O mercado de aulas particulares vai de vento em popa de alguns anos para cá. É uma atividade que atrai tanto estudantes quanto profissionais de diversas áreas. Mas algumas dúvidas ainda permanecem para aqueles que desejam ingressar essa aventura:

  • Como determinar o preço de uma hora aula, seja de reforço escolar, auxílio no dever de casa ou assuntos diversos?
  • É o professor que estabelece o valor?
  • O aluno participa dessa negociação?
  • Ou é preciso passar por uma outra instituição como um portal de reforço escolar online?

Fique tranquilo! A comunidade Superprof responde a todas essas e outras perguntas!

Rodolfo
Rodolfo
Professor de Solfejo
5.00 5.00 (2) R$60/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Professor de Matemática
5.00 5.00 (73) R$90/h
1a aula grátis!
Marina
Marina
Professor de Espanhol
R$25/h
1a aula grátis!
Diego
Diego
Professor de Alemão
5.00 5.00 (10) R$100/h
1a aula grátis!
Arnaldo
Arnaldo
Professor de Auxílio na redação de dissertações e teses
R$30/h
1a aula grátis!
Mariana
Mariana
Professor de Marketing
5.00 5.00 (2) R$80/h
1a aula grátis!
Sara
Sara
Professor de Matemática
5.00 5.00 (9) R$50/h
1a aula grátis!
Alanna
Alanna
Professor de Dança
5.00 5.00 (5) R$65/h
1a aula grátis!
Jorge
Jorge
Professor de Redação
5.00 5.00 (46) R$50/h
1a aula grátis!
Thaynne
Thaynne
Professor de Pilates
5.00 5.00 (6) R$60/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Professor de Matemática
5.00 5.00 (73) R$90/h
1a aula grátis!
Laissa
Laissa
Professor de Cálculo
R$70/h
1a aula grátis!
Larissa
Larissa
Professor de Reforço escolar
5.00 5.00 (8) R$30/h
1a aula grátis!
Nancy
Nancy
Professor de Espanhol
5.00 5.00 (47) R$50/h
1a aula grátis!
Allex
Allex
Professor de Fotografia
5.00 5.00 (29) R$80/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Professor de Física
R$25/h
1a aula grátis!
Arthur
Arthur
Professor de Francês
5.00 5.00 (6) R$40/h
1a aula grátis!

Qual o melhor método para estabelecer um valor para aulas particulares?

Apesar de a preparação das aulas ser uma das atividades mais prioritárias do professor particular (como estipular o preço de suas aulas?), é fundamental reservar um tempo para se dedicar ao aspecto comercial do negócio. É preciso ter visibilidade e vender bem seus serviços para conseguir atrair ainda mais alunos de forma contínua. Sobretudo se você tem a oportunidade e pretende se inscrever em um portal online.

Com plena autonomia de trabalho, o professor particular é, ao contrário dos educadores das redes públicas e particulares, livre para determinar o quanto vai receber. Ele é também livre para fazer seus próprios horários e agendas.

Como bem sabemos, a concorrência é hoje um dos principais fatores influenciadores dos preços no mercado. Há muitos profissionais (bons e ruins) na ativa. E você precisa estar pronto para isso e saber que seu negócio pode prosperar apesar desse cenário.

Por isso, é fundamental pesquisar e se informar sobre quanto os professores localizados na sua zona geográfica estão cobrando por suas aulas. Faça uma busca através da plataforma do Superprof, reserve um tempo para avaliar a variedade de preços com essa visão global que o site lhe proporciona. Tente imaginar o seu perfil e como ele estaria posicionado nessa lista.

Como determinar o valor da hora aula do professor particular.
Quais são suas dúvidas sobre como estabelecer o preço das suas aulas? Nós respondemos!

A média de preços praticados em sua localização também é um termômetro para estabelecer os valores de sua hora aula. Em geral, esses valores variam em função do custo de vida da cidade. Selecionamos aqui alguns valores médios (incluindo todas as áreas do conhecimento) de aulas particulares praticados em diferentes cidades brasileiras.

  • Em São Paulo: 65 reais/hora
  • No Rio de Janeiro: 64 reais/hora
  • Em Belo Horizonte: 60 reais/hora
  • Em Curitiba: 57 reais/hora
  • No Recife: 55 reais/hora
  • Em Brasília: 55 reais/hora
  • Em Porto Alegre: 58 reais/hora

Dicas sobre o quanto cobrar por suas aulas como professor particular

Dar aulas particulares em casa é uma maneira de transmitir a sua experiência de vida a outra pessoa. Seja por meio de aulas de matemática, de inglês ou de yoga, você é totalmente capaz de difundir a sabedoria adquirida ao longo da trajetória da sua vida. Isso pode contribuir e muito para o desenvolvimento (escolar, pessoal e profissional) daqueles que estão precisando.

Segundo uma pesquisa realizada pelos especialistas da comunidade Superprof, uma aula oferecida por um estudante ou universitário com menos de 19 anos custa 40% a menos em média do que uma aula ministrada por um professor com 40 anos.

Você sabia que qualquer pessoa que tenha mais de 16 anos, conforme a Constituição Federal do Brasil, pode dar aulas particulares (quanto cobrar)? Com ou sem formação, com ou sem experiência comprovada. Autodidatas e estudantes, sua chance é agora!

Claro, estejam preparados para concorrer com valores de aula mais elevados que o seu, uma vez que formação e experiência contam muito nessa hora. Professores de idioma que sejam nativos normalmente cobram um pouco mais do que professores brasileiros de línguas extrangeiras, por exemplo.

Pesando nisso, dar aulas particulares de língua estrangeira também é uma excelente oportunidade para estrangeiros que moram no Brasil. Se você é bilingue ou tem outra nacionalidade, saiba que tem todas as vantagens ao seu lado para se tornar um professor nativo bem requisitado!

Agora se você quiser seguir uma carreira como educador no setor de aulas particulares, veja alguns conselhos que podem ajudá-lo a atrair novos clientes:

  • Crie um anúncio bem atrativo: boa apresentação e nada de erro de ortografia, hein! Por favor! Mencione de maneira clara a disciplina que você vai ensinar, o preço, sua experiência, sua formação, a modalidade de aula, se presencial ou também online…
  • Divulgue seu anúncio: divulgue o máximo possível. Em locais públicos, nas escolas, universidades, comércio local, redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter, por e-mail, por WhatsApp, telefone, carta… Faça o melhor que puder!
  • Passe uma boa impressão: a verdade é que o boca-a-boca é muito eficaz! O mesmo funciona no sentido inverso: um pequeno problema pode ser catastrófico para sua imagem e sua carreira.

Encontre o melhor emprego professor aqui na plataforma Superprof!

Preço de aulas particulares varia em função de diversos fatores.
Como os professores definem o quanto irão receber?

Qual preço médio de uma aula particular?

No Brasil estima-se que o valor médio da hora aula particular é cerca de 55 reais. Mas isso varia muito de acordo com a localização, a formação, a experiência do professor e muitos outros fatores.

Por que tanta diferença?

Em geral, o preço de uma aula particular depende de condicionantes que falaremos mais à frente, como o tipo do material utilizado, a disciplina ministrada, o número de aulas que o aluno deve frequentar, além do grau de escolaridade do professor e o seu deslocamento até a casa do estudante.

Frequência das aulas

O valor de uma aula também depende da quantidade de encontros e da sua frequência: o preço não será o mesmo, por exemplo, para alunos que fazem duas aulas por semana e para alunos que fazem uma vez a cada quinze dias.

O tipo das aulas

Para determinar o preço de sua aula, você deve levar em conta outro critério: o tipo da aula.

Quais são os condicionantes para determinar um valor para seu curso?
Os preços variam em função do tipo da aula particular.

Na verdade, o que acontece é que cada modalidade de aula exige competências diferentes.

Para aulas preparatórias para o Enem ou vestibular, por exemplo, além de o professor dominar o conteúdo de todas as disciplinas envolvidas, precisa ter metodologia para ensinar técnicas e dar conselhos práticos na hora de prestar os exames.

Além disso, há também o aspecto psicológico, que faz toda a diferença para os estudantes. Geralmente os alunos que podem contar com o auxílio de aulas particulares conseguem obter um ensino mais personalizado e moldado às suas necessidades e objetivos.

Assim sendo, em decorrência desse processo, os estudantes começam a desenvolver uma autoconfiança mais desenvolta e mais presente em suas vidas. É através dessa autoconfiança que o aluno percebe que realmente aprendeu e domina o conteúdo e isso possibilita que ele ouse mais também em outras áreas da vida.

Já em aulas de reforço escolar ou para alunos com dificuldades de aprendizagem, outras habilidades são exigidas, sobretudo as habilidades específicas de cada disciplina. Por outro lado, dar aulas de auxílio no dever de casa é mais uma atividade de acompanhamento do que uma aula tradicional.

Encontre vaga professor curitiba e outras cidades na comunidade Superprof!

Outro determinante: o conteúdo de sua aula

Áreas mais específicas e raras como pilates, afinação de canto, bandolim ou árabe costumam render mais. Ao contrário de disciplinas mais comuns como Língua Portuguesa e Matemática, onde a concorrência é maior. Vejamos alguns exemplos de tarifa média no Brasil em função da especialidade:

  • Aula de inglês: 55 reais
  • Aula de espanhol: 55 reais
  • Aula de francês: 65 reais
  • Aula de português para estrangeiros: 52 reais
  • Aula de violão: 51 reais
  • Aula de piano: 69 reais
  • Aula de guitarra: 55 reais
  • Aula de bateria: 59 reais
  • Aula de percussão: 65 reais
  • Aula de filosofia: 50 reais
  • Aula de geografia: 55 reais
  • Aula de matemática: 50 reais
  • Aula de física: 50 reais
  • Aulas preparatórias para ENEM: 58 reais
  • Aulas preparatórias para vestibular: 55 reais
  • Aula de alfabetização: 49 reais
  • Aula de informática: 50 reais
  • Aula de programação: 55 reais
  • Aula de design gráfico: 50 reais
  • Aula de iniciação à internet: 49 reais
  • Aula de iniciação esportiva: 59 reais
  • Aula de surfe: 70 reais
  • Aula de yoga: 80 reais
  • Aula de nutrição esportiva: 59 reais
  • Aula de natação: 60 reais
Rodolfo
Rodolfo
Professor de Solfejo
5.00 5.00 (2) R$60/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Professor de Matemática
5.00 5.00 (73) R$90/h
1a aula grátis!
Marina
Marina
Professor de Espanhol
R$25/h
1a aula grátis!
Diego
Diego
Professor de Alemão
5.00 5.00 (10) R$100/h
1a aula grátis!
Arnaldo
Arnaldo
Professor de Auxílio na redação de dissertações e teses
R$30/h
1a aula grátis!
Mariana
Mariana
Professor de Marketing
5.00 5.00 (2) R$80/h
1a aula grátis!
Sara
Sara
Professor de Matemática
5.00 5.00 (9) R$50/h
1a aula grátis!
Alanna
Alanna
Professor de Dança
5.00 5.00 (5) R$65/h
1a aula grátis!
Jorge
Jorge
Professor de Redação
5.00 5.00 (46) R$50/h
1a aula grátis!
Thaynne
Thaynne
Professor de Pilates
5.00 5.00 (6) R$60/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Professor de Matemática
5.00 5.00 (73) R$90/h
1a aula grátis!
Laissa
Laissa
Professor de Cálculo
R$70/h
1a aula grátis!
Larissa
Larissa
Professor de Reforço escolar
5.00 5.00 (8) R$30/h
1a aula grátis!
Nancy
Nancy
Professor de Espanhol
5.00 5.00 (47) R$50/h
1a aula grátis!
Allex
Allex
Professor de Fotografia
5.00 5.00 (29) R$80/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Professor de Física
R$25/h
1a aula grátis!
Arthur
Arthur
Professor de Francês
5.00 5.00 (6) R$40/h
1a aula grátis!

Qual o valor cobrado por uma aula particular em casa no Brasil?

O cenário brasileiro, que aponta para uma crise na educação, uma cultura cada vez mais voltada para exames, concursos e vestibular, a necessidade de dominar mais de duas línguas, a alfabetização digital, a busca por uma vida esportiva e saudável… Todos esses fatores são decisivos para o impulso que o mercado de aulas particulares (qual é o valor?) tem demonstrado.

No portal da comunidade Superprof, por exemplo, o número de inscritos não para de crescer: em questão de meses, o número de cadastrados passou de 40 mil para 850 mil professores! Haja demanda, não é mesmo?

Hoje em dia essa plataforma encontra-se presente em cerca de 27 países e agremia cerca de 9 milhões de professores e profissionais cadastrados.

Para se ter uma ideia de valores na prática, podemos observar o valor médio cobrado pelos professores inscritos na plataforma Superprof (de todas as áreas do conhecimento): 55 reais. Imaginemos, por exemplo, que você consiga ministrar quatro aulas por semana, ou seja, 918 reais por mês. Ora, mais do que um salário mínimo em CLT, que está 880 reais por 40 horas semanais, em média!! Nada mal, não é mesmo?

Mas isso pode mudar em função da sua cidade. Em São Paulo, por exemplo, estão localizados os professores mais bem pagos do país. Será que é por isso que atualmente existem 3.515 profissionais disponíveis na capital paulista?

Já em outras cidades o preço varia consideravelmente. Tudo depende do tamanho, do custo de vida, da quantidade de concorrentes... Faça uma pesquisa na sua região!

Por fim, você ainda pode optar por dar aulas via webcam! Além de dar flexibilidade para os alunos e para o próprio professor (que pode dar aulas de qualquer lugar do mundo), é extremamente rentável. Saiba que o valor médio da hora aula de professores via webcam exclusivamente é 51 reais.

Como declarar suas aulas particulares?

Todos os trabalhadores devem realizar a declaração anual de imposto de renda caso tenham tido rendimentos tributáveis cuja soma for superior a R$ 28.123,91.

Por isso, professor, todo o dinheiro que entra na sua conta no final do mês deve ser declarado! Pois você pode ser punido e sofrer graves consequências caso decida sonegar seus impostos.

Se não fizer a declaração, já no ano seguinte seu CPF recebe o status de  "pendente de regularização", e posteriormente será cancelado. Conclusão: sua vida pessoal e financeira fica inteiramente comprometida. Caso entregue a declaração em atraso, você recebe uma notificação de multa com boleto para o pagamento que vai de 1% a 20% sobre o valor do imposto devido.

Se a pessoa mentiu sobre seus rendimentos, é convocada a prestar esclarecimentos ao Fisco. Nesse caso, quando for comprovado o erro, ela pagará multa de 75% a 150% sobre o imposto devido, corrigida pela variação da Selic. Dependendo da gravidade, a pessoa pode chegar até mesmo a cumprir pena na prisão!

Como declarar sua renda como professor particular.
Qual é o melhor jeito de regularizar a sua profissão?

Segundo ponto fundamental na vida do professor particular (como declarar): você precisa definir qual será seu estatuto profissional, para regularizar suas atividades. Você pode optar entre:

  • Se tornar um microempreendedor: criando sua própria empresa como MEI ou pelo Simples Nacional;
  • Trabalhando como Pessoa Autônoma: você pode solicitar o RPA, ou seja, o Recibo de Pagamento Autônomo.
  • Trabalhar em uma escola particular especializada: você será contratado em regime CLT – Consolidação das Leis de Trabalho.

Mas qual o estatuto que compensa mais? 

Tudo vai depender de quanto você pretende faturar e quais seus objetivos profissionais. Se você conta ganhar menos de 60 mil reais por ano e estiver buscando algo simples e prático, o estatuto do Microempreendedor Individual é, de longe, a melhor opção. Ele se adapta às atividades de professor e você ainda tem a liberdade de exercer serviços em outros setores simultaneamente. Com um portal exclusivo online, todos os processos podem ser realizados pela Internet.

vagas professor de matemática rj disponíveis na plataforma Superprof!

Caso ensine outras disciplinas, saiba que também há vagas para professor de história rj ou ainda vaga professor biologia rj. Há ainda de física, português, inglês e mil outras matérias.

Como um professor particular pode ajudar você a ser preparar para os exames?

Desenvolver a consciência de que poder contar com a orientação de um professor particular experiente, algo que só tem a contribuir no processo de aprendizado do aluno, vem acontecendo de forma gradativa e cada vez mais frequente nos dias de hoje.

Anteriormente os alunos ou seus familiares procuravam o auxílio de um professor particular somente quando aqueles já estavam quase na pindaíba, com a reprovação já a bater às portas, nos momentos finais do termo do ano. E, por essa razão, sair de todo esse sufoco era muito mais difícil.

Felizmente, hoje já sabemos que a orientação oferecida pelas aulas particulares deve ser algo a ser procurado assim que possível, sobretudo se não pesarem no orçamento do aluno ou da família.

Antes, ter que procurar por professor particular era sinômino de ser mal aluno ou pouco inteligente. Hoje isso significa maior dedicação e eficiência ao se estudar, já que o fardo de saber como proceder durante esse processo não é mais feito sozinho e, sim, dividido entre aluno e professor particular.

Seu professor particular pode ajudar você a criar uma rotina saudável de estudos, sem muitos exageros e que traga resultados eficientes.

Elaborem juntos um plano de estudos bem realista

Um dos primeiros passos para conseguir ser organizado e conciliar todas as tarefas e matérias estudadas até o dia do exame é elaborar junto com seu professor particular o seu planejamento de estudo.

Nada adianta estipular que você estudará 16, 18 horas por dia se isso não for possível no seu caso. Analisem juntos a sua rotina e atividades básicas. Adicione seus compromissos sociais – lembre que a interação com os amigos e pessoas que ama diminui significativamente o estresse e renova a sua dedicação.

Sendo assim, confira junto com seu professor a sua disponibilidade e definam metas incluindo todo o material que precisa ser visto e as revisões periódicas. Você vai descobrir que elaborar um plano de estudo consciente e segui-lo, deixando espaço para adaptações, faz toda a diferença!

Descubram juntos qual é o melhor método para você

Outro passo super importante para aumentar a produtividade e alavancar seus estudos é a descoberta de qual método de estudo é mais eficiente para você. O seu professor particular pode te ajudar a descobrir se estudar sozinho ou em companhia é algo que faça ou não muita diferença pra você.

Outro ponto é se vc deve intercalar matérias ou seguir o mesmo assunto até o fim do dia. E se você aprende melhor fazendo resumos ou relendo várias vezes o texto e os exercícios feitos. Talvez você prefira usar a técnica da autoexplicação e dar aulas a si mesmo ou ler o conteúdo de forma silenciosa. Ou também elaborar mapas mentais para condensar o conteúdo e dar aquela alavancada nas revisões periódicas.

Enfim, como viu, são diversas as possibilidades a serem exploradas por você. O principal é perceberem juntos quais delas funcionam melhor no seu caso. A partir disso, revejam juntos seu plano de estudo e façam as adaptações e ajustes necessários.

Elaborar um plano de estudos realista junto com seu professor particular já é um passo que te destaca muito da concorrência.

Respeitem juntos o seu rendimento

Lembre que, por mais que você esteja motivado, um hora ou outra você vai ficar meio cansado. Logo, considere sempre que cada pessoa se autorregula de certas formas e que o tempo para progredir no rendimento dos estudos é algo bem particular e também uma habilidade que pode ser trabalhada.

Existem aqueles estudantes que acordam super bem-dispostos e estão prontos para encarar uma manhã cheia de estudos. já outros alunos não conseguem ser tão produtivos nesse período. Daí é bom que eles se preparem para dormir um pouco mais e estudem em outra parte do dia que não às manhãs.

No fim das contas, tudo se resume a se você conhece bem o funcionamento de seu próprio organismo, contanto corpo e mente, e estabeleça junto com seu professor quais prioridades serão possíveis para que você dê conta de cumprir todo o cronograma de estudo. Nem sempre isso é fácil e muitos alunos erram nesse ponto. No entanto, podendo agora contar com a orientação do professor, suas chances de ser bem sucedido nesse processo aumentam bem.

Você sabia que é possível restaurar a autoconfiança do aluno através das aulas de reforço escolar?

Alguns dos preconceitos por trás do reforço escolar

  1. Apenas alunos-problema devem optar pela complementação escolar. Na realidade, qualquer tipo de aluno se beneficia dessa prática. Relegar esse processo de acompanhamento escolar a determinado tipo de aluno nos parece não fazer sentido. As pessoas são diferentes, originam-se de ambientes diferentes e não têm as mesmas oportunidades. Logo, faz parte da natureza humana que um indivíduo passe por dificuldades em determinada matéria que pode vir a ser facilmente dominada por outro.
  2. A crença de que o reforço é chato, cansativo e maçante. Essa é uma visão, muitas vezes, deteriorada e estereotipada de todo o processo. No entanto, a metodologia aplicada é fundamental. Para ancorar o interesse do aluno, ela precisa ser interativa e muito criativa, instigante.
  3. As aulas de reforço só devem acontecer a partir do quarto bimestre. Nada mais fora da realidade! O ideal seria as aulas darem início pouco depois das aulas do ano letivo. Assim, um bom programa de planejamento pode ser executado de forma que o aluno esteja sempre em dia com o conteúdo oferecido em sala de aula.
  4. Até há alguns anos, o reforço era considerado como algo vergonhoso, como se o aluno não fosse hábil ou capaz de aprender determinado assunto ou matéria na escola ou até mesmo na faculdade.
  5. Apenas os pais devem ser os tutores de seus filhos. Essa era uma crença antiga, muito mal embasada, pois existem relações nas quais pais e filhos são completos desconhecidos entre si. Dessa forma, fica mais difícil ao pai identificar com precisão os pontos fracos e dificuldades do próprio filho.

Nesse sentido, observe que o reforço escolar não deve ser tratado como algo que seja mais importante do que a matéria aprendida. O reforço é um complemento desse material. Portanto, é importante que ele seja feito de forma personalizada e que trate de questões pontuais dentro da realidade do aluno.

Seus pontos fracos e dúvidas devem ser trabalhados durante esse processo de forma a que o aluno, naturalmente, torne-se mais observador, mais curioso e aberto a novos conhecimentos e desafios! Vamos começar?

Precisando de um professor de ?

Você curtiu esse artigo?

4,53/5, 53 votes
Loading...

Fernanda

Socióloga e mestre em Letras Modernas pela Sorbonne. Entre França e Brasil, trabalho com jornalismo e projetos socioeducativos há 20 anos. Apaixonada por música, cinema e yoga. Acredito na cultura e na educação como pilares de transformação da sociedade.