Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Todas as informações úteis sobre Português Língua Estrangeira

De Fernanda, publicado dia 12/07/2018 Blog > Idiomas > Português para estrangeiros > Saiba tudo sobre PLE

O ensino do português em um curso para alunos estrangeiros que não falam a língua é diferente de um curso de idiomas comum ou de uma aula de português do quarto ano.

Aprender português em turmas de PLE é totalmente diferente de aprender russo, aprender alemão, aprender inglês ou aprender espanhol em uma universidade ou na escola.

Trata-se de aprender a falar português para estrangeiros – pessoas que muitas vezes não escolheram estudar o idioma por vontade própria.

Para saber tudo sobre a definição, as frases úteis, as diferentes metodologias ou como um estrangeiro pode trabalhar no Brasil, leia nosso artigo!

O que é PLE?

O que é PLE? Entenda o que é o ensino do Português para Estrangeiros

PLE significa português como língua estrangeira. Os cursos de PLE são, portanto, aulas de português dadas a estudantes que não falam a língua no Brasil ou no exterior. É, portanto, uma disciplina própria e para a qual existem certos métodos.

Não deve ser confundida com o PLM – Português Língua Materna – ou a alfabetização. O PLM é diferente do PLE. É a língua materna portuguesa, falada por falantes nativos e geralmente aprendida desde a infância no ambiente familiar.

Sabe-se que os primeiros registros do ensino do PLE data de 1901 com o Manual de Língua Portuguesa do professor Rudolf Damm. No início do século XX, o ensino do PLE era um dos principais objetivos no contexto de formação e educação dos filhos de imigrantes à época.

Mas o ensino de PLE já passou por várias fases no Brasil. A atual abordagem comunicativa foi inicialmente anunciada por Almeida Filho, em 1978, em seminário realizado em Florianópolis. Desde então, muitos estudos têm sido feitos sobre o tema, que ainda faz parte da agenda dos pesquisadores.

Por fim, podemos afirmar que o objetivo do ensino do PLE é abrir novos horizontes culturais ao aprendiz, e assim possibilitar uma inclusão com menos estranhamento e mais sentimento de integração.

As últimas configurações mundiais de globalização e os acordos internacionais vêm cada vez mais contribuindo para a expansão dos falantes de língua portuguesa. Desde a criação do Mercosul, houve um considerável crescimento do ensino da língua portuguesa.

No Brasil, a demanda também aumenta graças ao número de estrangeiros que vêm para o país a trabalho ou como estudantes intercambistas. Mesmo em contexto de imersão, muitos desses estrangeiros buscam aprendizado formal da língua.

No decorrer das aulas de PLE, os objetivos são claramente definidos pelos professores:

  • Seleção de noções e vocabulário voltados para as demandas específicas dos alunos,
  • Prioridade total ao oral e ao estudo da fonética,
  • Simulação de situações de comunicação do dia a dia
  • Atenção aos fenômenos de interferência entre o português e a língua de partida (língua de origem do estudante),
  • Respeito pelas especificidades culturais locais,
  • Ensino do comportamento dos falantes do idioma de destino,
  • Ensino em perspectiva plurilíngue e multicultural.

Estrangeiro: as frases em português que você precisa conhecer

Estrangeiro: as frases em português que você precisa conhecer. Conheça as principais frases para você conseguir se comunicar no Brasil

Vamos começar com as saudações mais simples a um brasileiro:

“Olá”: hello. Para dizer “Hi”, usamos a palavra “Oi”. Para cumprimentar alguém à noite, você tem que dizer “Boa noite” (Good evening). Por fim, também dizemos “boa noite” para dizer “Good night”.

“Com licença” é uma frase útil para chamar a atenção de alguém antes de fazer uma pergunta. É o equivalente a “I’m sorry to bother you”.

Quando você conhece alguém pela primeira vez, você diz em inglês “Nice to meet you”. Em português, usamos a frase “Prazer em conhecê-lo”. Ou apenas “É um prazer”.

Para dizer “my name is Kate” em português, você tem que dizer “Meu nome é Kate”. Você também pode dizer “Me chamo Kate”, mas essa fórmula é menos usada em português.

Em caso de deslocamentos, aqui estão algumas frases úteis para saber em português:

  • Onde posso comprar passagens de ônibus? (Where can I buy the bus tickets ?).
  • Que horas é o próximo voo para o Rio de Janeiro? (At what time is the next flight to Rio de Janeiro?).
  • Uma passagem para Belo Horizonte, por favor (One ticket to Belo Horizonte, please).

Se você quiser reservar uma acomodação ou um hotel:

  • Você tem um quarto disponível? (Do you have any vacancies ?)
  • Eu gostaria de reservar um quarto para X pessoas (I’d like to book a room for 3 people).
  • Eu gostaria de alugar uma casa (I’d like to rent a house). Para dizer “apartment”, usamos a palavra portuguesa “apartamento”.

E sim, essas frases podem te salvar mais de uma vez e também complementar seus cursos PLE em São Paulo, por exemplo.

Esta lista de frases em português, obviamente, não é exaustiva. É impossível, no contexto de um artigo, fazer uma lista completa das sentenças da vida cotidiana brasileira.

O termo “útil” é relativo.

Mas essas frases que propusemos a você são utilizadas muito frequentemente na vida cotidiana.

Se você quiser ir mais longe, aconselhamos que compre um pequeno guia da língua portuguesa.

Procure uma livraria!

Como um estrangeiro pode trabalhar no Brasil?

Como um estrangeiro pode trabalhar no Brasil? Como funciona a autorização para trabalho de imigrantes no país

As etapas são diferentes para aqueles que chegam de um país do Mercosul ou de um outro país.

O sistema de concessão de vistos é por demanda, ou seja, é preciso que alguma empresa brasileira queira contratar um trabalhador estrangeiro. Os estrangeiros, portanto, precisam de autorização prévia do Ministério do Trabalho, obtida através de um serviço específico do MT. Esta autorização é condição essencial para solicitar o visto permanente ou temporário de trabalho, concedido pelo Ministério das Relações Exteriores, por meio do Consulado Brasileiro.

A empresa responsável pelo ingresso e estada do estrangeiro no Brasil deve solicitar previamente junto ao Ministério do Trabalho e Emprego, a autorização de trabalho correspondente, observadas as Resoluções do Conselho Nacional de Imigração – CNIg. Na documentação, a empresa deve justificar a necessidade de contratação do estrangeiro e o MTE vai analisar o pedido. Com o deferimento, o MTE informa o Itamaraty para que o visto seja expedido no consulado do país em que o estrangeiro reside. O cônsul vai analisar se o estrangeiro pode ou não recebe o visto.

Os estrangeiros também podem obter visto permanente no Brasil por meio de investimentos que contribuam para o desenvolvimento econômico e social do país.

O Ministério do Trabalho concede autorização de residência ao imigrante, pessoa física, que pretenda, com recursos próprios de origem externa, realizar investimento em pessoa jurídica no Brasil, em projeto com potencial para geração de empregos ou de renda no País.

A concessão de autorização de residência prévia a imigrante é condicionada à comprovação de investimento, em moeda estrangeira, em montante igual ou superior equivalente a R$500.000,00, mediante apresentação de Plano de Investimento ou de Negócios.

Quais são as especificidades do PLE?

Como aprender a ler? O público-alvo muda a maneira de ensinar português.

Na primeira hora da sua aula de PLE, você pode aplicar uma dessas duas metodologias:

  • Ou você opta por uma abordagem superficial do português, com a apresentação do alfabeto e uma introdução à cultura brasileira,
  • Ou você entra diretamente no assunto, com uma abordagem comunicativa. Os alunos aprendem diretamente a se apresentar, a adquirir conhecimentos linguísticos e, portanto, a falar português desde a primeira aula.

Com a abordagem comunicativa, os alunos podem interagir diretamente com o professor, mas também uns com os outros para se ajudarem entre si e, assim, criar uma coesão de grupo, importante para o futuro.

A progressão não é linear e passa por fases de regressão bastante normais. Assim, tendemos a progredir muito no início, depois estagnar ou mesmo regredir e a fase de progressão recomeça, mas mais lentamente.

Além disso, a progressão de cada aluno está fortemente ligada ao aspecto psicológico:

  • O aspecto sociocultural: é o mais profundo. É a atitude ou o comportamento do aprendiz de acordo com seus ritos, crenças, costumes e cultura de origem (interculturalidade com a do Brasil). Um exemplo: a diferença social varia muito de uma cultura para outra,
  • O aspecto pessoal: em relação ao passado, à experiência, ao conhecimento dos alunos. Também se refere à motivação e às expectativas, construindo assim o perfil psicológico do aluno,
  • O aspecto situacional: o contexto da turma e das aulas pode influenciar o ensino de idiomas como o português.

O PLE está mais relacionado ao aprendizado de idiomas modernos. Quando você começa a estudar o inglês, por exemplo, normalmente não sabe muito. O contexto é simplesmente diferente: o aluno não é “forçado” a aprender a língua para lidar porque vive em seu país de origem, ao contrário dos aprendizes em PLE, que frequentemente estão em situação particular. Aprender o português é uma forma de integração no país de acolhimento.

Assim, não se trata de estudar obras literárias clássicas, mas sim de aprender frases úteis em português na vida cotidiana para poder se comunicar e se integrar rapidamente.

Gramática e ortografia são, é claro, abordadas, mas de uma maneira diferente, e menos completa se comparada ao ensino para estudantes do ensino fundamental e do ensino médio brasileiros.

O objetivo é que, pouco a pouco, o aluno possa simplesmente se comunicar com um interlocutor.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar