Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Redação tema quem sou eu: como fazer?

De Ligia, publicado dia 11/10/2019 Blog > Apoio Escolar > Redação > Escrevendo uma texto pessoal

Escrever um texto pessoal é uma tarefa que exige atenção. Você não quer parecer egoísta ou egocêntrico demais, focando em uma experiência pessoal de vida e escrever você coisas pelas quais passou e o que aprendeu. Evite inventar situações ou casos baseados na sua imaginação, a ideia é ser factual e não-ficção. Para deixar o material rico e interessante, fuja de clichês e do excesso do uso do pronome pessoal “eu”, deixando claro com os verbos e situações. Melhor do que “Eu estudei na escola X” é “Estudei na escola X” – o sentido é exatamente o mesmo, mas veja como fica menos ególatra?

Uma boa ideia é sempre ter um viés educativo, compreendendo o que aquele momento trouxe de ensinamento para quem você é. Dedique seu tempo a lembrar pessoas específicas e inspiradoras, trabalhos determinantes para sua carreira, situações acadêmicas ou questionamentos individuais que se tornaram chave para sua vida.

No seu planejamento, etapa essencial para qualquer produção de texto, busque inspiração em perguntas interessantes, tentando não abordar assuntos muito sensíveis, como política, religião, questões sociais polêmicas ou nível de renda – a menos que sua intenção seja trazer luz para uma situação polêmica e que seja algo confortável para você.

Quer mais dicas sobre esse interessante tema de redação? Continue acompanhando o artigo!

Aproveite para treinar suas habilidades de argumentação

Como se autodescrever em um texto?

É realmente fácil se perder quando você está escrevendo algo que pode parecer tão amplo quanto falar sobre si mesmo. As pessoas tendem a escolher várias frentes e acabam deixando o texto confuso para o leitor.  Afinal, poucas são as pessoas que o conhecem bem o suficiente para ler com tranquilidade e compreender o que tudo aquilo significa, especialmente pensando que sua redação será lida por estranhos ou pessoas que devem se colocar neutras.

Então, a primeira pergunta é: como quero ser visto? Depois dessa resposta, você já tem um direcionamento e pode permanecer nesse caminho em busca de coerência (e uma boa nota). Seja claro, respondendo às perguntas que considera importantes para alcançar esse objetivo.

Evite incluir idéias excessivamente simplificadas, você pode trazer mais alma para suas atividades rotineiras quando consegue compreender o peso delas na sua vida e argumento central da redação. Seu trabalho é apresentar as coisas comuns que acontecem com você de uma maneira que fará com que o leitor queira conhecê-lo melhor e seguir intrigado na leitura. É tudo uma questão de perspectiva correta.

Como você se relaciona com seus amigos, familiares e pessoas próximas? Onde é o seu lugar no mundo? Qual o seu propósito de vida? Se parecem perguntas muito amplas, você pode incluir apenas as coisas de que mais gosta ou considera diferenciais. Não se esqueça de dizer as razões envolvidas ou explicar qualquer simbolismo relacionado às coisas que você ama.

Para que você possa trabalhar bem esse tema, falar sobre você mesmo em uma redação, é preciso estar atento a quem você é e praticar é um ótimo exercício. Leia artigos biográficos de outras pessoas e comece a escrever sobre si mesmo em redações de tamanhos variados. Dessa forma, você testa se será capaz de se expressar bem  sobre sua personalidade, seus interesses e seus objetivos futuros de maneiras variadas.

Um texto biográfico é um retrato em forma de palavras

Como iniciar uma redação sobre si

Sempre há muito a dizer sobre si mesmo, especialmente se a solicitação envolve uma carta de intenções para um emprego, oportunidade acadêmica ou um exercício avaliativo.  As pessoas geralmente têm muito a dizer sempre que têm a chance de falar ou escrever sobre si mesmas – o que também pode ser um problema. Saber muito sobre um tópico pode trazer confusão para o autor, especialmente ao tentar formular uma introdução.

A melhor maneira de fazer isso é definir um ângulo e, depois, realizar as pesquisas dentro do recorte escolhido. Escrever um ensaio sobre si mesmo traz o desafio da edição, já que as pessoas querem incluir todos os detalhes sobre si mesmas para que a história seja completa. Esse é um exercício que exige atenção, mas não precisa ser tão rigoroso.

Uma boa estrutura para a introdução do seu conteúdo pode partir das seguintes ideias:

  • Comece com a introdução. Apresente-se, contando um pouco sobre o que você faz, de onde você é, a motivação para criar aquela redação sobre você.
  • Uma experiência que considera relevante e será central no ensaio.
  • Frase detalhando os efeitos e os consequências resultantes da situação em um primeiro momento.

Dali em diante, explique mais sobre o caso, como lidou com aquela experiência, momentos difíceis e de superação e como isso pode acontecer (ou não) com outras pessoas. É interessante incluir o seu ponto de vista como uma maneira de alertar sobre o caso ou como ênfase da sua dedicação para que os efeitos não se tornassem maiores.

Na conclusão, retome o que já foi dito, mas com uma visão atual do acontecido e quais serão os próximos passos para a sua história.  Tenha bons argumentos para deixar a sua redação completa e interessante, não trazendo apenas pontos como sorte ou acaso para a situação. Valorize o seu trabalho e história com situações reais e edificantes para quem o lê ou avalia.

Escolha a melhor maneira de se descrever no texto

Palavras para iniciar uma redação

A maioria dos alunos que recebem a tarefa de escrever uma redação sobre sobre si mesmos enfrentam o mesmo problema. Eles simplesmente não sabem como começar o texto para falar sobre sua vida, paixões ou objetivos. Se você se considera uma dessas pessoas que acham difícil falar sobre suas realizações e competências, temos algumas dicas para começar a refletir sobre o assunto.

Esqueça frases gerais como “Meu nome é …” ou clichês como “Todo mundo sabe que ..” Quando você redige uma redação sobre sua vida, você não precisa parecer banal. Use estatísticas e fatos interessantes para começar seu trabalho, assim como faria com outras produções de texto. Quem sabe você não encontre uma boa citação que funcione para o seu tema? Tenha sempre em mente que a história é sua, mas não precisa ser dita apenas com as suas palavras e ideias, embasar o que pensa com referências externas pode trazer uma boa visão para complementar o seu aprendizado.

Escrever uma  boa introdução na sua redação permite atrair as pessoas para sua própria escrita. Para escrever a abertura do texto corretamente, você precisa ter consciência sobre sua pesquisa, como será estruturado o seu ensaio e as informações mais relevantes que serão usadas.

Antes mesmo de começar, anote algumas qualidades sobre si mesmo, seus interesses, suas principais experiências, seu histórico familiar, suas realizações e como isso pode ser abordado em uma boa redação. Assim você poderá limitar o seu tópico abordado. Foco ajuda na hora de detalhar melhor o que será considerado interessante para o seu leitor.

Comece sua redação contando sobre você. Use palavras que você conhece para explicar razões para aquele documento ser relevante para o examinador. Crie a história que descreve os desafios que você enfrentou – mas sem inventar algo mentiroso. Conte sobre as lutas pessoais, seu histórico, o que pode ter conexão com o que espera argumentar na produção textual.

Fale sobre seus objetivos de vida, habilidades, conhecimentos e evite incluir muitos adjetivos – deixe que o texto fale por si, dando a intensidade e qualidade por conta do que é dito.

Peça para outra pessoa ler sua redação e testar a objetividade

Escrever sobre você, como driblar as dificuldades

Determine a mensagem que você deseja transmitir com sua redação e seja específico. Isso vai ajudar muito a construção do seu texto. Tente tratar temas gerais, mas com detalhes exclusivos. Isso ajuda na hora de concentrar em situações com obstáculos e na resolução de problemas com certas habilidades.

Uma questão difícil para muitos ao escrever um texto pessoal é tornar o fluxo da história dinâmico. Você não quer que seus leitores percam o interesse no meio do artigo. Construa frases que conectam bem as situações e maneiras como você pode contar esses momentos. Pense em um momento que mostre suas boas características e mantenha-se nela.

Considere os seguintes pontos para orientar sua criação:

  • Qual foi o conflito na situação?
  • Como você lidou com isso?
  • Quais características positivas de sua personalidade o ajudaram a sair vitorioso?
  •  Você cometeu algum erro e como corrigi-lo?

Experimente pensar que está contando a história para alguém que não o conhece, então não tem o contexto necessário. Esse é o seu desafio maior: criar um universo dentro do seu storytelling (a maneira como você conta uma história) com objetividade que não seja simplista ou genérico demais. Pense bem em como descrever pessoas, questões e momentos, seja direto e claro, mas com emoção. Tente produzir uma impressão positiva nos leitores.

E uma dica importante: é preciso ser modesto, mas não trate sua vida apenas como uma questão de destino. Não use seu ensaio como uma oportunidade de se gabar, mas pareça confiante para que os leitores entendam que você conhece seu potencial. Seja equilibrado entre o egocentrismo e o altruísmo. Fale sobre você com orgulho, como uma construção e fruto de aprendizado e trabalho. Assim você terá temas interessantes e válidos para falar sobre si mesmo.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar