Você já teve a sensação de estar confusa, perdida ou sem energia? Se a resposta for sim, pode ser que seus Chacras estejam desalinhados.

Os Chacras quando desequilibrados podem levar a ruptura da conexão entre o corpo físico e sua contraparte etérica.

Essa energia pode circular menos ou até não circular nos órgãos ligados aos Chacras, ocasionando possíveis perturbações que podem culminar em graves problemas de saúde.

Segundo princípio do yogue, quando equilibrado, o chacra tem a capacidade de ajudar no processo de fortalecimento do crescimento interno, mantendo a harmonia entre o corpo e a mente.

Mas o que é yogue?

Iogue é o termo utilizado para designar os praticantes da ioga.  De acordo com a filosofia yogue, a prática diária da yoga auxilia o indivíduo a alcançar a abertura dos chackras.

Quer atingir a plenitude emocional, psíquica, física e espiritual?

Continue lendo o nosso artigo e descubra tudo sobre chakras no yoga !

O que é um chacra?

A palavra Chackra tem origem do Sânscrito e significa Roda de Luz.

Dicas de como equilibrar os sete principais chacras.
Os Chacras também são conhecidos pela grafia Chakras!

De acordo com a cultura hindu, os Chacras são centros de absorção, exteriorização e administração de energias do duplo etérico, isto é, centros de energia que representam os variados aspectos da natureza sutil do ser humano. São eles:

  • O corpo físico;
  • Emocional;
  • Energético:

Mesmo que, por vezes, algumas terminologias sejam diferentes, há muitos consensos acerca do funcionamento, formas e funções dos chacras.

Os Chacras são fonte de estudo de diferentes correntes religiosas e espiritualistas.

Segundo a tradição a Hindu, os sete Chacras seguem as cores do arco-iris e ficam localizados ao longo da coluna vertebral, situados de baixo para cima, eles permitem que a energia flua e preenche os Chacras, como vasos comunicantes.

Para o hinduísmo, isso tem relação com a forma que o planeta Terra e o campo magnético estão projetadas no universo, pois fazem com que a energia entre por baixo, atravessando o corpo verticalmente e depois emergindo por cima e descendo lateralmente.

Quer saber mais, que tal ter aulas de yoga para iniciante ?

Aprenda a desenvolver seu chacras sendo um yogue !

Os principais chacras e suas funções

Os sete Chacras principais são representados pela imagem de uma flor de lótus. Cada um tem uma frequência vibratória, uma cor e são responsáveis por diferentes órgãos associados.

1. O Chakra da raiz (Mulandhara) - Concentra força na realização material

O Chacra da raiz é o primeiro dos chakras, ele conecta o indivíduo à terra, representando seu apego ao mundo físico.

Sua energia vem do elemento terra e está associado com a função de sobrevivência, como a própria segurança e as necessidades básicas.

Principais características:

O Mulandhara se relaciona estreitamente a nossa segurança e proteção, seja da vida material, seja vida espiritual. Confira algumas características do primeiro Chacra:

  • Sobrevivência da vida material;
  • Segurança corporal;
  • Aterramento;
  • Necessidades do corpo, tais como alimentação e descanso;

Desenvolver este chacra pode te ajudar a crescer e evoluir nos aspectos acima.

Confira nossas dicas para buscar o equilíbrio.
Com a utilização das pedras pode-se equilibrar e energizar os Chacras.

O que acontece quando o Chacra básico está em desequilíbrio?

Ao entrar em desequilíbrio, o indivíduo pode se sentir inseguro, negativo, ter atitudes gananciosas ou desenvolver distúrbios alimentares.

Pode até acontecer de apresentar exacerbada preocupação com a própria sobrevivência e perder a segurança nas decisões do cotidiano.

Em casos extremos, o medo pode se transformar em paranoias, pois tudo passa a representar um risco em potencial.

Cor do Chacras da raiz

Tradicionalmente, este Chacra é associado ao vermelho vivido. Quando a cor é manifestada na Aura, simboliza a força da sobrevivência, uma vez que está associada ao enraizamento.

Buscar o equilíbrio é necessário para obter a sensação de bem-estar, vitalidade e autoconfiança. Você pode ter tudo isso praticando yoga em casa!

2. Syadhisthana ou Chacra do sagrado

O Chakra Sacro tem ligação direta com a sexualidade, criatividade e a vitalidade. Sendo estas suas principais funções, representando a energia sexual e a reprodutiva.

O Chakra sagrado está ligado a vários órgãos, tais como ovários, testículos, bexiga, rins ...

Principais características:

  • Ausência de objetivos;
  • Dificuldades sexuais;
  • Sentimento de impotência;
  • Ciúmes;
  • Timidez;
  • Inveja:

O que acontece quando o chacra está em desequilíbrio?

Ao entrar em desiquilíbrio, o syadhisthana pode impactar diretamente na líbido, na vontade de viver ou enfrentar desafio. Se for subdesenvolvida, pode levar ao bloqueio sexual, timidez e abstinência.

Em casos de superdesenvolvimento desse Chacra pode gerar a bulimia e ambição excessiva!

Cor do Chacra

Ele está fortemente ligado às emoções em todas as esferas de sua vida. Por isso, é representado pela cor laranja.

3. Chakra plexo solar ou Manipura - Irradie seu poder par o mundo 

Esse chacra está localizado a dois dedos acima do umbigo, bem na boa do estômago. Intimamente, relacionado a todo o sistema digestivo, tais como estômago, vesícula biliar,  figado, baço ...

Principais funções:

  • Autoconfiança;
  • Força de vontade;
  • Tomada de decisões;
  • Habilidades mentais;
  • Formação de opiniões;

O que acontece quando está em desequilíbrio?

Quando o chacra do plexo solar está em desequilíbrio o indivíduo demostra uma vontade excessiva de ter tudo e todos sobre o seu controle.

Ao equilibrar este Chacra, suas relações sociais estarão em equilíbrio. A pessoa passa a tomar decisões mais claras e seguras. Com muita força de vontade!

4. Chacra Cardíaco ou Anahata - Desvende a si mesmo e enriqueça sua vida

O Chacra cardíaco fica localizado no centro do peito, ligado ao coração, sistema imunológico e pulmões. É conhecido como o centro de sentimentos amorosos, empatia, qualidade relacional.

O Anahata fornece conexões entre a parte inferior e superior do seu corpo, mais precisamente, entre as emoções e o corpo!

Principais funções:

  • Perdão;
  • Aceitação;
  • Compaixão
  • Amor próprio;
  • Relacionamentos;

Cor do Chacra

O Anahara é representado pela cor verde, mas dependendo da sua vibração pode se tornar rosa.

5. Vichuddha ou Chacra laríngeo - O Chackra da expressão e da comunicação

O Vichuddha está localizado no centro do pescoço, local onde ocorre a passagem de energia entre as partes inferiores e a cabeça. Ele está intimamente conectado à mandíbula, língua, laringe, palato, tireoide, cordas vocais, orelha e nariz. Além de ombro e pescoço.

O Chacra laríngeo auxilia na expressão do que você sente sobre os seus propósitos de vida, isto é, permite a externalização da sua personalidade através da comunicação, audição e da criatividade.

Principais funções:

  • Comunicação
  • Formas de expressão;
  • Bom senso;
  • Conexão com o etérico;

O que acontece quando está em desequilíbrio?

Quando está em desiquilíbrio pode causar insegurança, timidez e introversão ou até mesmo, falar inadequadamente e não escutar aos outros.

Cor do Chacra

O Vichuddha é presentada pela cor azul.

6. Ajna ou Chakra frontal -  O centro da força mental, intelecto e imaginação.

O Chacra frontal, também chamado de terceiro olho, está localizado entre as sobrancelhas. Ele está diretamente associado à glândula pinel, responsável por regular os biorritmos, como por exemplo, o sono.

Umas das suas principais funções é atuar na conscientização e na tomada de decisões do indivíduo.

Principais características:

  • Criatividade;
  • Visão espiritual;
  • Intuição;
  • Percepção dimensional;

O que acontece quando ele está em desequilíbrio?

Quando o Ajna está em desequilíbrio é possível sentir a sensação de estar preso à rotina, sem conseguir enxergar além desses problemas. Pode acontecer da pessoa fantasiar situações que parecem reais.

Cor do Chacra

A luminosidade do Ajna nos lembra a luz da lua, sua cor áurica é representada pela cor roxa-azulada, azul índigo ou branco azulado.

7. Sahasrara ou Chacra da coronário - Conexão com o divino

Este chacra está localizado no alto da cabeça, ele está intimamente ligado ao córtex cerebral.

O Sahasrara está relacionado à conexão com o universo e o divino.

Principais características:

  • Libertação de padrões;
  • Sabedoria do que é sagrado;
  • Consciência superior;
  • Êxtase;

O que acontece quando ele está em desequilíbrio?

Quando o chakra coronário está em desequilíbrio, você pode entrar em desconexão com o espírito, manifestar cinismo em relação ao que é sagrado. Além da desconexão com o corpo, desapego de assuntos terrenos e apego demasiado a assuntos espirituais.

Cor do Chacra

O chacra coronário muitas vezes é representada pela cor branca, contudo pode ser visto como um roxo bem profundo.

Você também pode despertar o seu chakra com aulas de yoga online, o que acha?

O que são nadis no yoga?

A palavra nadis vem do Sânscrito que significa raiz, porém pode significar fluxo, curso ou canal.

Os nadis são usados para conduzir a energia da  força vital, mais conhecida como prana, através do corpo humano.

Dicas de como encontrar o equilíbrio com a meditação.
Você pode elevar a sua autoconsciência com meditação.

Quando ativas, os nadis circulam dentro do canal Pingala, e estão passivas quando circulam dendo da Ida.

Tanto a nadi Ida, quanto a Pingala estão relacionadas aos dois hemisférios do cérebro. A Pingala é a extrovertida e a Isa introvertida, desempenhando um papel nas respostas instintivas.

A purificação do nadis permite que a energia vital circule adequadamente por todo o corpo

As diferentes nadis podem ser estimuladas através de exercícios que envolvem respiração alternada pelas narinas esquerda e direita, a famosa prática pranayama.  A atividade visa equilibrar as correntes energéticas, estimulando respectivamente o lado direito e esquerdo do cérebro.

Confira um pouco mais sobre os nadis mais importantes:

O nadi Sushumna - Fogo cósmico

Esse nadis tem relação com a medula espinhal, é por ela que a Kundalini se eleva em forma de uma cobra enrolada. Ter aulas de yoga pode ajudá-lo a despertar a Kundalini.

O nandi Ida - Energia lunar

O nadi Ida tem início à esquerda do primeiro Chacra e finaliza na narina esquerda, ela corresponde ao lado esquerdo do corpo e do lado direito do cérebro. Representa a calma associada e a energia lunar.

O nadi Pingala - Energia solar

Essa nadi começa à direita do primeiro Chakra e finaliza acima da narina esquerda, ela corresponde ao lado direito do corpo e do lado esquerdo do cérebro. Ele está associada à energia solar e ao entusiasmo.

Comece seus exercícios de ioga e pranayamas com aula de yoga para iniciantes!

Quer saber por que trabalhar os chakras ?

Kundalini para ir além da yoga

Kundalini deriva de uma palavra em Sânscrito que significa "aquela que tem forma de uma serpente" ou " enrolado como uma cobra".

Dicas de como ir além da yoga e atingir o alto nível de consciência.
A Kundaline permite despertar os diferentes Chakras!

É um fenômeno bioelétrico, conhecido como uma corrente elétrica que fica concentrada na base da coluna vertebral. Bastante compreendida como poder espiritual adormecido no osso sacro, localizado no cóccix.

A Kundalini está intimamente associado à energia divina, chamada de força vital ou força espiritual. Uma vez  despertada, ela atravessa os seis Chakras:

  • Swadisthana;
  • Manipura;
  • Anahata;
  • Vishuddha;
  • Ajna;
  • Sahasrara:

Ao subir pela coluna vertebral essa corrente elétrica pode chegar ao sétimo Chakra, levando ao estado de liberação conhecido como Nirvana.

Nirvana serve para designar as pessoas que atingiram o estado de plenitude e paz interior.

Quanto mais energia Kundalini circula, mais a pessoa alcançará um elevado nível de consciência. Mas ela só pode ser despertada por uma alma de altíssimo nível.

Aproveite para conferir as melhores posições de yoga para desenvolver seus chakras !

Quais as posições mais comuns do yoga?

Vriksasana: a postura da árvore

O Vrikshasana ou pose de árvore é uma asana de equilíbrio. Ela é uma das poucas posturas em pé do hatha yoga medieval, e que permanece muito popular nas aulas de yoga até os dias de hoje.

Aprenda a fazer a postura da árvore para buscar o equilíbrio.
A postura da árvore está intimamente associada ao chacra Muladhara, ligado ao enraizamento!

A finalidade do Vrikshasana é de fato criar raízes como uma árvore: com um o pé fixo ao chão, enquanto se eleva ao céu. Assim, a postura estimula o centro de energia, localizado no cóccix, permitindo que o fluxo de energia circule do pé ao topo da coluna vertebral.

Como fazer a pose da árvore?

Para você fazer o Vrikshasana, deve iniciar com a pose da montanha (tadasana), em pé, com os dois pés firmes no chão e olhar fixo no horizonte. O peso é transferido para uma das pernas.

Você pode começar o Vrikshasana com a perna esquerda, por exemplo!

O joelho direito é dobrado e o pé direito é colocado na parte interna da coxa esquerda. Independente da colocação dos pés, o seu quadris deve estar aberto, com o joelho dobrado apontado para o lado.

Os dedos do pé elevado devem dicar apontados diretamente para baixo, e o pé fixo no solo deve ficar no centro da pelve. Os ombros e a cabeça alinhados verticalmente. as mãos apontadas diretamente acima da cabeça ou juntas no anjali mudra.

O importante nessa postura é manter o equilíbrio!

Normalmente, essa asana é mantida por 20 a 60 segundos, mas se você faz aula de yoga para iniciantes, pode ficar até 30 segundos, retomando ao tadasana enquanto expira. Tenha bastante cuidado em manter a coluna ereta, sem arquear as costas. Repita todo o processo com a perna oposta!

Encontre suas raízes com a pose da árvore! Que tal fazer aulas de yoga?

Deviasana: a postura da deusa ou a dança da lagoa

A postura da deusa é bastante utilizada para equilibrar o chacra de Svadhisthana, associado aos órgãos sexuais e, consequentemente, ligado a sexualidade, criatividade e sensualidade.

O Deviasana mantém o equilíbrio do chacra localizado no sacro, região do períneo!

Como fazer a pose da deusa?

A partir da posição em pé, dê um passo à direita com o pé direito e vire os dedos dos pés para fora, faça o mesmo com o pé esquerdo. Quando estiver com os pés afastados, pelo menos na largura da pelve, abaixe os quadris e flexione os joelhos até que estejam diretamente acima dos tornozelos. Alongue o seu cóccix para baixo.

Agora, enquadre o seu rosto com os braços, mantendo os ombros distantes das orelhas. Respire profundamente pelo menos duas ou três vezes nessa posição.

Você pode fazer a pose da deusa participando do curso de yoga para iniciantes!

Bhujangasana: a postura da cobra

A pose Bhujangasana faz alusão a uma cobra naja. É considerada uma das posições do yoga propícia aos despertar do Kundaliní.

A kundaliní é um poder espiritual adormecido no osso sacro que só é despertado em estados avançados de consciência!

A postura da cobra ajuda a aliviar as dores lombares.
A postura da cobra equilibra o chacra do coração (Anahata). A pose fica ainda melhor, quando feita ao lado do melhor amigo do homem.

E como eu posso fazer o Bhujangasana?

Comece deitado de bruços no tapete de yoga, com as mãos apoiados no chão, junto ao peito e os pés levemente separados, alongue-se encaixando o seu cóccix. Comece a empurrar o tórax para frente e para cima, mantendo os cotovelos próximos ao seu corpo.

Estique seus braços até um ângulo que não force as suas costas. Não se esqueça de olhar levemente para cima.

Os exercícios respiratórios podem ajudá-lo a relaxar suavemente!

Se não conseguir alcançar completamente na primeira vez, não force para não machucar suas costas. Tente ir um pouco mais a cada vez.

Motivos para fazer a postura da cobra

O Bhujangasana ajuda a controlar a respiração. Além de tonificar o tórax, costas e corrigir o alinhamento da coluna vertebral.

Utkatasana: a postura da cadeira

A postura da cadeira é uma asana que permite trabalhar o chakra do plexo solar (Manipura).

A manipura está associada ao sistema digestivo.

E como eu posso fazer a postura Utkatasana?

Inicie na posição em pé, na postura na montanha, espalhando o seu peso uniformemente na sola dos pés. Flexione os joelhos, empurrando os quadris para baixo e para trás, como se estivesse se sentando em uma cadeira imaginária.

Seus braços devem estar posicionados a sua frente horizontalmente, afastado a largura dos ombros. Abra bem os ombros!

Agora, suspenda os braços para o alto até que fiquem nas laterais do seu rosto. Os joelhos devem formar um ângulo reto e o peso deve ficar nos calcanhares.

Olhe para frente, se certificando de poder enxergar os dedos dos pés. Caso não consiga, sente-se mais para trás, até que possa ver seus dedos dos pés. Abaixe os ombros, distanciando-os das orelhas, e olhe levemente para cima. Lembre-se de respirar pelo menos três vezes nessa posição.

Motivos para fazer a pose da cadeira

A postura da cadeira ajuda a tonificar os músculos das pernas, além de fortalecer a lombar, o tornozelo e o torso.

Setu Bandha Sarvangasana: a meia ponte

O Setu Bandha Sarvangasana ou postura meia ponte permite equilibrar o chakra da garganta (Visuddha). A pose está associada à glândula tireoide e aos órgãos respiratórios.

Os exercícios de yoga servem para deixar o corpo mais flexível.
Divirta-se testando sua flexibilidade no yoga!

Como fazer a postura meia ponte?

Deite-se de barriga para cima, como os braços juntos ao tronco, palma das mãos voltadas para baixo. Dobre suas pernas, apoiando a sola dos pés no chão.

Seus pés devem estar bem próximos das nádegas, o mais próximo possível. Pressione as mãos e os pés contra o chão e eleve a sua bacia do chão.

Os joelhos devem permanecer na linha dos calcanhares. Mantenha-se na posição de três respirações e desça lentamente para o chão.

Se você tiver dificuldade em manter a sua bacia elevada formando a meia ponte, pode coloca um bloco por baixo, apoiando o sacro sobre ele e relaxando.

Motivos para fazer a meia ponte

O Setu Bandha Sarvangasana é uma postura que alonga o peito, pescoço e coluna. Além de ajudar a combater sintomas de depressão e ansiedade.

A postura da cabeça de vaca para equilibrar os seus chakras

A postura da cabeça de vaca (Gomukhasana) é ideal para harmonizar o chacra sagrado.

Como fazer o Gomukhasana?

Comece se posicionando com as pernas estendidas no chão a sua frente. Cruze o joelho direito na frente do esquerdo, abrindo os pés para fora. Em seguida, faça o mesmo com a outra perna. Os quadris devem estar no chão e os pés próximos aos quadris.  Sente-se entre os calcanhares.

Levante o braço esquerdo para cima e flexione o cotovelo de maneira que mão esquerda caia sobre as costas, entre as escápulas. O braço direito se dobra para trás, embaixo do ombro. Agora tente pegar as mãos estendendo o pescoço e coluna. Mantenha o corpo ereto, em seguida curve-se para frente a partir dos quadris até dobrar o corpo.

Respire profundamente três vezes antes de sair da posição.

Sukhasana: a postura confortável

O Sukhasana é uma postura aparentemente simples, muitas vezes usada na meditação. Essa asana ajuda a reequilibrar o chacra do terceiro olho (Ajna), localizado entre a sobrancelha.

Dicas de como meditar com a pose Sukhasana.
Comece sua meditação com a pose mais confortável do yoga.

Como reequilibrar o chacra com o Sukhasana?

Sente-se confortavelmente com as pernas cruzadas no tapete. O peso deve ser sentido sobre os ísquios, traga o tronco para frente, tentando manter as costas retas. O tronco deve estar totalmente na vertical, resistindo à ação da gravidade.

Se as suas costas dobrarem um pouco, não tem problema. Embora o sukhasana seja traduzida como uma postura de fácil execução, para alguns corpos, ele pode ser um pouco mais complicado. Mas não desista, pois a posição é a base para outras posturas no ioga.

Motivos para fazer o Sukhasana

  • Acalma a mente;
  • Relaxa os corpo;
  • Fortalece a coluna;
  • Abre os quadris;

Procurando por aulas de yoga? No superprof, você pode encontrar os melhores professores de ioga!

Saudação ao sol para desenvolver seus chacras

A postura saudação ao sol é uma prática da ioga que ajuda a despertar o corpo suavemente, com uma sequência de doze posturas (asanas). São posturas que tornam possível o desenvolvimento do chakra solar, ligado ao sistema digestivo e o pâncreas.

Como fazer as 12 sequências de asanas?

Você deve começar com a postura pranamasana, liberando o chacra anahata e logo depois:

  • Hasta Uttanasana - Buscando o equilíbrio do vishuddhi, o chacra da garganta;
  • Hastapadasana - Buscando estabilizar o chacra swadhisthana;
  • Ashwasanchalana - Posição que busca o equilíbrio do ajna, o chacra do terceiro olho;
  • Adho Mukha Svanasana - Buscando o equilíbrio do vishusshi;
  • Ashtanga Namaskara - Buscando equilibrar o manipura, o chacra plexo solar;
  • Bhujangasana - Buscando o harmonizar o seu Swadhisthana;
  • Adho Mukha Svanasana -Buscando estabilizar o Vishuddhi, o chacra da garganta;
  • Ashwa Sanchalanasana - Equilibrando o Ajna;
  • Uttanasana - Buscando equilibrar o swadhisthana;
  • Hasta Uttanasana - Buscando estabilizar o vishuddhi;
  • Pranamasana - Buscando equilibrar o anahata, o chacra do coração:
Precisando de um professor de Yoga ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 2 votes
Loading...

Ana

Graduada em Português-Literaturas pela UFRJ. Redatora apaixonada e curiosa por natureza. Moça de sorriso aberto. Adora ler, refletir e escrever sobre diferentes assuntos. Professora que acredita que a educação é e sempre será o bem mais precioso de um indivíduo.