Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

As particularidades da língua de Shakespeare pelo mundo

De Glicia, publicado dia 03/10/2018 Blog > Idiomas > Inglês > Saiba tudo sobre o inglês falado em diferentes países

Provavelmente todo mundo já sabe disso, mas o inglês tornou-se um conhecimento essencial em nossas vidas. No mundo globalizado em que vivemo as barreiras geográficas já não existem mais.

Graças à internet, uma pessoa que mora em São Paulo pode se comunicar em tempo real com alguém que mora em Tokyo, ou seja, literalmente do outro lado do mundo.

Para facilitar as comunicações, uma língua comum se fez necessária e o inglês soube desempenhar muito bem esse papel. Hoje em dia, falar inglês é indispensável, seja para encontrar um emprego melhor, para viajar ou para conhecer pessoas ao redor do mundo.

Mas, a língua de Shakespeare só ganhou destaque nas principais transações comerciais e diplomáticas quando os Estados Unidos se afirmaram como primeira potência mundial, após a Primeira Guerra. Sua influência, que antes era apenas financeira, passou então a ser também cultural.

Apesar do inglês americano ter uma grande influência na maneira como falamos e estudamos essa língua, cada país anglófono possui suas particularidades, seja no sotaque, na gramática ou ainda nas expressões populares e nas gírias.

Vamos descobrir quais são as especificidades do inglês em diferentes partes do mundo?

As particularidades do inglês americano

Os Estados Unidos souberam impor sua cultura e seu modo de vida  no mundo todo. De Beyoncé à Ernest Hemingway, a cultura americana é conhecida em qualquer lugar do globo.

Devido à grande influência que os americanos exercem através do cinema, da música e das séries de TV, o inglês americano é a língua mais estudada – em especial na América Latina – e também uma das mais fáceis de aprender.

as diferenças do inglês falado na América do Norte Graças a influência cultural dos Estados Unidos, o inglês americano ganhou destaque.

Historicamente falando, os Estados Unidos são um país relativamente jovem e o inglês foi introduzido no território americano através da colonização inglesa. Antes da chegada dos ingleses, outros povos já habitavam o território que hoje constitui os Estados Unidos da América: holandeses, franceses, espanhóis, além dos povos indígenas.

Toda essa diversidade se refletia não apenas nos costumes, mas também na língua. Ao longo de sua história, os Estados Unidos receberam muitos imigrantes. Todos esses encontros linguísticos permitiram o surgimento de uma nova língua, com sotaque, léxico e gramática diferentes do inglês britânico.

Uma das maiores diferenças que podemos perceber em relação aos sotaques britânico e americano está na posição da sílaba tônica, que pode mudar de posição em uma mesma palavra.

Além do sotaque, há também diferenças entre a pronúncia americana e britânica. Um bom exemplo disso é a pronúncia do “a” em algumas palavras, que no inglês americano é pronunciado como /æ/ ao invés de /ɑː/:

  • inglês britânico: /fɑːst/, /lɑːst/
  • inglês americano: /fæst/, /læst/

Há, ainda, algumas diferenças do ponto de vista gramatical. Nos Estados Unidos, o past tense é muito usado para descrever algo que aconteceu recentemente, já na Inglaterra utiliza-se o perfect present. Por exemplo, enquanto um americano diria “I went to the shop“, um britânico dirá “I’ve been to the shop“.

A evolução no sotaque e na pronúncia em inglês americano provavelmente ocorreu de forma natural, como acontece com a maioria das línguas. Mas, vale ressaltar que logo após a independência dos Estados Unidos, existia um sentimento e uma vontade de ruptura com o colonizador muito fortes.

Essa vontade de construir uma identidade nacional e se afirmar como uma nova nação, independente e porta-voz de uma mensagem de liberdade, contribui para que o inglês nos Estados Unidos evoluísse de forma diferente.

As particularidades do inglês irlandês

Assim como nos demais países anglófonos, o inglês falado na irlanda acabou adquirindo algumas especificidades únicas, devido à evolução natural pela qual todas as línguas naturais passam.

Uma das razões das transformações ocorridas na estrutura da língua inglesa na Irlanda é com certeza a influência do gaélico. Essa língua, que é a segunda língua oficial do país, influenciou e ainda influencia o inglês irlandês.

as diferenças do inglês falado na Irlanda Além das belas paisagens, a Irlanda também possui muitas peculiaridades no que diz respeito à língua.

O gaélico irlandês é falado na Irlanda desde 300-350 a.C. Mais tarde, ele se espalhou para Escócia e pela Ilha de Man, onde diferenças dialéticas foram surgindo gradualmente, o que resultou em  3 idiomas diferentes.

A língua inglesa foi levada à Irlanda pelos ingleses somente a partir do século XIII d.C., no entanto o uso do inglês nunca foi uma imposição e aconteceu de forma gradual e natural.

Como o inglês tornou-se a língua usada nos negócios e, consequentemente, nas transações políticas e comerciais, ele acabou se expandido até tornar-se a principal língua da população irlandesa.

Ao longo dos séculos, os habitantes da Irlanda transferiram para o seu modo de falar inglês características do gaélico como pronúncias, vocabulário, estruturas gramaticais, etc.

As palavras, gírias e expressões do inglês irlandês podem variar bastante de uma região para outra. Por exemplo, um irlandês pode se despedir usando apenas a expressão “after!”, que tem a mesma função de “see you later!” (até logo, até mais tarde, até depois, etc.) no inglês standard.

No que diz respeito à pronúncia, existem algumas diferenças que tornam o sotaque irish bastante peculiar. Uma dessas diferenças está relacionada às pronúncias de “th”, que dependendo da palavra poderá ser pronunciado como “t” ou “d”. Assim, “thirty” será pronunciado como /tɜːti/, “three” como /tʁiː/,  “that” será /dæt/, “this” será /dɪs/ e assim por diante.

O sotaque irlandês é, sem dúvida alguma, bem diferente do sotaque britânico e americano. Para se familiarizar com a maneira de falar dos irlandeses, passar alguns meses no país é certamente a melhor opção.

As particularidades do inglês escocês

O inglês escocês também é conhecido como Scottish English ou Scottisch Standard English. Geralmente, o inglês escocês é confundido com outra língua falada no país, o scots. Essa última é uma língua da mesma família do inglês, ou seja, uma língua germânica.

A mistura do scots com o inglês trazido pelos povos da Inglaterra acabou resultando no inglês escocês. Esse agenciamento entre as duas línguas teve ínicio a partir do século XVII e notamos desde então uma série de mudanças e variações linguísticas.

especificidades do inglês falado na Escócia O sotaque escocês é bem diferente dos demais sotaques em inglês.

Após a Escócia unir-se à Inglaterra em 1707, a língua escocesa evoluiu, mudou, mas permaneceu autônoma. Uma independência que se reflete na identidade e na cultura escocesas. Seja do ponto de vista fonético ou sintático, o inglês escocês possui suas próprias características e traz muitas influências do scots, assim como do gaélico.

Se você pretende ir à Escócia a turismo, não se preocupe, pois se você já fala inglês, vai conseguir se comunicar bem com todo mundo, especialmente nas grandes cidades.

O inglês falado no sul do país e em Edimburgo costuma ser bastante claro. Já no norte e no oeste do país, o inglês é bem diferente. Nas Highlands (Terras Altas) fala-se principalmente o gaélico e dizem que os sotaques mais difíceis de entender são o de Glasgow e o das Ilhas Shetland.

Uma das principais características do inglês escocês é o famoso “r” enrrolado, que tem uma pronúncia semelhante a do nosso “r” em palavras como “grato“, “frase“, “grande“, etc.

Outra especificidade marcante no inglês escocês é a pronúncia  das vogais que é um pouco diferente da pronúncia das vogais em inglês standard. Assim, [] vira apenas [a], e a frase “I love you” [ lʌv juː] é pronunciada [a lʌv juː] em escocês.

Se você está com viagem marcada para a Escócia, uma boa maneira de treinar o ouvido para o sotaque escocês é assistir filmes, séries ou até mesmo vídeos de youtubers escoceses.

De forma geral, eles são um povo muito aberto e são pacientes com os estrangeiros, então se você não estiver entendendo nada, basta pedir para que falem mais devagar.

As particularidades do inglês australiano

A Austrália ainda é um país muito jovem, tendo em vista que ela só conquistou sua independência da Inglaterra em 1901. Assim, o inglês falado nessa região do globo, apesar de ter sofrido algumas mudanças ao longo dos anos, é uma língua relativamente recente.

Inicialmente influenciados pela língua dos colonizadores, os australianos falavam um inglês muito próximo do inglês britânico. Entretanto, durante os diferentes períodos da corrida ao ouro no país no século XIX, a língua falada na Austrália sofreu fortes influências do inglês americano.

curiosidades do inglês falado na Austrália A austrália é o país ideal para quem quer aprender inglês e descobrir novas paisagens.

Essa influência pode ser notada principalmente no léxico, na gramática e em algumas expressões tipicamente americanas e muitos dos termos usados pelos australianos vêm da influência exercida pela cultura pop americana, através das mídias e da Internet, o que contribuiu para a construção da identidade linguística australiana.

O inglês falado na Austrália é uma mistura multicultural de diferentes línguas, e tem entre suas influências o irlandês e o alemão e o inglês americano. Apesar das fortes semelhanças com o inglês da Nova Zelândia, o inglês australiano conseguiu criar e manter uma identidade lingüística próprias.

Os australianos não pronunciam todas as letras das palavras, sobretudo o início e o fim delas. Além disso, muitas vezes eles substituem o /r/ por uma vogal. Outra particularidade é que pronunciam as palavras de forma mais anasalada se comparado aos ingleses ou americanos.

O inglês australiano é conhecido também pela diversidade de gírias presentes no vocabulário. Para os estrangeiros, no começo pode ser bem complicado entender o que eles falam, mas com o tempo, você vai pegando o jeito e acostumando o ouvido. Seguem algumas das gírias mais usadas pelos aussies:

  • ambo = ambulance (ambulância)
  • barbie = barbecue (churrasco)
  • bikkies = biscuits (biscoitos)
  • gday = hello (olá)
  • lollie = candy (doce/bala)
  • postie = mailman (carteiro)
  • sidewalk = footpath (calçada)
  • tellie = television (televisão)

Mesmo com todas essas diferenças, a barreira linguística não é um obstáculo para encontrar um emprego ou estudar na Austrália. Apesar de ter suas particularidades, o inglês australiano se aprende fácil e de forma rápida, principalmente se você passar uma temporada no país.

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar