A cultura japonesa é, do ponto de vista brasileiro, uma estranha condensação de tradições, mangás e artes marciais. Ela é muito popular no mundo, seja por sua culinária, seus desenhos animados incríveis ou sua história rica em samurais e gueixas!

Além da produção cultural japonesa, a Terra do Sol Nascente possui uma cultura muito particular, composta por códigos sociais que devem ser respeitados categoricamente, de Tóquio a Okinawa, passando por Osaka. Nem sempre entendemos de cara os hábitos e costumes do arquipélago japonês, mas é fascinante descobri-los.

O Superprof convida você a conhecer uma lista das dez maiores diferenças entre a cultura do Brasil e a cultura do Japão, a fim de descobrir a sociedade japonesa, sua cultura tradicional e assim preparar melhor uma viagem a Kyoto, Nara ou Hokkaido!

Maurício
Maurício
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$60/h
1a aula grátis!
Massumi
Massumi
Profe de Japonês
5.00 5.00 (86) R$50/h
1a aula grátis!
Victória
Victória
Profe de Japonês
5.00 5.00 (18) R$20/h
1a aula grátis!
Tamires yasmin
Tamires yasmin
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$70/h
1a aula grátis!
Maru
Maru
Profe de Japonês
5.00 5.00 (17) R$80/h
1a aula grátis!
Tatsuro
Tatsuro
Profe de Japonês
5.00 5.00 (6) R$70/h
1a aula grátis!
Henry
Henry
Profe de Japonês
5.00 5.00 (10) R$35/h
1a aula grátis!
Guilherme
Guilherme
Profe de Japonês
5.00 5.00 (4) R$80/h
1a aula grátis!

Ruas japonesas em relação às ruas brasileiras (latas de lixo, cigarros, rotas a pé, banheiros públicos, nomes de ruas, limpeza)

Como é a cultura nipônica?
Em que pontos os costumes brasileiros e japoneses são diferentes? No Japão, a limpeza das ruas é lendária. Algumas cidades do Brasil poderiam se inspirar nisso...

Você já deve ter notado isso se já fez alguma viagem ao Japão: as ruas de todo o país, de Hiroshima ao Monte Fuji, são extremamente limpas e bem conservadas. Isso é bastante surpreendente, dado o número limitado de latas de lixo que você encontra por lá. Mas não há lixo no chão e as ruas são limpas o suficiente para até comer no chão (não faça isso!).

Sem bituca de cigarro ou saco plástico refratário pelo caminho (apesar do uso muito frequente desses sacos em lojas)!

Elas também contêm muitos banheiros públicos com boa manutenção, e extremamente limpos e que atendem aos padrões sanitários japoneses (são banheiros do futuro). O Brasil poderia seguir o exemplo do Japão neste ponto, para que todos possam se aliviar sem degradar o ambiente das cidades!

Nas estações e ruas, você também encontrará setas indicando a direção da viagem. Por fim, você deve saber que, diferentemente das ruas brasileiras, no Japão, não há nomes de ruas, com algumas exceções. Nada de Avenida Paulista: o povo japonês se referencia por bairros e por blocos de edifícios.

As regras de polidez e contato físico

Não surpreende ninguém: os japoneses são muito menos abertos ao contato físico do que os ocidentais. Ao contrário de nós, que adoramos beijar e abraçar conhecidos na rua, na terra do sol nascente a regra geral é fazer um ligeiro aceno de cabeça para cumprimentar. A diferença entre nossas culturas nesse ponto é enorme!

Além disso, os japoneses não são muito diretos entre si para não ofender ninguém. Esta regra de cortesia não cria conflitos.

Por fim, os japoneses usam sufixos como -san, -kun ou -chan após o nome do contato para atribuir um sinal de respeito (-sama ou -sensei em particular) ou para caracterizá-lo. Podemos comparar essa prática com nosso senhor/você, o que torna possível diferenciar pessoas idosas de nossos amigos (aulas de japonês).

Omotenashi: hospitalidade japonesa

No país de origami e sumô, é comum reservar um tratamento muito especial para hóspedes ou clientes: esse tipo de hospitalidade é chamado omotenashi. Assim, os anfitriões japoneses comprometem-se a ser gentis com os convidados, mas também a antecipar seus desejos!

Assim, cada serviço possui qualidade e cortesia necessárias no país dos quadrinhos japoneses. No Brasil, esse nem sempre é o caso, mas ainda podemos admitir que boas maneiras e hospitalidade não são estranhas para nós.

Além disso, os japoneses convidam pequenas casas não apenas por hábito, mas também porque suas acomodações são menores. Os brasileiros recebem mais convidados em casa e reservam uma recepção calorosa para eles, além de uma farta refeição!

Que orçamento devo preparar para uma viagem ao Japão?

Bronzeamento e pele clara: uma diferença cultural

Como é a cultura japonesa?
Descubra uma lista dos contrastes mais importantes entre o Brasil e o Japão! "Iro no shiro" é uma expressão que se refere à brancura do rosto e que significa que você deve ter cuidado com as aparências!

Se no Brasil e no Ocidente em geral gostamos de ter uma pele bronzeada, sinal de beleza e sedução, os japoneses e asiáticos em geral preferem manter a pele clara, até mesmo muito pálida. As razões são múltiplas, mas remontam à história japonesa de uma época em que o camponês era quem trabalhava ao sol.

Assim, se bronzear é historicamente uma marca de pobreza e o inverso mostra uma certa classe, como a gueixa. Essa visão é um pouco antiga, mas agora é ainda mais reforçada pelo desejo de manter a pele longe dos raios solares para retardar o envelhecimento. É, portanto, um padrão higiênico e habitual.

Para escapar das queimaduras solares, os japoneses frequentemente usam chapéus, guarda-sóis e roupas especiais. Portanto, não é fácil ver uma mulher japonesa de biquíni na praia. Em suma, o país emblemático do pensamento zen não se mantém calmo por muito tempo contra a onipresença do sol no verão!

Quer estudar no Japão?

Maurício
Maurício
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$60/h
1a aula grátis!
Massumi
Massumi
Profe de Japonês
5.00 5.00 (86) R$50/h
1a aula grátis!
Victória
Victória
Profe de Japonês
5.00 5.00 (18) R$20/h
1a aula grátis!
Tamires yasmin
Tamires yasmin
Profe de Japonês
5.00 5.00 (24) R$70/h
1a aula grátis!
Maru
Maru
Profe de Japonês
5.00 5.00 (17) R$80/h
1a aula grátis!
Tatsuro
Tatsuro
Profe de Japonês
5.00 5.00 (6) R$70/h
1a aula grátis!
Henry
Henry
Profe de Japonês
5.00 5.00 (10) R$35/h
1a aula grátis!
Guilherme
Guilherme
Profe de Japonês
5.00 5.00 (4) R$80/h
1a aula grátis!

Uma diferença de tamanhos

Na terra dos mangás, hiragana e katakana, tudo é menor: casas, apartamentos, tetos altos, ruas, roupas, sapatos e camas estão entre os elementos de tamanho reduzido entre os japoneses em relação ao Brasil e aos nossos tamanhos de roupa.

Aqui está uma tabela de tamanhos brasileiros e seus equivalentes japoneses para que você possa se localizar (quando o assunto for roupas):

QUal o tamanho das roupas no Japão?
Compare a diferença dos tamanhos nos diferentes países.

Tirar os sapatos em casa

Essa é uma das regras mais conhecidas no Japão: você precisa tirar os sapatos para entrar em certos edifícios japoneses, especialmente aqueles cujo piso é de carpete ou tatami. É uma questão de higiene e os japoneses fazem questão de respeitar!

Na maioria dos edifícios em que os sapatos são proibidos, existe um local que marca o limite de não ultrapassar com os sapatos. Cuidado para nunca excedê-lo, e lembre-se de colocar os pés descalços somente na área não reservada para sapatos, para não se sujar.

Às vezes você tem que usar Wabaki (sapatos fechados) para entrar em um prédio!

No Brasil, não temos essa regra. No entanto, isso também explica a impressionante limpeza dos edifícios na terra do sushi (aulas de japonês)!

Comida de rua: um prazer improvável

Quais são as diferenças culturais entre a Terra do Sol Nascente e o Brasil?
Os japoneses adoram comidas exóticas, muitas vezes não muito apetitosas, mas deliciosas!

Se você andar pelas ruas da terra do Dragon Ball e Ken, o Sobrevivente, encontrará inevitavelmente pequenas barracas que servem gastronomia japonesa. Nelas você prova pratos japoneses típicos ou pratos híbridos exóticos, que podem ser muito bons!

Aqui está uma lista de alguns dos melhores alimentos de rua que você encontra no Japão:

  • Okonomiyaki (omeletes),
  • Takoyaki (espetos),
  • Crepes (doces e salgados),
  • Watame (algodão doce),
  • Yaki Imo (batata doce em fogo a lenha),
  • Ikayaki (lulas grelhadas),
  • Nikuman (rosquinhas de carne),
  • Taiyaki (waffles recheados).

Comer na rua não é proibido no Japão, mas não é muito bem visto, então lembre-se de ir a um corner food, um lugar especial para comer. Essa comida urbana em geral tem um valor acessível, por isso não deixe de provar!

Banheiros: uma grande diferença entre o Brasil e o Japão

Os sanitários japoneses são os sanitários do futuro!

Para começar, o assento é aquecido (o que pode ser um pouco chato no começo). Esses banheiros também têm muitos recursos, como o famoso jato de água para limpeza, que permite uma limpeza sem papel higiênico, um padrão entre nossos amigos japoneses.

É ainda possível ajustar os decibéis da descarga. Garantimos que os banheiros japoneses também são equipados com rolos de papel higiênico. Você também vai notar uma limpeza impecável, uma constante no Japão!

Metrô japoneses e brasileiros: nada a ver

Em muitas cidades como Tóquio, o Japão desenvolveu uma grande rede de circulação subterrânea usando o metrô como meio de transporte. Podemos comparar as regiões metropolitanas de Tóquio e São Paulo, por exemplo. De fato, nas grandes cidades brasileiras, os metrôs nem sempre são muito pontuais e são lotados.

Usuários de metrô de origem japonesa podem, portanto, ficar desapontados. Na verdade, no país de Naruto e Kabuki, o metrô é:

  • Incrivelmente pontual,
  • Excepcionalmente limpo,
  • Perfeitamente seguro, mesmo para crianças,
  • Muito bem indicado em várias línguas e com distâncias precisas,
  • Equipado com banheiros (também limpos),
  • Geralmente equipado com Wi-Fi gratuito.

Impossível competir! Mesmo que não tenhamos o pior metrô do mundo, parece que mais uma vez os japoneses estão um passo à frente!

Hierarquia, individualismo e coletividade

Encontre as principais distinções entre as culturas japonesa e brasileira!
No Japão, três princípios prevalecem no negócio: sucesso profissional, competitividade e total dedicação ao supremo interesse da empresa!

Uma das principais diferenças entre nossa cultura e a cultura japonesa é a noção de respeito devido à hierarquia. O povo japonês respeita esse princípio muito mais do que nós. Da mesma forma, eles estão em uma sociedade em que é normal se anular como indivíduo para se unir ao "grupo corporativo".

No Ocidente, somos pressionados a ter sucesso individualmente, a nos tornarmos pessoas de sucesso por nós mesmos. Por outro lado, no Japão, eles são condicionados para que o sucesso também seja sinônimo de sucesso do grupo e não de pessoas. A cultura é, portanto, a de fazer a empresa ter sucesso sem o mérito individual (aulas de japonês).

O individualismo é, portanto, desaprovado. No entanto, lembre-se de que os japoneses são um dos povos mais deprimidos do planeta. O sistema profissional japonês tem sua responsabilidade nesse processo, sem falar das longas e exaustivas jornadas de trabalho.

Mas como você se prepara para sua estadia no Japão?

Agora você conhece as principais distinções entre a terra do amor e a terra do samba. Para saber mais sobre a cultura japonesa, leia nossos outros artigos. O Superprof também pode ajudá-lo a ter aulas de japonês para aprender japonês com um professor de língua japonesa!

Precisando de um professor de Japonês ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 2 votes
Loading...

Fernanda

Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.