Conforme informações do Ministério das Relações Exteriores, existem hoje cerca de 4,215 milhões de brasileiros que vivem no exterior, sendo que a sua maioria está concentrada nos Estados Unidos. É claro que são muitos os motivos que levam alguém a deixar o seu país de origem, mas devemos considerar que grande parte dessas pessoas mudaram-se movidas pela questão profissional (e existem muitas por aqui que ainda sonham com uma oportunidade de trabalho em outro país).

Como se pode ver, os Estados Unidos estão no topo da lista. Mas existe muita gente também morando na Inglaterra, na Irlanda, na Austrália e em outros países anglófonos. Mas, afinal, como conseguir trabalho em um local de nativos do inglês? Será que uma entrevista de trabalho em um desses locais se assemelha ao processo ao qual estamos acostumados aqui no Brasil? Eles costumam perguntar as mesmas coisas? Uma coisa é certa: você precisa ter um bom nível de inglês.

O processo seletivo para ingressar em uma empresa estrangeira acontece de forma diferente do que vemos por aqui. Além disso, você ainda fica sujeito às regras para imigração e políticas para o visto. A informação é o melhor caminho para passar por esse processo. Então continue lendo e descubra como conseguir trabalho no exterior.

Os melhores professores de Inglês disponíveis
Gabriela
5
5 (39 avaliações)
Gabriela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Marlla felisarda
5
5 (156 avaliações)
Marlla felisarda
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lisiane
5
5 (96 avaliações)
Lisiane
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (60 avaliações)
Fernando
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Pedro sieiro
5
5 (24 avaliações)
Pedro sieiro
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Geo
5
5 (76 avaliações)
Geo
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
David
5
5 (63 avaliações)
David
R$110
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Natalie
5
5 (30 avaliações)
Natalie
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Gabriela
5
5 (39 avaliações)
Gabriela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Marlla felisarda
5
5 (156 avaliações)
Marlla felisarda
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lisiane
5
5 (96 avaliações)
Lisiane
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (60 avaliações)
Fernando
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Pedro sieiro
5
5 (24 avaliações)
Pedro sieiro
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Geo
5
5 (76 avaliações)
Geo
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
David
5
5 (63 avaliações)
David
R$110
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Natalie
5
5 (30 avaliações)
Natalie
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

Como funciona uma entrevista de emprego em inglês?

Pronto! Seu currículo foi selecionado para uma entrevista em inglês. Parabéns! Será que esse cumprimento deixa você feliz ou nervoso? Afinal, será necessário se preparar para essa segunda fase do processo seletivo. Não importa se a conversa será remota ou cara a cara: além do medo comum da entrevista em si, você ainda enfrenta o desafio de falar uma língua da qual você não é nativo.

A boa notícia é que o teor de uma entrevista para emprego é praticamente o mesmo em qualquer lugar do mundo. Eles vão perguntar sobre sua personalidade, habilidades, histórico escolar, experiência profissional e planos para o futuro. Os critérios de avaliação também costumam ser parecidos: tudo vai depender da sua capacidade de falar de si mesmo e das habilidades observadas além do que você diz. Mas não se engane - trabalhar em uma empresa no exterior também demanda um bom nível de inglês (que você deve mostrar na entrevista).

Pessoas se cumprimentando no trabalho
Estude inglês para falar com segurança. Fonte: Pexels.

Isso acontece até mesmo quando você vai trabalhar em uma empresa brasileira que demanda inglês fluente. Você terá que responder a perguntas no idioma e, quanto melhor forem a sua pronúncia e o seu vocabulário, maiores as chances de sucesso... e também a sua autoconfiança, uma vez que o nervosismo pode fazê-lo errar até mesmo o que você sabe. É importante ainda que seja pontual, cortês e que se vista adequadamente.

Também, mostre interesse fazendo perguntas sobre a empresa. Por outro lado, é interessante demonstrar que você sabe algo sobre a companhia. Para tudo isso, amplie seu vocabulário em inglês - será necessário estudar. Se estiver inseguro na hora de se preparar para passar por essa situação, contrate um professor particular e faça aulas focadas no que você precisa.

Como falar de si mesmo na entrevista em inglês?

Pode ser que tudo comece com o temido: "Talk about yourself". Então você vai se deparar com dois problemas: saber o que exatamente falar e saber falar em inglês. Na dúvida, fale apenas o seu nome, idade, e faça um resumo do seu percurso profissional. Para isso, é importante conhecer o vocabulário relacionado aos cargos que você já ocupou, as atribuições, as qualidades que considera importantes para o trabalho e a sua formação.

Ser fluente é uma qualidade. Treine o máximo possível para falar com segurança. Na dúvida, menos é mais. É melhor uma estrutura mais simples e bem feita do que tentar impressionar e acabar gaguejando demais. Vale até mesmo memorizar frases prontas que remetam a essas ideias.

Quanto aos tempos verbais, lembre-se de que, para narrar uma trajetória, você vai precisar saber construções específicas, como Past Simple, Present Perfect: "I have been studying English for 2 years." (Eu estudo inglês há dois anos) ou Past Perfect (ações simultâneas em curso). Trata-se da matéria das provas orais da escola.

É necessário estudar esses verbs e aprender gramática para se expressar bem nessas situações. Para se animar a aprender, lembre-se de que a conjugação em inglês é muito mais fácil do que em português ou espanhol. Um curso de inglês focado nessa preparação, com professores qualificados para isso pode fazer milagres pela sua carreira.

Os melhores professores de Inglês disponíveis
Gabriela
5
5 (39 avaliações)
Gabriela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Marlla felisarda
5
5 (156 avaliações)
Marlla felisarda
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lisiane
5
5 (96 avaliações)
Lisiane
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (60 avaliações)
Fernando
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Pedro sieiro
5
5 (24 avaliações)
Pedro sieiro
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Geo
5
5 (76 avaliações)
Geo
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
David
5
5 (63 avaliações)
David
R$110
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Natalie
5
5 (30 avaliações)
Natalie
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Gabriela
5
5 (39 avaliações)
Gabriela
R$65
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Marlla felisarda
5
5 (156 avaliações)
Marlla felisarda
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lisiane
5
5 (96 avaliações)
Lisiane
R$100
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Fernando
5
5 (60 avaliações)
Fernando
R$45
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Pedro sieiro
5
5 (24 avaliações)
Pedro sieiro
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Geo
5
5 (76 avaliações)
Geo
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
David
5
5 (63 avaliações)
David
R$110
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Natalie
5
5 (30 avaliações)
Natalie
R$120
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

Quais perguntas podem aparecer na entrevista de emprego em inglês?

Existem perguntas que são muito comuns em entrevistas, e você pode conversar com o seu professor de inglês da escola ou particular e pedir ajuda para praticá-las. Chegue sabendo mais ou menos o que será perguntado e o que responder. Mas saber o idioma de modo geral também é bom, afinal, sempre pode surgir uma pergunta inesperada, e nada melhor do que saber respondê-la.

Professores particulares acostumados a preparar pessoas para entrevistas podem dar dicas de quais são essas perguntas. Para ajudá-lo, vamos separar por tópicos:

Entrevista de emprego
Estude as principais perguntas e como respondê-las em inglês. Fonte: Pexels.
  • Experiência profissional - Você precisará falar sobre a sua carreira. Relatar uma experiência anterior, as atividades que você desempenhava onde trabalhou, e a sua aprendizagem com elas será importante. Foque apenas no que for relevante, enfatizando sempre as qualidades adquiridas que farão a diferença para o cargo em questão. Você vai precisar de vocabulário;
  • Motivação para o trabalho - Sem "puxassaquismos", é hora de elogiar a empresa para a qual você está se candidatando. Leia o anúncio da vaga com atenção e adquira vocabulário. Se estiver mudando de país, deve explicar por que deseja trabalhar no exterior. Mais uma vez: vocabulário;
  • Qualidades e defeitos - Está aí um verdadeiro paradoxo, afinal se nunca sabemos o que responder em português, imagine em inglês. E quanto mais vocabulário tiver, mais opções. Muitos alunos fazem aulas online sobre "personality vocabulary".  Quanto ao conteúdo, tente mostrar o lado bom dos seus pontos fracos. Mostre que está tentando melhorar. E fale das qualidades que farão a diferença no trabalho com a empresa;
  • Futuro profissional - À uma certa hora, chega a pergunta: "Como você se vê daqui á 5 anos?". Independentemente do que diga, inclua a empresa nos planos. Mostre também que deseja se especializar, evoluir em suas habilidades;
  • Por que você é o candidato ideal - Mostre qualidades e a experiência que o fazem diferente dos demais candidatos. Alguns planos profissionais também cabem nesse momento.

Se você fizer a entrevista ainda aqui no Brasil, estará sujeito ao fuso horário. Além disso, tudo acontecerá por telefone ou vídeo conferência. Ter acesso ao ensino da língua inglesa ajuda você a se sair melhor nessa parte. A grande vantagem é que você poderá usar anotações. Por outro lado, sem ver as expressões do entrevistador, é necessário redobrar os cuidados para evitar mal-entendidos.

Evite erros na sua entrevista

Jamais fale português com os entrevistadores se eles estiverem falando inglês com você. Também, certifique-se de que entendeu bem a pergunta antes de respondê-la. Você pode pedir ao seu professor para praticar o "listening" (ouvir e compreender), além de treinar as palavras, já que as anotações não valerão nada se você não souber a pronúncia correta. Se você faz curso de inglês, provavelmente já esteja acostumado a isso, uma vez que os melhores professores evitam usar o português.

Turistas com o mapa
Seu professor de inglês pode ajudá-lo a fazer um curso e trabalhar no exterior. Fonte: Pexels.

Nas aulas particulares, você poderá inclusive simular a entrevista. A maioria dos alunos, consegue aprender o suficiente em pouco tempo de curso. Muitas vezes, o curso de idiomas em escola não oferece esse preparo específico, mas ainda assim você poderá passar com a ajuda dos seus professores. Lembre-se de que a aprendizagem se dá a partir de atividades que trazem uma experiência. Você pode aprender um pouco em um site gratuito, mas precisará dar continuidade com professor.

Esteja a par das regras de imigração

Além de estudar inglês, você precisa conhecer as leis para imigração para o país de destino. Tenho uma amiga que fez uma aula online de English expressions e até comprou cursos sobre as perguntas principais. Chegou na entrevista,  perguntaram algo diferente e ela não passou. A verdadeira aprendizagem só se dá pela metodologia de um bom professor. Ser fluente vai além de saber meramente o conteúdo que vai precisar.

Mas, sem mais delongas, vamos às regras dos principais países escolhidos pelos brasileiros.

EUA

Há uma modalidade de visto temporário de trabalho, o "H". Para consegui-lo, você precisa da vaga de emprego, uma vez que é o empregador que fará a petição que deverá ser aprovada pelo Serviço de Cidadania e Imigração para os Estados Unidos. Há vistos diferentes para especialistas, vagas temporárias e estagiários. Para quem deseja morar definitivamente, é possível tentar o Green card, que pode ser avaliado conforme o trabalho, o parentesco ou o casamento.

Irlanda

O Stamp 2 é um dos vistos mais comuns entre os brasileiros. Ele permite estudar e trabalhar por meio-período. Para consegui-lo, você precisa estar matriculado em um curso (que pode ser de inglês). O Stamp 1 demanda já ter a vaga de trabalho. E há ainda o Stamp 4, para quem tem cidadania europeia. Não tente burlar a lei e trabalhar com visto de turista. Você pode ser deportado! Esse último permite apenas frequentar cursos rápidos de inglês.

Mapa da Irlanda
Muitos brasileiros vão para a Irlanda e é importante saber as regras para imigração. Fonte: Pexels.

Inglaterra

Só é possível migrar para lá a trabalho se você já tiver a vaga. O visto de trabalho é destinado a profissionais qualificados e dispõe de 5 categorias, a depender do setor. É necessário ser fluente em inglês também. Há ainda uma modalidade para o trabalho temporário, que dura de 12 a 24 meses. Você também precisará comprovar que tem meios para se manter no país.

Austrália

Na Austrália, estudantes matriculados em cursos a partir de 14 semanas de duração podem trabalhar por até 20 horas semanais. Para passar mais de 20 semanas trabalhando e estudando, você vai precisar apresentar certos exames que comprovem seu estado de saúde. Já o "sponsor", ou visto para trabalho demanda uma contratação (e o empregador precisará justificar por que contratou você).

Concluindo...

Se quer passar em uma entrevista para emprego no exterior, aprenda inglês. Não importa se você vai começar com aulas online na parte gratuita de um site de educação, se vai baixar conteúdo de gramática e vocabulário, ou se vai fazer vídeo aulas. O importante é que você aprenda. Muitas vezes sem sair de casa. Há quem começa assim e depois parte para um curso de conversação com professor particular.  Só assim você vai ficar fluente, pela prática, desde que encontre um professor e uma metodologia adequados.

Nem todos tiveram acesso a um bom ensino de inglês na escola. Nem todos estudaram desde crianças. Por isso, há professores especializados em prepará-lo para a entrevista, mas nada melhor que fazer um curso regular de inglês. Quanto mais fluente você for, maiores as chances.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Quando não há mais nada a dizer, escrevo!!!