Fazer faculdade de Letras, se tornar professor de português, literaturas, inglês, francês, espanhol, japonês, entre outras línguas estrangeiras... O curso de Letras geralmente oferece a possibilidade de se especializar em uma língua estrangeira além da especialização em português língua materna.

Mas como fazem os alunos que desejam ensinar o português para não lusófonos?

Hoje no Brasil ainda não é comum encontrar a habilitação para se tornar professor de português língua estrangeira (PLE). Os alunos que desejam seguir essa carreira precisam se formar em Letras e fazer cursos de capacitação de professores de PLE.

Existe, ainda, a possibilidade de fazer cursos de especialização em PLE no Brasil e em Portugal (este último oferece um leque de variados cursos desde graduação até mestrado e doutorado na área de PLE).

Para ter sucesso como professor de portugues para estrangeiro é importante ter um diploma de ensino superior, o diploma de Letras é o mais indicado, como já mencionado. No entanto, outros diplomas da área de humanas também são compatíveis.

Escolher um bom curso de capacitação de professores de PLE, ter experiência como professor de português, mandar muito bem em português, conhecer o Brasil e suas diferentes culturas fará toda a diferença no seu CV.

A seguir, conheça um pouco mais sobre a área de PLE, como se formar, onde trabalhar e as diferentes oportunidades da carreira.

Quais universidades brasileiras oferecem licenciatura em PLE?

Como falado no começo desse artigo, não são muitas as universidades brasileiras que possuem um curso específico na graduação para formação de professores de PLE.

aula particular de PLE
Sapientiam autem non vincit malitia- essa é para os letrados de plantão!

Mas muitas universidades públicas e privadas, assim como escolas e instituições de ensino de idioma, fornecem curso de capacitação para o profissional que deseja ser professor de português como segunda língua ou português língua estrangeira.

Confira nossa lista:

No Rio de Janeiro, a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) oferece cursos de Extensão e matérias optativas na área de PLE, ideal para alunos de LETRAS que desejam se especializar no ensino de Português para estrangeiros. A universidade também possui curso de PLE para os alunos estrangeiros matriculados ou não na instituição. Os alunos do curso de Letras podem se candidatar para dar aulas nesse curso de PLE da instituição. Maiores informações no departamento de Letras da Universidade.

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro também oferece o curso de extensão: Formação de Professores de Português para Estrangeiros. A especialização tem duração de 360 horas em 18 meses e tem como meta promover a especialização e a capacitação de profissionais de nível superior para o ensino de português como língua estrangeira, estimulando uma atitude reflexiva diante de situações de ensino/aprendizagem, por meio de modernas e atualizadas técnicas de ensino de segunda língua.

No Rio Grande do Sul, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul  –UFRGS possui um programa de extensão-Programa de Português para Estrangeiros (PPE)- que promove cursos de português para falantes de outras línguas, cursos de formação de professores, desenvolve pesquisa e material didático na área e promove intercâmbios com instituições de ensino nacionais e internacionais.

A Universidade de Brasília (UnB) oferece o curso de graduação Licenciatura em Letras – Português do Brasil como Segunda Língua , que tem por objetivo a formação de professores de língua portuguesa para ensinar o português do Brasil  – língua, literatura e cultura – a falantes e usuários de outras línguas.

Outras dicas de formação para professor de PLE, nesse artigo.

Como se estrutura um curso de formação de professores de PLE?

A estrutura do curso de Português como Segunda Língua ou Português Língua estrangeira varia de acordo com a instituição que oferta o curso.

faculdade de letras
Dar aula para aluno estrangeiro: uma rica troca de experiência

De forma geral, os formandos estudam, além da língua materna - português do Brasil:

  • literatura,
  • cultura,
  • teoria da literatura
  • linguística e sociolinguística
  • didática do ensino de PLE
  • fonética e fonologia
  • leitura e produção de texto
  • análise literária
  • análise e desenvolvimento de material didático de PLE
  • língua estrangeira

Na Universidade de Brasília (UnB), o Curso de Letras – Português do Brasil como Segunda Língua (Licenciatura) tem por meta a formação de professores de língua portuguesa para ensinar o português do Brasil  - língua, literatura e cultura – a falantes e usuários de outras línguas. O curso, que se circunscreve em um contexto de políticas linguística, foi criado com o objetivo principal de atender a comunidades que, no Brasil, não têm o português como primeira língua e que, no exterior, desejam aprender o português do Brasil como língua de comunicação internacional.

De forma generalizada, o curso de português como segunda língua, língua não materna e português para estrangeiros se estrutura da seguinte forma:

  • Língua materna vs. língua não materna (língua estrangeira e língua segunda);
  • Bilinguismo(s) e PLE. Para uma definição dos perfis dos alunos de Português como segunda língua;
  • Interlíngua(s) e fossilização; transferência das línguas maternas e mecanismos transversais às línguas maternas. Áreas linguísticas críticas dos aprendentes de PLNM;
  • O papel do ensino na aquisição/aprendizagem de uma segunda língua. Aquisição implícita e/ou ensino explícito da gramática: contributos para a discussão.

No Curso da UnB: Letras – Português do Brasil como Segunda Língua (Licenciatura), a concepção pedagógica está vinculada à formação para o trabalho e para as práticas sociais. Essa formação se dá por meio de um conjunto de disciplinas organizadas segundo o tipo de conhecimento a ser desenvolvido, a saber:

  • conhecimento de linguística aplicada, fundamentais para a formação do pensamento científico de qualquer docente de língua (s);
  • conhecimentos linguísticos teórico-práticos e de natureza contrastiva;
  • conhecimento sobre políticas linguísticas e formas contemporâneas de linguagem;
  • conhecimentos teóricos e práticos de natureza pedagógica;
  • conhecimentos socioculturais do Brasil.

Saiba mais sobre as matérias de PLE nesse artigo que o Superprof preparou para você.

EAD para dar aulas de português para estrangeiros

O ensino a distância (EAD) é a modalidade de ensino que mais cresce no Brasil. Todo ano, milhares de novos cursos superiores nessa modalidade são reconhecidos pelo MEC. As matrículas de bacharelado, licenciatura e cursos superiores tecnológicos a distância já somam mais de um milhão, de acordo com o último Censo da Educação Superior, divulgado em 2013.

curso de portugues online
A graduação a distância pode ser bastante desafiadora mas certamente será gratificante!

Dessa forma, por todo o Brasil é possível encontrar universidades públicas e privadas que oferecem curso na modalidade a distância. é possível encontrar universidades públicas e privadas que oferecem curso na modalidade a distância.

Para se formar como professor de português para estrangeiro na modalidade EAD é preciso encontrar uma faculdade que ofereça o curso de Letras nessa modalidade. Felizmente existem muitas opções por todo o Brasil; Para descobrir quais são as universidades públicas que oferecem cursos EAD na sua região, você pode fazer uma consulta no portal do e-MEC.

Mas atenção!

Ainda que se trate de uma graduação a distância, o aluno precisa comparecer à instituição para fazer algumas atividades, como provas finais, apresentação de trabalho de conclusão do curso (TCC).

O Instituto Camões, entidade pública, é referência no ensino e difusão da língua e da cultura portuguesas no mundo. Nesse instituto é possível fazer um curso online de formação de professores de PLE.

Celpe-Bras em parceria com a Escola Casa Verde Amarela também oferece o curso online de Capacitação de professores de Português como Língua Estrangeira.

Saiba mais sobre como se formar em PLE na modaidade a distância.

Quais as perspectivas profissionais para professores de português para estrangeiros?

O mercado de trabalho para os licenciados em Letras – Português do Brasil com Segunda Língua (PBSL) ou PLE- Português língua estrangeira é amplo, uma vez que o Curso habilitará professores para atuarem em comunidades que não têm o português como língua materna.

aluno de PLE
Faça carreira internacional como professor de PLE!

Tendo em vista, especialmente, que, na atualidade, o português é língua de dois grandes mercados mundiais – a União Europeia e o Mercosul, e língua oficial de todos os países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). O egresso do Curso de PBSL e PLE poderá ocupar espaços em mercados brasileiros ou estrangeiros que requeiram o conhecimento da língua portuguesa, por motivos sociais, políticos e econômicos.

O professor de PLE que deseje fazer carreira no exterior pode contar com os seguintes programas:

Assistente de língua portuguesa no exterior

assistente de língua portuguesa no exterior tem com o função ensinar o português, língua e aspectos culturais dos povos de língua portuguesa, para os alunos estrangeiros.

França é um dos países anfitriões do programa de mobilidade acadêmica para assistentes de língua portuguesa. O objetivo geral do programa  é oferecer a oportunidade a estudantes brasileiros de familiarização com a língua e a civilização francesas, levando às escolas e aos estabelecimentos franceses a autenticidade da língua e a riqueza da cultura brasileira. Por conseguinte, apenas falantes de língua materna brasileira, que estudem no Brasil, de onde são cidadãos de pleno direito, poderão ser selecionados para este programa.

Foreign Language Teaching Assistant (FLTA)

Também é possível dar aulas de PLE nos Estados Unidos, graças ao programa Foreign Language Teaching Assistant (FLTA) da Fulbright que, em parceria com a CAPES, está aceitando candidaturas de brasileiros com bacharelado ou licenciatura em língua portuguesa e/ou língua inglesa para o programa de Professor Assistente de Língua Portuguesa nos EUA.

Programa Leitorado da Capes

Programa Leitorado da Capes é mais uma oportunidade para os profissionais de Letras que desejam dar aula de português para estrangeiro no exterior. O programa consiste na seleção de professores Leitores brasileiros interessados em divulgar a cultura brasileira em instituições universitárias estrangeiras.

Você é professor de PLE em formação? Você pode ganhar experiência dando aula particular de PLE, não perca mais tempo.

 

Precisando de um professor de Português para Estrangeiros ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Joseane

Apaixonada por Línguas e Culturas, sou uma viajante assídua que acredita que viajar é a melhor forma de aprender.