Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Tudo o que você precisa saber para viver no país do sol nascente!

De Fernanda, publicado dia 20/05/2019 Blog > Idiomas > Japonês > Nossas dicas para morar no Japão!

“O impulso da viagem é um dos sintomas mais encorajadores da vida.”- Agnes Repplier

De acordo com os últimos dados de vendas das operadoras turísticas, o Japão é o grande vencedor dos destinos asiáticos. Fazer uma viagem ao Japão e descobrir a culinária japonesa em todo o arquipélago é uma verdadeira aventura. Com uma cultura muito diferente da brasileira, é essencial ter um pequeno guia do país para entender tudo sobre a vida japonesa.

Mas então, o que é preciso para se estabelecer por lá a longo prazo?

Veja como ir ao Japão e ganhar a vida.

Trabalhar no Japão: documentos necessários

Trabalhar no Japão: documentos necessários. Se mudar para o país do sol nascente: passo a passo

Como na maioria dos países, o Japão solicita visto para os brasileiros que desejam permanecer ali por mais de três meses consecutivos. Este visto de trabalho é válido por três anos e pode ser renovado. Permite trabalhar legalmente em todo o país.

Para obter este documento valioso, primeiro você terá que solicitar um “certificado de elegibilidade” (Zairyu Shikaku Nintei Shomeisho). Você pode obter através do seu futuro empregador. Nem precisamos dizer que é muito difícil conseguir um visto de trabalho se você ainda não encontrou um emprego. No entanto, você pode ir até lá para encontrar um emprego e, em seguida, solicitar o visto de trabalho antes do final dos três meses permitidos para o turismo.

Portanto, cabe ao seu empregador solicitar este certificado de elegibilidade junto ao Departamento de Imigração do Japão e enviar o original diretamente para sua casa.

É somente com este documento que você poderá solicitar um visto de trabalho.

Para pedir um visto, você precisa apresentar uma série de documentos ao Consulado do Japão da sua cidade ou região. Você precisará de:

  • Passaporte (original)
  • Formulário de Solicitação de Visto original (assinado conforme o passaporte menores de 18 anos, assinatura do responsável ou RG ou RNE do responsável acima (cópia simples)
  • Uma foto 4,5×4,5 cm ou 3×4 cm nítida e recente
  • Carteira de Identidade RG ou RNE (cópia simples)
  • Certificado de Elegibilidade (original e cópia simples)

O preço é 97 ou 194 reais dependendo do tipo de visto solicitado (entrada única ou entradas múltiplas).

A particularidade do visto no Japão é que você não encontrará um único visto de trabalho que agrupe todas as atividades. Será então necessário escolher a categoria correspondente à sua atividade:

  • Visto para professores,
  • Visto para artistas,
  • Visto para jornalistas,
  • Visto para investidores e gerentes de empresas,
  • Visto para pessoas no quadro legal e fiscal,
  • Visto para serviços médicos,
  • Visto para pesquisadores,
  • Visto para instrutores,
  • Visto para engenheiros,
  • Visto para especialistas em ciências humanas e serviços
  • internacionais,
  • Visto para transferências intra-empresa,
  • Visto para desportistas,
  • Visto para mão de obra qualificada,
  • Visto para atividades culturais,
  • Etc.

As regras para obtenção do visto são muito rigorosas. Você não tem o direito de praticar outra profissão além daquela para a qual obteve seu visto.

Estude no Japão

Estude no Japão. Como prosseguir seus estudos no país do sol nascente

Se você não faz parte de uma universidade ou escola com uma parceria com o Japão, ainda pode entrar na universidade japonesa que deseja. Claro que complica um pouco as coisas, mas não é inviável.

Todos os alunos que tiverem completado a etapa do Ensino Médio podem solicitar a admissão em instituições de Ensino Superior. Em quase todos os casos, o requisito para ingressar em uma instituição de ensino é ter completado ou ter atingido um nível de estudo equivalente a 12 ou mais anos do Ensino Fundamental e Médio.

A universidade no Japão é dividida em várias seções.:

  1. Undergraduate school: os cursos que ministram têm 4 anos de duração (6 anos para os cursos de Medicina, Odontologia e Veterinária). Ao concluir estes estudos recebe-se o diploma de bachelor degree.
  2. Graduate school: é dividido em Mestrado (2 anos) e cursos de Doutorado (5 anos). O Doutorado é formado por duas fases: a primeira (de 2 anos de duração, e equivalente a um mestrado) e a segunda (que dura 3 anos).
  3. Research student: são programas dedicados à pesquisa de um tema sob a supervisão de um professor. Neste caso não se obtém nenhum tipo de diploma oficial. Em alguns casos, serve como curso de preparação para a incorporação dos estudantes estrangeiros com bachelor’s degree aos estudos de graduação.
  4. Audit studentcredit-course student: alunos não oficiais que têm autorização para assistir às aulas. Os “Credit-course students” podem obter diplomas oficiais. Os estudantes dos programas de intercâmbio costumam pertencer a esta categoria.

Depois de ter escolhido a sua universidade, você precisa fazer o teste EJU (Examination for Japanese University Admission for International Students). Este teste permite que você avalie seu nível acadêmico, bem como seu nível na língua japonesa (compreensão escrita, expressão escrita, etc.). Duas vezes por ano, é realizado para estudantes que desejam seguir um curso de pelo menos um ano no Japão.

Antes de desistir do seu sonho por conta dos valores, dê uma olhada nas bolsas disponíveis para estudar no Japão.

O Governo Japonês através do Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia (MEXT) oferece seis tipos de bolsas de estudo para brasileiros em universidades japonesas. Confira as modalidades possíveis:

Top 10 dos motivos para morar no Japão!

Top 10 dos motivos para morar no Japão! Por que se mudar para o país do sol nascente?

Se você pretende se mudar e viver no exterior, certamente quer conhecer outra coisa, um novo modo de vida. O estilo de vida no Japão é muito diferente do que conhecemos no Brasil. De banheiros com jatos a restaurantes casuais e trens lotados: as vantagens e desvantagens se unem e a mudança de cenário é garantida.

O Japão é cheio de paisagens incríveis, cada uma diferente da outra. Você pode ir das montanhas ao litoral em poucas horas. Motivos para agradar a toda a família.

Monte Fuji, túneis de flores, cerejeiras florescendo, florestas de bambu: todos os cenários são simplesmente incríveis. Por exemplo, você pode caminhar até o Hitachi Seaside Park para apreciar as flores ao longo de quase 200 hectares de parque. Ideal para descansar enquanto admira a vegetação endêmica.

O Japão está limpo aonde quer que você vá. Os japoneses são muito respeitosos e especialmente quando se trata de proteger a natureza. Não há lixo no chão. Existe um sistema de triagem eficiente e a grande maioria dos japoneses o respeita. Esta eficiência permite encontrar locais públicos limpos e agradáveis ​​de viver.

Takoyaki, kushikatsu, ramen, sushi: a comida no Japão não tem absolutamente nada a ver com o que você come no Brasil. Bolinhos, batatas fritas, peixe fresco… Todos os pratos têm sabores especiais que agradam o nosso paladar.

Para degustar do melhor da culinária japonesa, você pode ir aos restaurantes do país. Muito mais descontraídos que no Brasil, os restaurantes japoneses são particularmente apreciados pelos brasileiros. Ambientes mais descolados e populares, são locais ideias para apreciar um bom momento entre amigos.

Se você precisa de um último motivo para se mudar permanentemente para o Japão, por alguns meses ou anos, saiba que é um país que valoriza muito as artes. Muitos eventos acontecem em torno de dança, canto, música, artes visuais, artes marciais, etc.

Os japoneses são grandes amantes da arte e não hesitam em aproveitar e promover sua arte para os outros.

Mesmo que você não seja um grande conhecedor de arte, vai apreciar a beleza e a diversidade das apresentações e tudo o que envolve o espetáculo.

Quanto custa a vida japonesa?

Quanto custa a vida japonesa? Quanto você vai gastar para viver no Japão?

Hoje em dia, o Japão tem um dos custos de vida mais altos do mundo. Então, mesmo que você tenha um bom salário, apesar de ainda ser possível economizar dinheiro (dependendo do emprego e do seu estilo de vida), viver no Japão consome boa parte da sua renda mensal.

Quanto eu tenho que reservar para morar no Japão? Uma vez no arquipélago japonês, que salário ganhar para viver bem? Quanto pagar por comida japonesa, hospedagem, transporte, seguro de viagem e por que não aulas de japonês (kanji, etc.)?

No Japão o salário costuma ser entre 200.000 ienes (6.000 reais) a 350.000 ienes (11.000 reais).

Dependendo de onde você morar, o aluguel será seu maior gasto no Japão. Em Tokyo você pagará no mínimo ¥35,000/mês (1.300 reais) em um quarto compartilhado em uma sharehouse, por volta de ¥60,000/mês (2.230 reais) em um quarto privado em uma sharehouse, e em média ¥80,000/mês (2.900 reais) em um apartamento pequeno.

Mas estudar ou trabalhar no Japão não significa apenas morar em Tóquio. Muitas cidades acolhem estrangeiros regularmente. Osaka, Kyoto, Yokohama, Fukuoka Nagasaki, Nagoya e assim por diante!

Dependendo da localidade, você encontra casas ou apartamentos maravilhosos por 40.000 ienes (1.500 reais).

Claro que tudo depende do seu estilo de vida, como a escolha de moradia, refeições frequentes, compra de roupas, etc. Algumas pessoas conseguem viver com menos e outras precisam de mais.

Cabe a você avaliar como pretende morar no Japão. E acima de tudo, faça suas contas!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar