O número de guitarristas e violonistas no mundo é estimado em cerca de 50 milhões.

Bem, então você já pode imaginar que todos eles já foram iniciantes no aprendizado, como talvez você seja agora.

Mas cuidado, aprender violão requer motivação e estudo. Nós não aprendemos a tocar a guitarra elétrica como Hendrix por osmose!

Se fazer aulas de violão para iniciantes é algo altamente recomendável, só isso talvez não seja suficiente. Qualquer aprendizado requer investimento do aluno.

Aqui estão algumas dicas e respostas para suas perguntas sobre o estudo de violão para iniciantes.

Os melhores professores de Violão disponíveis
1a aula grátis!
Reginaldo
5
5 (40 avaliações)
Reginaldo
R$80
/h
1a aula grátis!
Murilo
5
5 (44 avaliações)
Murilo
R$89
/h
1a aula grátis!
Lucas
5
5 (23 avaliações)
Lucas
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (32 avaliações)
Matheus
R$55
/h
1a aula grátis!
Pedro
5
5 (34 avaliações)
Pedro
R$100
/h
1a aula grátis!
Éverton
5
5 (52 avaliações)
Éverton
R$50
/h
1a aula grátis!
Danilo
5
5 (46 avaliações)
Danilo
R$75
/h
1a aula grátis!
João carlos
5
5 (26 avaliações)
João carlos
R$70
/h
1a aula grátis!
Reginaldo
5
5 (40 avaliações)
Reginaldo
R$80
/h
1a aula grátis!
Murilo
5
5 (44 avaliações)
Murilo
R$89
/h
1a aula grátis!
Lucas
5
5 (23 avaliações)
Lucas
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (32 avaliações)
Matheus
R$55
/h
1a aula grátis!
Pedro
5
5 (34 avaliações)
Pedro
R$100
/h
1a aula grátis!
Éverton
5
5 (52 avaliações)
Éverton
R$50
/h
1a aula grátis!
Danilo
5
5 (46 avaliações)
Danilo
R$75
/h
1a aula grátis!
João carlos
5
5 (26 avaliações)
João carlos
R$70
/h
1ª aula gratuita>

Aulas de violão: é preciso conhecer teoria para tocar?

É preciso conhecer teoria para tocar guitarra?
Violonistas: por que aprender teoria?

Vamos acabar agora com esse suspense insuportável: não, a teoria musical não é obrigatória para aprender a tocar violão!

Muitos guitarristas famosos no mundo inteiro - basta citar apenas um, Jimi Hendrix - nunca aprenderam a teoria como a conhecemos.

Leitura de notas e teoria

No entanto, na teoria musical, há uma tendência a confundir e imaginar muitas coisas. Muitas vezes lembramos das carteiras tradicionais de escola e às vezes até imaginamos um professor autoritário e taciturno pronto para nos acertar com uma régua na cabeça caso você não saiba o significado de "sustenido"!

Não dá muita muita vontade de aprender assim...

Bem, mas para simplificar, saiba que este conteúdo pode ser dividido em duas partes distintas:

  • A leitura de notas: em suma, isso quer dizer que você é capaz de identificar tal nota como um sol, ou que esta é um dó, e depois sabe tocá-las no seu violão,
  • A teoria da música: é saber o que é um intervalo, uma escala maior, uma escala menor, um arpejo ...

Única desvantagem: se você quer tocar violão clássico, a teoria é essencial. A maioria das partituras de música clássica não é feita em tablaturas, então é melhor você aprender a ler as notas. Você não precisa deste conhecimento se quiser apenas reproduzir as músicas.

Fora isso, para a maioria dos guitarristas ou violonistas, a leitura de notas não é obrigatória. Muitas partituras de violão foram transcritas em tablaturas. Então basta saber ler uma tablatura de violão para conseguir tocar. E é muito mais fácil do que aprender as notas.

A tablatura de violão ilustra as notas que você deve tocar nas cordas sem ter que saber como lê-las.

Tenha cuidado, no entanto, para encontrar tablaturas que indiquem a duração das notas e do ritmo. Caso contrário, pode ser bem complicado!

E que tal fazer aulas de violão para iniciantes?

Teoria para improvisação e composição

Como você pode perceber, os iniciantes não precisam aprender a decifrar uma partitura. Aprender este lado teórico não é obrigatório e você pode estudar mais tarde, após dois ou três anos de prática.

Para começar, o ideal é dominar os dois pilares do violão: o ritmo e os acordes.

O prazer de tocar é quase imediato, ao contrário do tédio que pode surgir ao aprender a teoria, que pode ser chata e desmotivadora no começo do aprendizado do violão.

No entanto, se você gosta de entender tudo e se lhe interessa, isso pode ser mais uma vantagem na hora de entender perfeitamente o braço de seu violão ou guitarra.

Além disso, depois de alguns meses ou alguns anos, se você quiser compor e improvisar, a teoria vai ser inevitável.

Você vai ter que entender como as escalas são construídas, quais acordes são colocados em quais escalas, tudo isso para permitir que você economize tempo e saiba quais acordes combinam juntos.

Tudo isso para improvisar com maior facilidade, sem o risco de erras as notas e passar vergonha.

Encontre aqui as melhores aulas de violão!

Tocar violão: saiba tudo sobre o braço

Noções básicas para conhecer a guitarra.
Como tocar bem guitarra e violão?

O que é um braço de um violão?

Nós vamos dar destaque a esta parte específica do instrumento porque é aqui que a mão esquerda para os canhotos e a mão direita para os destros será solicitada, para apertar as cordas e produzir as notas.

O braço abrange as cravelhas, a pestana e os trastes.

É feito de um único pedaço de madeira, em mogno, maple, nogueira ou cedro.

É coberto por uma camada ou placa também em madeira, muito dura e bem fina, em ébano, pau-rosa ou maple. Esta peça é barrada com 19 a 22 trastes (às vezes mais) em metal (cobre, zinco e níquel para a maioria) que dão suporte e encurtam o comprimento de vibração da corda.

O espaço entre dois trastes é chamado de casa. Cada casa representa um semitom.

As cordas do violão têm apoio no braço e nos trastes. O braço é conectado à cabeça na pestana e está fixo à caixa de som do violão.

Comece seu curso de violão online agora!

A estrutura do braço

Você era bom em matemática? Porque os próximos princípios podem se assemelhar a teoremas matemáticos... Então aguente firme!

Alguns princípios básicos podem ajudá-lo antes de começar a aprender violão popular, guitarra jazz ou violão cigano:

  • Uma única casa separa o Si (B) do Dó (C) e o Mi (E) do Fá (F),
  • Para as outras notas (Ré, Sol, Lá), há duas casas de intervalo,
  • É absolutamente necessário memorizar as notas das cordas soltas: Mi agudo, Si, Sol, Ré, Mi grave (da mais aguda e mais fina à mais grave e mais grossa). Na notação inglesa: E, B, G, D, A, E,
  • Todas as notas das cordas soltas são repetidas na décima segunda casa,
  • Qualquer nota pode ser tocada na próxima corda 5 casas acima (mais agudas) no braço do violão (exceto as cordas 2 e 3, Si e Sol, onde a diferença é de apenas 4 casas). Exemplo: se você tocar um Lá na 5ª corda, 12ª casa, você também pode tocar um Lá na 6ª corda, 17ª casa,
  • As notas da quinta casa são idênticas à nota da corda solta anterior (com exceção da terceira corda).

É claro que conhecer todos esses princípios não é obrigatório, mas se quiser aprender mais rápido, isso pode ajudar! Lembre-se deles sempre que puder!

Veja aqui aula de violão para iniciante!

Os melhores professores de Violão disponíveis
1a aula grátis!
Reginaldo
5
5 (40 avaliações)
Reginaldo
R$80
/h
1a aula grátis!
Murilo
5
5 (44 avaliações)
Murilo
R$89
/h
1a aula grátis!
Lucas
5
5 (23 avaliações)
Lucas
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (32 avaliações)
Matheus
R$55
/h
1a aula grátis!
Pedro
5
5 (34 avaliações)
Pedro
R$100
/h
1a aula grátis!
Éverton
5
5 (52 avaliações)
Éverton
R$50
/h
1a aula grátis!
Danilo
5
5 (46 avaliações)
Danilo
R$75
/h
1a aula grátis!
João carlos
5
5 (26 avaliações)
João carlos
R$70
/h
1a aula grátis!
Reginaldo
5
5 (40 avaliações)
Reginaldo
R$80
/h
1a aula grátis!
Murilo
5
5 (44 avaliações)
Murilo
R$89
/h
1a aula grátis!
Lucas
5
5 (23 avaliações)
Lucas
R$50
/h
1a aula grátis!
Matheus
5
5 (32 avaliações)
Matheus
R$55
/h
1a aula grátis!
Pedro
5
5 (34 avaliações)
Pedro
R$100
/h
1a aula grátis!
Éverton
5
5 (52 avaliações)
Éverton
R$50
/h
1a aula grátis!
Danilo
5
5 (46 avaliações)
Danilo
R$75
/h
1a aula grátis!
João carlos
5
5 (26 avaliações)
João carlos
R$70
/h
1ª aula gratuita>

Como saber qual é o seu nível no curso de violão?

Como saber qual é o seu nível no violão?
Iniciante, intermediário ou avançado: teste suas habilidades como guitarrista ou violonista!

Após passar pelo estágio de iniciante que nunca encostou nas cordas de um violão na vida, você provavelmente vai alcançar o nível de principiante real.

Você fez alguns cursos on-line ou presenciais, com amigos ou com um método de violão sozinho em casa. Você está ciente das noções de base e conhece os acordes básicos.

Você toca os acordes de base das suas primeiras músicas. Não está necessariamente no ritmo, ainda erra algumas notas, mas as pessoas reconhecem o que você toca. Já é um bom começo!

Você está ciente do caminho a percorrer para conseguir dominar perfeitamente o ritmo e os acordes.

Nem todo mundo passa do iniciante para o nível intermediário. Nós não podemos avaliar o seu nível, dizendo por exemplo que nos dois primeiros anos o guitarrista é iniciante, a partir do terceiro até o quinto ele é intermediário, e depois ele passa para o avançado. Tudo depende do seu investimento e do tempo real gasto tocando.

Superar o estágio intermediário é complicado.

É preciso uma técnica impecável e extensa (arpejos, sweep picking ...), um ritmo perfeito e uma harmonia tão integrada que você não praticamente não pensa mais quando toca.

Você é capaz de usar o que aprendeu durante seus anos de aprendizado do violão e praticá-lo a qualquer momento.

A improvisação é fluida, é simples para você reproduzir o que ouve. Você pode tocar o que quiser e quando quiser sem erros. Você não pensa muito sobre o que faz.

Você também tem grande experiência em grupo e no palco.

Encontre suas aulas de violão no Rio de Janeiro!

Aula de violão iniciante: 10 dicas para evoluir depressa

10 dicas para evoluir depressa na guitarra!
Como aprimorar suas técnicas de violonista!

Conheça algumas das muitas dicas do Superprof para evoluir nos seus estudos!

Em primeiro lugar, para conseguir fazer os exercícios de violão, é melhor se aquecer antes.

Como antes de um esforço esportivo, o objetivo não é necessariamente evitar uma lesão (não há risco de torcer ou fraturar a mão com o violão), mas relaxar os músculos.

Comece aquecendo o pescoço e os ombros para não ficar tenso na hora de tocar.

E nós não cansamos de repetir no Superprof: a regularidade é essencial em qualquer aprendizado.

Seja com um idioma, um esporte ou instrumentos musicais, estudar um pouco todos os dias sempre é mais eficaz do que muito uma vez por semana.

Mesmo se você tiver apenas 10 minutos para o violão durante o dia, faça isso! É sempre melhor que nada.

Por fim, saiba que sem motivação, você não evolui.

É uma sequência lógica: aprendemos melhor quando queremos aprender e progredir.

Mas você deve ter notado que a motivação varia. Um dia, estamos super motivados, no dia seguinte, queremos fazer tudo menos estudar violão (sim, até lavar a louça pode ser uma atividade mais atrativa).

E isso é normal, somos seres humanos que precisam de estimulação diária para agir.

Uma coisa é certa: você vai progredir mais rapidamente com motivação.

Então chegou a hora de encontrar suas alavancas motivacionais. Encontre objetivos de curto e médio prazo, descubra novas bandas, converse com seus amigos músicos, crie uma nova música ...

Benefícios de aprender a tocar violão

Toca violão na frente do computador no estudio.
Tem video para ensinar acorde, tem video que fala mais sobre cifra, canto e mais uma infinidade de assuntos sobre violão. E muitos deles são gratis!

O processo de aprendizagem de uma nova habilidade geralmente é acompanhado de benefícios surpreendentes. É claro que aprender a tocar violão não é diferente.

Além do benefício de se tornar capaz de tirar música de um violão, você ficaria surpreso com o número de outras vantagens físicas e psicológicas que podem ser atribuídas ao aprendizado dele (ou, na verdade, qualquer outro instrumento). Muitos desses benefícios também se traduzem em atividades e comportamentos cotidianos.

Sendo assim, preparamos abaixo cinco benefícios que as aulas de violão e guitarra podem trazer, sejam elas online, autodidata, em uma escola especializada ou com o acompanhamento de um professor particular.

Melhora as habilidades motoras finas

Se você já tentou aprender a usar os hashis (pauzinhos usados pelos orientais para comer), sabe como é difícil coordenar os dedos para posicionar com precisão cada palito para criar um controle firme sobre a comida. Aprender a tocar violão é mais ou menos assim.

Assim como começar um novo esporte, aprender a tocar guitarra melhora muito sua coordenação "olho-mão", pois requer movimentos musculares muito específicos que seu corpo ainda não está acostumado a fazer.

A maioria dos guitarristas iniciantes costuma descrever a estranha sensação de suas mãos não responderem aos seus pensamentos. A razão para essa sensação é simplesmente porque seu corpo nunca executou esses movimentos complexos antes, então será quase impossível mover suas mãos da maneira necessária para tocar acordes e escalas.

No entanto, se você seguir firme e continuar praticando, esses movimentos finos se tornam cada vez mais fáceis de executar, e você também descobrirá que é capaz de captar novos movimentos muito mais rápido.

Na verdade, vários estudos foram feitos para explorar a conexão entre aprender violão - e outros - e melhorar as habilidades motoras. Em um estudo conduzido por Krista Hyde e outros pesquisadores em “The Effects of Musical Training on Structural Brain Development: A Longitudinal Study” publicado em 2009, crianças com idades entre 5 e 7 anos foram colocadas sob um programa de treinamento musical de 15 meses, enquanto um grupo de controle separado também foi monitorado.

Mão tocando guitarra elétrica.
Aprenda a dedilhar no violão e ainda melhore sua habilidade motora fina!

Os testes cognitivos realizados antes e depois dos 15 meses mostraram que as crianças que realizaram treinamento de violão e outros apresentaram melhora nas habilidades motoras dos dedos e discriminação auditiva, enquanto as varreduras cerebrais descobriram que havia diferenças estruturais do cérebro, especificamente nas regiões ligadas ao processamento motor e auditivo.

Em outro estudo conduzido pela Anglia Ruskin University, foi descoberto que a musicoterapia melhorou a fala e a recuperação das habilidades motoras de vítimas de derrame.

A melhor parte de melhorar suas habilidades motoras ao tocar é que esse aperfeiçoamento pode ser utilizado também em outras atividades como tricô, artes marciais e esportes.

Exercício para o seu cérebro

Outro benefício se seguir um curso de guitarra passo a passo é a melhora na concentração e na memória.

A curva de aprendizado inicial é particularmente íngreme para os iniciantes que nunca manipularam um aparato desses anteriormente, e é por isso que, para ver os ganhos, é realmente necessário exercitar a capacidade de concentração e memorização.

Conforme o tempo de concentração aumenta em diferentes exercícios, a capacidade de prestar atenção em outras tarefas também crescem.

De acordo com Jane O’Brien da BBC, estudos descobriram que aprender instrumentos musicais pode ajudar pessoas com TDAH a regular sua atenção, controle de impulsos e até mesmo memória.

A memorização desempenha um grande papel na hora de dominar as habilidades de comandar um violão. O número de diferentes de acordes, escalas, conceitos de teoria e até músicas para lembrar são impressionantes!

Até mesmo os acordes abertos básicos podem ser um pouco assustadores para os alunos iniciantes. Sendo assim, a capacidade de se dedicar ao passo a passo no seu tempo, assim como de memorizar pequenas quantidades de informações ao longo do curso é uma habilidade extremamente importante a ser desenvolvida por quem aprende violão e guitarra.

Assim como a capacidade de foco beneficia várias tarefas diárias, a capacidade de memorizar conhecimentos específicos da guitarra também é aplicada na vida cotidiana.

Homem toca violão na beira do lago.
Você sabia que ao tocar violão seu cérebro reage como se você tivesse feito uma meditação na beira do rio?

Liberação Emocional

A liberdade de expressão encontrada na criação de música está ligada a muitos benefícios para a saúde.

Provavelmente, o aspecto mais agradável de tocar guitarra é a experiência catártica que vem com a criação de música. É uma das vias mais acessíveis para a livre expressão, juntamente com as artes visuais!

Mostramos acima como tocar violão pode ajudar a exercitar seu cérebro. De acordo com Fred Cicetti da Live Science, tocar também pode:

  • reduzir a pressão arterial,
  • diminuir a frequência cardíaca,
  • reduzir o estresse,
  • diminuir a ansiedade,
  • ajudar no combate à depressão.

Existem ainda evidências recentes de que tocar música pode melhorar sua resposta imunológica a vírus e bactérias, mas esse debate ainda está no ar.

A principal razão para muitos desses benefícios emocionais e físicos é que tocar algo o coloca nosso corpo e nossa mente em um estado de fluxo semelhante àqueles alcançados durante longos períodos de meditação.

Durante um estado de fluxo, o tempo parece ficar distorcido, fazendo com que sua frequência cardíaca diminua e proporcionando um relaxamento sem igual.

Os atletas costumam ir a psicólogos esportivos para aprender como atingir estados de fluxo para acionar o desempenho máximo!

Liberdade por meio da disciplina

É certo que aprender a tocar guitarra não necessariamente inspira disciplina. No entanto, ficar bom no violão definitivamente sim. O motivo disso é porque o caminho para se tornar realmente bom em algo requer muita disciplina e dedicação.

Como mencionado lá em cima, a curva do aprendizado musical é bastante íngreme, além de cada estágio de seu desenvolvimento apresentar obstáculos novos e mais desafiadores.

Seria adorável dizer que, eventualmente, o processo fica mais fácil. No entanto, a verdade é que o estágio inicial de aprender violão é provavelmente o mais fácil.

Conforme você avança em sua jornada, melhorias perceptíveis e momentos "eureca" são cada vez mais difíceis de acontecer. Isso significa que, para continuar progredindo e melhorando suas habilidades em tocar violão, o aluno precisa ser muito disciplinado em sua abordagem de prática.

Grupo de músicos tocando violão e guitarra.
O acesso social proporcionado pela prática do violão não tem preço!

Muitos profissionais costumam seguir um cronograma definido com horas de prática por dia! O lendário Steve Vai tem até um treino de guitarra de 10 horas que está disponível online. 10 horas pode parecer uma quantidade absurda de tempo para praticar em um único dia - e provavelmente é! -, mas essa é a quantidade de tempo e dedicação que leva para se tornar um instrumentista como Vai.

Claro, a maioria de nós não está tentando se tornar um guitarrista profissional de primeira linha. A verdade é que muitos só querem aprender a dedilhar com precisão e desenvoltura suas músicas favoritas casualmente. No entanto, mesmo os jogadores mais casuais precisam praticar para ver qualquer melhora.

A capacidade de seguir um cronograma de prática, especialmente nos dias em que você não quer praticar, irá inegavelmente estimular a disciplina. Disciplina é o traço definidor que todos os grandes músicos, artistas e atletas têm em comum.

Conexões Humanas

É possível sim passar toda a sua jornada tocando sozinho no seu quarto. No entanto, os melhores momentos musicais acontecem na hora de tocar e se apresentar com outras pessoas, seja em bares, casas de show ou bem informalmente em roda de amigos.

Encontrar um grupo de músicos com quem fazer uma jam ou até mesmo participar de uma sessão aberta pode levar ao encontro de muitas pessoas legais com ideias semelhantes. A experiência compartilhada de tocar música junto com outros também pode eliminar muitas barreiras psicológicas e, muitas vezes, levar a relacionamentos próximos e duradouros.

Para aqueles que têm filhos em casa, tocar algo com eles também é uma atividade divertida para se criar laços. Na verdade, Sebastian Kirschner e Michael Tomasello descobriram que atividades musicais em grupo promovem uma maior coesão, cooperação, comportamento pró-social e empatia para com outros  em pré-escolares do mesmo grupo.

Além do mais, além dos benefícios sociais, participar de sessões musicais também é muito divertido para as crianças. Afinal, as crianças adoram dançar e fazer muito barulho.

Resumindo e concluindo...

Alguns desses benefícios podem parecer óbvios, mas muitas vezes nos esquecemos deles. A maioria das pessoas começa a tocar violão simplesmente porque quer começar um novo hobby ou impressionar seus amigos e familiares (você com certeza deve conhecer alguém que começou um curso de violão para poder impressionar uma paquera na escola... e vice-versa).

No entanto, devemos estar cientes dos benefícios mais profundos e poderosos de tocar o violão.

Se você procura um curso simples e abrangente sobre como começar a tocar violão, não deixe de conferir os cursos de violão online para iniciantes com os superprofessores do Superprof!

Comece já sua aula de violão!

Precisando de um professor de Violão ?

Você curtiu esse artigo?

4,67/5 - 3 nota(s)
Loading...

Fernanda

Socióloga e mestre em Letras Modernas pela Sorbonne. Entre França e Brasil, trabalho com jornalismo e projetos socioeducativos há 20 anos. Apaixonada por música, cinema e yoga. Acredito na cultura e na educação como pilares de transformação da sociedade.