Música Reforço escolar Idiomas Aulas particulares Artes e Lazer Esporte
Compartilhar

Entendendo o Muay Thai

De Fernando, publicado em 12/01/2018 Blog > Esporte > Boxe > Conheça melhor o boxe tailandês

Ao colocar o seu desânimo no canto do ringue, estando pronto para lutar e você finalmente opta pelo boxe tailandês, este esporte de combate extremamente completo que empresta muito das artes marciais e se aproxima da luta livre e do MMA, você faz bem!

Mas você deve agora fazer a tarefa com dedicação, porque a grande técnica que prevalece nos golpes, armas e alvos permitidos pelo muay thai supõe um treinamento de boxe bem focado: você terá mais gestos e noções para assimilar antes de um combate real que se você estivesse fazendo boxe.

Para inspirá-lo, aqui está uma ordem que permitirá que você construa uma sessão de desenvolvimento típica, mesmo sozinho e em casa. Pode, obviamente, ser adaptado de acordo com os pontos particulares que você gostaria de trabalhar nesse ou naquele momento.

Você está matriculado em uma academia ou segue os ensinamentos de um professor em particular? Não importa, esses exercícios básicos complementarão perfeitamente seus outros exercícios e melhorarão a sua performance nesse estilo de boxe (e aproveite para conhecer melhor outras possibilidades do boxe).

Seja um atleta completo na academia Um circuito de treino atlético para ajudá-lo a desenvolver músculos e liberar o estresse

1. O equipamento boxe necessário para o boxe tailandês

Se é habitual estar sem camisa na frente de um árbitro durante uma competição oficial, é bom que você compreender que é melhor você treinar com uma roupa bem adequada para esse esporte, como uma bermuda ou short de boxe tailandês e uma camiseta confortável.

De qualquer forma, você precisará de luvas de boxe específicas (com, possivelmente, luvas de proteção ou bandagens), uma pera de velocidade, um saco de pancadas, uma bola de velocidade, uma toalha para limpar seu suor, meias ou chinelos, dependendo da sua sala de treino de boxe, protetores e até mesmo um escudo (como  protetores de canela) se você tiver um parceiro para a parte mais real do “confronto”.

Nada muito diferente, em geral, em comparação com tudo o que é necessário para o boxe em outras modalidades, como o clássico boxe inglês! Depois, é principalmente a motivação que importam!

2. Após o aquecimento, enfatize o dinamismo

O aquecimento é essencial para evitar qualquer lesão e tornar os seguintes pontos eminentemente eficazes.

Dedique entre quinze minutos e meia hora para não esquecer nenhuma área do corpo, todos começando com uma corrida seguido de sequências de boxe leve no modo de boxe sombra.

Um aquecimento bem-sucedido deve permitir que você fique quente e suado, mas não muito cansado. Pode ser prolongado por um pouco de cardio se desejar uma sessão mais forte.

Com um batimento cardíaco alternado para o modo “ação”, agora você pode gastar toda sua energia mostrando-se particularmente dinâmico.

Este é o momento de sentir a pera de velocidade ou bola de socos para rever todos os seus fundamentos e deixar a mão colocando para fora o conteúdo do seu conhecimento na técnica!

O ideal é seguir o ritmo com um período de repouso de um minuto e trinta minutos (até dois minutos) entre os dois ou três minutos de treino focado.

O Muay Thai é considerado o esporte da Tailândia O dia do atleta não envolve apenas o combate

3. Treine bem as técnicas corretas

Agora, entregue-se à técnica, repetindo calmamente, em câmera lenta, se necessário, para uma melhor absorção e, se possível, na frente de um espelho, os últimos gestos aprendidos durante a aula anterior.  Seguir uma rotina é muito importante para o boxeador.

No boxe tailandês, pode haver muitos chutes circulares dado com a canela para o uppercut clássico através do corte lateral, com o joelho e o direto… E a lista seria longa, alternando exercícios simples com uma maneira mais complexa ou rotinas especiais, como “combos” de videogames, sempre que necessário.

Então, após as suas revisões, avance para o aprendizado ativo, assimilando novas atitudes, incluindo no que diz respeito ao trabalho e movimento de pés. Depois de um trabalho por etapas, vá para combinações e sequências , para integrar os bons automatismos, aqueles que surpreendem o desafiante e fazem a diferença!

Se você tem sorte, você terá um parceiro ou treinador com você para mostrar seus golpes e corrigí-lo nos seus reflexos. Caso contrário, você sempre pode filmar-se e enviar seu arquivo para o seu instrutor de boxe ou enviá-lo para atletas mais experientes em um fórum, por exemplo.

4. Concentre-se na preparação física

A aptidão física faz muita diferença na qualidade de luta do boxeador tailandês e, por sua vez, em sua capacidade de ganhar no ringue. Ser apto e poderoso, é ser eficaz na ofensiva, mas também em defesa: a robustez preserva mais facilmente a vitória nesse combate que o guerreiro tem tanto foco!

Claramente, você nunca entrará em esportes de combate sem fazer musculação. Além disso, este ponto, combinado com uma dieta saudável e a empolgação com as aulas, tão comum no boxe fitness, permitirá que você encontre e mantenha seu peso físico ideal.

O uso de exercícios com peso também é propício para o desenvolvimento do autocontrole e da autoconfiança, enquanto esse esforço é treinado para saber como se superar fisicamente. Ao mesmo tempo, é importante trabalhar sua mente para que sua concentração seja bem utilizada no exercício. O boxe tailandês é em parte uma arte marcial, a importância da moral e da mente não pode ser negada!

As dificuldades são constantes no esporte Mesmo no esporte amandor, o corpo a corpo exige muito dos praticantes

E você pode simplesmente usar o peso do seu corpo no trabalho de musculação: flexões, agachamentos, saltos,  abdominais e você estará complementando bem o seu treino mesmo se o seu boxe tenha foco na perda de peso!

Se o seu desejo também é ter abdominais e peitorais poderosos para o combate, você também pode optar por colocar um tempo em um programa específico de musculação.

Do ponto de vista da organização de tempo e métodos, seria bom misturar todos os estágios 2 e 4 desta sessão típica do boxe tailandês: depois de um treinamento de força, passe um saco de soco dois minutos; depois volte para suas barras de tração e faça força antes de voltar para os sacos de soco – e assim por diante. Treine bem e não se esqueça de investir na etapa cardiorrespiratória dos treinos.

Claro, você pode achar difícil seguir um treinamento de boxe todos os dias, especialmente se você multiplicar essas viagens de ida e volta dentro do próprio treino. Mas três vezes na semana já será muito bom!

5. Boxe Tailandês na hora da luta

Agora tudo dependerá do seu entorno e, portanto, do campo das possibilidades. Se você estiver sozinho em casa, você será forçado a recorrer ao boxe sombra – o que, para ser eficaz, é básico e pode ser frustrante – ou buscar um manequim de treinamento de pancadas.

O importante é entrar em forma, fisicamente e mentalmente: não seja displicente e, mesmo que as aparências não estejam do seu lado, atue como se estivesse lutando as finais do campeonato de muay thai!

Com um parceiro, de acordo com seu peso e nível, você pode prosseguir com uma luta real (sem procurar o nocaute, é claro, mas focando as habilidades em um modo mais real), para sparring (confronto adulterado funcionando como um teste) ou ataque e defesa (o defensor é acolchoado com escudos quem mantém também em suas mãos para colecionar os golpes).

Em qualquer caso, é bom ter um terceiro participante, especialmente se for o seu treinador ou um atleta mais experiente, que fará o papel de árbitro, bem como para definir quem seria um vencedor e para o esclarecimento do que aconteceu no ringue. Essa é a hora de observar bem as qualidades e defeitos, os sucessos e os erros de cada um dos dois adversários.

6. A importância da recuperação para o boxeador tailandês

A recuperação começa logo no final de seu treino de boxe, com os trechos que compõem um complemento dos aquecimentos, revisando todos os músculos e articulações no corpo.

O alongamento é para maximizar a eficácia dos esforços de musculação e preparar um acúmulo de tecido muscular mais rápido e melhor. Os outros aspectos do período de repouso são a dieta, que deve ser saudável, equilibrada e proteica (o melhor é buscar um nutricionista profissional da área esportiva para se adaptar perfeitamente ao seu metabolismo) e dormir bem: é importante não ter noites mal dormidas!

Dormir 8 horas boas por noite é apenas mais um elemento para estar no auge de suas habilidades.

exercícios prévios são muito importantes Como todo esporte, é preciso cuidar bem do seu alongamento e respiração correta

7. Terceira etapa: pratique boxe tailandês sem suor

Se os jogadores de rugby tem a reputação de celebrar suas vitórias com cerveja em abundância, o boxe Muay-Thai tem o hábito de ampliar seu treinamento em casa sendo mais um espaço para ampliar seu conhecimento teórico.

Os estudos não são o seu forte e a perspectiva de cursos teóricos do boxe não o deixa animado demais? É muito útil observar outros boxeadores para aprender coisas novas, para praticar no futuro em treinamentos, porque estar contente o tempo todo com os mesmos parceiros é necessariamente diminuir seu progresso e se acostumar com os estilos do boxe necessariamente limitados e específicos,o que pode ser desastroso ao  competir.

E alguns desses aprendizados de boxe são menos interativos, com vídeos no YouTube, por exemplo. Isso já pode ser mais do que suficiente, uma vez que existem nesta área muitos canais e galerias!

Caso contrário, existe a possibilidade de ser o espectador de uma luta real ao vivo. Procure saber mais pela internet ou com o seu treinador e colegas.

Compartilhar

Nossos leitores curtem este artigo
Este artigo trouxe a informação que você estava procurando ?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar