Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Inflamação na ciática e alongamentos são compatíveis?

De Carolina, publicado dia 04/12/2017 Blog > Esporte > Yoga > Fazer yoga melhora a dor ciática?

Para pessoas propensas a ciática, não há necessidade de dizer quão aguda a dor pode ser em momentos de crise… até ao ponto de não conseguir se mover.

A dor ciática nem sempre é tão violenta, mas alguns sofrem de ciática crônica.

Ela pode ser sim uma boa solução para amenizar a dor desse problema. Mas não se trata aqui de fazer posturas complicadas de yoga, yoga dinâmica, kripalu yoga, hatha yoga, vinyasa yoga… Mas sim, praticar yoga de maneira suave para gerenciar melhor seu corpo!

O que é ciática?

Antes de falar yoga, façamos um balanço dos problemas relacionados ao nervo ciático.

O nervo ciático (ou melhor, os nervos ciáticos, uma vez que existem dois) é o nervo mais longo e maior no corpo humano. Ele desce da lombar até os pés. É um nervo misto: transmite informações sensoriais e motoras.

Quando alguém sofre de ciática, ou ciática, a dor é intensa. Pode-se senti-la, das nádegas aos pés, seguindo o curso do nervo. Os sintomas podem incluir dor nas costas e rigidez da coluna vertebral.

Essa dor é causada pela compressão de uma das raízes do nervo. Isso pode ser devido a uma hérnia de disco, artrose (como melhorar com a yoga), falta de flexibilidade dos quadris, mas não só. Um movimento errado também pode causar uma dor aguda que irradia em toda a perna. A dor aparece de repente, como um verdadeiro choque elétrico.

A meditação promove vários benefícios para o organismo Não pense que a atividade é só posições estranhas como esta

É melhor prestar atenção quando você levanta grandes caixas durante um movimento, por exemplo.

O tratamento de drogas alivia a dor, promove o relaxamento muscular e reduz a inflamação. Se a dor persistir por vários meses e estiver relacionada a uma hérnia de disco (alivie a dor com a yoga), a cirurgia pode ser também uma solução.

Yoga para aliviar a dor da ciática

Como uma sessão de yoga pode ajudá-lo a aliviar a dor da ciática? Devo optar por yoga em casa ou em studio? Online ou presencial? Em grupo ou individual?

A yoga é benéfica?

Primeiro, no caso da ciática, não é recomendado interromper qualquer atividade física durante muito tempo, com risco de perda de massa muscular.

Ao permanecer ativo, é realmente mais fácil ajudar a relaxar a tensão muscular. É provado, as pessoas ativas se recuperam mais rapidamente dessas dores.

Claro, falando de atividade, não estamos falando de correr uma maratona!

A ideia é deixar seu corpo descansar por 24 a 48 horas antes de retomar suavemente as atividades diárias usuais, como caminhar. Posteriormente, podemos aumentar gradualmente a intensidade das atividades. Esportes como a natação podem ser muito benéficos. Mesmo a atividade física moderada aumenta a produção de endorfina e reduz a dor.

Esse é também o caso da yoga (ela também alivia a escoliose).

Essa disciplina vai ajudá-lo a recuperar a flexibilidade e tomar consciência do seu corpo de forma diferente. A mente, importantíssima na gestão da dor, também é trabalhada em aulas de yoga através da concentração, relaxamento e meditação.

Alguns exercícios de yoga ajudarão a reduzir a pressão sobre o nervo ciático e aliviar a dor. Claro, é importante procurar o conselho de seu médico antes de iniciar a yoga novamente. Também, a prática deve ser bem supervisionada para evitar qualquer risco de lesão. Seu professor de yoga vai orientá-lo e lhe ensinar os conceitos básicos de yoga em São Paulo (ou em outro lugar do Brasil, é claro).

Exercícios de respiração vão ajudá-lo a relaxar e recuperar a serenidade.

Faça alongamentos e melhore sua dor ciática Muitos exercícios fortalecem músculos que ajudam a sustentar outras partes do corpo

A yoga realmente fortalecerá a parte inferior das costas e esticará suas pernas para aliviar a dor. Ao mesmo tempo, você vai aprender a respirar bem e isso pode servir no momento de dor extrema, pode ter certeza!

Isso é para favorecer movimentos suaves, incluindo torções passivas.

De acordo com as possibilidades e as necessidades, assim, será possível fazer torções sentadas ou em pé. Alguns exercícios podem até ser praticados deitados. Aqui estão alguns exemplos:

  • A torção sentada, de pé ou deitada: essas posturas permitem esticar o músculo piriforme, que quando está muito contraído no nervo ciático provoca dor,
  • Alongamento do isquiotibiais: quando esses músculos estão muito contraídos, eles também promovem a dor ciática. Coloque a perna estendida em um suporte. O pé deve estar nos quadris ou abaixo. Simplesmente segurando a posição ou inclinando-se suavemente para a perna, estique os músculos que acalma a dor,
  • Alongando os músculos flexores: na posição estendida, com a perna reta, você só precisa dobrar uma perna sobre o peito. Você deve então colocar sua mão atrás do joelho direito para levá-lo para o ombro esquerdo suavemente e segure a posição. Ao alongar os músculos da parte inferior das costas e ao trabalhar os músculos dos quadris, você aliviará a dor ciática.

Yoga pós-natal pode ser de grande ajuda (e mesmo antes da pessoa nascer!).

Antes de embarcar nessa aventura, você deve ter identificado exatamente a causa das suas dores para adotar as posturas corretas. Uma vez que as crises acabarem, a prática diária da yoga em casa torna-se uma boa maneira de prevenir a ocorrência de novas crises e encontrar equilíbrio e harmonia do corpo.

Sinta-se livre para se inscrever em um estúdio de yoga especializado em seus problemas. Aprender os conceitos básicos de yoga em uma aula de yoga para iniciantes será uma verdadeira vantagem para você. Você sentirá rapidamente todos os benefícios e melhorará sua aptidão física.

E não só…

Yoga trabalha com a mente, principalmente

Para quem pensa que yoga é somente algumas posições difíceis, acrobacias, quase, está muito enganado…

A yoga é antes de qualquer coisa uma filosofia e arte de viver!

Você sabia que sua história tem mais de 5 mil anos?

Ela, então, surgiu na Índia e tem o objetivo principal de criar um equilíbrio entre o corpo e a alma.

Faça sempre esportes para não ter problemas de saúde Fique em sintonia com o seu corpo, mente e meio ambiente a sua volta

Para quem acha que isso é simples de ser conquistado, pare um minute e pense na sua vida.

Pense nos momentos que você está cansado, com dores na ciática, problemas nos tendões. E a yoga com isso? Ela pode ajudar?

Sim, e muito! Os alongamentos e as posições reforçam os músculos interiores do corpo de uma forma homogênea.

Isso ajuda a sustentar o peso das áreas afetadas com a força de outras áreas que às vezes você ainda nem tem sabe de sua existência! Exageros à parte, a yoga trabalha com músculos que nem sempre estamos acostumados a exercitar.

Por isso, ela também está relacionada igualmente com a descoberta do corpo! Através dela, você descobre músculos, sensações nunca antes sentida! E não para por aí…

Por enquanto, estamos falando das vantagens físicas dessa prática (feita com videogame?). Mas e as da mente?

A yoga está sempre estimulando seus praticantes à reflexão e ao autoconhecimento. Não é à toa que a meditação faz parte dela e é muito importante.

Mas saiba melhor como ela incentiva ao autoconhecimento, autoestima e evolução:

  • O momento presente.
    Por isso, a yoga é tão recomendada para pessoas que sofrem de ansiedade. Ela ensina que você não tem que se preocupar com o amanhã, mas sim com o aqui e agora. Assim, preocupando-se somente com o tempo real, as pessoas podem sempre lutar para melhorarem cada dia. Isso porque elas não vão ficar pensando no que vão fazer no futuro. Afinal, o amanhã é consequência do momento presente, certo?
  • autoconhecimento. Se você não conhece a si mesmo, como vai saber seus limites? Como vai poder aconselhar as pessoas se, na verdade, precisa de um “auto-conselho”? Sem contar que os exercícios de respiração e as diversas posições, asanas, mostram para gente partes do corpo antes desconhecidas! Você vai aprender a se mover e utilizar seu próprio corpo de uma maneira diferente, mais saudável e equilibrada.
  • Ter sempre pensamentos positivos. Fofoca, mau olhado, julgamento… esquece isso na prática da yoga! Então, deixe seus pensamentos negativos para traz. Tente sempre ver as coisas pelo lado bom. Afinal, ser negativo é somente uma perda de tempo e de energia vital (muito valorizada na yoga). Sabia que ela alivia as dores menstruais?
  • Controlar as emoções. Somente o aprendizado do controle da respiração pode melhorar muito o controle dos nossos sentimentos. Mas o que a respiração tem a ver com nossos humores? Tudo. Você já notou que quando fica com raiva respira diferente? Experimente parar e respirar profundamente em um momento de estresse? Você vai ver o quanto isso vai te fazer bem e melhorar seu estado nervoso.
  • Os mantras. A yoga tem várias vertentes e principalmente uma baseada nos mantras, a Yoga Mantra. Mas você sabe para que serve os mantras? Os mantras são como se fossem versos cantados com mensagens positivas, para fortalecer nosso amor, confiança, conhecimento, etc. Então, escolha o mantra que mais tem a ver com o lado que quer reforçar em você mesmo e cante-o! A meditação também é essencial e muito útil para a yoga.

Não deixe de praticar os alongamentos Quantos mil anos serão necessários para que todos aproveitem dos benefícios da meditação?

Então, convencido de que ela pode te ajudar tanto fisicamente quanto mentalmente? Ela vai te dar forças para aguentar a dor e as dificuldades da vida de uma maneira muito mais leve!

Então, não perca tempo e comece suas aulas de yoga e cure suas doenças!

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar