Em um contexto de um mundo completamente globalizado, o inglês se tornou a língua de referência no campo profissional.

Do gerente ao atendente, passando pelo supervisor de recursos humanos: todos os empregados de uma empresa são confrontados em algum dia de sua vida com a necessidade de praticar a língua de Shakespeare.

Você é um jovem formado em busca de um emprego?

Você é um empregado e quer evoluir na sua carreira ou ser promovido?

Ou quer mudar de área de atuação?

Hoje em dia, você precisa atender às expectativas das empresas em relação ao inglês para negócios.

Também é importante identificar todas as possibilidade à sua frente. Vamos mergulhar nesse universo do Business English?

Fernando
Fernando
Profe de Inglês
5.00 5.00 (41) R$68/h
1a aula grátis!
Martins
Martins
Profe de Inglês
5.00 5.00 (63) R$140/h
1a aula grátis!
Gabriela
Gabriela
Profe de Inglês
4.93 4.93 (29) R$50/h
1a aula grátis!
Sara
Sara
Profe de Inglês
5.00 5.00 (15) R$120/h
1a aula grátis!
Lucas
Lucas
Profe de Inglês
4.95 4.95 (15) R$30/h
1a aula grátis!
Teacher sil
Teacher sil
Profe de Inglês
5.00 5.00 (19) R$70/h
1a aula grátis!
Ricardo
Ricardo
Profe de Inglês
5.00 5.00 (26) R$45/h
1a aula grátis!
David
David
Profe de Inglês
5.00 5.00 (26) R$70/h
1a aula grátis!

Inglês para negócios: o que é isso?

Acabou a época em que ter conhecimentos básicos de inglês era um grande diferencial para um candidato a uma vaga. Hoje em dia, é mais do que um diferencial: é indispensável que a pessoa tenha domínio completo sobre ao menos uma língua estrangeira.

O mercado de trabalho é tão exigente a ponto de não bastar apenas ter níveis básicos, é preciso que os colaboradores dominem e saibam se comunicar de forma eficaz, desempenhando suas aptidões e capacidades corporativas.

Estima-se que hoje em dia existam cerca de 500 milhões de falantes da língua inglesa. O idioma é, sem sombra de dúvida, a língua oficial e universal na área dos negócios.

Além disso, se olharmos ao nosso redor, vamos identificar milhares de referências estrangeiras: marcas, produtos, serviços e que possuem um alcance mundial. O inglês para negócios permite que os executivos consigam trocar informações necessárias para a realização das transações relevantes e condizentes com a sua empresa.

Como língua internacional, centenas de países adotaram o inglês como primeira língua profissional; ou seja, você vai encontrar as mais diversas nacionalidades praticando o inglês pelo mundo.

Esse conteúdo específico da língua inglesa nada tem a ver com o que você já aprendeu na escola. Claro, a gramática, os verbos irregulares ou tempos verbais são os mesmos. No entanto, o vocabulário é muito mais técnico.

Você pode, por exemplo, liderar uma reunião ou uma videoconferência em inglês - falando com clientes estrangeiros pelo telefone ou pelo Skype.

Por que aprender english business.
Já pensou em liderar uma reunião em inglês?

Também é possível que você seja levado a redigir cartas e documentos em inglês.

Claro que as competências linguísticas necessárias vão depender do seu cargo e da frequência que você irá utilizar a língua.

No entanto, é necessário, até mesmo essencial, melhorar o seu inglês profissional para estar alinhado às perspectivas e objetivos da sua empresa.

A imensa carência de profissionais qualificados fluentes em inglês

De acordo com um levantamento recente realizado pelo British Council, em agosto de 2018, míseros 5% da população brasileira sabe se comunicar em inglês e, desdes, insignificante 1% apresenta algum grau de fluência na língua. Além disso, o Brasil encontra-se na 41ª posição, num ranking de 70 países, situado abaixo de outras nações latino-americanas como Equador, Chile, Peru e México.

Essa carência na proficiência do inglês, a língua mais difundida do mundo, prejudica os desempregados que buscam por uma colocação no mercado de trabalho e também atinge executivos de grandes empresas. Estes encontram imensa dificuldade de contratação de pessoas que possam representar suas empresas em congressos e eventos internacionais, por exemplo.

Para agravar ainda mais o quadro, a maioria dos brasileiros costuma exagerar ao qualificar seu conhecimento do idioma no momento de preencher um currículo. Um dos grandes problemas apontados pela pesquisa tem relação com a forma como o ensino do inglês é feito no país, mais baseado na leitura, enquanto deveria considerar as demais habilidades de escuta, escrita e fala do idioma, atribuindo-lhes o mesmo peso.

Profissões que exigem a fluência do inglês

Atualmente, na maioria das profissões é necessário um conhecimento mínimo de inglês.

No entanto, há certas áreas nas quais a proficiência deve ser mais forte e o vocabulário muito mais extenso.

Os executivos e o inglês

Ser bilingue é certamente um diferencial para um cargo de gestão e supervisão.

Um estudo recente revelou que 9 em cada 10 gestores foram confrontados com alguma situação que exigisse a prática da língua estrangeira ao longo de sua carreira.

Em 99% dos casos, essa língua era o inglês.

No entanto, a maioria dos entrevistados revelou não ter um nível suficiente.

Muito são conhecidos por dar aquela "enrolada básica", mesmo em um escritório onde inglês profissional é indispensável. Apenas 2 a cada 10 gerentes afirmam falar a língua fluentemente.

No entanto, na hora que o bicho pega, enrolada básica não serve para muita coisa. Se você é um gerente ou se está prestes a se tornar um, é hora de aprender inglês ou melhorar ainda mais as suas habilidades linguísticas!

O setor do turismo

Se você trabalha no setor do turismo terá de falar inglês em inúmeras ocasiões.

Os profissionais da recepção estão constantemente em relação com turistas oriundos de todos os países.

Se você é guia turístico, então já sabe que é preciso praticar o seu inglês intensivamente.

Diante de um grupo misto de turistas com as mais diferentes nacionalidades, é fundamental se comunicar em um único idioma: o inglês.

Por isso é preciso que você seja capaz de falar fluentemente sobre os mais diversos assuntos durante as visitas que podem durar horas a fio.

Os agentes de turismo e gerentes de produto em operadoras turísticas também estão em contato permanente com clientes anglófonos.

O setor da web

Inglês é definitivamente a linguagem universal da Internet.

Você é um desenvolvedor web, atua com SEO, é gerente de TI ou trabalha em uma empresa especializada em novas tecnologias?

Então o inglês é o idioma do seu dia a dia.

Você tem que ser capaz de entender o vocabulário técnico inerente à era digital.

Mesmo na área de marketing e comunicação, são utilizadas cada vez mais expressões em inglês.

É portanto imprescindível dominar a fundo gramática e vocabulário.

Como avaliar o seu nível de inglês profissional?

Existem várias provas de proficiência em inglês para negócios.

Avaliar o seu nível de língua estrangeira pode parecer complicado, especialmente quando você está redigindo o seu CV.

No entanto, o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (CECR) permite orientar essa avaliação. Suas habilidades de inglês serão colocadas em uma escala que varia de A1 (elementar) a C2 (avançado).

No entanto, realizar uma autoavaliação não é suficiente.

Os testes de proficiência para adultos, reconhecidos por empresas e universidades, permitem comprovar seu nível para ter acesso a seu futuro emprego ou curso universitário.

Prepare esta avaliação frequentando um programa de formação especializado: há de fato muitas possibilidades nesse âmbito.

TOEIC

Provavelmente o mais conhecido de todos, o TOEIC (Test of English for International Communication) avalia o nível da língua por meio de 200 perguntas de múltipla escolha em duas horas de exame.

Ao contrário do TOEFL, que tem suas bases no conhecimento acadêmico, « TOEIC® Listening and Writing » avalia as habilidades para escrita e oral em um contexto profissional.

Ele atribui uma nota que pode variar de 10 a 990, dependendo do seu nível.

Às vezes ele é adotado por certas escolas de ensino superior.

Se você quer ser um engenheiro, por exemplo, você tem que ter um mínimo de 785 no final de seus estudos.

BULATS

O BULATS (Business Langage Testing Services) é um teste aplicado pela Universidade de Cambridge e permite também avaliar o seu nível em um contexto profissional.

Este teste global avalia suas habilidades em compreensão e expressão oral e escrita.

Ao contrário do TOEIC, há também uma versão online.

A duração do exame varia dependendo das opções escolhidas.

Sua pontuação é definida em uma nota de 1 a 100.

BEC

Como o BULATS, o BEC (Business Certificates) é aplicado pela Universidade de Cambridge.

É uma série de três testes independentes que comprovam o seu conhecimento de inglês para negócios.

Ele lhe dá acesso a uma possibilidades de trabalhos no exterior ou em colaboração com organizações internacionais. Os setores que adotam essa certificação são principalmente administrativos e comerciais, voltados para gestores em geral.

O prazo de validade do exame BEC é indeterminado.

Aulas de inglês para melhorar o seu inglês para negócios

Que tal trabalhar em Manhattan?
Seu sonho é se tornar executivo em Nova York? Invista e melhore seu inglês agora!

Se você tem nível intermediário ou básico de inglês, será de grande utilidade aprimorar seus conhecimentos para sua vida profissional.

Saiba que são numerosos os métodos para aprender inglês de graça: você pode assistir a filmes na versão original, fazer cursos on-line, escutar músicas...

Antes de uma entrevista de emprego

Se você está à procura de trabalho, você sabe que se existem boas chances de você ter de passar por uma entrevista em inglês na fase de recrutamento.

Comece revendo seus exercícios de gramática.

Existem inúmeros testes de inglês online.

Praticar o inglês regularmente é a maneira mais eficaz para se expressar corretamente.

Não hesite em começar a fazer aula de ingles com um professor particular ou pedir ajuda para uma pessoa bilíngue que você já conheça.

Você tem que tomar bastante cuidado na hora de elaborar o seu CV.

Mencione viagens linguísticas feitas no exterior: agregue valor à sua experiência e formação.

Aproveite para fazer um teste de proficiência que seja adequado aos seus objetivos profissionais. Essa pontuação certamente irá determinar o seu sucesso na hora de conseguir aquela vaga tão desejada.

Formação durante o trabalho

Em algumas empresas, os gestores oferecem uma licença remunerada a trabalhadores com pelo menos um ano de trabalho dentro a empresa para que estes invistam em uma formação relevante às suas atividades.

Por que não aproveitar esta oportunidade para fazer curso de línguas?

Aprender uma língua como o inglês é uma vantagem tanto na vida profissional e na vida pessoal.

Aprofunde seus conhecimentos de inglês: isso pode significar um verdadeiro impulso para sua carreira.

Se você quiser progredir dentro da sua empresa ou ao longo de sua vida profissional, não se esqueça de que o inglês pode ser seu melhor aliado.

Você pode até mesmo pensar em se mudar para Londres e trabalhar por lá, que tal?

Como viajar depois de aprender a língua inglesa.
Que tal embarcar numa aventura profissional graças ao seu inglês para negócios?

Algumas palavras de inglês para negócios

Para adiantar um pouco o conteúdo que você verá em suas aulas particulares, selecionamos aqui uma lista de palavras essenciais que você irá utilizar em muitas situações profissionais. Confira:

  1. Available – Disponível
    (avêilabol) – Pronúncia Escrita – Leia em português e fale inglês perfeitamente
  2. Amount – Quantidade, Montante
    (amáunt)
  3. Financial Resources – Recursos Financeiros
    (fainánchal Rissórces)
  4. Company – Companhia, Empresa
    (cómpani)
  5. Staff – Funcionários de uma empresa, equipe
    (stáf)
  6. Schedule – Agendamento, hora marcada
    (skédiúl)
  7. Develop – Desenvolver
    (devélop)
  8. Leader / Leadership –  Líder / Liderança
    (lídeR / lídeRchêp)
  9. Partner / Partnership – Parceiro / Parceria
    (pártneR / páRtneRchêp)
  10. Interest Rate – Taxa de Juros
    (ínterest Rêit)
  11. Target – Alvo
    (táRguet)
  12. Budget / Tender – Orçamento
    (bâdjet / téndeR)
  13. Brand – Marca, Tipo de produto
    (bRénd)
  14. Launch – Lançamento, apresentação
    (lóntch)
  15. Goods – Bens
    (gúds)
  16. Focus – Concentrar, Focar
    (fócâs)
  17. Research – Pesquisa, pesquisar
    (RissâRtch)
  18. Demand – Demanda
    (deménd)
  19. Public Relations / PR – Relações Públicas
    (pâblic Rilêichans / píaR)
  20. Debit / Credit – Débito / Crédito
    (débit / cRédit)
  21. Balance – Equilíbrio / Balanço
    (bálans)

Curso inglês business: ler notícias para progredir

Uma das maneiras mais eficazes de melhorar sua compreensão do inglês é ler frequentemente sites de notícias. Ler as notícias de várias fontes, cobrindo uma variedade de tópicos diferentes, permite um aprimoramento significativo do vocabulário e compreensão de conceitos como gramática e sintaxe.

Ler as notícias é uma boa maneira de entender as diferentes maneiras pelas quais o idioma pode ser usado. Por exemplo, se você ler um site de notícias formal e muito profissional, poderá começar a ver como as frases profissionais são organizadas e utilizadas, enquanto ler algo mais descontraído permite aprender a usar o idioma de uma maneira menos formal.

Que tal turbinar seu inglês para negócios lendo um bom jornal no idioma?

News para melhorar a escrita

Algumas matérias publicadas aqui no Superprof já trataram sobre como o aprimoramento das habilidades de escrita também acontecem quando nos tornamos leitores regulares em língua inglesa.

Embora exista um suprimento abundante de material de leitura, a fonte de leitura mais útil e facilmente disponível é o jornal. Ler jornais diariamente é um hábito que nos mantém informados sobre a política mundial e os assuntos atuais. Também é uma fonte confiável para expandir o vocabulário em inglês. Além disso, juntamente com a ampliação do conhecimento, tal hábito também pode nos ajudar a melhorar o inglês falado: enquanto se lê em uma matéria em voz alta pode ser é importante se você quer aprender a falar inglês fluentemente.

Os jornais servem como um meio para nos engajarmos em questões globais, pensarmos criticamente e nos instruirmos sobre uma ampla gama de tópicos, o que pode ser extremamente benéfico em um ambiente de negócios. Eles também podem contribuir extensivamente para o desenvolvimento das habilidades de inglês falado, assim como ajudar a aprender a falar, ler e escrever inglês fluentemente.

Estudar inglês com jornal é melhor que com livros de gramática?

Vamos imaginar que você tenha que escolher apenas um material para aprender e melhorar o inglês para levar para uma ilha remota. O que seria?

  • Um livro de gramática inglesa?
  • Um livro de ficção em inglês?
  • Uma pasta com textos de trabalho em inglês?

Esqueça todos eles!

Que tal já começar o seu dia estudando inglês business?

O que você precisa é de um monte de jornais no idioma dos EUA e do Reino Unido para dar uma alavancada no seu inglês profissional

A razão pela qual vários professores de ingles valorizam ​​tanto os jornais - especialmente os tabloides - é porque o objetivo deles é fornecer às pessoas comuns notícias diárias, fáceis de digerir. Para isso,  o inglês usado nelas é muito próximo ao idioma falado na rua, no trabalho, na televisão e nas rádios.

Você pode ler tabloides com muita facilidade e, no processo, adquirir os mesmos meios de expressão usados ​​na comunicação interpessoal.

Enquanto alguns educadores podem ter uma opinião de que o inglês falado tem padrões baixos devido à abundância de verbos frasais e expressões informais, outros consideram que a linguagem dos jornais e revistas cotidianos facilita muito a comunicação de quem está aprendendo o idioma com outras pessoas que já falam inglês fluentemente.

Afinal de contas, os tipos de conversa nos quais participamos regularmente são conversas normais, cotidianas, ou discussões altamente intelectuais e academicamente inspiradas? Diálogos normais, não é mesmo?! Então está aí a resposta!

Esse tipo de comunicação mais natural é de longe a mais necessária para quem está aprendendo inglês, mesmo sendo ele focado nos negocios. Sendo assim, são variados os benefícios em ler jornais e revistas anglófonos como método de estudo do idioma.

Além disso, você tal metodologia ainda te dá a oportunidade de manter-se atualizado sobre os assuntos atuais, contribuindo para que você dê a sua opinião sobre diferentes tópicos ao conversar com seus clientes durante uma reunião ou confraternização!

Dicas para enriquecer seu inglês lendo jornais e revistas

Lembre-se de ter sempre uma caneta com você para marcar as expressões do seu texto que você ainda não conhece.

1/ Marque expressões e combinações de palavras que
valem a pena memorizar

Se você tem o hábito de ler as notícias da manhã a caminho do trabalho, no ônibus, no metrô ou quando preso em um engarrafamento, ou até mesmo durante a sua pausa para o almoço, então não há desculpa para você não ter uma caneta ou um marca-texto em mãos! No caso de um tablet ou smartphone, você pode ativar a função "sublinhar" ou "marcar"

Quando você se deparar com frases e expressões que você nunca ouviu antes e achar que vale a pena memorizá-las, destaque-as ou sublinhe-as.

É muito importante que você não jogue fora o jornal - ou apague o link do seu histórico, caso sejam notícias online! Guarde-o com você até o dia seguinte, se preciso, para que você possa procurar o significado dessas expressões destacadas quando tiver um tempo para tal. Toda vez que você fizer isso, tente pronunciá-las em voz alta, além de colocá-las em frases diferentes. Desta maneira você vai ter sucesso em adicioná-las ao seu vocabulário memorizado de inglês!

Falar em voz alta, torna-o capaz de usar essas frases e expressões recém-adquiridas em suas conversas! Se você apenas lê-las, há menos chances de conseguir ter sucesso, pois sua boca precisa ser treinada para falar fluentemente.

Portanto, é muito importante que você combine as duas - leitura em silêncio e leitura em voz alta de notícias - para uma melhora mais eficaz do seu inglês de negócios!

IMPORTANTE!
Sempre aprenda um novo vocabulário no contexto em que ele é utilizado. Sendo assim, não destaque palavras isoladas e não as traduza para o seu idioma nativo (neste caso, o português).

2/ Use os assuntos das notícias para iniciar conversas em inglês!

Notícias chatas raramente fazem parte das revistas cotidianas - os famosos tabloides... ponto final. É verdade que algumas pessoas acham certos tópicos mais interessantes do que outros, mas de um modo geral, você não vai errar se iniciar uma conversa com alguém ao abordar um assunto mencionado em um desses tabloides.

Histórias de crime chocantes, fofocas de celebridades, últimas notícias sobre política e atualizações do showbiz - é sobre isso que se trata o jornalismo de tabloide, ou seja, tópicos que figuram em todo o tipo de conversa mundana.

Portanto, se você é sério sobre o aprimoramento da fluência do seu inglês, falar e encontrar inspiração nos tabloides pode fazer toda a diferença na hora de iniciar e participar de conversas diárias, comentando sobre atualidades mais ou menos relevantes.

Ler seus textos em voz alta também ajuda a aprender inglês.

E lembre-se, o tabloide inglês não é de forma alguma um meio de comunicação vulgar. Preferimos olhar para eles, dentro deste contexto de aprendizado do idioma, da seguinte maneira: uma linguagem para as pessoas, em vez de uma linguagem usada em setores muito específicos. Afinal de contas, você só conseguirá abordar termos específicos ao seu trabalho quando conseguir tratar de questões quotidianas fluentemente.

Só é benéfico para o seu nível geral de inglês se você puder dizer coisas como "os custos de deslocamento estão aumentando". No entanto, é igualmente importante poder falar utilizando uma linguagem simples.

10 sites de notícias para praticar suas habilidades de leitura em inglês

  1. BBC News
  2. The Cut
  3. The Toronto Star
  4. ABC News
  5. The Debrief
  6. The Learning Network
  7. The New Statesman
  8. The Pool
  9. Daily Mail Online
  10. The New Yorker

E então, pronto para começar um bom curso inglês para te ajudar na hora de fechar negócios?

Precisando de um professor de Inglês ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Fernanda

Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.