Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Tudo sobre a aprendizagem do inglês na infância

De Fernanda, publicado dia 04/03/2019 Blog > Idiomas > Inglês > O Guia para ensinar inglês às crianças

Uma criança é plenamente capaz de aprender uma língua estrangeira, desde cedo. Na verdade, está comprovado que a aprendizagem de outros idiomas é muito mais fácil e eficaz quando acontece nos primeiros anos de vida de um ser humano, até o mesmo completar sete anos.

Você quer que seu filho fale uma língua diferente da sua língua materna, aprenda novas palavras em inglês e, por que não, um dia se torne um verdadeiro bilíngue?

Confira aqui estão algumas dicas para ensinar a língua inglesa para uma criança! E não deixe de conferir também nossas ofertas de curso de ingles.

Com quantos anos podemos começar a estudar a língua inglesa?

Até agora não existe nenhuma contraindicação em relação à educação bilíngue. O que se sabe até hoje é que existem mais vantagens do que desvantagens em relação a esse tipo de educação.

De os primeiros meses de idade, o bebê tem um circuito neural voltado à compreensão da linguagem, o que lhe permite adquirir os primeiros mecanismos de sua língua materna.

Na faixa entre 6 meses e 4 anos, há uma janela cerebral nas crianças. Isso significa que os circuitos de linguagem estão se formando. Os neurônios, se devidamente estimulados, fazem novas conexões e especializações. Portanto, apresentar um novo idioma ao seu filho nessa idade pode contribuir para a aprendizagem de outros conteúdos. Há também maior chance de ele falar sem sotaque, já que as estruturas nervosas básicas ainda estão em formação. Além disso, as crianças aguçam a compreensão auditiva e tornam-se capazes de distinguir sons semelhantes, como no inglês, bed (cama) e bad (mau). Só de ouvir, elas já vão absorver a língua assim como fazem com o português.

É cientificamente provado que as crianças que dominam dois idiomas demonstram mais facilidades em diferentes áreas:

  • Resolução de problemas não verbais
  • A sensibilidade comunicativa
  • Uma melhor percepção espacial
  • Mais criatividade
  • Uma relação mais harmoniosa com a matemática (Quem diria!)

Resumindo: não há idade mínima para começar a aprender inglês. Podemos ensinar português e inglês desde o primeiro dia de vida do bebê sem danificar o seu cérebro. Ma vá com calma! Não force nada! O ensino precisa ser natural e contextualizado.

Aprender inglês para crianças só é possível em famílias bilíngues?

Ensinar língua inglesa para crianças. Nunca é cedo demais para ensinar inglês ao seu filho! Livros são excelentes recursos para os menores.

Ensinar inglês para crianças é extremamente benéfico, ainda mais em um mundo onde essa língua é utilizada nas mais diversas áreas do conhecimento. No entanto, é fundamental garantir que a criança esteja aprendendo bem a sua língua materna, e que não tenha dificuldades de aprendizagem na Língua Portuguesa.

Se você está pensando em iniciar uma formação bilíngue com seu filho, preste primeiro atenção no desempenho dele na Língua Portuguesa. Se a criança tem mais de 4 anos e ainda fala com dificuldades, tem atrasos de atenção ou problemas de aprendizagem, é melhor esperar um pouco para ensinar uma nova língua.

Mas, em regra geral, hoje em dia, novos estudos sugerem que a aprendizagem de uma segunda língua em paralelo não tem impacto negativo sobre o primeiro. Para os menores, podemos ler histórias em inglês que os ajudem a associar imagens e palavras. Mas isso não quer dizer que vamos começar com Harry Potter, certo?

Outra dica é cantar canções de ninar em inglês, sempre as mesmas, para que eles também se acostumem com a musicalidade da língua inglesa. Brinquedos, desenhos favoritos, jogos educativos… Tudo o que for lúdico e relacionado ao universo de seu filho pode ser um bom aliado nesse ensino.

O hábito e o prazer de aprender uma nova língua vai fazer seu filho gostar de praticar o inglês todos os dias.

Lembre-se de que há diferentes formas de iniciar os estudos para ser bilíngue. Algumas crianças têm o pai e mãe de nacionalidades diferentes e acabam desenvolvendo dois idiomas em casa, desde cedo. Outra situação é quando a família se muda de país e a criança pratica uma língua em casa e outra na escola. Por fim, o que mais acontece aqui no Brasil, é matricular a criança em escolas bilíngues, que oferecem aulas diárias de outro idioma além do português.

Mas saiba que não há necessidade de ser totalmente bilíngue em inglês para desenvolver atividades na língua de Shakespeare. Pense sobretudo em praticar atividades que estimulem a compreensão oral e o ouvido. Isso vai preparar os mais jovens para aprendizagem no futuro!

Como ensinar a língua inglesa na infância?

Todo mundo sabe que a criança que desde cedo aprende uma língua estrangeira vai, provavelmente, dominá-la perfeitamente em poucos anos.

O que fazer para estimular desde cedo o desenvolvimento linguístico?

Conheça agora alguns métodos eficazes de ensino!

Primeiramente, coloque a diversão no centro do processo ensino-aprendizagem. Isso também é válido para o ensino de qualquer outro conteúdo ou disciplina: uma criança sempre aprende inglês mais facilmente quando está se divertindo.

Como ensinar inglês na infância? Aprender um conteúdo e se divertir ao mesmo tempo é o melhor método para ensinar para crianças.

Para adultos e crianças, o princípio de assimilação é o mesmo: é preciso se acostumar a ouvir outro sotaque, escrever uma nova ortografia, aprender novas regras.

Apresente desenhos animados em inglês: é uma maneira concreta de habituá-los às sonoridades, associando, ao mesmo tempo, conceitos e imagens. Hoje em dia existem muitos desenhos educativos em canais abertos, canais a cabo e mesmo na Netflix, que permitem que os jovens aprendam de uma forma mais divertida.

Utilize música e cantigas em inglês: As músicas e cantigas em inglês são também uma ótima maneira de familiarizar os pequenos com uma nova língua. As crianças adoram música. E você encontra facilmente na internet compilações de cantigas e canções em inglês. Você também pode usar o YouTube ou o Dailymotion.

Livros em inglês: No mercado de hoje existem livros lúdicos, ilustrados e concebidos especialmente para educar crianças e jovens. Alguns deles também vêm acompanhados de materiais complementares, como áudio e vídeos.

Sites e aplicativos: do mesmo jeito que existem muitos aplicativos educativos de línguas estrangeiras para adultos (Babbel, Duolingo, etc.), a oferta de sites e programas para ensinar inglês para crianças é vasta. Por exemplo, você pode experimentar: British Council, PiliPop, Papumba, Startfall.com e Fun Englih. Mas atenção: não abuse da utilização dos eletrônicos. Defina um horário, com uma duração de alguns minutos (máximo de 20 minutos por dia). Isso já será suficiente para ele.

Aulas particulares e em grupo: Fazer aulas de ingles com um professor particular também pode ser uma boa ideia.Na prática, para crianças menores de três anos, as aulas em grupo são de longe a melhor solução. É melhor esperar 4 ou 5 anos para colocar uma criança em uma aula individual. Os encontros podem ocorrer na casa do aluno ou na do professor.

As vantagens do ensino da língua inglesa para as crianças

Você por acaso sabe como ensinar o idioma inglês contribui para o desenvolvimento pleno do seu filho? Pois bem, dominar duas línguas é um diferencial e traz uma série de vantagens para uma criança.

Não existe idade mínima para aprender: você pode começar a falar em outro idioma desde o nascimento! Um bebê de poucos meses já é capaz de memorizar palavras em inglês e em português simultaneamente.  Portanto, não hesite em falar com ele em duas línguas! Isso será benéfico em muitos níveis.

  • Na escola, ele terá muito mais facilidade, pois já possui um nível linguístico consolidado.
  • Ele continuará a desenvolver as suas capacidades intelectuais.
  • Você vai estimular sua curiosidade cultural.

Quando seu filho já pode aprender inglês? A aprendizagem de outra língua pode começar desde os primeiros dias de vida!

Não espere para ensinar inglês ao seu filho!

Procure maneiras divertidas de fazer isso: as aulas ficam mais prazeirosas com filmes, leitura de histórias, jogos e músicas.

Resumindo: utilize recursos lúdicos, interativos e variados!

Qual a melhor metodologia para ensinar o inglês às crianças?

Você saberia dizer qual o segredo para despertar no seu filho o prazer pela aprendizagem de uma língua?

O que fazer para estimular desde cedo o desenvolvimento linguístico?

Aqui estão algumas dicas para apresentar o inglês às crianças:

  • Fale regularmente em inglês: quanto mais o seu filho se acostumar a ouvir as palavras e sons, mais rápido vai assimilar o vocabulário e a boa pronúncia.
  • Ensine de uma forma divertida: escolha exercícios lúdicos: use músicas e cantigas, faça leitura de livros atrativos e interessantes, faça teatro, apresente jogos educativos! Dessa maneira ele vai aprender o vocabulário muito rapidamente.
  • Contrate uma babá bilíngue: se a sua criança interagir todos os dias em inglês, ele vai assimilar o idioma com muita facilidade.
  • Viaje para um país anglófono: a imersão total é a melhor maneira de aprender um idioma. Por que não tentar um intercâmbio linguístico para seu filho adolescente? Ou sair de férias em família para Londres, Nova York, Canadá….?
  • Escolha uma escola bilíngue: existem muitas escolas particulares que oferecem a modalidade. Os preços são elevados, claro, mas se você tiver condições, será um excelente investimento. Dominar uma língua internacional desde cedo vai ajudá-lo a ter sucesso profissional e acadêmico no futuro.

Quais as melhores técnicas para ensinar inglês para crianças?

Como ensinar inglês para uma criança? Para ensinar um novo idioma para uma criança, é preciso seguir algumas técnicas que possibilitam que o aprendizado seja eficaz e natural.

A técnica da ludicidade

De acordo com a perspectiva de Piaget (1987), a atividade lúdica é um princípio fundamental para o desenvolvimento das atividades intelectuais da criança, sendo assim indispensável a prática educativa. É de suma importância que o professor e os pais estejam preparados nesse sentido, para permitirem o desenvolvimento cognitivo da criança, possibilitando a assimilação, do lúdico a sua realidade concreta e suas relações com o mundo.

Nesse sentido, uma técnica para ensinar o inglês é trazer recursos comunicativos e lúdicos.

Algumas ideias interessantes e inovadoras para que as crianças interajam são, por exemplo, aulas de culinária ou de manifestações culturais. Assim, o aluno vivencia a cultura e passa a ter o desejo, cada vez mais, de experimentar o idioma em questão.

Por meio de jogos, elementos audiovisuais, brincadeiras de faz de conta, multidisciplinaridade e dinâmicas em grupo, as crianças têm a oportunidade de contextualizar o conteúdo aprendido em situações práticas, do dia a dia.

É importante salientar que os materiais utilizados podem ter indicação para cada faixa etária: por exemplo, você não vai abusar de vídeos com as crianças menores, tampouco brincar de faz de conta com adolescentes. O importante é saber que cada criança tem seu ritmo de aprendizado e que ele deve ser respeitado.

Como ensinar uma criança o inglês? Hoje em dia, pequenos de menos de 3 anos já manejam tablets e smartphones com uma facilidade impressionante. Mas não é por isso que vamos esquecer dos velhos e bons livros, certo?

A técnica da repetição

Ao contrário do que muitos professores e pais acreditam, adquirir habilidade ou conhecimento não está relacionado à quantidade de informações ou conteúdos apresentados. Está na compreensão profunda e consistente de um conteúdo mais enxuto. E isso é possível por meio da técnica da repetição. Para que as crianças consigam assimilar, é preciso repetir. Prever o que vai acontecer traz segurança e confiança ao processo e estimula a memória de maneira saudável.

A repetição é essencial para a formação da consciência linguística de crianças pequenas. Ao repetir os sons da língua, a criança constrói a percepção fonológica, que está na base da formação do leitor.

No entanto, o desafio desta técnica é utilizar muita criatividade. Isso porque o ensino do inglês não pode se tornar uma atividade entediante e chata para a criança. Por isso, não se esqueça de utilizar recursos alternativos e inovadores!

A técnica da naturalidade

Tanto dentro de uma escola de idiomas como em casa ao lado dos pais, a criança deve ser estimulada a falar e decifrar o inglês de maneira espontânea e natural.

Cada criança tem seu ritmo e absorve um mesmo conteúdo de forma particular e diferente da outra. Os pais e os educadores precisam ter a habilidade de adaptar sua metodologia e seu programa de ensino às particularidades das crianças.

Além disso, é importante lembrar que toda pressão, obrigação, repreensão, cobrança ou até mesmo monotonia podem ser obstáculos ao processo de aprendizagem de um novo idioma.

Se isso acontecer, a desmotivação e o desinteresse logo vão ganhar espaço e o inglês poderá ser alvo de bloqueios, traumas e dificuldades.

Como ensinar inglês a uma pessoa disléxica?

Dislexia é uma perturbação na aprendizagem da leitura pela dificuldade no reconhecimento da correspondência entre os símbolosgráficos e os fonemas, bem como na transformação de signos escritos em signos verbais.

A descoberta de uma dificuldade na assimilação ou decifração de uma linguagem pode ser um trauma, especialmente se seu filho e não for orientado por bons especialistas.

Para aprender inglês em caso de distúrbios disléxicos, você pode recorrer a aulas de inglês particulares e especializadas, com metodologias adaptadas.

Quais as melhores metodologias para se ensinar inglês a disléxicos? Utilizar cores na hora de memorizar vocabulário pode ser uma boa metodologia!

O professor também precisa ter boas habilidades de escuta e paciência, sobretudo para não abalar o processo de assimilação e a confiança do aluno. Ele pode, por exemplo, criar um diálogo que será lido em voz alta várias vezes. Pode também elaborar um jogo de cores associadas a palavras em inglês – o educador precisa exercitar muito a memória do aluno disléxico.

Você também pode procurar ajuda especializada. Alguns pesquisadores e defensores da causa afirmam que pessoas com deficiência devem frequentar a sala de aula e contar com o apoio de um segundo professor, especializado na área. A maior luta de pessoas com deficiência é justamente essa: que esse direito seja garantido por lei.

No Brasil, ainda não há legislação a respeito, mas existem centros de apoio ao aluno – que oferecem aulas particulares com base no currículo da instituição de ensino regular -, e escolas têm buscado especialização para lidar com a questão de maneira eficiente.

Outra dica é também utilizar recursos audiovisuais. Sabia que assistir a filmes ingleses na versão original é muito educativo? Isso faz você associar imediatamente o som a uma imagem, ao mesmo tempo em que lê a versão escrita do roteiro.

Você também pode ler textos em inglês (jornais online, por exemplo), com a ajuda de um sintetizador de voz online.

Por fim, uma viagem para fazer um intercâmbio linguístico ou um curso de línguas fora do país por algumas semanas pode ser uma ótima alternativa. A experiência de imersão total é positivo e eficiente em todos os casos!

Melhores recursos para ensinar o inglês às crianças

Se você quer que seu filho progrida de forma rápida e eficiente em inglês, utilize recursos pedagógicos variados e específicos na hora das aulas.

As metodologias de ensino que utilizam atividades e materiais lúdicos são altamente recomendadas para crianças.

A música em inglês: se você estudou a língua desde pequeno, certamente se lembra daquela clássica música do alfabeto, não? Pois bem, cantar sempre estimula a memorização!

Quais as vantagens da música no aprendizado do inglês. Solte o gogó e incentive seu filho a cantar em inglês!

Estude inglês por meio de jogos: muitos sites e aplicativos permitem aprender diversos idiomas. Ao jogar, seu filho vai assimilar muitas informações sem perceber que está estudando!

Inglês na Internet: na web você encontra cursos, exercícios, vídeos, aulas, jogos, e muitas outras atividades para estudantes do inglês. Isto também requer que você tenha dispositivo eletrônico e ensine seu filho como usá-lo. As crianças adquirem rapidamente o gosto pelo uso de eletrônicos (mais do que você gostaria, certamente!). Mas cuidado com a superexposição de seus filhos na Internet. Seja responsável e limite as sessões a poucos minutos por dia, sempre monitorando o que seu filho lê no computador. 

Encontre também um bom curso de ingles online no Superprof!

Fazer um curso de inglês para crianças em outro país

Não é nada difícil topar com um brasileiro quando estamos numa viagem no exterior, não é mesmo? Pelo contrário! Nosso povo é conhecido por gostar de viajar para estudar, trabalhar e, claro, fazer compras! Pesquisas apontam que mesmo em épocas de crise, com alta de dólar e restrições econômicas, o brasileiro não deixa de viajar. Incrível, não é mesmo?!

E quando o assunto é aprender inglês, uma das melhores maneiras de alcançar seus objetivos linguísticos depressa é fazendo um intercâmbio cultural, um programa de estudo ou de trabalho no exterior.

O curso de ingles ensinado em escolas, faculdades ou instituições não é suficiente para falar como se fala em Londres ou Nova York.

Os intercâmbios e cursos de língua em instituições internacionais são uma excelente opção pois facilitam a imersão completa e consequentemente aceleram a aprendizagem: ao vivenciar todos os dias situações cotidianas e extremas em inglês, o seu filho irá aprimorar o nível da língua de uma maneira rápida e significativa.

Onde aprender inglês para crianças? Imagine seu filho estudando em uma escola na Inglaterra? Aprender um idioma em imersão é o sonho de muita gente!

Pois bem, que tal investir em um curso de línguas no exterior para o seu filho, hein? Existem várias organizações que oferecem cursos para os jovens aprenderem línguas estrangeiras.

Seu filho vai estar em boas mãos e terá uma experiência única no Canadá, Estados Unidos, Reino Unido, Malta ou África do Sul.

Em imersão linguística e cultural completa, estudando no exterior e sendo alojado em uma casa de família, seu filho voltará para a casa falando fluentemente ou até bilíngue!

O Reino Unido pode não pertencer mais à União Europeia, mas continua a ser o principal destino de adolescentes do mundo inteiro para fazer cursos de línguas! Existem ainda outras escolas, instituições e programas que oferecem cursos em países como Austrália, Nova Zelândia…

Imagine conhecer a natureza exuberante e a riqueza cultural de localidades do outro lado do mundo? Um verdadeiro aprendizado para a língua e para a vida!

Procurando por um curso de ingles de qualidade?

Fazer as aulas particulares de inglês para crianças

É perfeitamente possível contratar um professor particular especializado em crianças a partir de três anos. Ele irá se adaptar ao ritmo particular de seu filho, utilizando recursos lúdicos e divertidos.

Ele será capaz de lhe dar dicas valiosas para fazê-lo praticar o inglês diariamente. Além disso, ele também pode oferecer aulas de ingles em pequenos grupos, como oficinas.

A vantagem é que, em grupos, eles têm a oportunidade de se comunicar em inglês com colegas da mesma idade.

Uma alternativa ideal para desenvolver a sociabilidade e a curiosidade das crianças.

Se o seu filho possui um distúrbio de aprendizado, ele pode aprender inglêstambém com vários outros métodos os quais o Superprof explicita para você.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,38 sob 5 de 26 votos)
Loading...
avatar
2 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
VitóriaLouizy CostaJéssica Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Jéssica
Convidado
Jéssica

Eu amei o post! Vou começar a dar aula particular para uma criança de 2 anos agora e estava totalmente sem norte, mas essa postagem do blog me ajudou a ter várias idéias. Muito obrigada!

Louizy Costa
Admin
Louizy Costa

Que ótimo Jéssica, ficamos felizes em ajudar!

Você encontra outras dicas no nosso menu: aulas particulares > dar aulas particulares 😀

Boa sorte nessa sua nova aventura!

Vitória
Convidado
Vitória

Muito bom! Vou começar a dar aulas de inglês para crianças numa escola de idiomas, esse post foi e será muito útil para mim. Tudo muito completo e bem explicado, parabéns!

Louizy Costa
Admin
Louizy Costa

Que bom que gostou Vitória !
Boa sorte nas suas aulas de inglês para crianças, depois conta pra gente como tem sido a experiência ! (: