"O objetivo da yoga é um. O objetivo único é a eliminação de obstáculos que impedem o ser humano de aproveitar sua vida ao máximo."
Provérbio de autor desconhecido

Yoga como um todo é uma atividade física cada vez mais popular, com um aumento constante de seus praticantes em todo o mundo: existem, atualmente, uma média de 200 milhões de pessoas em todos os cantos do planeta que se dedicam a ela!

Tal número não para de cresce por uma razão muito específica: yoga tem muitas virtudes, especialmente para a saúde.

Você sabia que muitos trabalhadores afirmam ter um forte estresse relacionado ao trabalho?

Muitas pessoas que passam por tal tipo de estresse afirmam ter notado uma mudança no estado de espírito após o início da prática de yoga. Coincidência? Sem sombra de dúvida que não!

Então, quais são os benefícios de se praticar o ritual dos 5 tibetanos na yoga? Quais são as contribuições para o corpo e a mente?

Superprof preparou essa matéria especialmente para te deixar informado sobre as principais vantagens de uma prática regular dos 5 tibetanos, esses exercícios icônicos do mundo da ioga.

Consulte ainda nosso guia com tudo sobre os 5 tibetanos na yoga!

Energia: graças aos 5 tibetanos na aula yoga

É difícil encontrar algo negativo quando falamos sobre yoga e 5 tibetanos. A prática de ambos traz tantos benefícios que às vezes fica até difícil de acreditar. Mais precisamente falando, um dos principais benefícios proporcionado pelos 5 tibetanos é o fortalecimento da nossa energia, tanto interna quanto física.

Os chakras e a energia interior

Nosso corpo é composto por campos de energia chamados "chakras". No total, temos 7 zonas ligadas às glândulas endócrinas, que secretam uma substância que gera essa mesma energia. É por esse motivo que frequentemente falamos de "energia interior" ou "energia vital". Essas áreas são estimuladas pela prática de 5 tibetanos.

A prática regular garante que você mantenha um alto nível de energia durante o dia! O ideal - e aconselhável - praticá-los várias vezes por semana.

Em geral, os 5 tibetanos são considerados uma "ginástica energizante para regular o nível dos chakras".

Faça um curso de yoga para iniciantes!

Os 5 tibetanos influenciam muito na manutenção do nível de energia dos chakras.

Comece suas aulas de yoga agora!

5 tibetanos e a manifestação das energias

Como essa energia se manifesta? De duas maneiras:

  • No final da sessão dos 5 tibetanos , já que seus chakras são estimulados,
  • Com o passar do tempo, graças a uma prática regular que gera uma melhor condição geral.

É aconselhável praticar este exercício de manhã ou à noite, fazendo entre 3 e 21 repetições e realizando os rituais várias vezes por semana.

Saiba mais sobre os principais fundamentos dos cinco tibetanos na yoga?

Vitalidade durante a prática dos cinco tibetanos

O primeiro benefício dos 5 tibetanos é dar energia aos seus praticantes. Quer saber mais sobre essa capacidade? Então vamos lá: ela está relacionada à concentração e à respiração profunda praticadas durante o desenvolvimento dos 5 ritos. Sendo assim, o aumento de energia não é o único benefício: a vitalidade também é outra consequência dessa prática de ioga!

"Mais de 87% dos praticantes regulares dizem notar uma diferença notável entre o momento em que começaram e a entrevista" (fonte: My Happy Yoga)

O que queremos dizer com "vitalidade"?

Você pode estar se perguntando: "Vitalidade não é o mesmo que energia?" Na realidade, não.

  • Energia é uma sensação que qualquer um pode sentir, tanto física quanto mentalmente.
  • Vitalidade, por outro lado, diz respeito à capacidade do corpo humano de ter essa energia: está intimamente ligada à noção de envelhecimento. E precisamente, os 5 tibetanos trazem benefícios em termos de um envelhecimento saudável!

É por esse motivo que a prática de 5 tibetanos não se restringe a yogis em nível avançado e nem a jovens praticantes: ela é acessível (e recomendada) a todos!

Vitalidade para todos: como isso é possível?

Você provavelmente está se perguntando como é possível que todos possam ter acesso aos benefícios dos 5 tibetanos. Mencionamos um pouco antes (e em nossos outros artigos sobre o assunto) as tais glândulas endócrinas, suas ligações aos diversos chakras, assim como o fato delas estarem conectadas a uma parte diferente do corpo. Essas glândulas são afetadas por elementos externos, como problemas de saúde ou envelhecimento. Quanto mais esses processos se desenvolvem, menor o nível de energia dos chakras ligados a essas glândulas.

A prática constante dos 5 tibetanos pode prevenir tais problemas, contribuindo para a manutenção dos níveis de energia e até mesmo ao seu aumento!

Ao praticar esses ritos regularmente, você não apenas aumentará sua energia vital a curto prazo, mas também sua vitalidade a médio e longo prazo! Alguns até ousam dizer que os 5 tibetanos retardam o processo de envelhecimento, funcionando como uma fonte de juventude! Cabe a você verificar por si mesmo!

No entanto, para você recuperar sua vitalidade, a regularidade é a chave do sucesso. Não considere os 5 tibetanos como um exercício que faz "milagres", pois ele está longe disso. Os efeitos sobre sua vitalidade só serão vistos após várias sessões ou até mesmo meses de prática.

E se você acha que os 5 tibetanos têm apenas esses dois benefícios (já ótimos), então você está redondamente enganado!

Confira também os elementos essenciais do ritual dos 5 tibetanos.

Saúde: graças aos pontos fortes das posturas de ioga em casa

Posições dos ritos tibetanos de 1 a 5.

Como você já deve estar cansado de saber a essa altura da nossa matéria, yoga é um tipo de exercício físico que traz não só vários benefícios para o corpo humano, mas também para a saúde de modo geral.

65% dos praticantes com problemas nas costas, por exemplo, dizem notar melhora após algumas sessões de ioga. Isso se deve ao fato de algumas posturas permitirem um excelente alongamento desta parte do corpo.

Ficou curioso em saber quais? Aqui estão alguns exemplos:

  • Postura da pinça,
  • Postura de liberação do vento,
  • Postura do pombo.

Como os cinco tibetanos melhoram a saúde?

Voltando aos 5 tibetanos, você deve estar se perguntado como é que eles podem afetar sua saúde como um todo. Então confira abaixo um pequeno resumo dos principais benefícios físicos desses 5 ritos:

  • Melhora da respiração,
  • Relaxamento, fortalecimento e tonificação dos músculos,
  • Aumento do equilíbrio e da força,
  • Desenvolvimento da concentração.

Como esses benefícios afetam a saúde é muito simples: ao respirar melhor, mais profundamente, oxigenamos melhor o corpo inteiro, do tecido muscular ao cérebro. Essa oxigenação é essencial para permitir um melhor descanso e um melhor funcionamento geral do corpo.

Lembre-se: é o oxigênio que transporta o sangue de um órgão para outro para que ele funcione!

Além disso, os 5 ritos com suas posturas específicas que compõem os 5 tibetanos permitem relaxar, fortalecer e tonificar o corpo, mobilizando todos os músculos na execução do exercício.

Ao alinhar bem seu corpo trabalhando partes geralmente inativas do corpo, trabalha-se também o seu bom funcionamento geral. Além disso, a movimentação é particularmente saudável, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares em 45%.

Ao demandar mais da sua concentração para alcançar um bom equilíbrio, o praticante de ioga ganha agilidade, tanto física quanto mental. Tal ganho possibilita, a longo prazo, combater doenças degenerativas ou mentais.

Pensar que apenas 15 ou 20 minutos diários de exercícios possa ser tão benéfico é quase inacreditável!

Os cinco tiros tibetanos contribuem para o bem-estar e, consequentemente, para a felicidade de seus praticantes.

Como evitar dores musculares depois de fazer os 5 tibetanos?

É aconselhável, a princípio, alongar-se bem antes e após uma sessão de ritos. Passar creme composto de aloe vera em seus músculos, por exemplo, também ajuda a evitar dores musculares que possam aparecer após uma sessão intensa.

No final, os benefícios para a saúde são muitos e extremamente positivos. Então mesmo que uma dorzinha muscular leve apareça no início, ao fazer a sequência de ritos corretamente e constantemente, elas passarão num piscar de olhos!

Então, por que esperar mais para iniciar o ritual dos 5 tibetanos? E isso porque ainda não mencionamos o último benefício deste exercício de ioga: o bem-estar.

Aprenda a organizar uma sessão de 5 tibetanos para iniciantes.

Bem-estar, aula de yoga para iniciantes e os 5 tibetanos

Acabamos de ver que o ritual dos 5 tibetanos tem um impacto considerável tanto na saúde corporal quanto mental.

Mas e o lado do bem-estar?

A resposta é igualmente positiva: o bem-estar é um dos benefícios proporcionados pela sequência de ritos aprendida através dos monges do Tibet! Isso porque o corpo fica extremamente relaxado após uma sessão de 5 tibetanos, ocasionando a liberação de endorfinas e, portanto, a instalação de uma satisfação interior.

Através de uma prática regular, o corpo melhora seu funcionamento de uma maneira geral, contribuindo para o alívio de várias doenças. Isso sem contar que o praticante de ioga se torna ainda mais enérgico. Ou seja, tudo isso contribui, no fim das contas para o bem-estar e a felicidade.

Entre posturas, respiração e meditação no final do ritual, os 5 tibetanos contribuem para o bem-estar geral do seu corpo!

Atingir o estado zen

O estado zen gerado pelos cinco tibetanos vem diretamente da combinação de exercícios respiratórios e do estado de concentração plena. De fato, é essencial praticar esses exercícios estando no "momento presente". Viver no presente torna possível desenvolver a mente, assim como deixá-la em uma situação foco total. É esse estado de espírito que permite evacuar sentimentos como:

  • Pensamentos negativos,
  • Aborrecimento do cotidiano,
  • Medos.
Preparado para começar a fazer os 5 tibetanos durante suas aulas de yoga online?

Ferramenta para combater o estresse

Resumindo, ao praticar o ritual dos 5 tibetanos, esvazia-se a mente, o que permite uma concentração plena apenas nos exercícios do momento. Isso ajuda muito na hora de gerenciar melhor o estresse ou as ansiedades, fazendo com que nos tornemos mais zen.

Em apenas 15 minutos por dia, você pode mudar seus hábitos e sua visão, afetando seu corpo, sua saúde e seu bem-estar!

Divertidos e acessíveis a todos, os 5 exercícios tibetanos oferecem muitos benefícios desde suas primeiras sessões. A maioria dos professores de ioga sugere uma dúzia de semanas antes de começarmos a notar os primeiros efeitos concretos.

Então, quando você começa?

Quais as posições mais comuns do yoga?

Curioso para saber quais são essas posições tão famosas dentre os yogis? Confira nossa recapitulação dos elementos essenciais do ritual dos 5 tibetanos especialmente para você!

Giro para direita (rito 1): ganhar equilíbrio na aula yoga

Embora o nome possa remeter a uma brincadeira de criança, esse primeiro rito tibetano é essencial para se começar bem a jornada das 5 poses. Isso sem contar que ele é um movimento relativamente simples: como o próprio nome diz, ele consiste em girar.

Para conseguir executá-lo, basta proceder da seguinte maneira:

  1. Fique de pé e estique os braços transversalmente, paralelos ao chão, com a palma da mão direita para cima e da mão esquerda para baixo;
  2. Gire no seu próprio eixo no sentido horário, ou seja, para a direita.

Levantamento de pernas (rito 2): fortalecimento com ioga em casa

O levantamento de pernas, como o próprio nome sugere, consiste em fazer movimentos com as pernas, com ou sem apoio.

Para executá-lo, basta fazer o seguinte:

  1. Deitese no chão, barriga para cima e costas retas;
  2. Coloque as mãos sob as nádegas para proteger sua coluna lombar (opcional);
  3. Levante a cabeça e as pernas verticalmente (expire),
  4. Desça lentamente e ao mesmo tempo pernas e cabeça de volta ao chão, mantendo o controle muscular (inspire).

Arco (rito 3): yoga para iniciantes desenvolverem o “eu interior”

Antes de mais nada, é importante ter em mente que existem múltiplas variações da posição do arco (que às vezes também é chamada de pose do “camelo“). Sendo assim, não se desespere se você fizer uma busca na internet por imagens relacionadas a essa posição e acabar se deparando com vários modelos diferentes!

A mais comum – e o recomendada – dentre elas é a praticada de joelhos.

Para executá-la com sucesso, basta fazer o seguinte:

  1. Fique de joelhos;
  2. Coloque as palmas das mãos contra as costas;
  3. Incline a cabeça para frente, pressionando o queixo contra o peito (expire),
  4. Incline-se para trás, levantando o queixo junto, indo o mais longe possível sem cair (inspire).
Posições dos ritos tibetanos de 1 a 5.

Ponte (rito 4): pose imperativa nas aulas de yoga

É chegada a hora de passar para o quarto tibetano, provavelmente o mais complicado de todos para quem ainda é iniciante em ioga! Esta pose consiste, de fato, em reproduzir a forma de uma ponte. Como?

Proceda da seguinte maneira:

  1. Sente-se no chão, as pernas estendidas à sua frente, garantindo um bom assento nas nádegas;
  2. Coloque as mãos ao lado da pélvis (uma de cada lado) e expanda o peito;
  3. Dobre as pernas com os pés firmados ao chão e pressione a pélvis para cima para formar um arco (inspire),
  4. Volte à postura inicial, com as costas retas e as pernas estendidas (expire).

Cão / Cachorro (rito 5): para finalizar a sessão de yoga online

Relativamente bem conhecida, essa posição que é a última dos 5 tibetanos, não é por isso menos importante. Sendo assim, ela deve ser feita com muita concentração. Para tal, é preciso iniciá-la sentado sobre os calcanhares, para depois ficar de quatro. Em seguida, faça o seguinte: e:

  1. Afaste as pernas da largura da pelve,
  2. Afaste as mãos na largura dos ombros.

A partir daí, proceda da seguinte forma:

  1. Levante a pélvis gradualmente, mantendo as pernas estendidas;
  2. Pressione as mãos e os pés no chão, mantendo o queixo contra o peito (expire),
  3. Abaixe a pélvis contraindo as nádegas e o abdômen, e levante a cabeça para cima (inspire).

Para que a posição atinja os efeitos desejados, é preciso sentir o alongamento na parte de trás das coxas, assim como nas costas.

Algumas dicas para organizar seu curso de ioga em casa

Existem muitos tipos de yoga, mas os 5 tibetanos não pertencem a nenhuma categoria específica. Portanto, seus praticantes estão livres para organizar uma sessão que faça parte de qualquer modalidade de aula de yoga.

Para tal, é importante respeitar três momentos específicos desse ritual, seja durante uma sessão clássica ou apenas dos 5 tibetanos:

  • Um tempo de introdução, durante o qual você procura mergulhar na atenção plena;
  • Um tempo de realização das posturas, mantendo uma respiração profunda;
  • Um tempo meditativo como conclusão, para apreciar toda a força gerada durante seus exercícios.
É importante separar um tempo de meditação para encerrar a prática da yoga dos 5 tibetanos.

O tempo de mediação pode se materializar de diferentes formas: alongamento, respiração profunda, reflexão simples com os olhos fechados... Tudo depende de como você se sente no momento.

Se você optar pela meditação, aqui estão outras posturas a serem praticadas para promover o estado de plenitude no final da sessão:

  • A postura do cadáver;
  • A postura de lótus;
  • A postura de meio lótus;
  • A postura birmanesa;
  • A postura egípcia.

Lembre-se também do objetivo principal dos 5 tibetanos: reviver sua energia vital, concentrando-se nas diferentes glândulas endócrinas. Para isso, você deve atingir todos os ritos com 100% de investimento pessoal, buscando voluntariamente alcançar a plena consciência.

É aconselhável fazer sua sessão de manhã ou à noite, pois esses são os horários mais propícios para o domínio completo dos exercícios: A plena consciência é mais facilmente atingida de manhã ou à noite do que se você realizar os ritos no meio do dia.

Encontre um professor especializado em posturas de ioga

Yoga não é uma disciplina fácil, mesmo que seja acessível a todos, independente da idade! A prática da ioga requer muita concentração, autocontrole e investimento pessoal. Tudo isso, claro, é por uma boa causa: seu equilíbrio físico, interior e emocional!

Conhecer os movimentos, saber executá-los corretamente, dominar o ritual dos 5 tibetanos, respirar corretamente: tudo isso pode rapidamente constituir um desafio, principalmente para quem ainda é iniciante. Se esse é exatamente o seu caso, então a solução mais adequada é a procura de um profissional!

Fazer um curso de ioga com um professor experiente ou até mesmo em grupo pode ser muito benéficos para iniciantes na prática dos cinco tibetanos.

Professores de ioga certificados passam por um treinamento completo de pelo menos 200 horas (sem contar todas os cursos feitos no exterior, as horas pessoais de treinamento, etc.). A yoga não é uma prática inventada e é preciso muito estudo para conseguir assimilar e ser capaz de transmitir seus conhecimentos. O mesmo ocorre com o ritual dos cinco tibetanos e o ciclo de energia vital.

Agora você deve estar se perguntado: "Quem pode me dar conselhos sobre posições de ioga?"

Antes de procurar um guia espiritual ou ingressar em um centro de ioga, analise os seguintes pontos abaixo:

  • Você sabe o suficiente sobre os 5 tibetanos?
  • Já tentou treinar sozinho?
  • Conhece seus pontos fortes e fracos?
  • Que tipo de suporte está procurando?

A partir das respostas obtidas com as perguntas acima, você poderá usar diferentes meios para aprender a organizar sua sessão de ioga, tais como:

  • Conteúdo online especializado, feito por profissionais de ioga ou educadores físicos;
  • Conteúdo físico, como livros ou outras publicações;
  • Páginas de professores de ioga, como as presentes no Instagram ou em seus sites pessoais.

Procure informações, compare-as e, em pouco tempo, você verá que estará pronto para organizar sua sessão de ioga para colocar em prática o ritual dos 5 tibetanos! Mas antes disso, considera também participar de uma aula de ioga em grupo. Muitas pessoas aproveitam mais das atividades acompanhadas por outros praticantes do que da iniciativa individual.

Para obter conselhos mais personalizados e se quiser progredir mais rápido, você pode também entrar em contato com um professor de ioga perto de você, através da nossa plataforma Superprof!

As 10 músicas mais ouvidas para praticar yoga em casa

Esta é uma lista das músicas recorrentemente mais ouvidas durante a prática da Yoga, divulgada pela plataforma Spotify há quase cerca de um ano. Segundo o aplicativo, essa seleção continua vigente e em alta demanda!

Como já dissemos aqui, a prática de Yoga demanda um ambiente tranquilo, munido de um mat – tapete – confortável e determinadas músicas que auxiliem no relaxamento e na concentração para se executar as asanas, as posturas psicofísicas comuns à Yoga.

Caso você ainda não tenha descoberto a playlist perfeita, o Spotify nos deu uma mãozinha e divulgou as 10 músicas mais ouvidas no Brasil na hora de praticar Yoga. Essa é uma seleção eclética, percorrendo desde mantras tibetanos a sons da natureza.

Construir uma atmosfera adequada é fundamental. Muitos professores de Yoga chegam a dizer que é tão importante quanto manter o foco nos movimentos. E a seleção de músicas que você escolher irá ajudar na ambientação dessa atmosfera de concentração e presença!

Lembre-se de vestir roupas confortáveis e não muito largas, antes da prática e escolha um local no qual não seja perturbado. Mantenha uma boa intenção no coração durante a prática da atividade e aperte o play na seleção de músicas a seguir!

  1. Gayatri Mantra, de Deva Premal,
  2. Ong Namo (Wisdom), de Snatam Kaur,
  3. Baba Hanuman, de Krishna Das,
  4. Om Gam Ganapataye Namaha, de Edo & Jo,
  5. Ganesha, de Wah!,
  6. Purnamadah, de Shantala,
  7. Mere Gurudev, de Krishna Das,
  8. Yoga (Sons do Mar), de Meditação e Espiritualidade,
  9. Om Namo Bhagavate, de Deva Premal e
  10. Mul Mantra, de Snatam Kaur.
Precisando de um professor de Yoga ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.