Kyoto, a antiga capital do Japão, é uma cidade famosa por causa do seu importante patrimônio cultural. Através dele podemos descobrir sobre a cultura japonesa ancestral, algo bem diferente do que é encontrado na futurística Tóquio, a atual capital do país. Entre santuários, templos budistas, centros comerciais e gueixas, uma viagem ao Japão não pode ser feita sem visitar Quioto!

Se você planeja vir à Terra do Sol Nascente e passar pela tradicional cidade, então é preciso preparar sua viagem, pois Kyoto tem muito a ser visto e feito. A antiga capital imperial é muito rica em locais a serem visitados, sem contar com diversidade de atividades que a cidade apresenta.

Descobrir o Japão - e especialmente a cidade de Kyoto - não pode ser feito sem uma boa preparação da viagem.

Sendo assim, Superprof preparou várias dicas que vão te ajudar a organizar sua viagem para Kyoto. Com este guia completo, você só precisa arrumar as malas, embarcar no seu avião com destino ao Japão!

Quais são os bairros de Quioto?

Se você está fazendo aula de japonês ou pretende aprender japones online, nada melhor do que planejar uma viagem a terras nipônicas! Sendo assim, confira nossas dicas para que você escolha o melhor bairro de Kyoto para ficar!

Centro de Kyoto

Começando na Estação de Quioto indo até Gion (sobre o qual falamos mais sobre abaixo), o centro de Quioto é um exemplo perfeito de uma expressão constantemente utilizada para falar sobre o Japão:

Perto da estação futurista, encontramos templos budistas que merecem uma visita: Higashi-Honganji e Nishi-Honganji.

Ao lado deles localiza-se o Jardim Shosei-en, um dos mais belos jardins de Kyoto!

Arashiyama, o oeste da cidade

O distrito de Arashiyama, localizado na zona oeste de Kyoto, oferece uma experiência pacífica e tradicional. Nele nos encontramos longe da agitação de Akihabara e da cultura do mangá, já que nos deparamos com a descoberta do zen. Esta área faz parte de um complexo maior, conhecido como Sagano, e nela percorremos vários tesouros históricos e paisagens esplêndidas.

Descubra os charmosos bairros de Kyoto.

Bairro Leste de Higashiyama

Higashiyama, localizado a leste de Kyoto, é certamente um bairro encantador que apresenta tanto ambientes naturais quanto monumentos tradicionais e infraestrutura moderna. Com uma arquitetura típica, nesta região podemos encontrar os famosos pagodes, assim como pequenas ruas bem típicas do imaginário coletivos sobre cidades do Japão.

Essa área fica no pé de uma montanha, onde podemos facilmente passar um dia inteiro a desvendar.

Gion, o bairro turístico de Kyoto

Entre o rio Kamo e as montanhas, próximo ao distrito de Higashiyama, encontramos a região de Gion. Esta é, sem a menor sombra de dúvidas, o local onde encontramos a maior representatividade da cultura das gueixas em Quioto.

Este distrito é o lar de muitos monumentos do Patrimônio Mundial, tais como os Santuários de Xintoísmo Kiyomizu-dera ou Yasaka-jinja.

Lá encontramos ainda o Parque Maruyama, cuja visita destaca a convivência entre modernidade e tradição.

O Sul de Quioto

A parte sul de Kyoto é frequentemente menos visitada pelos turistas se comparada às regiões central e leste.

Nela encontramos muitos templos incrustados nas montanhas, proporcionando paisagens grandiosas merecedoras de boas fotos!

O Norte de Kyoto

O norte de Kyoto é mais movimentado que o sul. Ele também contém muitos templos e paisagens naturais típicas do Japão.

Ryoan-ji é um templo muito visitado na região norte de Quioto, principalmente por causa do seu jardim “seco” composto de rochas e cascalho.

Maurício
Maurício
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$60/h
1a aula grátis!
Massumi
Massumi
Profe de Japonês
5.00 5.00 (83) R$50/h
1a aula grátis!
Henry
Henry
Profe de Japonês
5.00 5.00 (9) R$35/h
1a aula grátis!
Tamires yasmin
Tamires yasmin
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$70/h
1a aula grátis!
Maru
Maru
Profe de Japonês
5.00 5.00 (16) R$80/h
1a aula grátis!
Tatsuro
Tatsuro
Profe de Japonês
5.00 5.00 (6) R$70/h
1a aula grátis!
Kengi
Kengi
Profe de Japonês
5.00 5.00 (16) R$70/h
1a aula grátis!
Guilherme
Guilherme
Profe de Japonês
5.00 5.00 (4) R$80/h
1a aula grátis!

Onde se hospedar em Kyoto?

Se os conhecimentos adquiridos no seu curso de japones sobre a cultura local ainda não são suficientes para que você descubra sozinha o melhor lugar da cidade para ficar, então chegou a hora de conferir algumas dicas com locais para hospedagem em Kyoto que vão facilitar a sua viagem ao Japão!

Bairros para ficar em Kyoto durante as férias

Vários bairros de Kyoto podem ser interessante para hospedagem se você planeja ficar na cidade por alguns dias. Todos os distritos da cidade podem ser visitados em alguns minutos usando o metrô, então não importa muito em qual região você fique. No entanto, ainda é preciso optar por um bairro e vários motivos podem afetar a sua escolha, tais como:

  • proximidade,
  • atratividade,
  • preço.

Se você for a Quioto pela primeira vez, dê preferência ao bairro típico de Gion ou ao bairro mais moderno próximo à estação de trem. Desta maneira você poderá ir com facilidade a qualquer lugar e ainda ficar alojado perto do Shinkansen. De qualquer forma, Kyoto está cheia de acomodações!

Quioto possui uma natureza exuberante.

Habitação barata na cidade de mil templos

Existe uma grande variedade de acomodações baratas na cidade de Kyoto:

  • Albergues e hostels,
  • Hotéis Cápsula,
  • Aluguel de quartos em casa de nativos,
  • Airbnb.

Resumindo, a escolha é sua. Para ajudá-lo, fizemos uma lista com os preços médios por noite de cada tipo de acomodação:

  • Albergues: 240 reais,
  • Hotel cápsula: 160 reais,
  • Quarto: 400 reais,
  • AirBnb: 480 reais.

Hotéis e acomodações tradicionais de Kyoto

Hotéis com padrão ocidental

Aqui estão os preços médios de uma noite para uma pessoa em um hotel em Kyoto:

  • 1 estrela ou menos: 320 reais,
  • 2 estrelas: 400 reais,
  • 3 estrelas: 520 reais,
  • 4 estrelas: 1040 reais,
  • 5 estrelas: 3900 reais.

Ryokan, um tipo de acomodação típica

Além de hotéis modernos de padrão ocidental, existe ainda outra opção de acomodação em Kyoto: os Ryokan tradicionais japoneses. Para uma noite em um ambiente típico japonês e atividades incomuns para os ocidentais, esta é a melhor escolha. Para quem ainda não os conhece, vale a pena dormir pelo menos uma noite em um Ryokan quando em Quioto.

Como e onde se instalar na cidade de Kyoto?

  • A escolha da localização da sua casa depende tanto do seu orçamento quanto da sua atividade profissional. Se você tem um emprego no centro da cidade, o melhor é optar por uma moradia próxima a uma estação de metrô.
  • tranquilidade do bairro também pode influenciar na sua escolha: se estabelecer perto de Gion provavelmente é muito amigável nos primeiros dias, mas o fluxo de turistas pode ser perturbador para quem mora na cidade. Se você procura tranquilidade, opte por distritos mais afastados como Arashiyama, por exemplo, e você ficará zen por mais tempo.

Melhores atividades para conhecer Kyoto

Entre uma aula de japones e outra, Superprof te convida a descobrir a lista das dez atividades mais interessantes de Kyoto. Desta maneira você aproveitará ao máximo a sua estadia na cidade, com passeios espetaculares e atividades de lazer típicas na terra do sol nascente!

Visite o bairro de Gion

Gion é conhecido por ser o distrito das gueixas, mulheres antigamente atuantes como artistas e damas de companhia que operam, ainda hoje, em todo o Japão. Ao passear em Gion, você provavelmente encontrará uma geiko (como elas são chamadas no local) andando pelas ruas do bairro.

Já imaginou sair de um restaurante após uma deliciosa degustação de sushi ou okonomiyakis e ainda poder apreciar um ícone vivo da cultura japonesa?!

Assista a um espetáculo de teatro Nō

Se você ainda não conhece o teatro Nôgaku ou Noh, então saiba que ele é uma forma típica de teatro do Japão que mistura dança, música e poesia. Essa forma de dramaturgia geralmente envolve episódios religiosos do xintoísmo ou cenas de batalha entre samurai e shogun.

Em todas as grandes cidades do Japão, você pode assistir a uma representação dessa arte ancestral, inserida na lista de Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO em 2008 (especialmente suas formas e manifestações presentes em Quioto).

O Pavilhão Dourado de Kyoto.

Descubra os templos de Kyoto

Alguns dos templos mais famosos que você pode visitar são:

  • Kinkaku-ji ou o Pavilhão Dourado,
  • Ryoan-ji com seu jardim seco,
  • Tenryu-ji com sua plantação de bambu,
  • Tofuku-ji com seus bordos,
  • Kiyomizu-dera, um edifício sobre palafitas,
  • Heian Jingu com extensos jardins,
  • Ginkaku-ji ou o Pavilhão de Prata,
  • Kurama-dera acessível por caminhadas,
  • Jingo-ji no meio da natureza.

Coma especialidades japonesas locais no mercado de Nishiki

Se você gosta de culinária japonesa e adora provar receitas bem típicas, então é preciso visitar o Mercado Nishiki. Especializado em peixes e ingredientes alimentares japoneses – como Tsukemono (picles) ou Tofu – ele possui muitas lojas que oferecem comida para viagem, o que é ideal para quem deseja provar um pouquinho de cada especialidade!

Quioto e seus santuários xintoístas

Existem cerca de 400 santuários em Kyoto, o que, mais uma vez, torna impossível a visitação de todos eles durante uma temporada de férias. Sendo assim, listamos abaixo os mais famosos e que merecem uma espiada:

  • Fushimi-Inari-Taisha,
  • Shimogamo-jinja,
  • Yasaka-jinja,
  • Kamigamo-jinja,
  • Yoshida-jinja,
  • Heian-jinga.

Passeie pelos jardins e pelo Caminho do Filósofo

Percorrer o Caminho do Filósofo a pé também é uma experiência sensacional, já que ele liga dois templos na antiga capital japonesa.

Ao redor dos muitos templos e santuários da cidade de Quioto, existem belos jardins nos quais podemos passear uma serenidade única.

Visite o Museu Internacional de Mangás

Se você já visitou Tóquio e sente falta de Akihabara (animação japonesa) em Kyoto, então não se preocupe: na cidade também podemos encontrar o International Manga Museum, um santuário bem diferente daqueles milenares espalhados pela cidade!

Mais de 300.000 mangás (quadrinhos japoneses) podem ser consultados no local.

Veja a bela vista da Torre de Kyoto

Construída em 1964 no telhado de um edifício, a Torre de Quioto proporciona uma vista de toda a cidade a uma altura de 131 metros!

Conheça os macacos do Parque Iwatayama

A pequena montanha chamada Iwatayama esconde um lugar incomum: um parque com macacos provenientes, em parte, de uma porção do bairro de Arashiyama. Obviamente, isso o torna mais atraente, ainda mais do ponto de vista turístico!

Durante uma caminhada em meio à natureza, você com certeza encontrará os famosos macacos. Fique atento para não perturbá-los excessivamente, pois é proibido chateá-los. No entanto, isso não impedirá que você faça ótimas fotos!

O melhor é começar uma aula de japonês se você pretende alugar um apartamento para morar em Kyoto.

Participe dos festivais de Kyoto

Eventos são organizados durante todo o ano. Entre eles, encontramos:

  • maratona de Kyoto em fevereiro,
  • Hanatôro no distrito de Higashiyama em março,
  • Hanami e Miyako Odori em abril,
  • Aoi Matsuri em maio,
  • Kawakuya em junho,
  • Gion Matsuri em julho,
  • Tanabata em agosto,
  • Feira Internacional de Mangas de Kyoto em setembro,
  • Jidai-Matsuri em outubro,
  • Hanatôro, no distrito de Arashiyama, em dezembro.

Quanto tempo ficar em Kyoto de férias?

Prepare-se agora para conferir algumas dicas que te ajudarão a decidir a quantidade de tempo ideal para ficar em Kyoto.

Quando ir à Kyoto nas férias e quais problemas a evitar?

Para aproveitar ao máximo as atrações turísticas de Kyoto e sua atmosfera zen, a primeira dica que podemos dar é não ir durante o inverno ou o verão. As férias escolares dessas temporadas são geralmente mais longas e mais frequentes durante esses períodos, ocasionando um fluxo muito maior de turistas na região!

Esta é uma dica valiosa se o seu objetivo em Quioto é visitar os templos do Patrimônio Mundial da UNESCO, principalmente se esta for sua primeira viagem depois de ter começar sua aula japones online!

A melhor época para visitar Kyoto: primavera

A primavera é, em vários âmbitos, a melhor estação do ano!

Esta época é perfeita para visitar Kyoto em ótimas condições. Com temperaturas médias de 12° C a 24° C, de abril a junho, o excelente clima para passeios ao ar livre ainda vem acompanhado de brisas regulares que refrescam agradavelmente quando o clima esquenta um pouco mais.

O outono também é uma estação interessante para se descobrir o patrimônio cultural da cidade com mil templos. Em setembro, a temperatura fica um pouco mais baixa do que em agosto, e os ventos se tornam agradáveis.

Um fim de semana na cidade de mil templos

Aqui está um exemplo de um possível roteiro de dois dias, (excluindo o tempo gasto com viagens):

Dia 1

  • Visite Fushimi Inari Taisha na manhã do dia 1,
  • Passe pelo Sanjusangen-do com suas estátuas budistas,
  • Passe a tarde em Kiyomizu-dera,
  • Termine com uma noite no centro de Kyoto.

Dia 2

  • Visita de Gion pela manhã do dia 2 e almoce no local,
  • Descubra o Bambuzal à tarde e visite os templosdas proximidades,
  • Termine o dia no Museu Internacional de Mangá,
  • Passe a última noite no hiper-centro, entre lojas e restaurantes.

Passe vários dias na pitoresca cidade do arquipélago japonês

Aqui está uma lista com alguns dos muitos passeios e atividades que você pode fazer em Kyoto durante uma estadia de 5 dias:

  • Visite Gion e, em particular, o beco Pontocho,
  • Passeie pelas Galeries Lafayette de KyotoMitsukoshi,
  • Ande pelo caminho do filósofo,
  • Visite o castelo Nijo-jo e seus jardins,
  • Suba ao topo da Torre de Tóquio para ter uma visão panorâmica da cidade,
  • Descubra o Museu Internacional de Mangá,
  • Visite Arashiyama: plantação de bambu de Iwatayama e parque dos macacos,
  • Atravesse os milhares de Torii de Fushimi Inari Taisha,
  • Prove especialidades de Kyoto no mercado Nishiki,
  • Aprenda a história da cidade no Museu Nacional de Kyoto,
  • Visite as vilas imperiais Katsura e Shugakuin,
  • Assista a um show de teatro Noh em Gion,
  • Participe de um Hanami nos parques,
  • Admire o Kinkaku-ji, o Pavilhão Dourado,
  • Visite Osaka ou Nara.
Precisando de um professor de Japonês ?

Você curtiu esse artigo?

0,00/5, 0 votes
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.