"Se você fala com uma pessoa em uma língua que ela entende, você toca a sua mente. Se você fala com uma pessoa na língua dela, você toca o seu coração."

Nelson Mandela

Segundo pesquisa do British Council, em 2020, apenas 5% dos brasileiros falam inglês. No que se refere a ser fluente no idioma, esse número cai para 1%.  Não é a toa que as escolas de inglês estão cheias de pessoas que buscam uma melhor posição no mercado de trabalho. Isso sem contar os cursos online e material da parte gratuita de site para download. Até para quem já chegou ao nível avançado, o curso de conversação pode ser necessário.

Você pode precisar do inglês em diversos momentos da sua vida acadêmica, profissional e social. E é importante desenvolver a vertente exata que você necessita no momento, sem deixar de aprender o idioma como um todo, é claro. Se você está começando um curso online de inglês, ou se acabou de contratar um professor particular, acompanhe abaixo os detalhes da língua inglesa e as situações nas quais ela pode ser necessária, e descubra como tirar tudo isso de letra.

Os melhores professores de Inglês disponíveis
Gabriela
5
5 (39 avaliações)
Gabriela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Marlla felisarda
5
5 (156 avaliações)
Marlla felisarda
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lisiane
5
5 (96 avaliações)
Lisiane
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (60 avaliações)
Fernando
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Pedro sieiro
5
5 (24 avaliações)
Pedro sieiro
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Geo
5
5 (76 avaliações)
Geo
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
David
5
5 (63 avaliações)
David
R$110
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Natalie
5
5 (30 avaliações)
Natalie
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Gabriela
5
5 (39 avaliações)
Gabriela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Marlla felisarda
5
5 (156 avaliações)
Marlla felisarda
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lisiane
5
5 (96 avaliações)
Lisiane
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (60 avaliações)
Fernando
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Pedro sieiro
5
5 (24 avaliações)
Pedro sieiro
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Geo
5
5 (76 avaliações)
Geo
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
David
5
5 (63 avaliações)
David
R$110
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Natalie
5
5 (30 avaliações)
Natalie
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

Fique atento à sua pronúncia

Muitas pessoas concluem o curso de inglês e seguem para as aulas de conversação. Isso para desenvolver a habilidade de se comunicar no idioma e aprimorar a pronúncia. Aliás, nem só de gramática e vocabulário vive um curso regular de inglês. Os exercícios de pronúncia vão acompanhá-lo desde o início. O que acontece é que nem todos os alunos dão a devida atenção a eles. Saber pronunciar corretamente faz com que você se expresse bem, evitando mal-entendidos e também ajuda na compreensão auditiva.

A fonética inglesa é diferente da que estamos acostumados, e isso envolve o som de algumas letras, como o "h" que é pronunciado quase como um "r" de roupa, quando no início de palavras como hospital e hotel. A sílaba tônica também muda de lugar em relação ao português. O "th" é um som que fica entre o "s" e o "t", normalmente conseguido ao colocar a língua entre os incisivos. E ele pode ser mais forte, como em "thunder" ou mais fraco como em "the".

Balões de fala coloridos
Pronunciar corretamente é garantia de uma comunicação sem ruídos em inglês. Fonte: Pexels.

As crianças aprendem a falar por repetição e assim também deve ser para nós ao estudar um idioma estrangeiro. A aprendizagem real surge a partir de uma experiência mais profunda com a língua e você pode conseguir isso em certos cursos de escola de idiomas, ou fazendo um acompanhamento mais personalizado em aulas particulares. Professores experientes podem ajudá-lo.

Como passar em uma prova oral de inglês?

As provas orais de inglês aparecem no final do semestre do seu curso em escola de idiomas, na sua avaliação de nível ou mesmo em um exame oficial para certificação internacional. Para todas essas situações, é necessário se preparar. A depender da carreira que você escolher seguir, pode ser que tais provas o acompanhem também durante a trajetória acadêmica. E é por fazerem parte da sua vida que elas não podem significar uma situação de extremo estresse. A grande questão é que esse nervosismo só vai diminuir quando você sentir-se seguro em relação ao seu inglês.

E qual é a fórmula mágica para isso? Fazer aulas! Não importa se você se inscreveu em um curso online, ou se usa a versão gratuita de algum aplicativo ou site. Fazer um curso em escola de idiomas ou contratar um professor particular? Estudar sozinho ou fazer um grupo com os amigos que têm os mesmos objetivos que você? É normal que muitas dúvidas apareçam quanto aos meios de aprender inglês. E não existe o melhor de todos, existe o melhor para você.

Moças estudando inglês
Preparar-se para uma prova oral é o melhor meio de obter sucesso. Fonte: Pexels.

O sucesso nos estudos de uma língua estrangeira consiste em encontrar o professor e a metodologia aos quais você se adapta bem. Para quem já tem nível avançado, as aulas de conversação podem ser uma boa ideia. E também é importante ampliar o seu vocabulário, uma vez que você nunca tem certeza sobre o que será perguntado. Portanto, esteja pronto para conversar sobre política ou celebridades em inglês. Aprender por vídeo e colocar-se em contato com nativos sempre que possível também são caminhos que ajudam a se tornar fluente.

Na internet, existe muito material gratuito disponível, mas nem todo conteúdo de fato ajudará você se a intenção é se preparar para a prova. Muitas pessoas não tiveram uma educação básica forte no idioma e essas precisam de um suporte ainda maior. Não hesite em pedir ajuda a professores para entender melhor por onde começar. Você pode ter acesso ao mundo sem sair de casa, já que muita coisa acontece online hoje em dia, inclusive os estudos. Mas, com tantas opções, escolher pode ser ainda mais difícil.

Para que você aprenda, de fato, deve escolher a metodologia e as atividades que visem a conversação. Praticar com um amigo ou com o seu próprio professor particular são formas de se tornar mais apto a expressar ideias. Ler e assistir a vídeos em inglês também ajuda a aprender mais palavras, ampliando o seu vocabulário e a sua versatilidade para se comunicar.

Se você já sabe que tipo de prova vai fazer, vale se matricular em um preparatório ou contratar um professor particular que tenha experiência no assunto. Nem sempre o material gratuito é suficiente: pode ser que você precise se aprofundar em certas nuances e nada melhor do que ser diretamente acompanhado para isso. Além de obter bons resultados no teste, você ainda se torna fluente de forma mais rápida.

Como passar em uma entrevista de emprego em inglês?

Você está pleiteando uma oportunidade de trabalho no exterior? Quer trabalhar em uma multinacional brasileira e sabe que parte da entrevista será em inglês? De qualquer forma, será preciso se programar, seja por aulas particulares de conversação com esse foco, ou mesmo por material gratuito sobre língua inglesa na comunicação em empresas. Fora isso, você terá que responder basicamente sobre as mesmas coisas que seriam cobradas em uma entrevista em português.

Há professores que são especialistas nesse tipo de preparação. Pesquise informações sobre a empresa e aprenda a dizer os principais termos em inglês, bem como palavras relacionadas ao seu histórico profissional. Cumprimentar, apresentar-se e contar um pouco mais sobre você também será solicitado, certamente. Muitas vezes, o aluno de cursos de idioma na escola não tem acesso a atividades que proporcionam a experiência necessária para passar bem por essa situação.

Prova oral aluno e professora
Uma prova oral de inglês é sempre um desafio. Mas se estiver bem preparado, você não fica tão ansioso. Fonte: Pexels.

Ser pontual e educado, bem como vestir-se adequadamente são dicas válidas para conseguir emprego em qualquer lugar do mundo. Mas países como Estados Unidos e Irlanda também demandam que você seja fluente em inglês. E para isso você vai precisar de exercícios que vão além da aprendizagem básica da escola. Ainda que você já tenha terminado o seu curso, continue com aulas de conversação. Um idioma é facilmente esquecido se você não o utiliza. Você pode acabar perdendo vocabulário ou até mesmo adquirir dificuldade em utilizar alguns pontos da gramática.

Dependendo do país escolhido, você pode ainda continuar os estudos do idioma por lá mesmo. Na Irlanda, por exemplo, há um visto que permite trabalhar por meio-período e estudar. Aliás, as regras da imigração são importantíssimas. Saber como funcionam os vistos de trabalho no país para o qual você pretende ir ajuda você a se programar com antecedência. E evitam que você corra o risco de ser deportado por tentar burlar o sistema.

Como falar inglês fluente?

Como já dissemos, ser fluente é questão de prática. E muitos de nós não tivemos acesso a isso no Ensino Médio. Uma aula de inglês pode ter vários enfoques. Algumas abordam "vocabulary and verbs". Outras são destinadas à gramática. E outras ainda visam desenvolver a comunicação. É claro que quem é fluente já estudou tudo isso, mas é preciso algo mais: talvez aulas mais focadas na fala, até mesmo com professores nativos. Não importa se você faz aulas de inglês online ou se é aluno de um curso de escola: a dedicação fará toda a diferença.

Você precisa saber muitas palavras para ter argumentos e utilizá-los em uma conversa. Também, deve conhecer as estruturas ideais para se expressar. Além de fazer aula; assistir a um vídeo, ler um livro e falar inglês sempre que possível são meios de ajuda para uma experiência completa de comunicação. Assim, você vai adquirindo o conhecimento necessário para uma comunicação mais natural na língua.

Mulheres conversando em inglês
Estar apto a se comunicar fluentemente em inglês demanda muita preparação. Fonte: Pexels.

Além disso, você pode contratar um professor particular para ajudá-lo na preparação para a entrevista. Treinar as principais perguntas e respostas ajuda você a sentir-se mais seguro para as respostas na entrevista real. Nem todos tiveram contato com essa aprendizagem desde crianças, no entanto, é hora de mudar isso com aulas presenciais ou online.

Viajar ao exterior nem sempre é garantia de falar inglês. Você precisa estar determinado a isso em qualquer lugar do mundo. De nada adianta, por exemplo, fazer um intercâmbio de um mês na Austrália se você vai conhecer um grupo de brasileiros e usar o português com eles. Da mesma forma, nenhum professor fará milagres se você não se dedicar.

E você? Já se saiu bem de uma situação na qual precisou falar inglês? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Quando não há mais nada a dizer, escrevo!!!