Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como falar inglês fluente?

De Marcia, publicado dia 20/04/2019 Blog > Idiomas > Inglês > A língua inglesa pode estar ao seu alcance

“Estudar outra língua não significa apenas aprender outras palavras para se referir às mesmas coisas, mas também aprender outra maneira de pensar sobre essas coisas” – Flora Lewis

De uma perspectiva global, não podemos dizer que ser bilíngue é algo incentivado em nosso país. Apesar da necessidade a cada dia maior do inglês para o mercado de trabalho, que leva mais e mais pessoas a buscarem aprender o idioma, ele não é ensinado de maneira aprofundada nas escolas convencionais.

Quem deseja se tornar fluente e desenvolver sua capacidade comunicativa, precisa buscar outras formas de complementar esse estudo. Algumas pessoas aprendem uma língua de forma didática, que lhes permite progredir  mesmo sem uma estadia no exterior.

De modo geral, podemos considerar que isso não é privilégio de poucos: embora cada um tenha seus meios de aprender, todos são capazes de progredir no idioma a partir de uma boa dose de dedicação.

Mesmo que agora existam professores de inglês, que nos fornecem uma base significativa quando decidimos aprender uma língua estrangeira, é seguro apostar que não dominamos todas as instâncias da língua inglesa. Afinal, ela é formada por engrenagens que são representadas pelas pequenas palavras, frases e outras expressões idiomáticas que nos permitirão estar totalmente imersas no mundo do idioma e aumentar consideravelmente o nosso nível.

Mas como se tornar um especialista em inglês sem necessariamente morar no exterior (ou com uma pequena viagem de intercâmbio, na pior das hipóteses)? Trata-se de uma pergunta pertinente e interessante que vamos tentar responder aqui!

Aprenda o idioma de Shakespeare com aulas de ingles para todos os níveis!

Os erros mais comuns para evitar em inglês!

É fato que muitas línguas estrangeiras, como a língua inglesa, são assimiladas pelo simples ensino de um professor especializado, que nos introduzirá os elementos de uma gramática, um vocabulário e regras a se aplicar diariamente. No entanto, quando não estamos falando a nossa língua nativa, existem certos erros que nos seguem por todos os lugares, o tempo todo, os quais é melhor não reproduzir, sob pena de ser considerado um interlocutor muito ruim em inglês!

Erro ou acerto Alguns erros no inglês parecem ser fatais para nós, brasileiros.

Se cometemos tantos erros em inglês, há muitas razões para isso, e elas podem ser relativamente controladas. No entanto, os principais erros a serem evitados em inglês não são recorrentes, especialmente quando tratamos de revisar regras clássicas, entender as bases e ver o aprendizado do inglês como uma verdadeira imersão no mundo, uma preparação para se comunicar onde quer que se esteja.

É necessário ter consciência de que aprender inglês pode ser o primeiro passo para imergir-se em um belo mundo de línguas estrangeiras e culturas, expressão oral e linguagem falada.

Mas então entre os erros comuns para não cometer em inglês, podemos citar:

  • Verbos irregulares – Conhecidos por seu caráter um tanto imprevisível, os verbos irregulares devem ser aprendidos de cor, sob pena de serem usados de maneira equivocada em meras situações da vida cotidiana. Evidenciada pelo famoso “be / was / were / been”, que mostra uma linguagem cheia de surpresas e contrastes, essa vertente se torna acessível apenas com o conhecimento dessa questão;
  • Homófonos ingleses – São um erro muito comum, especialmente na linguagem oral. Por escrito, é bom saber como soletrar as palavras da maneira certa, ou você pode ver o significado da frase completamente alterado. Entre eles encontramos: Your e You’re (seu e você é); they’re, their e there (eles são, deles e lá); to, two e too (para, dois e também). Notou como os significados são bem diferentes?
  • Também nos esquecemos com bastante frequência de usar o -s nos verbos no presente na terceira pessoa do singular. Um erro de principiante, que muitas vezes ainda é cometido pelos mais experientes, ainda que por mera distração.

Entre esses erros freqüentes em inglês, encontramos também palavras incomuns, que nos permitirão, quando as  conhecemos, dominar a língua inglesa com maestria, e sentir-se a apto a se comunicar com estrangeiros com muito mais segurança.

Nosso ranking das palavras mais “diferentes” em inglês!

Não é preciso ir para o exterior, fazer um estágio intensivo ou entrar em contato com a educação nacional de um país de língua inglesa para saber que, assim como todos os outros idiomas, o inglês é uma língua que inclui muitos termos estranhos, algumas vezes malucos, que pode ser que você nem suspeite que existem. Mas não entre em pânico!

Falando inglês como nativo Termos mais longos e complexos fazem parte da língua inglesa.

Ainda que você não conte com um professor particular de inglês, nós podemos dar a você uma pequena listagem de palavras incomuns em inglês .

Então, encontramos, entre esses termos, as palavras mais longas e atípicas do idioma:

  • Antidisestablishmentarianism – Você pode não esperar encontrar-se com uma palavra tão longa na língua inglesa, mas podemos considerar que esse é o termo mais longo na linguagem cotidiana. Quanto ao significado, o antidisestablishmentarianism está, portanto, próximo a algo como um movimento contra a separação entre igreja e Estado. Apenas isso!
  • Acetylseryltyrosylserylisoleucylthreonylserylprolylserylglutaminylphenylalanylvalylphenylalanylleucylserylserylvalyltryptophylalanylaspartylprolylisoleucylglutamylleucylleucylasparaginylvalylcysteinylthreonylserylserylleucylglycylasparaginylglutaminylphenylalanylglutaminylthreonylglutaminylglutaminylalanylarginylthreonylthreonylglutaminylvalylglutaminylglutaminylphenylalanylserylglutaminylvalyltryptophyllysylprolylphenylalanylprolylglutaminylserylthreonylvalylarginylphenylalanylprolylglycylaspartylvalyltyrosyllysylvalyltyrosylarginyltyrosylasparaginylalanylvalylleucylaspartylprolylleucylisoleucylthreonylalanylleucylleucylglycylthreonylphenylalanylaspartylthreonylarginylasparaginylarginylisoleucylisoleucylglutamylvalylglutamylasparaginylglutaminylglutaminylserylprolylthreonylthreonylalanylglutamylthreonylleucylaspartylalanylthreonylarginylarginylvalylaspartylaspartylalanylthreonylvalylalanylisoleucylarginylserylalanylasparaginylisoleucylasparaginylleucylvalylasparaginylglutamylleucylvalylarginylglycylthreonylglycylleucyltyrosylasparaginylglutaminylasparaginylthreonylphenylalanylglutamylserylmethionylserylglycylleucylvalyltryptophylthreonylserylalanylprolylalanylserinenylphenylalanylglutamylserylmethionylserylglycylleucylvalyltryptophylthreonylserylalanylprolylalanylserinenylphenylalanylglutamylserylmethionylserylglycylleucylvalyltryptophylthreonylserylalanylprolylalanylserine: Sim, sim, você leu corretamente: aqui está a palavra técnica mais longa do idioma inglês. Este termo (longo, muito longo) refere-se ao “vírus do mosaico do tabaco, em sua estirpe Dahlemense”. É uma aposta segura que, para aprender inglês, expressões idiomáticas e a gramática de Shakespeare, você não precisa dessa palavra. Mas conhecê-la traz o mérito de surpreender aos outros e tornar o vocabulário de inglês mais diversificado;
  • Floccinaucinihilipilification – Esta palavra, além de ser excessivamente longos (29 letras) também é considerada pelo livro dos recordes como a palavra mais longa no mundo desde 1992! Usada e reconhecida no Senado dos EUA em 1999 e na Casa Branca em 1995, este termo refere-se a algo que não tem valor. Contraditório quando falamos em um termo impossível de passar despercebido.

Mas isso não é tudo, porque em inglês, também encontramos termos como  Mainstream, Badass ou Siblings que, por sua vez, não têm equivalente em português. Também não mencionaremos algumas expressões que, assim como em português, costumam ser muito difíceis de pronunciar. Mas elas são úteis se você quer progredir em inglês e conquistar uma pronúncia mais perfeita

Quer falar inglês fluente? Confira  aulas de ingles no Superprof!

As frases mais complexas para pronunciar em inglês!

Sim, na língua inglesa, não há apenas palavras diferentes, longe disso. Há também as frases mais complexas para se pronunciar em inglês, que dá a essa língua estrangeira uma imagem muito menos solene, mais descontraída. O ensino da língua é uma coisa bonita, quer se dê por meio de uma estadia poliglota ou linguística, ou por um curso simples online.

O estudo de modo geral nos faz apreciar ainda mais o seu valor real. Se você deseja descobrir tudo isso, resta ter aulas para se tornar bilíngue!

O inglês, portanto, tem termos que são simplesmente difíceis de pronunciar para nós que somos falantes de português. Palavras como squirrel, colonel, although ou hierarchy  estão aí para nos tornar conscientes de que o aprendizado de idiomas também envolve o sotaque e a pronúncia, independentemente de qual seja o seu nível.

O inglês na vida real Não é preciso ir muito longe para se deparar com trocadilhos e trava-línguas em inglês.

O mesmo raciocínio vale para fórmulas pequenas, que parecem simples de escrever, mas que são um verdadeiro desafio, quando se trata de pronunciá-las:

Six sick slick slim sycamore saplings.
A box of biscuits, a batch of mixed biscuits.
Peter Piper picked a peck of pickled peppers.
Did Peter Piper pick a peck of pickled peppers?

Existem, portanto, trava-línguas, frases e poemas curtos que nos permitem praticar o nosso inglês de modo a aprimorar de nível.

Mas não desanime caso você ainda não tenha começado a estudar. Lembre-se de que o primeiro passo pode ser uma simples pesquisa por professores online.

Abreviações inglesas que você precisa saber!

E o que seria bilinguismo sem as abreviaturas inglesas? Um verdadeiro falante de inglês as conhece na ponta da língua. Elas, definitivamente, são provas de que a compreensão oral e as habilidades de linguagem também fazem parte da fluência. Aprendidas ou não na escola de idiomas, essas palavras abreviadas permitem uma ótima memorização, pelo fato de serem usadas com frequência algumas vezes no Brasil.

Sim, mesmo em nosso país, colonizado pelos portugueses, as abreviações inglesas se instalaram, para agregar a algumas vertentes da língua.  Conhecê-la faz parte da imersão total na cultura que se está disposto a estudar.

Abreviações e linguagem Mesmo no inglês corporativo, há termos abreviados.

Assim, termos pequenos, como WTF (o que é isso?),  Thx (obrigado),  AC  (ar condicionado) e outros vão pontuar nossas vidas diárias com palavras simples e eficazes para se expressar. Aprender uma língua também é não ignorar seus aspectos mais simples e agradáveis. A didática das línguas muitas vezes não é aquela com a qual temos um primeiro contato no ensino fundamental: ela pode ser reconhecida no dia a dia, ao longo da vida.

O mesmo vale para o mundo profissional. No ambiente corporativo, você verá abreviaturas como BTW (By the way), ASAP (o mais rápido possível) ou  DND (Do not disturb),  que marcam funções bem definidas, que têm como principal objetivo tornar a comunicação mais rápida e fluída nos países de língua inglesa.

Em suma, o inglês é uma linguagem rica, densa e engenhosa, especialmente quando se trata de caminhar rumo ao bilinguismo. Entre pronúncia, algumas palavras a saber e frases longas para lembrar, o melhor caminho é dedicar-se aos estudos e à prática.

E você? Já encontrou um professor para ministrar suas primeiras aulas do idioma? Acesse a nossa plataforma Superprof e comece a procurar agora mesmo.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar