Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O guia completo para aprender a dançar com um professor!

De Fernanda, publicado dia 17/11/2017 Blog > Artes e Lazer > Dança > Como fazer aulas de dança?

“Você está cantando, estou muito feliz com isso; Bem! Agora dance!

La Fontaine

Pesquisa nacional divulgada pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) sobre os hábitos culturais dos brasileiros revela que 56% dos entrevistados – o correspondente a cerca de 86 milhões de pessoas – frequentaram pelo menos uma atividade cultural no ano passado. Os que assistem espetáculos de dança aumentaram 11% em relação ao ano passado, um crescimento de quatro pontos percentuais.

Já segundo o estudo do Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2015 (Pnad), Prática de Esporte e Atividade Física, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), afirma que entre as mulheres brasileiras, os quatro esportes predominantemente praticados em ordem decrescente, são a dança e o ballet (85%); ginástica rítmica e artística (80,5%); caminhada (65,5%) e fitness (academias de ginástica: 64,4%).

Bem, se a dança vem ganhando cada vez mais importância no cenário cultural e popular dos brasileiros, é também devido a todos os benefícios – intelectuais, físicos e emocionais – que ela traz àqueles que a praticam. Quem nunca sonhou em flutuar nos palcos de algum teatro ao som de uma linda melodia?

Balé, Dança Contemporânea, Hip Hop, Forró, Salsa, aula de zumba…. Todos os estilos são bem-vindos!

Na escola, companhia de dança ou com aulas particulares, qualquer um pode decidir começar a desfrutar de um ensino qualificado de dança!

Descubra como fazer aulas de dança no Brasil!

Por que fazer aulas de dança?

Graças ao seu “duplo status” de esporte e arte, a dança é uma disciplina que fascina muita gente. Mas você sabia que fazer aulas de dança pode mudar nossos hábitos diários e nosso modo de ver a vida?

Onde estudar dança espanhola? Seja qual for a sua inspiração para começar a aprender a dançar, saiba que existem muitos benefícios que essa prática pode ainda lhe dar!

Descubra todas as boas razões para começar agora a fazer as suas aulas!

  • A dança exercita os músculos do seu corpo: a maioria dos dançarinos profissionais tem um corpo delgado, forte e longo. Muitos de nós podem invejar a forma física dos dançarinos, sem perceber que é possível alcançar o mesmo resultado em apenas algumas aulas semanais com um coreógrafo profissional. A dança faz trabalhar muitos músculos da panturrilha, isquiotibiais, o quadríceps, os abdominais, os glúteos… Além disso, você vai naturalmente mudar sua alimentação e adotar um estilo de vida mais saudável. Tudo de bom!
  • Aulas de dança permitem que você conheça novas pessoas: frequentar aulas de dança é ideal para se aproximar de outras pessoas. Essas estruturas oferecem, além de aulas tradicionais, passeios ou até mesmo viagens programadas dependendo do tipo de dança. Muitas amizades nascem por meio da dança. Confiança nos outros, respeito, comunicação: tantos valores para descobrir em uma escola!
  • Dance e construa uma carreira artística: um verdadeiro esporte, a dança atrai cada vez mais pessoas de diferentes perfis, a ponto de alguns encontrarem nela sua verdadeira vocação profissional. Seja como professor de dança de salão, dança latina ou salsa cubana, dançarino profissional ou crítico de arte: é totalmente possível viver confortavelmente de sua paixão.
  • Descubra novas culturas graças à dança: a dança é parte integrante do folclore do povo. No Brasil e no mundo, algumas danças tradicionais são ensinadas na escola para crianças pequenas. Aqui, a dança contemporânea e a dança clássica são muito praticadas. Claro, sem falar das nossas danças, como o samba, o maxixe, o xaxado, o baião, o frevo e a gafieira.
  • Quer se sentir bem fisica e mentalmente? A dança é uma ótima maneira de desestressar e de despertar seu lado artístico. Nos centros culturais, as famílias podem optar por frequentar aulas em grupo todas as semanas para relaxarem e encontrarem bem-estar.
  • Amplie seus conhecimentos relacionados à arte da dança: ao seguir seus estudos em dança, o aluno vai descobrir conteúdos mais técnicos, mas também e, especialmente, a teoria do ensino de dança. Esses conteúdos são essenciais para poder entender a fundo a arte e assim melhorar a sua pedagogia, compreendendo as origens da dança.

Onde posso fazer aulas de dança?

Hoje em dia, no Brasil, há muitas opções de diferentes locais para aprender dança. Tudo depende dos seus objetivos: quer se tornar um bailarino profissional? Um professor de artes? Um crítico de dança? Ou simplesmente fazer dança de salão?

Em primeiro lugar, você pode fazer aulas de dança em companhias/academias de dança. Há diversas modalidades de companhia de dança e de institutos que oferecem uma formação mais consistente de bailarinos e de dança em geral. O fato é que, na maioria dos casos, é exigida uma experiência mínima para o ingresso nessas escolas, e os dançarinos passam por um processo seletivo rigoroso com entrevistas e audições.

Além disso, é bem possível desfrutar de uma educação artística graças a uma escola ou estúdio de dança. Os preços praticados nessas instituições particulares são muito variados: no entanto, saiba que os valores serão sempre mais elevados se comparados às associações e aos centros culturais. Existem escolas de dança especializadas em alguns estilos específicos como balé ou contemporânea; outras já abrem as portas para alunos interessados em diversos ritmos.

Agora se você tem orçamento reduzido, pode procurar por aulas, oficinas e cursos livres em associações ou projetos artísticos e culturais. Existem estruturas onde o estudante de dança tem reduções ou ganham bolsas em função de sua renda familiar ou condição socioeconômica. Nas associações, instituições e ONGs em geral o nível ofertado é para dançarinos iniciantes. O público é mais aberto: há aulas para crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Já a graduação em dança é voltada para aqueles que querem se tornar um profissional capaz de criar, produzir e ensinar a arte da dança. O curso tem 4 anos de duração e possui duas habilitações: o bacharelado prepara bailarinos, coreógrafos ou pesquisadores, e a licenciatura forma professores que podem atuar nos ensinos fundamental e médio e em cursos livres.

Por fim, você pode optar por um professor particular. Há muitas vantagens nessa modalidade. Primeiro, o futuro dançarino pode fazer aulas diretamente em casa com um professor que lhe dê um acompanhamento muito mais regular e personalizado do que nas aulas em grupo. Você pode também optar por essa modalidade caso esteja querendo se preparar para uma audição, um concurso ou uma apresentação específica.

Quanto custa aprender a dançar?

QUanto custa aprender a dançar? Quanto você está disposto a pagar para se tornar um verdadeiro dançarino?

Fatores como estilo de dança, experiência ou mesmo localização geográfica devem ser levados em conta ao procurar um professor de dança.

Basicamente, podemos dizer que:

  • O preço varia de acordo com o tipo de estrutura que oferta a aula: associações, escolas de dança, companhias ou academias, aulas particulares. Descubra primeiro quais são seus objetivos com a dança e defina o tipo de aula que deseja. Os valores podem variar de zero a 700 reais!
  • O preço varia em função de onde você faz suas aulas: cada cidade possui seu custo de vida e os professores também definem seu preço em função disso. Faça uma pesquisa no portal do Superprof na sua região e descubra a média cobrada pelos profissionais da sua cidade!
  • O custo das aulas varia de acordo com os estilos de dança: existem estilos mais populares e menos populares. Danças mais raras ou específicas. Danças que exigem mais ou menos do aspecto técnico, ou que demandam materiais complementares. Tudo isso pesa no valor da aula!
  • O perfil do professor influencia no valor cobrado: experiência, formação, reconhecimentos, prêmios, ancianidade, estilo de dança lecionado…

Aulas de dança: como escolher o seu mestre?

Se você é iniciante, ainda pode encontrar algumas dificuldades para escolher o professor ideal nesse começo. Um professor pode ser bom para certos alunos e inadequado para outros…

Onde achar o seu educador de dança? Já pensou ter uma Janet Jackson como professora de dança? Invista na sua busca pelo professor ideal!

Para escolher um professor dançarino e experiente, existem várias soluções. Em primeiro lugar, seja em uma companhia ou em uma escola de dança renomada, em geral é possível participar ou assistir a uma aula. É neste momento que o aluno pode avaliar a metodologia de ensino proposta pelo professor e o estilo da escola.

Por outro lado, as aulas em casa são em geral menos custosas do que em escolas ou companhias de dança. Além disso, o aluno que frequenta aulas particulares pode aproveitar os muitos benefícios desta modalidade de ensino. Em primeiro lugar, o acompanhamento é muito mais regular e pessoal do que durante as aulas em grupo: em apenas algumas sessões, o aluno já sente um progresso claro em seus passos de dança e na sua musicalidade.

O aluno também pode solicitar exercícios de dança para treinar sozinho, a fim de espaçar as aulas e se tornar um dançarino mais independente!

Descubra como encontrar aulas de dança particulares no Brasil:

  • Nos anúncios em universidades de dança
  • Nos anúncios online de portais de aulas particulares
  • Nos anúncios em escolas de dança e companhias,
  • Boca a boca no mundo estudantil,
  • Ofertas de aulas de dança nas redes sociais:aula de zumba.

Abaixo criamos uma pequena lista (não exaustiva) das qualidades necessárias em um professor. Procure identificá-las durante a primeira aula de dança!:

  • A facilidade de conduzir a aula,
  • O nível de coreografia adaptado ao nível do aluno,
  • A paciência e a gentileza do professor,
  • A lógica e a precisão dos passos de dança,
  • A capacidade do professor de motivar seu aluno,
  • Respeito dos limites impostos pelo aluno,
  • A flexibilidade e resiliência do professor,
  • O conhecimento musical e artístico do professor,
  • A criação artística e a improvisação,
  • Os equipamentos oferecidos pelo professor são de qualidade.

Agora, uma pequena lista (não exaustiva) de defeitos a observar em um professor durante uma primeira aula de dança:

  • Impor níveis inadequados de exercícios a seus alunos,
  • Desrespeito às preferências musicais do aluno
  • Uma coreografia muito rígida,
  • Não dar importância ao aquecimento/alongamento,
  • Acompanhamento educacional inadequado
  • Professor com nível baixo x aluno avançado.

E então? Pronto para sair dançando como Carlinhos de Jesus, Ana Botafogo ou Gene Kelly?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar