Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Treinos de boxe para quem está começando

De Fernando, publicado dia 19/03/2018 Blog > Esporte > Boxe > Os primeiros passos do boxeador

Para se tornar um especialista em boxe, nada melhor do que treinar um pouco mais seriamente: como em qualquer esporte, dedicação e autoconfiança contam quase tanto quanto a potência física e o desenvolvimento muscular.

O iniciante, especialmente no boxe , deve evitar pular as etapas se quiser dominar um dia “a arte nobre” de uma maneira completa.

Naturalmente, o treinamento reservado para um boxeador iniciante não tem tantas similaridades assim com os treinamentos dos melhores profissionais, mas pode ter certeza que eles também começaram dos primeiros passos!

Então, vamos dar uma olhada na lista inicial de pontos que você deverá cumprir para ser um bom boxeador e os exercícios que não podem ficar de lado.  Está na hora de se preparar para entrar no ringue e nocautear a preguiça!

Conheça bem o seu adversário A derrota faz parte do esporte, mas isso pode ser minimizado com muito treino e estudo

Comece no boxe: encontre um clube ou um professor

O boxeador ganhará durante o seu tempo de treino uma boa dose de talento, desde que ele evite estar sozinho e isolado para se transformar em um mestre nos golpes e movimentos.

Boxe sozinho ou com outros? Compartilhar sua paixão com outros boxeadores iniciantes permitirá que você obtenha mais experiência e conhecimento.

Se não conseguir colocar para fora esse desejo de lutar e deixar todas as responsabilidades para si mesmo, o dono das luvas sempre permanecerá apenas alguém que gosta de um esporte, mas não tem a habilidade necessária para colocar em prática. Até os gestos demasiado desordenados e a atitude excessivamente teatral podem ser sinais de que você precisa de ajuda.

E enquanto armazenarmos reflexos ruins e falsas sensações, será muito difícil corrigir o golpe, o que será um verdadeiro obstáculo! Contra essas múltiplas armadilhas, é necessária uma solução: encontre um mestre, um treinador de boxe digno do nome.

Seja na configuração segura de um clube licenciado que atua com uma grande equipe técnica ou com um professor particular com histórico comprovado como desportista e estudioso, os caminhos possíveis são suficientemente numerosos para que todos possam encontrar sua conta e evitar KO após algumas semanas de pesquisa.

Para começar no ringue, você precisa estar com sua saúde em dia, não deixe de fazer seus exames periódicos e conferir como está o seu coração, além das articulações e musculatura.  E também é essencial que os amadores tenham um mínimo de equipamentos: sapatilhas boas, shorts no estilo do basquete ou da corrida – o que garante uma boa movimentação e leveza, uma camiseta, capacete de proteção e boas  luvas, protetores bucais e genitais, e as tiras de proteção (bandagens) sob as luvas.

Seu professor lhe dará as chaves para uma boa preparação antes de uma luta.

Não perca a cabeça durante os treinamentos Seu treinador é o melhor observador das suas ações

Outros esportes antes (ou junto) do boxe

Claro, como qualquer esporte de luta, seja o boxe francês ou boxe tailandês, por exemplo, você tem que entender que seu corpo seja levado ao máximo de esforço. Mas é uma arte de alta tecnologia não é apenas força bruta. O duro desafio deve seguir seu caminho: o esquiva, a esbeltez do jogo de pés e a astúcia do vencedor por nocaute faltarão para quem não está preparado para lutar com elegância e técnica.

Geralmente, se começa com o boxe não muito no início da vida porque a prática precoce pode ser prejudicial para cérebros jovens em desenvolvimento: devemos deixar claro que mesmo com proteção, muitos golpes serão sempre perigosos.

Antes de começar a praticar bem o boxe, é necessário ter uma atividade física regular que melhor prepara o corpo para esforços intensos.

A musculação é aconselhável, juntamente com outras atividades de fitness e cardio, primeiro para eliminar a gordura (isso faz parte do desafio de categorizar os boxeadores de acordo com seu peso, como no judô), e depois conquistar músculos flexíveis, seguros, duradouros, poderosos e eficazes. A corrida é geralmente uma atividade para se continuar em paralelo das lições de boxe, bem como a corda de pular para os dias de mau tempo onde uma caminhada não combina muito com o frio ou a chuva lá fora.

Nos seus anos iniciais, não hesite em jogar rugby ou praticar polo aquático, além de praticar artes marciais, para obter força e potência nos seus movimentos, antes mesmo de começar a aula de boxe.

Esportes como squash, ciclismo, natação ou tênis têm as vantagens de envolver o coração e a respiração com bastante esforço. É um bom trabalho para ser explosivo no ringue em um momento crítico da luta!

Ao mesmo tempo, certifique-se de manter uma dieta saudável e equilibrada , sem se esquecer de se hidratar durante as sessões. Um bom sono também é necessário, especialmente porque ajuda na recuperação muscular – mas isso será bem mais tranquilo quando você já estiver gastando bastante energia com os esportes!

Respirar bem e cuidar do coração faz parte da rotina do boxe Nadar é uma ótima maneira de preparar seu corpo para o boxe

Exercícios típicos de um iniciante

Se o campeão de boxe profissional ou amador nas Olimpíadas pode concentrar tudo sobre a partida e o confronto, colocando a situação no coração de seu programa, não podemos dizer tanto de quem está começando.

Você, agora iniciante na arte do combate, terá que realizar exercícios muito mais simples para progredir e alcançar, um dia ou outro, o ápice da glória esportiva! Já sabe como se preparar para uma luta real?

Na verdade, devemos olhar as coisas de forma lúcida: o curso do iniciante é longo e cheio de dificuldades. Ele primeiro descobre as regras de um esporte relativamente complexo, então ele assimila gestos e atitudes desconhecidas até então (não é tão simples assim lançar um direto como pode parecer pela televisão).

O tempo para fazer tantos reflexos é longo: então devemos ser pacientes , mesmo em um momento em que a geração atual gostaria de tudo de maneira imediata: a vitória, a glória, o dinheiro, a medalha olímpica… Isso é resultado de um bom volume de trabalho e isso não vem de um dia para o outro!

Estamos falando de “treinamento de aprendizes” ou “treinamento para iniciantes”. Pode ser mais ou menos intenso dependendo do momento, mas é essencial praticar golpes básicos todos os dias sem exceção.

Qualquer sessão, obviamente, começa com um tempo de aquecimento de pelo menos 15 minutos, às vezes 30 minutos: basta executar movimentos de maneira dinâmica, aquecer suas articulações e esboçar alguns gestos de boxe sem forçar, no modo “sombra”(não tenha medo de ser ridículo!).

O princípio é simples: o treinador irá mostrar-lhe, em primeiro lugar, os gestos fundamentais do boxe que você terá que reproduzir e repetir um número infinito de vezes contra o vazio, tanto na velocidade real como em velocidade lenta para uma melhor assimilação, antes de mudar para um cenário no alvo .

Uppercut, direito, gancho, movimentos de pés para ficar esperando o adversário, guarda: esses elementos devem entrar no modo automático no seu treino, sem que você tenha que pensar.

O segundo passo é ligar esses elementos entre si: o professor falará sobre “seqüências”. Como o xadrez, algumas seqüências são mais do que básicas, como o famoso ja – jab – direto ou o jab- direto- cruzado.

Especialistas em boxe falam sobre “técnicas básicas” para descrever esses fundamentos. O ideal é ser com um professor que interprete o adversário, ou em pares com o treinador como árbitro ou um terceiro observando e dando conselhos.

Depois de uma lição, não esqueça de se alongar para maximizar sua recuperação e permitir que seus músculos se consolidem ainda mais!

Assim, com tranquilidade e sem muito desespero, é possível aprender boxe sozinho .

Os golpes precisam ser bem pensados Proteja bem suas mãos e evite lesões

Os exercícios clássicos de uma aula de boxe para iniciantes

Além da típica sessão de treinamento do boxeador, que pode ser chamado de “curso para iniciantes”, existem exercícios tradicionais que podem ser decorados ou feitos em várias ocasiões do seu dia.

A lista pode ser longa, mas estamos no momento satisfeito com os cinco principais:

1. A corda

Resistência, tonicidade e explosividade: a corda de pular não é feita apenas para as brincadeiras de crianças! É um acessório já conhecido por atletas de alto nível e praticantes de musculação, não é surpreendente que ele tenha seu lugar em qualquer sessão de treinamento de boxe.

Gradualmente, você pode fazer a corda saltar por mais e mais tempo, eventualmente até uma hora e meia! Complete-o com pesos e abdominais, isso será muito positivo para estar no topo da sua forma.

2. Shadow boxing

Esta é a primeira maneira de encaixar os iniciantes no mundo do boxe: aproveitar o vazio de um inimigo imaginário. Evita as feridas, mas é mais cansativo do que se acredita essa atividade comum de disparar golpes contra o nada.

É indispensável se ter um espelho para assistir e dissecar suas ações ou filmar para que o professor possa ajudá-lo. Em caso de aulas coletivas, lembre-se sempre de ouvir também os conselhos dados para os seus colefas.

3. Movimentação

Trata-se de trabalhar seu ataque em um alvo em movimento na presença de um treinador que informa seu desempenho.

Para que o exercício seja eficaz, ele deve durar cerca de meia hora. Seu objetivo principal é que o atacante gerencie sua respiração e controle o tempo e as técnicas implantadas: falta de ar ou exaustão precoce será o sinal de uma condição física deficiente.

Use um saco de pancadas, bola de boxe ou pera de velocidade para ter uma real noção de um corpo diferente.

4. Sparring

É uma variante do boxe de sombra já mencionado, mas com um oponente real.

O aluno participa de uma sessão por uma duração de 3 a 6 rodadas (para os mais resistentes!). Ele deve tocar seu oponente, mas sem forçar, apenas para mostrar o que faria em um combate real.

Em troca, seu objetivo é evitar todos os ataques. O pensamento para que o exercício seja bem sucedido é o seguinte: quando uma seqüência atinge a marca, ela deve ser repetida até que o perdedor consiga se movimentar bem e compreender sua fragilidade, encontrando uma maneira de contorná-lo .

5. O saco de pancadas

Este é um clássico: o saco de pancadas é, talvez junto com as luvas de boxe si, o símbolo do boxe, seja inglês, boxe francês, boxe tailandês ou de outra forma.

A bola com um duplo elástico é um dos acessórios mais fáceis de manusear , o meio caminho entre a pera velocidade e o grande saco de pancadas clássico.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar