Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Entenda o básico da sociedade japonesa

De Marcia, publicado dia 23/05/2019 Blog > Idiomas > Japonês > O guia do iniciante em civilização do Japão

Há muitas razões pelas quais você poderia viajar ao Japão ou aprender a língua japonesa e isso pode estar relacionado ao seu interesse na civilização japonesa e na cultura da terra do sol nascente!

Através da história japonesa, arte japonesa, culinária japonesa ou qualquer outro elemento cultural do país, você pode aprender mais com o Superprof. Este post é para identificar os elementos básicos que fizeram da sociedade japonesa o que ela é agora.

Entre o samurai, a gueixa, o budismo, o xintoísmo, a cultura popular e as origens de Tóquio, a capital japonesa, vamos descobrir tudo o que é essencial saber sobre este símbolo econômico do Extremo Oriente!

Este guia do Japão irá ajudá-lo a entender melhor o grande poder que é o império do sol nascente e sentir vontade de procurar por aulas de japonês!

Os icônicos personagens históricos japoneses

A história do Japão está repleta de eventos e batalhas que tornaram grandes heróis famosos!

Aqui estão alguns desses personagens japoneses históricos que ajudaram a configurar o atual Japão ao longo dos séculos.

Kōbō- Daishi

Também chamado Kūkai, Kōbō-Daishi (774-835) foi um monge budista e fundador da Escola Budista Shingon. Durante sua vida, foi o líder espiritual mais importante do Japão.

Se este nativo de Shikoku influenciou muito o pensamento espiritual japonês, isso se deve, em parte, a seus “milagres”, incluindo o fato de que ele não estaria morto, mas apenas em sono profundo!

Oda Nobunaga

Nobunaga Oda (1534-1582) é o primeiro dos três grandes unificadores japoneses da era Sengoku.

Ele foi apelidado de ” Rei Demônio”, prova de seu poder militar indiscutível e sua crueldade para com seus oponentes!

Com muitas vitórias sobre os vários clãs da época, Nobunaga criou um enorme exército. Seu sonho era unificar o arquipélago japonês sob o mesmo estandarte, o do clã Oda. Infelizmente seus planos não se cumpriram: ele foi traído antes que pudesse realizar este projeto.

Tokugawa Ieyasu

Terceiro e último grande unificador do Japão, Ieyasu Tokugawa (1543-1616) era um senhor da guerra, uma vez sob as ordens do clã Oda e conselheiro do segundo unificador, Toyotomi Hideyoshi. Após a morte deste último, Ieyasu colocou-se à frente do Exército da União Japonesa e finalmente realizou este projeto.

Ele se tornou shogun em 1603 e sua dinastia durou mais de dois séculos!

Hoje ele é lembrado como alguém que estava em Tóquio (então Edo) a capital do Japão, mas também aquele que pôs fim à guerra dos clãs no Japão, ou seja, a era feudal.

Fukuzawa Yukichi

Yukichi Fukuzawa (1835-1901) foi o fundador da grande Universidade Japonesa de Keio, o Instituto de Doenças Infecciosas e um jornal.

Este grande estudioso, símbolo da literatura japonesa, foi uma das principais figuras da era Meiji pós-modernista!

Em 1860, ele foi enviado para os Estados Unidos para servir na embaixada japonesa antes de terminar sua vida como tradutor do imperador. Ele é considerado um dos fundadores do Japão moderno!

Saigō Takamori

O último Samurai, Takamori Saigo (1828-1877), é muito famoso por sua rebelião contra a Restauração Meiji, quando o shogunato perdeu seus poderes em favor do Império .

Por 9 anos, ela lutou implacavelmente pelo governo até a batalha de Setsuma, sua grande derrota. Ele foi executado algum tempo depois:

“Sua cabeça, a de Kirino e vários outros líderes foram enviadas para Edo (Tóquio), como prova do fim da rebelião” – Henri Rieunier

Tóquio e história japonesa O parque Ueno, em Tóquio, guarda um pouco da história da cidade.

Uma estátua de bronze famosa de Saigō está situada no parque de Ueno em Tokyo.

Os mitos da religião xintoísta

A religião ancestral do Japão é chamada xintoísmo. Este é o tema de uma espessa mitologia japonesa que nos propomos a descobrir!

História e princípios do xintoísmo

A religião xintoísta ou mais simplesmente xintoísmo é um conjunto de crenças doutrinárias e rituais que visam honrar o kami, ou seja, os deuses. Hoje folclore, tradição e princípios religiosos são como uma religião do estado (era Meiji) com base em um conjunto de mitos e lendas.

O xintoísmo ainda existe no Japão atual, o que prova a qualidade da piedade japonesa:

“Boas doutrinas podem fazer milagres” – provérbio japonês

Sua história seguiu diretamente a do Japão: se o xintoísmo se tornou religião oficial no final do período Jomon, foi rapidamente confrontado com o budismo, importado da China. As duas religiões se tornaram complementares, refletindo as crenças do Japão contemporâneo.

Os Kami: os deuses do Japão

Um kami é “aquele que é colocado acima”, um deus que é honrado em um santuário. Eles estão na origem de tudo: o céu, a terra e o reino dos mortos. No geral, tudo no mundo é personificado por um kami.

Embora existam mais de 8 milhões de deuses no xintoísmo, os kami mais famosos são:

  • Izanagi;
  • Izanami;
  • Amaterasu;
  • Tsuki-Yomi;
  • Susanoo.

Outros poderiam ser citados como Kagutsuchi ou Hachiman.

Ritos e tradições japonesas

Os japoneses ainda continuam hoje a celebrar vários festivais e rituais tradicionais geralmente enraizados no xintoísmo. O Tanabata, por exemplo, é uma celebração em que duas estrelas se encontram: Orihime e Hiko-Boshi, correspondendo aos caracteres divinos de um mito romântico. Da mesma forma, os costumes relacionados a Hatsumōde são praticados em cada ano novo japonês.

Aprendendo sobre o Japão A cultura japonesa se evidencia pelos seus festivais e eventos.

Essas tradições são agora folclóricas, mas a espiritualidade que envolve cada uma dessas práticas não evaporou e os japoneses mantêm firmemente esses costumes. O casamento japonês é muito inspirado pelo xintoísmo, assim como os ritos de passagem para a vida adulta (Seijin Shiki).

Tudo isso pode ser aprendido em um curso de língua e cultura japonesa.

As celebridades mais famosas do atual Japão

No Japão contemporâneo, artistas, empresários e políticos são reconhecidos internacionalmente!

Entre as pessoas mais famosas do arquipélago japonês, aqui estão alguns dos que tornam a cultura japonesa reconhecida em todo o mundo! Descubra aqui as celebridades do Japão!

Hayao Miyazaki

Hayao Miyazaki é o co-fundador do Ghibli Animation Studios, ao qual devemos alguns dos mais belos trabalhos de animação de estilo mangá. Entre suas criações, encontram-se pérolas como Princesa Mononoke

Hoje, Miyazaki tem 77 anos e não trabalha mais. Pelo menos, não oficialmente!

Masi Oka

O belo rosto de Masayori Oka certamente não é desconhecido para você. Na verdade, ele é o Hiro Nakamura de Heroes, um talentoso ator, mas também produtor e criador de efeitos especiais. Embora não possa voltar no tempo, ele ainda tem muitos recursos em sua manga!

Masi Oka também fundou a empresa Mobius Digital, que produz e publica videogames!

Soichiro Honda

Este nome é, sem dúvida, muito evocativo! De fato, Soichiro Honda é o fundador da Honda Motor Company que fabrica carros e outros veículos.

Um verdadeiro exemplo de mecânica inventiva e ambiciosa, ele conseguiu construir um império a partir do zero. Este empresário está morto agora, mas o império e seus carros permanecem vivos pelo mundo!

Hideo Kojima

Hideo Kojima é um criador e produtor de jogos de vídeo game conhecidos, tendo trabalhado em Konami até 2015. Entre suas criações, está a famosa série Metal Gear Solid, mas também sagas menos populares no OcidenteEle também participou do primeiro Castlevania: Lords of Shadow.

Seu estúdio de videogames, Kojima Productions, prepara desde 2016 um novo jogo chamadoDeath Stranding, no qual ele colabora com Mads Mikkelsen e Guillermo Del Toro.

Shizuka Arakawa

Com apenas 36 anos, Shizuka Arakawa é uma patinadora japonesa e medalhista de ouro desde 2006!

Depois dessa vitória, ela disse:

“Eu pensei em parar. Estou muito feliz por ter escolhido continuar. Eu quero dar esperança a todos os que me veem patinar”- Shizuka Arakawa

Mostrando um talento Graças aos seus patins, Arakawa se tornou famosa no mundo.

Ela já era campeã mundial desde 2004, mas sua consagração em 2006 confere a ela novo ânimo e confiança!

História Japão: cronologia global das eras japonesas

A história japonesa, muito desconhecida no Ocidente, é pontuada por eventos que forjaram o que hoje se tornou o arquipélago. Entre sakura e flores de cerejeira, foi necessário passar por guerras para chegar a uma união:

Embora tenha sido difícil, o Japão agora está satisfeito, tanto internamente quanto internacionalmente. Aqui estão algumas das passagens mais importantes da cronologia da história japonesa!

Os desejos de unidade na terra do sol nascente

Enquanto a paz reinou desde o fim do conflito entre o Xintoísmo e Budismo, entre os clãs Soga e Mononobe (com a vitória da Imperatriz Suiko) por 800 anos, o Kamakura entrou em colapso em 1333, deixando lugar para um caos sem nome.

Alguns daimios começaram a brigar com o país, enquanto o segundo se abriu para o Ocidente como parte do comércio de Nanban. Os clãs continuaram a lutar implacavelmente pelo controle do arquipélago. Entre os clãs da era Sengoku, encontramos:

  • Clã Oda;
  • Clã Akechi;
  • Clã Saika;
  • Clã Ashikaga;
  • Clã Toyotomi;
  • Clã azai;
  • Clã Mori;
  • Clã Uesugi;
  • Clã Takeda;
  • Clã  Hōjō;
  • Clã Tachibana.

No final, foi o clã Tokugawa que venceu e unificou o Japão!

A era de Edo: a unificação do Japão

O período Edo (1603-1868) foi marcado pela unificação do arquipélago japonês sob a mão de ferro do shogunato Tokugawa Ieyasu (confiada pelo imperador do Japão) e o fim do sistema feudal. Apesar das tragédias que acometeram os japoneses durante este período (fome e desastres naturais como um terremoto), a paz foi finalmente reestabelecida no Japão.

Dois grandes fenômenos ocorreram: o fechamento do comércio com o Ocidente (Sakoku) e a idade de ouro da economia e desenvolvimento das artes, a era Genroku. Esta era terminou com a Revolução Japonesa em 1868.

Da Revolução Japonesa aos dias atuais

Em 1868, houve o retorno do Império em vigor contra o xogunato: fala-se de restauração imperial, que trouxe consigo a era Meiji. O país abriu-se novamente ao mundo, modernizou-se, industrializou-se e começou a expressar desejos de expansão territorial.

A era Showa (1926-1989) ficou conhecida como aquela em que o governo japonês fez escolhas terríveis durante a Segunda Guerra Mundial (Hiroshima e Nagasaki são provas disso), então emancipou-se de sua política bélica para se tornar o Japão que hoje conhecemos.

O novo Japão Contamos hoje com um Japão globalizado que envolve cultura e modernidade.

Desde 1989, o Japão entrou na era Heisei com o imperador Akihito, filho de Hirohito. O país aceita de bom grado alguma ocidentalização, permanecendo um dos mais independentes do continente asiático. O “Cool Japan” continua a fascinar o mundo e a atrair turistas em busca de modernidade e tradição!

Então, isso fez você querer ter aulas de japonês ou ir ao Japão? Se assim for, não hesite por um momento: Superprof irá ajudá-lo a se comunicar em todo o Japão e pode prepará-lo para visitar o Monte Fuji, Kyoto ou Osaka!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar