Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Os 10 grandes nomes da história japonesa

De Marcia, publicado dia 15/05/2019 Blog > Idiomas > Japonês > Quem são os personagens nipônicos mais notáveis?

A história do Japão é bastante desconhecida para os ocidentais, mas isso não significa que não seja cheia de eventos e personagens surpreendentes!

Entre samurais e artistas excepcionais, cada uma das celebridades que listamos aqui tem sido parte da evolução da sociedade e da cultura japonesa.

Esta lista relativamente breve destina-se a ajudá-lo a descobrir as grandes figuras históricas do país do sol nascente. Uma introdução perfeita para a história do Japão, se você está pensando em fazer uma viagem turística ou mesmo mudar-se para lá!

Do período Yamato ao período Meiji, passando pelo período Kamakura ou Edo, vamos descobrir os principais atores da cronologia japonesa. Os sobrenomes são colocados antes dos primeiros nomes, como na tradição japonesa .

Nós excluímos os imperadores do Japão propositalmente neste artigo: se você quiser saber mais sobre os líderes japoneses, vá ao artigo dedicado ao assunto!

1. Príncipe Shōtoku: a lenda da terra do sol nascente

Shōtoku Taishi, também chamado Príncipe Umayado ou Príncipe Kamitsumiya, foi um líder político do Japão que viveu entre 574 e 622 dC. Sua real existência, entretanto, nunca foi confirmada, então vamos falar sobre um príncipe semi-lendário. Ele teria recebido o título de regente da Imperatriz Suiko durante o período de Asuka (538-710).

Shōtoku é interessante porque foi um dos primeiros a montar um sistema baseado no modelo chinês Sui: governo centralizado, divisão de terras, etc.

A segunda razão para sua fama é que ele é o primeiro monarca a ter usado a palavra Nihon, que significa “a origem do sol” ou “a terra do sol nascente”!

Buda no Japao O lendário príncipe japonês teve papel importante na difusão do budismo.

Finalmente, o príncipe ajudou no estabelecimento do budismo no arquipélago. Ele construiu, por exemplo, o templo budista Shi Tennō-ji, perto de Osaka.

2. Oda Nobunaga: o rei demônio do Japão

É impossível falar sobre a história feudal japonesa sem mencionar Nobunaga Oda (1534-1582), o “Rei Demônio”, grande guerreiro e líder militar de sua época, o período Sengoku.

Sua história é muito popular no Japão porque ele foi o primeiro de um trio de mestres do campo de batalha a ter a ambição de unir o Japão!

Ele conseguiu, em parte, alcançar a façanha de unir a província de Owari, e venceu a batalha de Okehazama forjando alianças entre o clã Oda, e os líderes de outros clãs. Ele também foi vitorioso em muitas batalhas contra outros clãs como Azai, Asakura e Takeda.

Apenas Uesugi Kenshin resistiu a ele, mas ele morreu de câncer no estômago (ou talvez veneno). Nobunaga então declarou:

“Agora o Japão é meu”

Este não foi o caso ainda, infelizmente! Isso não aconteceu porque ele foi traído por um de seus generais, Akechi Mitsuhide. Um triste fim para um grande conquistador japonês!

3. Toyotomi Hideyoshi: o unificador japonês

Hideyoshi Toyotomi (1537-1598), anteriormente Hideyoshi Hashiba, é o segundo unificador japonês depois de Nobunaga Oda. O homem apelidado de Saru (o macaco) foi o sucessor inteligente de seu ex-líder.

Ele chegou ao poder em 1582 durante o golpe contra Nobunaga e o cerco do Castelo de Mori. Tronou-se então tenente-general, eliminando seus concorrentes e construindo um castelo em Osaka. Foi em 1584 que ele recebeu da corte imperial o nome Toyotomi, tornando-se ministro dos assuntos supremos.

Grande construção japonesa A origem do castelo de Osaka envolveu a época da unificação japonesa.

Sob o seu “reinado”, Hideyoshi continua a unificar as províncias do Japão e termina este trabalho em 1592!

Ele então começou uma política de repressão aos cristãos no arquipélago japonês, depois tentou em vão invadir a Coréia duas vezes. Na ocasião da sua morte, ele confiou seu jovem filho aos cinco sábios, seus conselheiros, incluindo um certo Ieyasu Tokugawa …

4. Sakamoto Ryōma: o herói da era de Edo

Ryoma Sakamoto (1836-1867) foi lembrado como um herói durante o período Edo.

De fato, depois de negociar uma aliança entre os feudos de Satsuma e Chōshū, seu objetivo era  devolver os poderes ao imperador. Ele era, portanto, um imperialista leal que queria mudar a estrutura política por meio de um golpe de Estado.

Aqui está o caminho desse guerreiro:

  • Aos 14 anos, ele começa a aprender o uso da espada (kenjutsu);
  • Aos 25 anos, ele se juntou ao Tosa Kinno-tō, um movimento leal ao imperador;
  • Aos 26 anos, ele fez contato com membros do reduto Chōshū, tornando-se um discípulo de Katsu Kaichu, um oficial de alta patente que lhe confiou a liderança de uma academia particular em Kobe;
  • Aos 30 anos, ele negociou a aliança entre os feudos de Satsuma e Chōshū, então rivais, para derrubar o shogun e unificar o país. Shogun Tokugawa Yoshinobu renunciou em 9 de novembro de 1867.

Infelizmente, Sakamoto foi assassinado aos 31 anos e não conseguiu realmente ver o seu projeto bem sucedido. E ainda, um ano depois, a era Meiji restaura os poderes imperiais, prova de que sua luta não foi em vão!

Que tal aprender um pouco mais dessa história em suas aulas de japonês?

5. Murasaki Shikibu: o grande escritor japonês

A história do Japão também é marcada pela arte, ilustrada por exemplo por uma dama da corte imperial do período Heian, Tō-Shikibu, apelidada de Shikibu Murasaki (por volta de 973 – entre 1014/1025).

Seu pai, Fujiwara no Tametoki, casou-se rapidamente com uma nobre mas logo se tornou viúvo. Ela foi então apresentada ao tribunal para entrar no serviço de Shōshi, uma das duas consortes de imperatrizes da época.

Isso deu a ela tempo para escrever seu trabalho,  Genji Monogatari , uma peça importante da literatura japonesa !

O livro em si tem cerca de 2000 páginas, é composto por 54 capítulos e é pontuado por 800 wakas (poemas). A autora também deixou para trás uma coleção de poemas,  Murasaki-Shikibu nikki .

6. Minamoto No Yoritomo: o primeiro shogun do arquipélago japonês

Outra figura chave na história japonesa, Minamoto no Yoritomo (Yoritomo do clã Minamoto) é famosa por ser o primeiro shogun (uma espécie de líder). Ele foi o fundador do primeiro xogunato, o de Kamakura. Ele reinou de 1192 a 1199, por pouco tempo, mas isso foi o suficiente para instalar o título de “grande pacificador geral”, também conhecido como shogun.

Missão de líder Minamoto ficou conhecido como um grande pacificador japonês.

Yorimoto toma a frente do clã Minamoto enquanto o clã Taira controla completamente o Japão em uma atmosfera de brutalidade e fome. Com a ajuda do clã Hojo, Yoritomo pegou em armas contra o líder do clã adversário, Taira no Kiyomori, e derrotou-o em 1181.

A guerra civil durou até 1185 (é chamada de Guerra Gempei) e terminou com a vitória de Yorimoto! Minamoto no Yorimoto então monta seu bakufu (xogunato) e estabelece a supremacia dos samurais no Japão.

7. Tokugawa Ieyasu: shogun unificado do Japão

Ieyasu Tokugawa (1543-1616) é o terceiro e último grande unificador do Japão depois de Oda e Toyotomi.

Primeiro daimyo (poderoso senhor de terras) e chefe do clã Tokugawa, Ieyasu rapidamente se juntou ao clã de Nobunaga Oda para unir o arquipélago japonês. Após a morte deste último, tornou-se conselheiro de Hideyoshi Toyotomi e ajudou-o a aperfeiçoar o trabalho iniciado em todo o país.

Quando Toyotomi morreu em 1598, ele tomou o poder depois de derrotar seus rivais e se tornou shogun em 1603! Ele também é conhecido por vários outros nomes e apelidos:

  • Jirōsaburō;
  • Ōgosho;
  • Shinkun;
  • Tōshō Daigongen.

Depois de se tornar shogun, ele tornou Edo a capital do Japão e sua dinastia governou até 1868, durante a Revolução Meiji.

Ieyasu continua sendo lembrado como uma personalidade forte, um personagem respeitado, muito mais que um grande líder militar! Um curso de cultura e língua japonesa também aborda esse tema.

8. Hibari Misora: a cantora japonesa do século XX

De nome real Kazue Kato, Misora ​​Hibari (1937-1989) foi uma cantora e atriz japonesa. Ela é uma das artistas japonesas mais famosas do século XX. Seu estilo musical é próximo do jazz e é caracterizado principalmente pelo enka, um gênero tradicional japonês.

Os números de sua carreira são extremamente altos: mais de 1200 músicas, 68 milhões de discos vendidos e 166 filmes que abordam seu nome.

9. Kōnosuke Matsushita: o deus da gestão asiática

Matsushita Kōnosuke (1894-1989) foi um gênio dos negócios, fundador do grupo Panasonic. No Japão, ele é chamado de “o deus da administração” por suas qualidades empreendedoras e sua visão da economia. Ele também era uma espécie de filósofo de negócios, e um estrategista comercial.

Japão berço dos eletrônicos Matsushita cumpriu seu papel tecnológico ao fundar a Panasonic.

Ele começou nos negócios inventando produtos, incluindo equipamentos elétricos. No entanto, o mercado era difícil àquela época. Foi necessário então estabelecer estratégias de negócios para ter sucesso.

Sua filosofia empreendedora é ilustrada por suas palavras:

“Não importa o quanto você estude. O que você realmente precisa confiar é a sua própria intuição e até quando você chegar lá, nunca saberá de fato o que vai acontecer. “- Matsushita Kōnosuke

Hoje, a Matsushita se estabeleceu em todo o mundo: na Europa, nos Estados Unidos, no Canadá e no restante da Ásia!

10. Hokusai: o pintor japonês mais famoso

Katsushika Hokusai (1760-1849) foi um pintor, desenhista e autor japonês cujos trabalhos provavelmente não sejam desconhecidos para você!

Por estar relacionado com o tradicional movimento artístico japonês Ukiyo-e, sua principal obra é o conjunto de estampas intitulado “Trinta e seis vistas do Monte Fuji”, que na verdade conta com quarenta e seis peças e teve sua origem em 1831-1833.

Devemos a esse grande artista belas pinturas japonesas cujos estilos mudaram de acordo com o período artístico de Hokusai. Estes levam o nome que o artista se deu como assinatura:

  • 1779-1792: Katsukawa Shunrō;
  • 1795 – 1798: Sōri;
  • 1799 – 1810: Hokusai;
  • 1811 – 1819: Taito;
  • 1820 – 1835: Iitsu;
  • 1834 – 1839: Manji.

Hokusai inspirou muitos artistas europeus como Gauguin, Van Gogh, Monet e Sisley!

A descoberta das grandes figuras da história japonesa fez você querer ir ao Japão ou aprender a língua japonesa? Se assim for, Superprof pode ajudá-lo! Que tal começar a procurar pelo seu professor agora mesmo?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar