Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Saiba as origens da língua brasileira

De Carolina, publicado dia 24/07/2017 Blog > Apoio Escolar > Português > História geral do português do Brasil

Você sabia que a base da língua portuguesa vem do latim? Não somente do português, mas do francês, italiano, espanhol e romeno?

Mas por que nossa língua é oriunda do latim? Por que temos palavras do grego? De origem germânica? Árabe? E tantas outras?

Todas essas questões são encontradas na história da língua portuguesa! Como o português do Brasil é visto pelo resto do mundo? O território de Portugal foi invadido pelos romanos no século III a.C. Depois da queda do império romano, os bárbaros invadiram as terras da Península Ibérica, os árabes. Todos esses povos deixaram suas marcas na língua portuguesa.

Depois, foi a vez de Portugal deixar o seu idioma no Brasil, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Angola, São Tomé e Príncipe, Timor Leste…

Cada lugar que o português foi passando, ele foi evoluindo e se modificando de acordo com o contexto histórico.

Por isso, vamos conhecer mais sobre a história da nossa língua e como ela chegou ao português que falamos hoje.

Português de Portugal

Invasão romana na antiguidade

Como dizemos, a Península Ibérica foi invadida pelos romanos no século III a.C. Eles não dominavam somente o território. Os romanos exigiam que os povos dominados falassem a língua latina como eles.

Por isso, o território que correspondia a França, Itália, Espanha, Romênia, Portugal foi invadido pelos romanos e todos passaram a falar latim.  Por isso, a raiz dessas línguas é latina e temos muitas palavras em comum com todas elas (mais com o espanhol, italiano, francês e romeno, respectivamente).

Você conhece as palavras que vêm diretamente do latim? Amar (amare), cair (cadere), dizer (dicere), filho (filius), mãe (mater), pai (pater), bom (bonus), forte (fortis), verde (viridis), água (aqua), casa (casa), mão (manus), ave (avis), cavalo (caballus), gato (cattus).

O Coliseu está na cidade desde a antiguidade Roma, capital do Império Romano, foi o berço das línguas latinas

Mas, junto com o latim, os romanos também deixaram muitas palavras gregas na língua portuguesa e latinas. Isso porque eles também dominaram os gregos e a cultura desse país era tão rica que acabaram introduzindo muito de suas ciências e filosofia no latim e consequentemente na nossa língua.

Sabia que quando você vai ao médico, vocês conversam basicamente em grego antigo? Isso porque o nome das doenças, órgãos e remédios são oriundos da língua:

  • ofto: olho (oftalmologista)
  • oto: ouvido, rino: nariz, laringo: mecanismo de fonação (sons da fala) (otorrinolaringologista: especialista do ouvido, nariz e laringe)
  • algia: dor (otalgia: dor de ouvido)
  • neuro, nevra: nervos (nevralgia: dor nos nervos)
  • ite: inflamação (rinite: inflamação no nariz)
  • rinite: inflamação no nariz (Fonte: G1, Dicas de Português, Sérgio Nogueira)

É possível conversar grego antigo também com seu professor de matemática: aritmética, Pitágoras, teorema, pi, mono, poli, tri…

Ou seja, o latim e o grego foram essenciais para a formação da língua portuguesa (conheça os marcos do idioma e do Brasil) e todas as línguas latinas. Apesar de termos a mesma base, isso não significa que sabemos falar francês, italiano, espanhol e romeno. O aprendizado dessas línguas também pode ser difícil. Com certeza, será mais fácil aprender uma língua de origem latina que de outra origem (alemão, chinês, japonês, tailandês). Mas não quer dizer que elas são moleza de aprender porque cada uma tem seu vocabulário, sua pronúncia, suas exceções, etc..

Invasão Germânica

Após a queda do império romano, os germânicos, ditos bárbaros, invadiram a Península Ibérica junto com os visigodos no século V.

As palavras gregas enriqueceram muito os idiomas de origem latina A Grécia foi o berço de várias ciências como a filosofia, matemática, biologia…

Com a influência da língua germânica e visigoda, foi criado o galaico-português, principalmente utilizado na Galiza e norte de Portugal. Veja algumas palavras deixadas no português por esses povos (entre outros…): Rodrigo, Afonso, Álvaro, Fernando, Gonçalo, Henrique, Adães, Baltar, Gondomar, Ermesinde, Esposende, Tagilde, Guimarães, Tresmonde, Trasmil; o sufixo -engo e palavras guerreiras: guerra, elmo, bando, guardar, agasalhar entre outras. A letra ç vem do visigodo através da evolução do Z (Fonte Wikipédia).

Invasão Moura

Depois dos germânicos e visigodos, foi a vez dos mouros. Eles introduziram algumas palavras no nosso vocabulário como: açúcar, alface, laranja, arroz, alfândega, armazém, bairro, almanaque, álgebra, almirante (Fonte Wikipédia).

Colonização Portugal – Brasil

Nosso país foi formado a partir do momento em que Pedro Álvares Cabral colocou os pés no que seria o território do Brasil.

Antes, nossas terras eram habitadas por povos indígenas, dizimados pelos colonos. Mesmo sem uma grande parte da população, os índios resistiram e continuaram em solos brasileiros.

Justamente, quando os colonos chegaram aqui no início do século XVI, trouxeram com eles os jesuítas. Os padres queriam evangelizar os índios e a pequena população brasileira que estava se formando ali (mistura de índios, portugueses, africanos, europeus…).

Para isso, eles tiveram que aprender a língua dos índios, principalmente o tupinambá (língua do litoral brasileiro oriunda do tupi-guarani). A língua foi a principal falada no Brasil-colônia até meados do século XVIII.

Português, língua oficial do Brasil

Em 1757, Portugal instituiu a língua portuguesa no território da colônia. Isso foi possível com a vinda massiva de portugueses para região, principalmente com a exploração de ouro e pedras preciosas em Minas Gerais.

A língua portuguesa tem origem no latim e no grego Monumento em homenagem ao descobrimento em Portugal

Então o português se tornou uma vez por todas a língua oficial do Brasil em detrimento do tupi (que não é ensinado nas escolas e alguns povos indígenas e seus vizinhos ainda o praticam). Mesmo assim, muitas palavras do tupi permaneceram no nosso idioma.

Saiba como encontrar sua aula de portugues perfeita aqui no Superprof!

Influência africana e indígena

Os africanos que vieram para o Brasil escravizados também deixaram uma grande herança de suas línguas na nossa. A principal marca veio do iorubá falado pelos negros da Nigéria (religião e cozinha afrobrasileiras) e do quimbundo angolano (caçula, moleque e samba entre outras).

Com as diferenças culturais entre a colônia e a metrópole, os portugueses do Brasil (por que ele é sexy?) e de Portugal se distanciaram. Portugal também recebeu uma grande influência da língua francesa no século XVIII.

No início do século XIX, com a vinda da família real para o Brasil, houve uma reaproximação do português de Portugal e o do Brasil. Os colonos vieram para a colônia fugindo da invasão de Napoleão Bonaparte ao território português.

Independência do Brasil e português contemporâneo

O Brasil se tornou independente de Portugal em 1822. Os imperadores Pedro I e Pedro II, mesmo oriundos da família real portuguesas, não seguiam ordens da mesma (apesar de não cortarem completamente o cordão umbilical).

Pedro II foi o imperador brasileiro que, mesmo de origens monarcas, gostava dos princípios republicanos. Sem muitas forças para continuar no governo, foi destituído por um golpe de estado e o Brasil se tornou uma república no dia 15 de novembro de 1889.

Antes de sair do poder, foi um dos responsáveis pela abolição da escravatura em maio de 1888.

Depois da independência e república brasileira, nosso povo começou a reivindicar uma verdadeira cultura do país.

A literatura brasileira foi marcada pelos vários movimentos nacionalistas em prol da nossa língua e do português do Brasil (conheça os célebres que falam nossa língua!).

Logo depois da independência em 1822, os românticos José de Alencar, Castro Alves e Gonçalvez Dias já aclamavam a cultura do nosso país. O nacionalismo exacerbado desses escritores muitas vezes é criticado por causa da forte ligação ainda com a cultura europeia.

Essa corrente nacionalista voltou com força total no início do século XX com os escritores pré-modernistas como Euclides da Cunha, escritor de Os Sertões.

A partir do modernismo, a lei era ovacionar a cultura popular brasileira. Seus principais autores são Mario de Andrade, Oswald de Andrade, Cassiano Ricardo, Alcântara Machado e Manuel Bandeira.

Além disso, com a Semana de Arte Moderna de 1922, o movimento antropofágico veio à tona.

A ideia é justamente se apropriar da cultura europeia e norte-americana, mas não copiá-la. Aglutinando a cultura do outro, criar algo genuinamente brasileiro com base na nossa cultura popular.

Com o neo-modernismo ou segunda fase do modernismo, o regionalismo que já havia mostrado as caras no pré-modernismo veio com força total: Raquel de Queiroz, Guimarães Rosa, Jorge Amado…

Português contemporâneo

Então, temos nossa língua portuguesa fundada através dos pilares do latim e do grego, com influências fortes da língua indígena e africana presentes no Brasil Colônia.

Hoje, o português brasileiro tem suas marcas e se diferencia do português de Portugal principalmente por causa das influências indígenas, africanas e dos nossos vizinhos hispanofalantes.

A principal diferença entre nosso português e o de Portugal é notada na pronúncia.

Muitos dizem que a língua do Brasil é mais cantada e mais sexy que a de Portugal. Os europeus fazem muito o som de “s” e a estrutura parece com a estrutura do francês, vinda da influência da França em território português no século XVIII.

Acordo ortográfico 1990

Há um grande esforço da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor Leste) de unificar as línguas portuguesas.

Índios, negros e europeus foram essenciais para o idioma brasileiro A língua portuguesa falada no Brasil tem influência de todos os povos que habitaram aqui

O intuito é justamente melhorar a comunicação entre os países lusófonos e aumentar o prestígio da língua portuguesa (quantas mudanças houve até hoje?) ao redor do mundo.

Então, foi criado o acordo ortográfico de 1990 que começou a entrar em vigor somente em 2009 com a assinatura do Timor Leste.

O acordo previa um tempo de transição para os países lusófonos e se tornou obrigatório no Brasil a partir do dia 1º de janeiro de 2016.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar