Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Com qual frequência é preciso dançar para conseguir perder peso?

De Camila, publicado dia 10/05/2019 Blog > Artes e Lazer > Dança > Ritmo certo de curso de dança para emagrecer

“Quando eu danço, eu não tento superar ninguém além de mim.”
Mikhail Nikolayevich Barychnikov

Para perder peso, a maioria de nós, começa, instintivamente, a fazer dietas. No entanto, é muito difícil que um regime por si só seja eficaz para manter os kilos perdidos longe de “acharem o caminho de volta”. Além de uma reeducação alimentar, uma rotina de esportes – ou qualquer tipo de exercício físico – constante é essencial para a manutenção da boa forma. Para muitos, praticar esportes é uma atividade que pode se tornar rapidamente chata e entediante.

Atividades mais lúdicas como a dança permitem que você pratique exercícios de maneira divertida e dinâmica, esculpindo seu corpo e queimando gordura ao mesmo tempo.

A aula de dança, seja ela aula de dança de salão, aula de dança sertanejo, aula de dança do ventre ou ainda aula de hip hop, permite ao aluno executar muitos exercícios que contribuem enormemente para a perda de peso… tudo isso enquanto ele trabalha suas habilidades artísticas ao montar uma coreografia junto ao professor!

Ficou interessado em se matricular em uma aula dessas, mas não sabe quantas vezes por semana precisa praticar essa atividade animada para conseguir realmente obter o resultado desejado? Então confira as nossas dicas sobre a frequência das aulas de dança para emagrecer efetivamente!

Perder peso com a dança: defina o seu ritmo de acordo com o seu objetivo

“Para mim, dançar é um alimento, algo que preciso, como o ar que você respira, a comida que você come. É necessário e até essencial para a sobrevivência. Para mim, dançar é alimento.”
G. Burge

Existem mil e uma maneiras de se perder peso. Com objetivos diferentes, elas podem diversificar o jeito de se dedicar aos exercícios físicos. Pegando a dança como exemplo, isso quer dizer que nem todas as pessoas precisam praticar essa atividade com a mesma intensidade, já que desejam atingir resultados diferentes.

Entre os objetivos que podem ser atingidos com aulas de dança, encontramos:

  • Emagrecimento;
  • Redução dos quadris;
  • Aumento dos glúteos;
  • Perda de poucos quilos;
  • Construção muscular;
  • Perda de muita gordura;
  • Etc.

Essas metas podem ser alcançadas gastando-se mais ou menos tempo, com mais ou menos motivação. Para tal, o aluno deve se colocar no comando do seu próprio corpo. Isso quer dizer que, qualquer que seja o objetivo, ele é atingível. Para alcançá-lo, é preciso encontrar a maneira correta de praticar a dança, muitas vezes precisando estar disposto a fazer sacrifícios.

Para uma perda de peso significante, o ideal seria a adesão a um ritmo de aula com mais de 3 sessões de dança por semana ao invés de extensivas sessões de musculação, por exemplo.

Além de estar ligada à frequência com a qual elas são praticadas. Seja dança clássica ou samba: a perda de peso está ligada a vários fatores específicos a cada uma delas.

Emagrecer dançando: associe prática ao estilo de vida para encontrar um bom ritmo

A dança é uma atividade praticada nos quatro cantos do mundo com bastante frequência. Ela exige uma certa organização, além da dedicação de algumas horas por semana para que possa agir como uma verdadeira aliada à perda de peso. Dependendo do objetivo a ser atingido (tonificação dos músculos, perda de medidas, queima de gordura…), as sessões podem ser distribuídas de uma a quatro vezes por semana. Ou seja, se dedicar às aulas de dança requer um certo planejamento e organização da sua agenda!

Isso porque ter uma barriga lisinha não é nada fácil! É por isso que se você quiser emagrecer e / ou tonificar seus músculos, dançar pode ser a solução. Mas para tal, é preciso dedicação e determinação.

Para tornar a prática mais agradável, opte por roupas confortáveis e um bom par de tênis. Lembre-se ainda de manter uma garrafa d’água e uma toalha perto de você, já que, independente do seu objetivo, você com certeza vai ter que transpirar… muito!

A dança, seja ela qual for, além de ser um esporte de verdade, também é um hobby, um prazer. A escolha de praticá-la para emagrecer é uma ideia muito boa. O peridiocidade com a qual as sessões são feitas deve ser levada em conta, já que ela deverá ser um pouco mais alta do que as idas à sala de musculação na academia. No entando, tal tarefa será fácil, pois nada melhor do que malhar e se divertir ao mesmo tempo!

Perder peso dançando: encontre o seu ritmo de acordo com a sua motivação

Emagrecer através da dança exide determinação. A sua motivação a se dedicar às aulas de dança é determinante na hora de perder peso.

Além de ser um hobby, a aula de zumba, de forró, de hip hop ou dança de salão pode ser uma atividade física de peso se você decidir aproveitar o que ela tem a oferecer. Para tal, você precisa ter certeza do que deseja alcançar através das suas aulas. Tal desejo também é bastante conhecido como a famosa “motivação“!

Para tal, certos critérios entram em jogo na hora de definir o ritmo de se praticar a dança de sua escolha.

Por exemplo, você não deve ter metas excessivas. Mesmo que você deseje emagrecer rapidamente dançando, é preciso ter em mente que seu corpo não é uma máquina. A fruquência com a qual você se dedica às aulas de dança deve mudar de acordo com vários fatores. No entanto, um dos fatores deve ser uma constante: a motivação, pois sem ela não somos capazes de nos dedicar ao alcançe de nenhum objetivo.

A dança é uma prática que requer muita paixão, além de técnicas específicas para cada modalidade. Uma dança clássica exige muito mais rigor do que uma zumba, por exemplo. Esta última tendo muito mais chances de ser mais divertida e mais focada no treino aeróbico e cardiovascular. Motivar-se a perder peso também significa saber escolher a dança certa para conseguir alcançar seus objetivos.

Emagrecer com o tipo de dança que se adapta ao seu ritmo

A escolha do exercício físico a se fazer também é importante, pois ele deve integrar a vida cotidiana de quem o pratica e deseja perder peso. Embora o número de calorias dependa largamente da regularidade em que ele é praticado, escolher não só se dedicar à dança, mas também a um estilo específico de dança é igualmente importante! Como eles são muitos, vamos confessar que isso, muitas vezes, pode parecer uma tarefa complicada. E é por isso que te damos uma mãozinha na hora de tomar essa decisão, pois vários fatores podem  – e devem – ser analizados na hora da escolha.

Você vai ver como essa atividade física pode ser divertida! Se você tem dificuldades para se motivar, que tal procurar fazer aulas de dança em grupos para perder medidas?

Preparamos uma lista com o que cada dança pode contribuir para o seu corpo, de acordo com a parte que você deseja trabalhar e definir e / ou emagrecer:

  • Dança Clássica -> curvas e postura;
  • Dança Africana -> culote e quadris;
  • Dança Oriental -> cintura e quadril;
  • Jazz Moderno -> silhueta em geral;
  • Sapateado -> glúteos.

Motivar-se é a chave para se dedicar corretamente às sessões de dança. No entanto, saber quais são seus objetivos reais com ela é a base de qualquer prática esportiva e qualquer programa de emagrecimento.

Levando isso em consideração, a dança clássica exige muito mais rigor do que os outros estilos. Para que conseguir emagrecer através dela, portanto, é necessário se dedicar a sessões diárias.

Por outro lado, danças como a zumba, muito focada na cardiovascularização, ou o tango, tanto recreativo quanto dinâmico e dramático, podem ser praticadas menos vezes por semana.

Algumas academias oferecem aulas diferentes todos os dias da semana. Se você optar por se inscrever em um desses estabelecimentos, então aproveite e divirta-se fazendo aulas de danças de vários estilos! Quer coisa melhor do que variar os prazeres e descobrir o jazz moderno e o breakdance na mesma semana? Sem contar que você estará definindo os seus músculos sem nem mesmo perceber!

De qualquer forma, se o seu objetivo é perder barriga, perder peso rapidamente, perder gordura ou transpirar a camisa em geral, então a dança pode ser a escolha ideal. Ela oferece um grande gasto energético a cada sessão, independente do ritmo. Para perder peso o mais rápido possível, recomendamos uma média de 3 sessões por semana, mas tudo dependerá dos critérios mencionados desde o início desta matéria.

Equivalência metabólica: o que é isso?

Um elemento chave na escolha da dança e na decisão da frequência em que ela será praticada é também a equivalência metabólica.

Mas o que é isso?

Equivalência metabólica é uma unidade estática que determina a relação entre o gasto de energia de um programa esportivo e o gasto de energia de um indivíduo em repouso.

Originalmente chamado MET (Metabolic Equivalent of Task), ele possui um valor de 4 em uma prática de dança moderada (cerca de 2 sessões por semana, considerada uma prática de baixa intensidade). O MET de 4 permite ao corpo queimar quatro vezes mais gordura do que quando em repouso.

É preciso deixar claro que isto é apenas uma média, pois nem todas as danças têm a mesma intensidade física. A ideia geral, no entanto, é sempre a mesma, permitindo a relativização de se manter um ritmo constante de prática de atividades físicas.

Que tal se dedicar a uma dança do ventre, por exemplo? Danças orientais, como a danças indianas, podem ser uma maneira eficaz para queimar aquelas gosdurinhas que estão sobrando.

Danças para perder peso

Confira então algumas danças bem conhecidas para quem deseja emagrecer:

  • Dança africana: eficiente por causa dos seus movimentos dinâmicos;
  • Dança clássica: eficiente por causa do rigor demandadao;
  • Dança oriental;
  • Salsa: excelente para diminuir as medidas das pernas e para tonificá-las.

RESUMO

Resumindo, a peridiocidade da prática de dança a ser adotada para se perder peso de maneira eficaz não pode ser estabelecida como uma constante, pois ela depende de muitos critérios, tais como:

  • Seu estilo de vida;
  • Sua construção física;
  • Seu tempo;
  • Suas preferências;
  • Sua motivação;
  • Seu objetivo.

E não precisamos nem falar que tudo isso listado acima está sujeito à variações, dependendo da pessoa e das circuntâncias em que ela se encontra.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar