Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Dicas para ensinar fora do Brasil

De Joseane, publicado dia 26/02/2019 Blog > Aulas particulares > Dar aulas particulares > Como dar aulas no exterior?

‘Os professores abrem a porta, mas você deve entrar por você mesmo.” Provérbio Chinês

De acordo com o INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas, atualmente o número de professores no Brasil está registrando um total de mais de 2,5 milhões.  Maior parte desses profissionais estão na educação básica, outra parcela estão lecionando no Ensino Superior.

Ainda de acordo com os dados do INEP, 4,3 mil professores têm diploma  de nível superior, outras 65 mil têm especialização, 129 mil já possui mestrado e outras 143 mil pessoas têm doutorado.

Esse número gigantesco de pessoas envolvidas com área docente serve para sinalizar o quando a profissão ainda é respeitada e tem destaque no país.

Ser professor é transmitir a paixão de ensinar!

Por esse motivo que muitos docentes estão planejando melhorar suas habilidades para melhor atender aos alunos, viajando para o exterior.

Hoje trouxemos ótimas dicas para quem deseja seguir carreira docente fora do país e expandir seus horizontes!

Os diferentes caminhos para ser um professor no exterior

No geral, ensinar fora do Brasil exige muito planejamento e investimento, mas o resultado costuma ser bastante satisfatório. E não importa a disciplina que o professor pretende ensinar aos estudantes estrangeiros, ele irá precisar de pelo menos o nível básico do idioma de acolhimento  para compreender os seus alunos.

Saiba como dar aulas no exterior!

Tecnicamente é possível ministrar inúmeras matérias no exterior, desde português para estrangeiro a aulas de economia.  Obviamente, o professor precisará ter as devidas habilidades necessárias para ministrar essas aulas.

Confira as disciplinas mais ensinadas por professores brasileiros :

  • Português para estrangeiros
  • Matemática
  • Física
  • Biologia
  • Geografia
  • Literaturas
  • Química
  • Inglês
  • Espanhol
  • Francês …

Existem muitos professores brasileiros espalhados pelo mundo ensinando inúmeras matérias. Alguns deles lecionam disciplinas que são universais, como matemática e física, disciplinas que não exigem que o professor possua conhecimento avançado no idioma de acolhimento.

Procurando vaga de emprego professor? Confira!

Certamente, a escolha de sua vaga no processo seletivo pode levar em consideração as suas habilidades com a disciplina. Um professor de moda,obviamente vai escolher países ligados a moda.

Agora, se você almeja dar aulas de um idioma estrangeiro, o melhor é se dirigir para uma área coberta pela língua que você leciona. Assim você consegue diminuir as dificuldades de compreensão do país de escolha, como pronúncia e sotaque.

Se você está habilitado a lecionar algum idioma estrangeiro. Observe o resumo do Quadro Comum de Referência Europeu:

  • Nível de usuário básico – A1
  • Nível avançado de usuário básico – A2
  • Nível independente básico –  B1
  • Nível independente avançado –  B2
  • Nível avançado, fluente – C1 e C2

Em alguns editais, pode solicitar um teste de proficiência da língua, esse teste de níveis de linguagens são quase sempre parte do requisito.

É professor particular? Confira vagas para professor em curitiba!

Quais são as maneiras de se tornar professor em um país estrangeiro?

Dependendo dos critérios de admissão das instituições estrangeiras, o seu status pode variar. Vale lembrar que o status de expatriado é o mais interessante para o professor, pois é o que mais oferece possibilidade de imersão no idioma local.

Cansada da mesma metodologia? Leia detalhadamente as dicas de como dar aulas no exterior.

Confira alguns dos status:

  • Emprego como expatriado
  • Emprego como residente
  • Status de professor em instituições específicas

Qual o status que você deseja lecionar no exterior?

Independente do seu status como professor, algumas condições devem ser atendidas para ser um professor primário ou secundário, seja no Brasil ou no exterior. São condições importantes:

  • O certificado deve ser registrado no Ministério da Educação
  • Se solicitado, seu diploma deverá ser validado no exterior

É muito relevante que você siga adequadamente as exigência estipuladas pela equipe de seleção. Tais como:

  • Preencher corretamente os documentos da inscrição online
  • Informar sua atual situação na sua instituição de ensino
  • Anexar seu nível de proficiência na língua, conforma definido pelo Quadro Europeu Comum para as Línguas
  • Anexar documentos de comprovação da sua experiência profissional

Vale reportar aqui, que os procedimentos administrativos podem variar de acordo com a posição que você deseja ocupar. Para concorrer as vagas de estágio ou voluntariado, os procedimentos de recrutamento podem ser diferentes.

Você que mora no Rio, confira vaga professor rj!

Existe a possibilidade de ter experiência profissional no exterior sendo voluntário ou estagiário, são oportunidades de período mais curto. Confira os programas de curta duração:

  • O programa ERASMUS para dar cursos na União Europeia
  • O Programa de Talentos Globais da AIESEC
  • Escolas credenciadas

E por último, esteja muito atento a algumas informações:

  • A depender do país que pretende ir, você pode precisar solicitar o visto
  • Confira se o seu passaporte está em dia
  • Faça um cartão de crédito para emergências
  • Faça um auxílio-saúde
  • Verifique se o lugar que vai residir, se possui eletricidade, água encanada e aquecedor (para o caso de países muito frio)

Descubra os caminhos para ensinar no exterior!

Prepare-se para ensinar fora do Brasil

Especialistas na área educacional acreditam que a vivência no exterior pode expandir os leques de oportunidades no ensino de idiomas, muito mais do que um simples estágio realizado no Brasil.

Entretanto, estudar no exterior exige um série de tramitações para se atingir o objetivo. Ao se candidatar a um oportunidade de estudar ou trabalhar fora você deverá seguir as exigências dos editais de seleção. Provavelmente, alguns cargos irão solicitar um nível avançado de inglês outros, nem tanto.

É bom estar ciente de que você estará participando de uma seleção, e como todo processo seletivo, entra quem cumpre prazos e está melhor preparado.

Viajar para fora do Brasil pode melhorar suas habilidades.

Antes de disputar as vagas para professores no exterior, pense em um projeto coerente de educação e reflita:

  • Tenho habilidades para me candidatar a essa oferta específica?
  • Estou pronto para descobrir uma nova metodologia de ensino?
  • Estou preparado para colocar minha carreira docente em stand by durante minha temporada no exterior?
  • Estou preparado viver tanto tempo longe do meu país?

Se a resposta for positiva, localize as instituições parceiras do Brasil em outros países, vinculadas ao Ministério da Educação. Veja alguns dos programas :

  • O programa Erasmus para quem almeja atuar nos países da União Europeia
  • Programas Talentos Globais do AIESEC
  • Programa Professor Visitante no Exterior
  • Professores de Fronteira

E não se esqueça de comunicar ao seu superior, com pelo menos um ano de antecedência do seu interesse em fazer um curso no exterior.

Mas por que tenho que comunicar a minha hierarquia sobre um desejo meu?

Simplesmente, porque, se você é um concursado sabe que existe uma hierarquia, o seu superior está envolvido no seu processo de inscrição, é ele que vai assinar os seus documentos de requerimento.

É muito melhor ter o seu “chefe” ao seu lado!

Confira os procedimentos complementares de ensino a serem realizados para dar andamento do seu projeto!

Quais são os requisitos para ensinar idioma em outros países?

A ideia buscar melhores oportunidades no exterior atraí um número cada vez maior de pessoas que buscam além de qualidade de vida, experiência nas suas áreas de atuação, melhores condições de trabalho, vivência no exterior, aperfeiçoar um idioma estrangeiro e aprender mais sobre outras culturas.

Siga corretamente os procedimentos administrativos para conseguir sua vaga no exterior.

Não é nenhuma novidade que as próprias instituições acadêmicas e corporações incentivam seus funcionários ou alunos a buscarem cursos de aperfeiçoamento no exterior para integrar novas experiências a comunidade.
Entre as instituições de ensino de línguas, os próprios professores de idiomas afirmam que um tempo no exterior pode aumentar as suas habilidades na área de ensino.

O professor pode dar aulas no exterior em diferente instituições parceiras do Brasil ou:

  • Agência de ensino de língua portuguesa para estrangeiros
  • Instituições privadas, como escolas parceiras

Seu vínculo com as instituições no exterior podem ser:

  • Curto prazo: contratos curtos que podem ser renováveis até o total de um ano, a depender das exigências do país de escolha
  • Longo prazo: por períodos mais longos, que podem ser renováveis por no máximo 5 anos, o que pode variar de acordo com as regras de permanência do país estrangeiro.

Existem algumas coisas que você pode fazer para planejar seu curso no exterior. Veja algumas delas:

  • Confira as ofertas nas publicações do jornal oficial, normalmente, o recrutamento é feito uma vez ao ano.
  • Demonstre interesse nas vagas disponíveis

Algumas vagas que os professores brasileiros podem disputar no exterior:

  • Professor do ensino primário e secundário
  • Cargos administrativos como supervisão ou pessoal da administração

Observação: o tempo de experiência para esses cargos pode variar de acordo com as regras estabelecidas por cada país de escolha.

Após escolher o cargo que almeja se candidatar, será de suma relevância preencher adequadamente sua inscrição que na maioria das vezes é online. Isso feito, duas coisas podem acontecer:

  1. A banca de seleção se reúne para decidir quem o candidato mais adequado para a vaga
  2. Pode acontecer de você ser convocada para fazer um entrevista

Ao final, apenas os candidatos selecionados irão receber um proposta de trabalho. Normalmente, a proposta será de acordo com as informações expressadas na sua ficha de inscrição.

A grande vantagem que os professores concursados encontram no afastamento para estudar é a possibilidade de reintegração ao seu cargo no Brasil. Muitas vezes, pode-se voltar ao cargo de antes da viagem ou avançar para um cargo superior. Porém o mais importante é ter garantido o seu direito de voltar a trabalhar.

Leia também os diferentes caminhos para ser professor no exterior!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar