Depois de vários anos no ringue de boxe, você não deseja pendurar suas luvas, mas sim transmitir sua paixão.

O boxe tem muitos praticantes no Brasil. Um ressurgimento da popularidade, sem dúvida, devido as várias modalidades de lutas marciais de sucesso como UFC (Ultimate Fighting Championship), MMA (Mixed Martial Arts). Esses tipos de lutas misturam diferentes estilos: Jiu Jitsu, Boxe, Wrestling, Muay Thay, Karate e outros.

O boxe ganhou novos praticantes também graças a pessoas que querem recuperar a sua forma física: aula de aeroboxe, por exemplo, ou para defesa pessoal.

Para praticar, é preciso amar o boxe

Mas, para ensinar a boxear, você não precisa necessariamente tirar uma licença. Você pode perfeitamente dar aulas particulares de boxe inglês, tailandês ou francês, para iniciantes ou estudantes confirmados que desejam melhorar sua prática.

Então, onde encontrar estudantes que queiram aprender boxe em casa?

Quanto cobrar para ensinar a boxear?

O ideal, principalmente quando se inicia, é alinhar-se com os preços médios da concorrência. Não faz sentido cobrar super barato, mesmo que esteja começando. Se fizer isso, você não ganhará seu ganha pão com seu trabalho e não será credível: "quando a oferta é demais, todo santo desconfia", como já dizia a sua avó. Por isso, não cobre muito barato pelas suas aulas.

Seu público-alvo tem uma ideia dos preços cobrados pela aula de boxe, pois também fazem pesquisas. Para uma aula particular de boxe, o preço médio é de cerca de R$80  por hora.

Oferecer preços muito baixos pode trazer clientes para você. No entanto, é uma estratégia que pode custar caro a longo prazo. Como seus clientes adquiridos não aceitarão facilmente um aumento de preço, você terá que começar desde o início.

Melhor pedir um preço justo assim que sua atividade for lançada. Além disso, no marketing, isso é chamado de dumping ou venda com uma estratégia de perda. As empresas que praticam essa estratégia geralmente acabam falindo. Essas ações podem até ser punidas por lei porque são consideradas concorrência desleal.

Por outro lado, não exagere em si mesmo, especialmente como iniciante. Se você adquiriu uma ótima reputação graças a um novo método e pode recusar clientes, ok... Mas no começo, não tente oferecer aulas a R$150 por hora, isso não funcionará. Não.

Para estudar melhor a concorrência, você também pode se basear na sua cidade ou região. Os preços aplicados pelos professores podem variar de cidade para cidade. Assim, no Superprof, o mecanismo de busca interno permite inserir o "assunto" e a cidade.

Pode introduzir na busca "boxe","boxe inglês", "boxe francês", "boxe thai" de acordo com a sua especialização, acompanhada pela sua cidade "Rio de Janeiro", "São Paulo", "Salvador" ou "Manaus".

Para o boxe, por exemplo, em Porto Alegre, o preço médio é de R$50. Já no Rio de Janeiro, o preço é de R$80, R$ 70 em Belo Horizonte e R$70 em Curitiba. É um bom indicador para permitir que você defina sua taxa horária.

Faça aulas de boxe para aprender os principais golpes

Onde procurar clientes para ensinar boxe? Espalhe as boas novas: você é um professor de boxe!

Encontrar alunos para sua aula de boxe feminino é como procurar um emprego em qualquer área. A rede de contatos é o primeiro item a ser explorado. Você não tem amigos, família, colegas de trabalho, de boxe?

A rede não é necessariamente pessoas diretamente relacionadas ao trabalho que você deseja praticar. É a soma de todas as pessoas ao seu redor: amigos, familiares, colegas...

Pergunte aos seus entes queridos se eles conhecem alguém que esteja interessado a fazer aulas de aula de muay thai, por exemplo.

Quando você procura emprego, a primeira coisa a fazer é conversar com sua família, amigos, ex-colegas, conhecidos em locais de lazer...

Novamente, não se trata de inundar as redes sociais com posts, indicando que você dá aulas de boxe inglês, aulas muay thai, francês, mas você pode mencionar que é professor e por que não criar uma página no Facebook, Instagram?

A vantagem? Visibilidade para seus contatos e na internet, bem como a possibilidade de obter comentários para melhorar sua reputação.

Você pode tentar de porta em porta, mas esse método está longe de ser infalível e pode incomodar alguns de seus vizinhos. Por outro lado, se você tiver a alma de um vendedor, poderá criar mais facilmente links com contato direto, em vez de passar pela caixa de correio.

Não deixe de mencionar sua profissão em festas entre vizinhos para ampliar sua rede e conquistar novos clientes.

Você também pode acessar as caixas de correio dos vizinhos com mais sabedoria, deixando um anúncio classificado informando:

  • A natureza do curso: treino de kickboxing, defesa pessoal, aula de maytay, aeroboxe...
  • A possibilidade de treinar na academia ou em casa,
  • Se você fornece o material ou não (proteções, luvas, sacos de pancadas...),
  • Quais níveis você ensina,
  • Sua experiência como boxeador: campeão brasileiro na sua categoria, treinador por x anos em uma academia ou sala de boxe...
  • Sua pedagogia: como você ensina boxe?
  • As vantagens de ter aulas com você,
  • O preço das suas aulas por hora.
Praticar boxe requer concentração

Como dar aula de boxe pela internet?

Para dar aulas de boxe, é impossível ficar sem a internet hoje. Todo mundo vai procurar no Google quando tem uma dúvida. Isso é ainda mais verdadeiro quando se trata de procurar um serviço: restaurante chinês, correios, academia... Encontrar a resposta na internet a partir do seu smartphone ou computador faz parte dos reflexos diários de todos.

E isso afeta inevitavelmente o setor educacional e as aulas particulares.

Como compartilhar um anúncio classificado na web? Explique com detalhes o conteúdo do treinamento de boxe pela web.

No mundo virtual, os anúncios dos classificados, como os deixados nos comércios locais, também existem em plataformas dedicadas. Vale a pena deixar o seu anúncio nesses sites para ampliar as chances de ser encontrado pelos alunos.

Existem duas maneiras de operar para plataformas de troca de serviços: ou é uma troca pura e simples (troca), ou seja, você oferece um serviço, acumula pontos e pode, então, reutilizar-los para fornecer outro serviço. Ou você oferece um serviço, as pessoas pagam pela plataforma e você recebe dinheiro diretamente.

Nessas plataformas, você pode encontrar especialistas em esportes de combate, aulas de artes marciais, treinadores de preparação física, professores de tai chi, treinadores de jiu-jitsu ou abdominais. Algumas plataformas são mais intuitivas que outras e mais adequadas para dar aulas de esportes.

Continuando, se você quer tornar o boxe o seu trabalho e ser pago para dar aulas de boxe em casa ou em academia, pode colocar seu anúncio em diversos sites.

Em alguns casos, você pode ser notificado sempre que uma pessoa faz uma solicitação perto de você. Assim, você pode definir seu preço, horários e selecionar seus alunos. O cliente paga antecipadamente e, em seguida, a plataforma paga sua remuneração.

Em outras plataformas, você tem que pagar uma assinatura para poder oferecer seus serviços de fitness, aula de aeroboxe ou amador e pagar 3% do valor de suas aulas.

Como preparar suas aulas de boxe?

Um passo essencial é a visita de acompanhamento médico, seja você um professor ou um aluno. De fato, uma visita médica resulta na emissão de um atestado médico, o que permitirá que você pratique boxe com a garantia de que está em excelente forma física e com boa saúde para boxear... sempre com suas luvas, claro!

Saiba quais são os campeonatos femininos de pugilismo

Então você está pronto para praticar um treino de kickboxing, aulas de boxe (como prepará-las) feminino, em uma academia, clube, em casa... Para perder calorias, aprender a boxear ou apenas por diversão!

Em média, um curso custa entre R$50 a R$100, dependendo da cidade em que você está. Porque sim, em São Paulo, Rio de Janeiro, o custo de vida é mais alto que em outros lugares. Dependendo do nível em que você se matricular, o preço pode aumentar, como para o boxe profissional.

Todos os treinadores devem oferecer um aquecimento aos seus alunos.

O boxe é um esporte exigente, como todos os esportes de combate e artes marciais. Trabalha o corpo inteiro e requer grande resistência. Assim, a preparação física é essencial antes de iniciar o aprendizado de táticas de combate para iniciantes ou experientes.

No boxe inglês, tailandês ou americano, você deve oferecer um aquecimento completo aos seus alunos para permitir que o corpo se aqueça e os músculos se relaxem.

Essa etapa é essencial para evitar lesões e melhorar o condicionamento físico. Não deixe de fazê-la - pelo menos 15 minutos - ou até meia hora de aquecimento para que a atividade física ocorra sem problemas.

Mas o que é o aquecimento? São principalmente exercícios aeróbicos para preparar o corpo para a atividade. A posição de descanso do pugilista é ficar saltitando no local. Por isso, é melhor ensinar seus alunos a nunca parar desde a primeira aula e estar constantemente em movimento.

Isso melhora seu condicionamento físico e sua respiração. Para isso, você pode começar dizendo ao seu aluno para pular corda por alguns minutos. No começo, não há necessidade de fazer nada complicado, apenas aprender a pular corda sem perder o ritmo. Esse exercício é um excelente aeróbico e explosivo: seus alunos ganham em velocidade e coordenação motora .

Mas o boxe solicita todo o corpo e requer um fortalecimento muscular profundo. Com isso, os boxeadores ganham com movimentos mais precisos e ágeis.

Precisando de um professor de Boxe ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Carolina

Jornalista, pós-graduada em mídias digitais, mestre pela Sorbonne (França) em turismo, patrimônio e meio-ambiente. Minha formação em diferentes áreas permite que eu escreva com liberdade e interesse.