Mesmo em tempos de crise, a confeitaria é um ramo que só tende a crescer. Por isso, quem trabalha nessa área tende a ter retornos financeiros positivos. Devido à grande demanda no mercado, há muitos cursos de culinária no Brasil e no exterior e também existem muitas pessoas que desejam se tornar profissionais no meio gastronômico.

O curso de confeitaria oferece aulas focadas na decoração e na preparação de tortas, pudins, biscoitos, bolos e diversos outros pratos. Há também o curso de patisserie que consiste na culinária francesa. Nesse curso, mais especificamente, é possível aprender a preparar macarons e éclairs, por exemplo.

Por conta da importância do curso de confeitaria, neste artigo separamos as principais informações sobre o assunto, listando os melhores cursos de confeitaria do Brasil e do exterior. Portanto, se você deseja se tornar um excelente profissional da área da gastronomia, acompanhe a matéria e descubra as melhores dicas acerca desse assunto.

Vale a pena fazer um curso de patisserie ?

curso de patisserie
Todos que desejam obter sucesso na área da confeitaria precisam fazer cursos de patisserie. Assim é possível aprender a preparar gostosos pratos franceses que deixam todos de água na boca.

O curso de patisserie é fundamental para todos os profissionais que desejam se destacar no ramo da confeitaria. Isso porque nos cursos é possível aprender a fabricar diversos tipos de produtos, como salgados, recheios, coberturas, bolos, bolachas e diversas outras comidas similares. Em geral, a carga horária do curso possui 240 horas. No curso de patisserie, o aluno aprende sobre os seguintes conteúdos.

  • Preparação da massa básica (pastelaria, massas folhadas e semifolhadas, levedadas, secas, quebradiças e pré-cozidas);
  • Preparação de choux, merengues e biscoitos;
  • Preparação, modelagem, cocção, resfriamento, congelamento, acondicionamento e conservação;
  • Controle de parâmetros de processo;
  • Preparação de coberturas, cremes e recheios;
  • Preparação de acabamentos e decoração (à base de chocolates e à base de açúcar);
  • Derretimento, temperagem e moldagem de chocolates.

Ao dominar esses tipos de itens é possível se tornar um excelente profissional. Por isso, não deixe de fazer esse curso técnico de cozinheiro!

Para quem é indicado o curso de patisserie ?

indicação do curso de patisserie
O curso de patisserie é indicado para todos que desejam se tornar profissionais mais capacitados na área da confeitaria. Nos cursos é possível aprender a preparar gostosas comidas, como cupcakes, biscoitos, muffins e brownies. Por isso é fundamental que todos os profissionais façam essa modalidade técnica.

O curso de patisserie é indicado para quem trabalha na área e realiza a produção de sobremesas. Ao longo da produção da confeitaria é necessário levar em consideração não somente o sabor do prato, mas como também a beleza artística dos alimentos, como a sua textura e estrutura.

Todos os confeiteiros que se destacam no ramo estudam a fundo os diferentes tipos de receitas e trabalha em padarias e restaurantes, preparando sobremesas gostosas e bastante chamativas (vale lembrar que também há cursos para preparar receitas fitness de sobremesa). Por isso, quem deseja obter sucesso precisa iniciar o curso de patisserie. No curso, serão abordados os seguintes tipos de pratos:

  • Pães de batata com catupiry.
  • Pães de centeio;
  • Pão integral com multigrãos;
  • Pães de aipim e de fubá;
  • Pão de queijo e de leite;
  • Pão petrópolis;
  • Baguete recheada com calabresa;
  • Sonhos, carolinas e bombas;
  • Croissant e massas folhadas;
  • Massa de pizza;
  • Esfirra de carne;
  • Massinha e panetone;
  • Cuca de banana com frutas, nata e queijo;
  • Pães de centeio;
  • Rosca de polvilho;
  • Broa de fubá;
  • Rosca americana.

Além disso, será aprendido também a preparar diversos outros tipos de pratos de confeitaria para fazer todos os consumidores se deliciarem. Estes são os principais pratos de confeitaria a serem aprendidos.

Mousses

  • Trufa de limão;
  • Fatias de morango;
  • Mousse de maracujá;
  • Delícia de paris;
  • Mousse de chocolate;
  • Charlote de abacaxi.

Torta

  • Floresta negra;
  • Torta de morango e chocolate;
  • Torta síria;
  • Torta sensação;
  • Torta mesclada;
  • Torta mineira;
  • Torta de frutas;
  • Torta de banana;
  • Torta glória;
  • Torta alemã;
  • Torta prestígio;
  • Torta cheesecake;
  • Torta de abacaxi;
  • Torta de maracujá;
  • Torta de brigadeiro.

Recheio

  • Recheio de ovos moles;
  • Recheio de ganache;
  • Recheio belga;
  • Recheio de castanha;
  • Recheio de cereja;
  • Recheio de damasco;
  • Recheio de nozes;
  • Recheio de brigadeiro;
  • Recheio de prestígio.

Os cursos técnicos de confeitaria

cursos técnicos de confeitaria
Ao adentrar esse universo maravilhoso da pâtisserie, você vai preparar gostosas sobremesas, como cupcakes. Além disso é aprendido também a preparar caldas, recheios, massa, glacês e massas sucree. Tudo isso é fundamental para se preparar para o ramo de trabalho.

Há excelentes cursos técnicos de confeitaria no Brasil que são indicados para quem deseja se tornar um chef de sucesso. Esses cursos de culinária podem ser realizados em institutos que ensinam sobre teoria e prática do ramo da culinária e plataformas online que ensinam a cozinhar com professores particulares.

Para encontrar um bom curso é necessário pesquisar por instituições que atendam às suas necessidades. Você também pode pesquisar por institutos com professores que sejam chefes de cozinha e tenham muita experiência.

Esses cursos técnicos de confeitaria oferecem a possibilidade dos profissionais que trabalham na área da gastronomia se atualizarem a fim de elaborar pratos de confeitaria com mais habilidade, responsabilidade e conhecimento. Assim é possível preparar gostosos pães artesanais, muffins, brownies, cheesecakes, alfajores, broas e sobremesas diversas, por exemplo.

Além disso há aula sobre normas de higiene e segurança, medição e separação de ingredientes e manuseio de utensílios e máquinas de culinária. Vale ressaltar que podem ser feitos cursos técnicos de cozinheiro, além de cursos de graduação, pós-graduação, mestrado e doutorado (você também encontra cursos gratis). Esses cursos, em geral, possuem em torno de 1 ano (com exceção do mestrado e doutorado que possuem 2 e 4 anos, respectivamente).

Cursos reconhecidos de confeitaria no Brasil

Se você procura um curso técnico acessível e de boa qualidade para entrar no ramo, o SENAC e o SENAI (serviços nacionais de aprendizagem industrial e comercial) são uma ótima opção. Confira um exemplo de conteúdo do curso de Técnico em Confeitaria no SENAC:

São 800 horas de carga horária. Você saberá elaborar cardápios, além de preparar, criar e decorar bolos, doces e sobremesas diversas.

O Técnico em Confeitaria é quem seleciona e estoca gêneros alimentícios, conforme fichas de controle operacionais. Pré-prepara, prepara e apresenta produções da confeitaria utilizando equipamentos, utensílios e tecnologias aplicadas aos processos, conforme as boas práticas de manipulação de alimentos. Planeja cardápios para diferentes tipos de operação, promovendo a inovação e o desenvolvimento de novos produtos. Atua no segmento de operações em alimentação, como: restaurantes e similares, padarias, catering, bufês, meios de hospedagem, cruzeiros marítimos, consultorias, trabalhador autônomo e/ou empreendimento próprio. Para o desenvolvimento das suas atividades, atua em equipes interagindo com os demais profissionais da área de alimentação e exerce suas atividades sob supervisão.

Quem se forma pelo Senac tem como marcas formativas: domínio técnicocientífico, visão crítica, atitude empreendedora, sustentável, colaborativa, atuando com foco em resultados. Essas marcas formativas reforçam o compromisso da instituição com a formação integral do ser humano, considerando aspectos relacionados ao mundo do trabalho e ao exercício da cidadania. Essa perspectiva propicia o comprometimento do aluno com a qualidade do trabalho, o desenvolvimento de uma visão ampla e consciente sobre sua atuação
e sobre sua capacidade de transformação da sociedade. A ocupação está situada no Eixo Tecnológico Produção Alimentícia, cuja natureza é “produzir alimentos”, e pertence ao segmento de produção de alimentos.

As seguintes competências compõem o Perfil de Conclusão do Técnico em Confeitaria:

  • Organizar o ambiente de trabalho para elaboração das produções culinárias.
  • Controlar e organizar estoque de cozinha.
  • Pré-preparar produções de confeitaria.
  • Preparar bases de confeitaria.
  • Preparar decorações da confeitaria.
  • Finalizar bolos.
  • Finalizar sobremesas.
  • Confeccionar embalagens para confeitaria.
  • Preparar produções da confeitaria em larga escala.
  • Planejar cardápios.
  • Preparar produções da confeitaria em diferentes tipos de operação.
A confeitaria - ou pâtisserie - também faz parte da arte gastronômica.
Muito sobre confeitaria também pode ser aprendido nas aulas de culinária.

Posso fazer este curso?

Você deve ter concluído o ensino médio, ou, pelo menos, estar cursando o 2º ano do ensino médio. Para quem gosta de fazer doces, é detalhista, tem habilidades manuais, criatividade e tem raciocínio lógico. Caso a sua turma tenha aula remota, você precisará usar um celular, tablet ou, preferencialmente, um computador com conexão à internet.

Como vou estudar?

Você vai experimentar os desafios reais da sua profissão dentro e fora da sala de aula, criando projetos práticos e soluções criativas em equipe.

Grande parte da sua experiência será com visitas e aula dinâmica no Laboratório de Gastronomia e Nutrição do Senac, participando dos processos de preparo dos alimentos e seleção de matérias-primas.

Tudo isso para conectar você às inovações e ao ramo de trabalho.  

Terei diploma?

Sim. Após a aprovação no curso, você receberá seu certificado, que é aceito em todo o Brasil. Para isso, é obrigatório apresentar o certificado de conclusão do ensino médio.

Como me matricular?

Escolha a sua turma e finalize a compra do curso.
Após se matricular, você precisará dos seus documentos pessoais. Então, já deixe separado:
- RG (apresentar o original);
- CPF (apresentar o original);
- Certificado de conclusão do ensino médio ou comprovante de matrícula do ensino médio (apresentar o original), caso esteja cursando.

Preciso estagiar?

Neste curso, o estágio não é obrigatório. Mas se tiver interesse, você receberá as informações durante o curso.

O que mais preciso saber?

Durante a aula, você precisará seguir as normas de segurança e higiene alimentar. Por isso, não vai poder usar brincos, anéis e outros acessórios, além de barba, bigode, maquiagem e esmalte.

O SENAC também oferece cursos livres de Formação de Confeiteiro, Técnicas para Confeitaria: Produções Sem Glúten e Sem Lactose e Macarons.

O aluno de gastronomia precisa cursar matérias em confeitaria.
A confeitaria é um requisito obrigatório nos cursos gastronômicos.

O Centro Europeu, instituição educativa localizada em Curitiba, é muito reconhecida na área e oferece o curso de Chef Pâtissier. Confira o conteúdo:

O curso Chef Pâtissier capacita para atuar em uma consolidada e diferenciada área, com excelentes oportunidades profissionais, tanto para quem deseja empreender como para quem quer conquistar um espaço no valorizado mercado da alimentação.

O aluno aprende desde os fundamentos da confeitaria até as mais sofisticadas e modernas técnicas na produção de doces e chocolates, arquitetura de torta, viennoiserie, confeitaria gourmet e produções artísticas.

O conteúdo programático está em sintonia com as principais escolas de formação de Pâtisserie mundiais, abordando as tendências dessa área que já fazem sucesso na Europa. A aula é em uma cozinha didática especialmente construída e equipada com tecnologia de última geração.

INTRODUÇÃO À PÂTISSERIE
  • Abordagem histórica da Pâtisserie.
  • Conhecimento de mercadorias: tópico higiênico-sanitário;
  • Conhecimento e estudo dos grupos de insumos na confeitaria;
  • Bioquímica do trigo;
  • Noções de microbiologia;
  • Processos de fermentação;
  • Análises práticas e sensoriais.
PÂTISSERIE E VIENNOISERIE
  • Fundamentos, habilidades e técnicas com bicos de confeitagem;
  • Massa de estrutura quebrada;
  • Pâte a choux e seus derivados;
  • Creme Pâtissier e seus derivados;
  • Merengues, massas merengadas e ganaches;
  • Massa de estrutura leve;
  • Massa de estrutura cremosa e glacês;
  • Viennoiserie;
CHOCOLATERIA
  • Chocolate: histórico, composição e tipologia;
  • Conhecimento e estudos dos insumos em Chocolateria;
  • Fundamentos no trabalho com chocolates;
  • Chocolateria aplicada à pâtisserie;
  • Habilidades na chocolateria;
  • Temperagem e cristalização;
  • Decoração, modelagem e cortes;
  • Produção de trufas;
  • Utilização de pistolet e aerógrafo.
ARQUITETURA E FINALIZAÇÃO
  • Fundamentação na montagem de bolos e torta;
  • Produções de bolos e tortas clássicas e contemporâneas;
  • Elaboração de massa, recheios, caldas,coberturas e decoração;
  • Finalização;
  • Classificação de elementos decorativos;
  • Normas de apresentação.
CONFEITARIA GOURMET
  • Doces finos e mesas de fechamento,
  • Macarons – ganaches;
  • Verrines – sobremesas empratadas
  • Exposição em mesas de degustação.
PÂTISSERIE FIT & VEG
  • Conceitos da Pâtisserie Fit, Vegana e Funcional;
  • Grupos de restrições alimentares e alimentos permitidos;
  • Confeitaria vegana;
  • Práticas e produção na confeitaria Fit, Vegana e Funcional;
EMPREENDENDO EM PÂTISSERIE
  • Identificação de custos operacionais;
  • Projeção de markups de venda;
  • Análise de resultados operacionais;
  • Constituição de empresa.

Os melhores cursos de confeitaria no exterior

curso de confeitaria
Há excelentes cursos técnicos de confeitaria no exterior que são indicados para quem deseja se tornar um chef de sucesso.

CIA - New York

O International Culinary Center (CIA) é um dos melhores centros de educação culinária no mundo. Oferece diversos programas de educação que procuram ajudar profissionais da área a alcançar os seus objetivos. Além disso, o CIA fornece uma equipe diversificada de profissionais para proporcionar todo o suporte necessário para os estudantes. Por fim, cada programa possui uma abordagem diferenciada para atender às necessidades do público.

O curso do International Culinary Center faz com que os estudantes tenham imersões culinárias, de modo a não se restringir somente aos ensinamentos de sala de aula. Para os estudantes que desejam ter uma carreira na área, há atividades extracurriculares que incluem visitas ao International Culinary Theater e demonstrações com chefes de cozinha.

Além disso, os estudantes do curso de culinária do International Culinary Center podem realizar pesquisas em extensas coleções de livros na biblioteca do curso. Dessa forma é possível obter ainda mais conhecimento na área e se tornar um excelente patissier.

Le Cordon Bleu

A Le Cordon Bleu foi fundada em Paris no ano de 1895 e atualmente é considerada uma das maiores redes de escolas culinárias do mundo. Há 35 institutos em 20 países. Além disso, existem mais de 20 mil matriculados nas instituições de diversas nacionalidades.

Fornece alto nível de instrução através de diversos programas. Os conteúdos combinam criatividade e inovação em níveis de mestrado e doutorado. Isso porque é utilizada uma metodologia distintiva, com ganho de experiência por meio da aprendizagem prática.

A Le Cordon Bleu permite que estudantes e aspirantes a chefes de cozinha obtenham um maior conhecimento sobre a área. Além disso há aulas também para quem já possui bastante conhecimento e deseja avançar na sua ocupação total.

Todos os alunos do curso se esforçam para obter carreiras muito bem-sucedidas na área. Os alunos da Le Cordon Bleu podem atuar em diferentes campos, como serviços de alimentação, fast-foods, serviços de bufês, cozinhas de restaurantes e gerenciamento de hotéis.

Paul Bocuse

O Instituto Paul Bocuse fica localizado em Lyon, na França. A cidade por si só é bastante enriquecedora em termos da cozinha: basta dizer que na região existem 18 chefs estrelados no guia Michelin, certificado raro de ser adquirido. Por isso, na cidade há um grande número de restaurante reconhecidos. No instituto há professores que possuem muita experiência, e não somente conhecimento teórico. Nesse ramo é muito importante ter conhecimento prático.

Os chefes e restaurantes que fazem parte do Instituto Paul Bocuse possuem vasta experiência, e já trabalharam ou ainda trabalham em restaurantes renomados. São ensinadas dicas e habilidades da área. É possível descobrir sobre ter um bom ritmo de trabalho, além de bons macetes que só é possível descobrir na experiência diária do trabalho em restaurantes.

Todos esses cursos de confeitaria para iniciantes e nível avançado no exterior são excelentes e preparam os estudantes para a área gastronômica. Os cursos técnicos de cozinheiro são indicados para qualquer pessoa que deseja se tornar capacitado e obter bastante sucesso.

Saiba os doces mais famosos do Brasil

Como fazer doces brasileiros?
Um clássico! Que tal assistir a um tutorial online e descobrir os segredos de uma das receitas mais famosas do Brasil?

O brigadeiro

A receita tradicional do brigadeiro inclui leite condensado, chocolate em pó, manteiga e chocolate granulado para a cobertura. No entanto, hoje existem centenas de variações desse doce, de exóticas a clássicas - mas todas saborosas e apreciadas no mundo inteiro!

O quindim

De forte influência portuguesa, o quindim é outro clássico da confeitaria nacional. Variação do doce português brisa-do-Lis, a versão brasileira ganhou um novo ingrediente - o coco ralado - no lugar da tradicional amêndoa. Normalmente, o doce pode ser preparado em formas pequenas como as de empadinhas ou em formas grandes de pudim. Clássico presente em festas infantis, familiares e padarias, o quindim caiu no gosto popular.

Cocada

Cocada é um doce à base de coco, tradicional em várias regiões do mundo, especialmente na América Latina e em Angola. Existem variantes quanto a receita aplicada em diferentes países, como a utilização de gemas, leite, leite condensado, rapadura, amendoim, leite de coco e coco ralado queimado. Para dar sabores variados à cocada, podem ser acrescentadas polpas ou sucos de frutas. Em Angola a variante mais conhecida é a cocada amarela.

Pudim de Leite

COmo fazer um pudim de leite?
A receita original do pudim incluia... carne de porco!

O termo português "pudim" deriva do inglês pudding, que, por sua vez, vem do francês boudin, do latim botellus, "linguiça/salsicha". O pudim mudou de salsicha para doce na Grã-Bretanha. Com o tempo, os britânicos começaram a chamar qualquer coisa feita de banho-maria, sem contato com água, de pudding. 

A palavra chegou a Portugal pelas inúmeras trocas entre marinheiros de países aliados, e passou a designar só sobremesas. As receitas originais, na melhor tradição portuguesa, se baseiam em ovos e surgiram em conventos. No Brasil, com o leite condensado em lata caindo no gosto do público, a partir dos anos 1930, surgiu a versão mais típica hoje.

Ambrosia

O nome Ambrósio, que vem da mesma raiz, significa divino e imortal. Conforme a mitologia grega, esse manjar era tão poderoso ao ponto de ressuscitar qualquer um, bastava apenas que alguém pusesse em sua boca. Segundo alguns mitos, se semideuses consumissem em excesso explodiriam em chamas. Segundo a Mitologia grega era o alimento dos deuses olímpicos enquanto o néctar seria sua bebida, ambos tem fragrância e poderiam ser usados como perfume.

A história do doce possui diversas variações. É também o nome de um doce originário da Península Ibérica, popular também no interior do Brasil, feito de leite, ovos e açúcar. É um dos pratos mais típicos do Rio Grande do Sul. No Brasil, também é conhecido como doce de ovos, ou doce de leite de bolinhas, devido à forma que este possui quando pronto para consumo.

Pé-de-Moleque

Como fazer doce de amendoim?
O pé-de-moleque é um doce popular e que pode ser apresentado em muitas formas!

Doce típico brasileiro, o pé-de-moleque é feito a partir da mistura de amendoim torrado com rapadura. A denominação "pé de moleque" tem duas hipóteses para sua origem:

  • referência ao calçamento de pedras irregulares presente em cidades históricas brasileiras como Paraty e Ouro Preto, que era assim denominado.
  • motivado pelas quituteiras das ruas do passado que os vendiam e que eram alvo de furtos por parte da meninada. Para não serem mais importunadas diziam aos meninos, para que pedissem, pois não precisavam furtar:
  •  : — pede moleque!

Encontre também um bom curso de gastronomia no Superprof!

Precisando de um professor de Culinária ?

Você curtiu esse artigo?

4,60/5 - 5 nota(s)
Loading...

Isabella

Graduada em administração de empresas e especialista em marketing de conteúdo. Apaixonada por educação, redação e mundo digital. Atua como redatora e conteudista.