Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Você escolheu ir a Nova Iorque, mas o quê de fato você sabe sobre a cidade?

De Myla, publicado dia 27/04/2019 Blog > Idiomas > Inglês > Visitando a Big Apple: curiosidades sobre esse local fascinante

I go to Paris, I go to London, I go to Rome, and I always say: There’s no other place like New York. It’s the most exciting city in the world today. It’s like that! That’s all!  – Robert de Niro

Eu vou à Paris, eu vou à Londres, eu vou à Roma, e sempre digo: não existe um lugar como Nova York. É a cidade mais vibrante do mundo hoje. É simples assim! E isso é tudo! – Robert de Niro, famoso ator americano (tradução livre)

Os Estados Unidos são considerados hoje um dos países mais desenvolvidos do mundo e, embora sejam uma nação recente em termos históricos, cada vez mais pessoas de todo o globo os escolhem como destino turístico ou até mesmo se mudam para lá em busca de melhores oportunidades e qualidade de vida.

O boom do país, dentro do cenário internacional, aconteceu após a Segunda Grande Guerra (1939-1945), quando grande parte da Europa encontrava-se sob escombros, enfrentando uma taxa assombrosa de desemprego originária da crise financeira devido aos longos combates e exorbitantes gastos de cunho militar.

Foi nesse momento que os Estados Unidos da América expandiram seus mercados, facilitados pelo declínio europeu, emergindo como uma super potência e galvando uma posição de destaque no cenário político e militar mundiais.

Antes de embarcar para NYC, que tal fazer aula de ingles com um de nossos “super profes”?

The Big Apple, apelido dado a Nova Iorque, não tem uma origem definida, mas foi popularizado na década de 1970, entre os americanos.

The Big Apple ou a Cidade de Nova Iorque: uma das mais fascinantes do mundo

Considerada uma das cidades mais vibrantes do mundo hoje, Nova Iorque é o destino mais procurado dos turistas que entram nos EUA. Além disso, devido à sua colonização pelo então império britânico, a língua nacional praticada nos Estados Unidos, como você bem sabe, é a língua inglesa, hoje já bem estabelecida com suas diferentes variações ao longo desse país de extensões continentais.

Pense sobre isso também e leve esse tema em consideração quando você formular seu roteiro de viagem pelo país. Diferentes regiões norte-americanas carregam diferentes variações da língua e até mesmo conjuntos de gírias próprias, refletindo suas identidades.

Por exemplo, o ritmo frenético de Nova Iorque se expressa em uma língua mais hype, up to date: atual, direta, com influência de funk, e de zonas com características próprias como o Queens, Manhattan ou Nova Jersey, etc. Bem diferente é o inglês praticado no sul do país, em estados como Georgia e Carolina do Sul, onde o ritmo é menos alvoroçado e existe uma influência maior da História sob a língua e os costumes dos habitantes.

E aí? Com qual variante da língua inglesa você deseja fazer contato? Já pensou incluir nisso em suas considerações na escolha de seu roteiro? Se ainda não… Pense nisso também!

Que tal maiores informações sobre como aprender inglês na terra da Rainha?

Além disso, os EUA e o Brasil estão dentre os top 5 países mais extensos do mundo. Primeiro vem a Rússia, com uma extensão territorial de mais de 17 milhões de Km², seguida pelo Canadá (9,98 milhões de Km²), e a China (9,59 milhões de Km²). Logo em seguida, em quarto lugar, aparece os EUA, cobrindo cerca de 50 estados em 9,37 milhões de Km² e logo atrás o Brasil em quinta colocação, com 8,51 milhões de quilometros quadrados.

Portanto, os EUA oferecem uma abrangente área de destino turístico e seria bom você conhecer algumas das principais antes de planejar sua viagem a esse país continental!

Nova Iorque recebe mais de 50 milhões de visitantes anualmente e teve seu início como posto de troca de peles, na ponta sul de Manhattan em 1624.

Um pouco sobre a História da Cidade de Nova Iorque

Que tal fazer um curso de ingles online?

Considerada uma das cidades mais vibrantes e interessantes do mundo, Nova Iorque é também a mais populosa do país, sendo a terceira mais populosa do continente americano, ficando atrás apenas da nossa São Paulo e da Cidade do México.

Nova Iorque foi fundada em 1624 como posto de comércio por colonos oriundos dos Países Baixos (Holanda e regiões próximas) e, dois anos após, nomeada Nova Amsterdã. A cidade e arredores passou a fazer parte do Império Britânico a partir de 1664, já que o rei inglês Carlos II concedeu as terras para seu irmão, o então Duque de Iorque da época, futuro rei Jaime II da Inglaterra.

Foi nesse momento que a cidade recebeu um novo nome: Nova Iorque, servindo de capital dos EUA entre 1785 e 1790, sendo a maior cidade norte-americana desde essa data.

É curioso notar que, segundo o Wikipedia, os primeiros moradores de Nova Iorque foram 23 judeus de origem portuguesa que partiram às pressas em 16 naus da cidade do Recife, fujindo da Inquisição no Brasil.

Eles chegaram em 07 de setembro de 1654 em Nova Amsterdã que era, como já dito, um entreposto comercial pertencente à Companhia Holandesa das Índias Ocidentais. Notou a data em que eles chegaram? É curioso, não é?

Bom, uma das 16 naus foi saqueada na Jamaica e os 23 judeus viajaram até à ilha de Manhattan, destituídos dos seus bens, onde estabeleceram residência e trabalharam no comércio.

Aposto que você não sabia sobre esse detalhe? Sabia? Não é curioso esse cruzamento de caminhos entre o Brasil, em especial a cidade do Recife em Pernambuco, e a criação de uma das mais importantes cidades do mundo?

Espie nossas dicas sobre o Canadá e o quê saber sobre o país antes de visitá-lo!

Lower Manhattan/Sul de Manhattan, quando fazia parte da ainda nomeada New Amsterdã (futura Nova Iorque), em 1664. Fonte: Wikipedia – divulgação.

Algumas considerações que fazem de Nova Iorque New York!

Procurando por um curso de ingles de qualidade?

Localizada em um dos maiores portos naturais do mundo, Nova Iorque é composta por 5 bairros: o Bronx, Brooklyn, Queens, Staten Island e Manhattan. Dotada de uma população de mais de 8,6 milhões de habitantes, dados de 2017, que residem em uma área de apenas 784 Km².

Com cerca de 800 idiomas diferentes falados em seu município, Nova Iorque é a cidade com a maior diversidade linguística do mundo. Estima-se que sua região metropolitana, a grande Nova Iorque, seja ocupada por quase 20 milhões de pessoas, em cerca de 17.400 Km².

E, o mais importante, essa cidade exerce um impacto significativo sobre o comércio, a arte, as finanças, a pesquisa, a tecnologia, a moda, o entreterimento, e em vários outros setores, em todo o planeta. Ela abriga a sede da Organização das Nações Unidas, a ONU, sendo um centro para questões e temas internacionais essencial e amplamente considerada como a capital cultural do mundo.

A cidade também é comumente referida como Cidade de Nova Iorque/New York City, NYC, a fim de distingui-la do estado de Nova Iorque, de onde ela faz parte.

O Times Square/Quarteirão Times, batizado de “a encruzilhada do mundo”, é aquela região repleta de letreiros eletrônicos, muito iluminada, onde estão situados os famosos teatros da Broadway. Este é um dos cruzamentos de pedestres mais movimentados do mundo e um significativo centro da indústria de entreterimento mundial.

A cidade ainda abriga algumas das pontes, como a Brooklyn Bridge, arranha-céus, como o Empire State Building, e parques, como o Central Park, de maior renome no mundo.

Confira ainda dicas sobre a Austrália, uma possível e ótima opção de intercâmbio também!

Você sabia que o nome Wall Street deriva do fato de que os primeiros colonizadores construíram uma parede de madeira e lama, em 1652, contra possíveis ataques dos índios Lenape? Mas a verdade é que essa parede foi usada para evitar que os escravos negros fugissem da colônia.

Wall Street ou o hub financeiro da cidade

A partir daí, temos também o distrito financeiro de Nova Iorque, situado em Wall Street, na parte sul de Manhattan, que atua como um dos maiores polos financeiros globais. Constituída por uma rua que atravessa um conjunto de 8 quarteirões seguidos, no sentido noroeste/sudeste, ao lado do rio East, onde se encontram localizadas várias instituições financeiras há séculos, inclusive a bolsa de valores.

Esse nome, Wall Street, devira do fato que, durante o século XVII, os primeiros colonizadores ergueram um muro de madeira e lama em 1652, a fim de se defenderem contra ataques dos índios Lenape. Contudo, na realidade, esse muro foi mais utilizado para evitar a fuga de escravos negros da então colônia New Amsterdã, como Nova Iorque foi conhecida inicialmente.

Falando nela, a Bolsa de Valores de Nova Iorque é a maior bolsa de valores do planeta. Isso devido ao total de capitalização de mercado gerado pelas empresas lá listadas.

O mercado imobiliário de Manhattan encontra-se como um dos mais valorizados e caros do mundo. Chinatown, situada também em Manhattan, representa a maior concentração de chineses no Ocidente, fora da China.

Além disso, ao contrário do que ocorre na maioria das cidades nos demais países do mundo, o sistema metroviário de Nova Iorque está programado para fornecer o serviço 24 horas por dia, os 7 dias da semana.

Em relação ao ensino, muitos colégios e universidades encontram-se localizados na cidade. Dentre eles, as Universidades de Colúmbia, de Nova Iorque e a Rockfeller têm seus campi na cidade e são classificadas entre as 100 melhores universidades do mundo.

Confira outras ótimas opções de intercâmbio e turismo nesses melhores países de língua inglesa!

Você sabia que a Estátua da Liberdade recebe cerca de 600 relâmpagos que a atingem por ano?

A Estátua da Liberdade ou A Liberdade iluminando o Mundo

Localizada no porto de Nova Yorque, a Estátua da Liberdade, cujo nome original é Liberty Enlightening the World/A Liberdade iluminando o mundo,  atinge 93 metros de altura e sua construção deu-se início em setembro de 1875, sendo finalizada em outubro de 1886.

A estátua é de cobre e foi projetada pelo escultor francês Frédéric Auguste Bartholdi, que teve como influência o Colosso de Rhodes ao edificá-la. Gustave Eiffel, o mesmo da Torre Eiffel, construiu o restante. Essa estátua foi um presente dado pelo povo da França aos EUA concluído em 28 de outubro de 1886.

A estátua traz uma bela figura feminina que representa Libertas, uma deusa romana, que carrega uma tocha e uma tabula ansata, isto é, uma tábula que evoca uma lei, sobre a qual se lê a data da Declaração da Independência dos Estados Unidos, 04 de julho de 1776. Sob seus pés, notamos uma corrente quebrada.

Acredita-se que a sua construção teve o propósito de promover as relações diplomáticas e comerciais entre França e EUA e também de honrar a vitória da União na Guerra Civil Americana (1861-1865) e o fim da Escravidão, com a Proclamação de Emancipação realizada por Abraham Lincoln, em 1863.

Desde sua construção a estátua tem dado as boas-vindas aos milhares de imigrantes de todas as partes do mundo que já cruzaram a Ilha da Liberdade a caminho de Nova Iorque.

E aí, você curtiu saber um pouco mais sobre essa cidade fascinante? Não deixe de visitar esses locais quando for à Nova Iorque! Com certeza você também irá treinar – e muito – o seu inglês!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar