele tanto deseja precisa ocorrer de dentro para fora, e o coach esportivo também precisa ajudar, de certa forma, nessa externalização;
  • Ter um bom discurso – Não estamos falando em palavras rebuscadas, mas sim em expressar-se bem. Falar de forma clara e transparente e manter uma boa postura são atitudes que ajudam a reforçar a sua imagem profissional. Além disso, você deve ser exemplo, adotando uma dieta balanceada e hábitos saudáveis;

Personal trainer que fala A oratória do coach esportivo não deve intimidar, mas sim motivar os alunos.

  • Pensar no futuro – Você precisa ter um plano profissional, já que não poderá ser personal trainer a vida toda. Com o avanço da idade, a rotina se tornará cansativa demais para você, que deverá pensar em alternativas profissionais para não ficar fora do mercado.

Além dessas que citamos acima, também são necessárias outras qualidades pessoais, como tolerância, empatia e positividade. Antes de escolher a profissão, você precisa pensar em tudo isso e certificar-se de que trata-se da rotina que deseja para a sua vida.

Quanto ganha um coach esportivo?

Até agora falamos das funcionalidades, formações e segurança na profissão, mas certamente há uma outra pergunta rondando a sua mente: afinal, qual o salário do personal trainer?

Sabemos que trata-se de um profissional que trabalha “por conta própria”, sem registro em carteira de trabalho e, portanto, sem direito às seguranças dos profissionais que trabalham nesse regime. A resposta para essa questão ainda é um tanto controversa.

Não existe no mercado uma tabela que defina quanto você deve cobrar pelas sessões e a melhor maneira de chegar ao preço ideal é a partir de uma pesquisa do mercado. Isso porque os preços variam de acordo com a região que você atua e a modalidade.

Não é possível cobrar, na periferia, o mesmo valor que se cobra em um bairro nobre, por exemplo. Outro fator que valoriza o seu trabalho é a sua formação. Além dos cursos e documentos obrigatórios, você pode enriquecer o seu currículo com outras especializações e treinamentos.

A experiência também tende a valorizar o seu profissionalismo. Isso significa que, com o passar do tempo, conforme adquire conhecimentos e experiência, você poderá aumentar a sua remuneração.

Outro ponto importante é que o “salário” do profissional varia de acordo com o número de alunos. É por isso que é importante traçar medidas para conseguir novos alunos.

Os direitos trabalhistas ficam por conta da modalidade mais utilizada atualmente por profissionais liberais: MEI (Microempreendedor Individual). O procedimento para aderir à categoria é simples e você passa a contar com direitos trabalhistas como auxílio doença e maternidade.

Pense em valores O bom senso é fundamental na hora de precificar seus serviços.

No mais, a regra válida para a precificação dos seus serviços é o bom senso. Você deve encontrar o equilíbrio entre a sua ambição pessoal e a desvalorização do seu trabalho. Recair em um ou outro extremo certamente prejudicará a sua reputação na profissão.

Como conseguir novos alunos?

De que adianta ter a formação e todas as qualidades necessárias para se tornar personal trainer se você não sabe ao certo como conseguir alunos. O seu sucesso profissional depende diretamente de ter com quem praticar a profissão adquirida.

Para isso, você pode valer-se das modernas tecnologias que temos hoje disponíveis, seja para procurar por uma colocação ou para anunciar seus serviços. Canais de internet como sites, plataformas e redes sociais são uma boa maneira de colocar-se à disposição do público.

O resto você vai conquistando com o passar do tempo. Só não se esqueça de oferecer sempre um serviço de qualidade, já que quanto mais alunos satisfeitos você tiver, maior será o número de indicações e, consequentemente, novos alunos.

Como se pode perceber, é necessário passar por alguns passos para tornar-se personal trainer. E você? Já começou sua jornada? Deixe seu comentário abaixo.

 

 

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar