Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Sobre o idioma da Alemanha

De Camila, publicado dia 30/09/2017 Blog > Idiomas > Alemão > Conhecer melhor o alemão

Estudar na Alemanha, trabalhar na Alemanha, fazer um estágio na Alemanha ou simplesmente viver na Alemanha. Seja qual for seu sonho ou objetivo ligado a este país, uma coisa é certa: é preciso o domínio da língua local.

Aprender uma nova língua não é, no entanto, simplesmente dominar gramática, vocabulário, fala, etc. Aprender um idioma é também entrar em contato com uma nova cultura, entender as tradições que a envolvem e aprender a aceitá-las e respeitá-las.

Todos os apaixonados pela língua dos irmãos Grimm anseiam dominá-la rapidamente, mas poucos são aqueles que se interessam pela história de suas origens.

As bases do alemão que conhecemos hoje, no entanto, começaram a ser construídas na Idade Média, passando por transformações no decorrer do séculos (alto-alemão e baixo-alemão) até chegarem à estrutura atual.

Ficou confuso? Não se preocupe, pois explicamos tudo direitinho na matéria abaixo!

História do idioma da Alemanha

Os primeiros fundamentos do idioma

Segundo a enciclopédia Universalis, ancestrais alemães teriam ocupado  península da Dinamarca, no Jutland, por volta de 1200 a.C.

Nesta época, a língua falada seria um dialeto índico-europeu que misturaria o latim, o celta e o sânscrito. Tal mistura seria o que chamamos hoje de germânico.

Incorporação às línguas germânicas (séculos I à V d.C.)

A história do idioma alemão é marcada por duas mutações ligadas à fonética das consoantes.

A primeira delas aconteceu ao longo do século I d.C., permitindo a transformação do dialeto índico-europeu em germânico comum e armênio.

A Bavária é uma das regiões da Alemanha. Região da Bavária.

O alto-alemão antigo (750 à 1050)

A segunda mutação de consoantes aconteceu entre os séculos IV e VIII. Ela consistiu em outra modificação na fonética das consoantes de todo o conjunto lexical do alto-alemão antigo, também conhecido como “Althochdeutsch“.

O alto-alemão médio (1050 à 1350)

Antepassado da língua alemã moderna, o alto-alemão médio é composto por múltiplos dialetos locais, tais como suábio e frâncico oriental.

O baixo-alemão

Considerado como uma língua das classes populares, com uma estrutura mais coloquial, o baixo-alemão fora igualmente formado por vários dialetos

O baixo-alemão médio

Ao contrário do que pode parecer, o baixo-alemão não dera origem ao baixo-alemão médio. Ele nasceu a partir do saxão antigo (ou baixo-saxão), falado no norte da Alemanha.

Falada entre os séculos IX e XII, esta língua germânica ocidental fora a origem, juntamente com o frísio e o inglês antigo, do inglês que conhecemos hoje.

O alemão padrão

Sob influência da religião protestante, o alemão padrão (Hochdeutsch) fora inserido nas escolas com o objetivo de tornar germanófona toda a população do norte da Alemanha.

A (fraca) influência do latim sobre o idioma

Mesmo sendo ínfima comparada à intervenção dentro do francês, do português e do espanhol, a influência do latim sobre o alemão aconteceu devido à invasão ao território da Alemanha pelo povo romano.

O impacto da língua alemã no Brasil

No sul e no sudeste no Brasil existem regiões que foram fortemente influenciadas por imigrantes alemães. A presença da língua alemã foi tão grande que uma versão brasileira do idioma foi criada: o alemão brasileiro.

A cultura ligada ao idioma alemão

Heranças históricas da Alemanha

A cultura alemã é o resultado de mais de 2000 anos ao longo dos quais povos de diversas origens se frequentaram, se confrontaram e se misturaram, valorizando sempre seus idiomas, sua identidade e seus diferentes costumes.

Escritos gregos e romanos que datam do século I a.C. relatam a presença de povos germânicos no solo onde hoje se encontra a Alemanha.

Artes

Abaixo propomos um rápido panorama da herança cultural alemã. Ele te permitirá compreender ainda melhor questões ligadas ao aprendizado da língua.

Literatura e filosofia

Correntes literárias alemãs:

  • Poesia Barroca;
  • Classicismo de Weimar;
  • Romantismo;
  • Naturalismo;
  • Impressionismo;
  • Dadaísmo;
  • Trümmerliteratur (Literatura de Ruínas ou Literatura de Escombros).

A filosofia alemã exerceu – e ainda exerce – grande influência na civilização ocidental. Confira alguns nomes de peso de tais pensadores:

  • Martinho Lutero (1483-1546);
  • Gottfried Wilhem Leibniz (1646-1716);
  • Emmanuel Kant (1724-1804);
  • Johann Gottlieb Fichte (1762-1814);
  • Georg Wilhelm Friedrich Hegel (1770-1831),;
  • Arthur Schopenhauer (1788-1860);
  • Karl Marx (1818-1883);
  • Friedrich Nietzsche (1844-1900).

O pai do protestantismo. Estátua de Martinho Lutero.

Música

Alguns dos mais importantes compositores clássicos alemães são:

  • G. F. Haendel (1685-1759)
  • J . S. Bach (1685-1750);
  • L. v. Beethoven (1770-1827);
  • F. Schubert (1797-1828);
  • R. Schumann (1810-1856);
  • J. Brahms (1833-1897);
  • R. Wagner (1813-1883).

Festas e tradições

O Natal é a festa mais importante da cultura alemã. Ele foi a primeira das celebrações a ganhar seu lugar no calendário oficial de festas do país.

Gastronomia

O pão é uma especialidade do país dos irmãos Grimm. Existem mais de 300 variedades do produto feitas na Alemanha.

Outra comida típica é bastante conhecida no Brasil como sendo tradicional desta terra de origem germânica é a salsicha. Existem mais de 1500 variedades de salsichas.

A língua alemã e suas particularidades

Origem das línguas germânicas

Os idiomas germânicos fazem parte das línguas indo-européias. Esta família agrupa a maioria dos idiomas falado na Europa hoje em dia, mas não se limita somente a eles.

Muitos linguistas concordam ao dizerem que estes idiomas são provenientes de um mesmo dialeto já há muito tempo desaparecido: o protoindo-europeu.

Hoje em dia, 12 grupos são identificados como pertencentes à família protoindo-européia. Dentre eles, encontramos o grupo germânico, no qual estão contidos o alemão, o inglês, o islandês, o holandês, dentre alguns outros.

Características comuns dos idiomas germânicos

As línguas germânicas possuem características comuns entre si, já que a base do idioma é o mesmo.

Se você se encontra no meio do seu aprendizado de alemão, então, com certeza, já reparou que certas palavras e expressões são “estranhamente” parecidas com o inglês, por exemplo.

  • A fonética, por exemplo, se aproxima em vários aspectos;
  • Todos idiomas germânicos possuem duas classes de verbos: os regulares e irregulares;
  • Nos primórdios da sua origem, os idiomas desta família só possuíam duas formas verbais: o presente e o passado. É exatamente por isso que, no alemão por exemplo, utilizamos um “modal” para conjugar o futuro.

História da língua alemã

Três importantes períodos históricos contribuíram para a aparição desta língua germânica tal qual a conhecemos hoje:

  • a época do alto-alemão antigo (séculos VII a XII);
  • a época do alto-alemão médio (séculos XII a XVI);
  • a época do alto-alemão moderno (séculos XVI até os dias de hoje).

Os atributos do idioma alemão

Conhecendo um pouco mais sobre a história da língua alemã, podemos constatar que ela é rica e variada.

Estes atributos do idioma, no entanto, podem acabar dificultando a vida daqueles que a querem aprender como idioma estrangeiro, pois são bem diferentes do que estamos acostumados com o nosso bom e velho português de cada dia:

  • Construção frasal;
  • Declinações;
  • Precisão.

É preciso dedicação para dominar a língua alemã. É preciso falar muito bem alemão para conseguir a naturalização.

Informações para naturalização alemã

Estados Federativos

A República Federal da Alemanha possui 16 estados federados, chamados de Länders. Cada um deles possui sua própria constituição, seu próprio parlamento e seu próprio governo.

O que foi o Stasi?

República Democrática Alemã era um estado totalitário no qual um dos pilares era assegurar o serviço da polícia secreta de inteligência (Ministerium für Staatssicherheit, “Ministério para a Segurança do Estado”), também conhecido como Stasi.

Direitos dos cidadãos da União Europeia na Alemanha

Muitos brasileiros possuem uma dupla cidadania européia. As mais comuns são as portuguesa e italiana.

Se você faz parte deste grupo e planeja passar um tempo ou até mesmo ir morar por um período na Alemanha, então é bom ficar informado de quais são seus direitos:

  • Direito de livre circulação pelo país;
  • Direito de morar e exercer uma atividade profissional;
  • Para os desempregados:
    – Requisição de um seguro de saúde;
    – Ajuda financeira do governo;
    – 6 meses de seguro desemprego

Mercado de trabalho alemão

A Alemanha oferece condições de trabalho muito interessantes para os estrangeiros. Com salários que fazem parte dos mais bem pagos no mundo, o Estado ainda dá a garantia de que seus cidadãos serão empregados.

Como se tornar alemão

  • Nacionalidade através do nascimento: aqueles que nascem em solo alemão são automaticamente considerados cidadãos alemães;
  • Pedido de naturalização: quem não nasceu na Alemanha, mas tem residência fixa no país há pelo menos oito anos e possui um visto permanente, pode fazer um pedido de naturalização.

Condições para naturalização

  • Se um de seus pais estava em posse da nacionalidade alemã durante o seu nascimento, então você tem sim direito a fazer o pedido;
  • O total domínio da língua de Goethe;
  • Teste de cidadania;
  • Não receber subsídio do governo na época do pedido.

Top 10 personalidades alemãs

Preparamos uma lista com os alemães mais influentes dos últimos tempos.

  1. Albert Einstein
  2. Martinho Lutero
  3. Claudia Schiffer
  4. Anne Frank
  5. Immanuel Kant
  6. Ludwig Van Beethoven
  7. Boris Becker
  8. Karl Lagerfeld
  9. Johann Wolfgang von Goethe
  10. Horst Tappert
  11. Bônus: Karl May

Os melhores autores da língua alemã

Confira a nossa seleção de alguns dos autores germanófonos mais conhecidos do planeta.

Goethe e a literatura clássica

Johann Wolfgang von Goethe é uma das principais figuras da literatura alemã. Escritor, mas também um estadista, ele teve grande influência sobre a cultura literária alemã.

Süskind e o suspense literário

O Perfume“, sem a menor sombra de dúvidas, é o trabalho mais popular do escritor. Ela é uma das obras mais consagradas do século XX e já, inclusive, virou filme.

Thomas Mann e a filosofia alemã

Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1929, o romancista foi inspirado por Goethe, Schopenhauer e Nietzsche na construção de suas histórias.

Os Grimms escreveram seus contos para os adultos e não para as crianças. Vários contos famosos, como a Branca de Neve, foram escritos pelos Irmãos Grimm.

Irmãos Grimm e os contos para jovens

Com o intuito de contribuir para a melhora do nível da língua alemã dos adultos, os Irmãos Grimm decidiram escrever seus próprios contos de fadas, criados para atrair a atenção do público mais velho à literatura da Alemanha.

Stefan Zweig e a literatura de guerra

O trabalho de Zweig está impregnado de temas como exclusão social, violência moral e física, repressão e psicologia. Zweig foi, igualmente, um dos amigos mais próximos do psiquiatra Sigmund Freud.

Encontre um bom curso de alemao online no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar