Escrever nem sempre é uma tarefa simples. Para os estudantes é sempre importante, antes mesmo de começar a escrever, entender qual é o objetivo daquela escrita. A produção de texto pode ter muitos temas e tipos, cada um deles exige atenção especial para determinados pontos.

Diferentes tipos de redação podem impor requisitos diferentes ao processo, assim como a escolha dos tópico. Por exemplo, um artigo sobre atualidades exigirá que você tenha em mente um tópico bastante conhecido e impactante. Para um ensaio argumentativo, é preciso fazer uma boa pesquisa e ter consciência dos lados envolvidos. Para falar de si mesmo, como não tornar o texto desinteressante?  O leitor precisa estar cativado a prestar atenção no que está sendo dito.

Pensando nisso, aqui estão algumas ideias de como trabalhar esses pontos em suas redações!

Escrever bem é um exercício de prática
Alexandre felipe
Alexandre felipe
Profe de Redação
5.00 5.00 (20) R$90/h
1a aula grátis!
Aristeu
Aristeu
Profe de Redação
5.00 5.00 (27) R$50/h
1a aula grátis!
Maria alice
Maria alice
Profe de Redação
5.00 5.00 (118) R$100/h
1a aula grátis!
Laís
Laís
Profe de Redação
5.00 5.00 (14) R$90/h
1a aula grátis!
Jorge
Jorge
Profe de Redação
5.00 5.00 (39) R$50/h
1a aula grátis!
Thaiz
Thaiz
Profe de Redação
5.00 5.00 (19) R$130/h
1a aula grátis!
Ana
Ana
Profe de Redação
5.00 5.00 (24) R$50/h
1a aula grátis!
Karina
Karina
Profe de Redação
5.00 5.00 (28) R$120/h
1a aula grátis!

Todos os estilos textuais que existem

Existem diversos estilos de texto e saber diferenciar cada um deles é bastante relevante para que o autor possa entregar o que está sendo pedido ou alcançar o seu objetivo final. Pode ser para contar sobre um assunto ou tema, descrever um objeto, momento ou situação, argumentar ou informar, por exemplo.

No caso de um texto narrativo é uma sequência de fatos ou momentos que apresenta uma história. Existe um narrador e uma situação para ser descrita com verbos e adjetivos. Para um texto descritivo, é apresentado um objeto ou caso com a intenção de falar sobre suas características, não exigindo explicações sobre passado ou futuro daquele objeto.

E um dos estilos mais usados, especialmente em atividades escolares e no Enem, é o dissertativo argumentativo. Nesse tipo textual você define uma posição sobre o assunto e apresenta seu ponto de vista como autor. Para isso, é preciso abandonar a imparcialidade e tomar argumentos para provar o seu direcionamento. É necessário que seu material seja bem fundamentado e persuasivo, usando as informações e construções certas para criar um roteiro interessante para a leitura e válido.

Geralmente, esses artigos exigem bastante atenção do autor por levar tempo para desenvolver e apresentar um argumento eficaz. Para que seu argumento seja bem informado para os leitores, você deve abordar vários pontos que o sustentam, reconhecer os contrapontos e fornecer evidências e explicações suficientes para convencê-lo de que seus pontos são válidos. E isso não é uma tarefa muito complexa quando se conhece bem a estrutura exigida para um texto assim.

Saber estruturar bem um texto pode mudar o destino da sua prova

Como é um texto dissertativo argumentativo ?

Esse gênero de redação exige que o autor pesquise minuciosamente sobre um tópico, coletando dados e evidências para que possa defender bem tais posições no artigo. Para criar um ensaio argumentativo convincente, ele deve conter certos elementos persuasivos para que o leitor possa ver os pontos indicados da sua perspectiva. Por isso, é preciso ter uma avaliação de elementos possíveis, saber escolher bem um tema que seja chamativo e bem trabalhado, além de evidências bem estruturadas.

Para um texto dissertativo argumentativo, é interessante seguir um modelo que facilite a sua escrita e torne o seu material mais organizado. Basicamente, o formato esperado é:

Introdução

Qualquer trabalho uma introdução bem feita para que as transições para as outras partes do artigo tenham um bom fluxo de leitura. A abertura do artigo resume a questão, qual foi a pesquisa realizada previamente, os fatos coletados e todas as descobertas feitas. É necessário que seja curto para deixar espaço para mais discussões nas outras partes do ensaio.

Desenvolvimento:

Essa é a hora de explicar o que torna aquele argumento relevante. Você não deve apenas listar os números e as fontes usadas para criar o ensaio argumentativo: explique com cuidado o que conseguiu, como isso pode ser usado e onde isso ja foi aplicado. Você precisa enfatizar a origem das citações e o desenvolvimento das ideias. Em uma prova como o Enem, os materiais complementares servem como base para a pesquisa, além de seu conhecimento prévio. Faça um bom uso do que sabe e o que tem em mãos.

Você não deve pular de um ponto para outro abruptamente, isso é um ponto muito importante! É preciso haver um bom fluxo de um parágrafo para o outro com uma conexão direta entre os parágrafos e argumentos. Isso é alcançado usando bons conectivos e treinando suas habilidades de escrita - ler ajuda muito também a aprender novas maneiras de se escrever.

Conclusão:

Para fechar o texto, você precisa de uma conclusão simples e impactante. Não deixe seu artigo sem uma conclusão bem feita, ele deve terminar adequadamente e com lógica dentro de todo o contexto. O fim do seu material precisa mostrar que o desenvolvimento e as conclusões que você tem estão dentro do que foi trabalhado em toda a redação. Aproveite para reforçar seus pontos mais sensatos em sua conclusão, assim como apresentar um fechamento adequado e propositivo.

Você precisa entregar o conteúdo assim, mas não necessariamente o seu rascunho precisa ser pensado dessa maneira. Uma boa ideia é fazer o desenvolvimento primeiro, trazendo os pontos de discussão e as maneiras como eles serão abordados por completo. Como a introdução é um resumo de tudo que será falado, essa pode ser a sua última fase, já com as ideias bem descritas no papel e o ponto principal já apresentado e delineado.

Os temas podem ser bastante variados, mas a forma é algo que não muda muito e pode ajudar bastante na agilidade do seu trabalho. Sabendo lidar bem com introdução, desenvolvimento e conclusão, cada um com suas especificidades, você pode ter uma nota melhor e uma produção de texto mais fluida. Não importa o tópico: depois de definir a forma, você consegue desenvolver o conteúdo.

Escrever sobre si mesmo pode ser fácil

Tema quem sou eu, como se descrever da redação

A principal questão de todos os alunos que precisam escrever um ensaio pessoal é a ideia de criar esse tipo de trabalho acadêmico sem parecer egoísta ou narcisista demais. Se, por um lado, pode parecer que não há nada mais fácil do que escrever sobre você, por outro, é preciso atenção para se manter dentro do objetivo esperado. Geralmente, os conteúdos solicitados não são um diário, mas uma reflexão sobre quem você é.

Esqueça frases gerais como "Meu nome é ..." ou "Todos sabemos que..." para iniciar o seu texto. Quando você escreve um ensaio sobre sua vida, não precisa parecer trivial ou comum. Faça do seu assunto um tema interessante e trabalhe-o como uma história que vai atrair a atenção do público. Você não precisa inventar uma história - ser honesto e sincero é importante - e pode escolher o tema pensando no que pode ser impactante para quem lê. Tente tirar uma lição dos fatos e traduzir isso em palavras.

Ao falar sobre si mesmo, outro ponto importante é tentar manter a estrutura do texto bem feita e embasar sua escrita também em evidências. Dê sua opinião, mas explique como chegou ao raciocínio que o fez chegar a tal decisão. Assim, você mostra que está preparado para escrever sobre qualquer assunto e para também compreender o que está acontecendo no mundo. Ser um bom pesquisador e coletor de evidências é uma característica válida e muito importante para quem deseja se dar bem nesse tipo de atividade.

Sem um bom período de estudo, a sua produção de texto pode ser prejudicada

Um texto sobre atualidades, como fazer!

A melhor maneira de se preparar para uma prova como o Enem é estar também de olho nas atualidades. Escrever uma redação sobre um tema atual traz alguns pontos de atenção além da habitual forma de escrever um texto dissertativo argumentativo, como já apontado.

Se todos os tipos de produção de texto contém certa pesquisa de informação, o texto sobre atualidades exige que você cubra o tópico com uma visão focada nos dias de hoje e suas correlações. Busque inserir descrições detalhadas, termos especiais e análises mais aprofundadas, apoiadas em evidências confiáveis. Para que seu texto seja poderoso e impactante, demonstre que é um verdadeiro especialista no assunto.

Algumas dicas são importantes para começar um texto sobre atualidades:

  • mantenha-se informado durante todo o ano;
  • fique atento a temas que trazem impacto social e econômico para a sociedade;
  • tente correlacionar diferentes assuntos de maneira inteligente e lógica;
  • evite polêmicas e opiniões sem embasamento;
  • aborde assuntos que podem gerar certa discussão, mas que possuem maneiras de confirmar seu ponto de vista.

Não se esqueça de compreender bem os objetivos daquela redação e de criar uma possível solução ou abordagem para o problema na sua conclusão. Uma prova, como a do Enem, traz um enunciado e materiais complementares que direcionam o estudante para conceitos específicos que devem ser tratados - e sair disso pode significar uma nota zero!

Agora que você já está em dia com várias maneiras de fazer uma boa redação, que tal começar os seus rascunhos e treinos? Ter um bom professor particular também pode ajudar muito no seu aprendizado e desenvolvimento nesse tópico, seja para escrever, corrigir ou aprimorar suas habilidades.

Precisando de um professor de Redação ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Ligia

Apaixonada por aprender, gosta de conhecer novos lugares, ler, escrever e entender como as coisas funcionam.