Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Descubra as técnicas mais utilizadas em pintura

De Fernanda, publicado dia 27/08/2018 Blog > Artes e Lazer > Desenho > Quais as diferentes maneiras de pintar?

“As pinturas têm uma vida própria que deriva da alma do pintor.” Vincent Van Gogh

E se você começasse a pintar?

Pintar uma quadro é uma atividade relaxante e divertida. Perfeita para praticar no seu tempo livre! Em silêncio ou com música, os artistas retratam suas emoções ou o que consideram bonito. Mas qual técnica usar? Pintura a óleo? Pintura em aquarela?

Neste artigo você encontra tudo que você precisa saber sobre as técnicas mais utilizadas na pintura!

O que é a pintura com tintas oleaginosas?

O que é a pintura com tintas oleaginosas? Como aprender a pintar com tinta a óleo?

A pintura a óleo é uma técnica que mistura pigmentos e óleo de secagem (o mais comum é o óleo de linhaça) para formar uma pasta que seca muito lentamente. Esse tempo de secagem permite que você trabalhe e retrabalhe cores e formas por mais tempo.

A invenção da pintura a óleo é concedida aos irmãos Van Eyck no século XV. No entanto, essa afirmação ainda é debatida porque várias pinturas já tentaram misturar pigmentos e óleos anos antes.

No entanto, os irmãos Van Eyck tiveram a ideia de combinar óleo de linhaça, de nogueira e essência de terebintina com pigmentos. É assim que eles criaram uma tinta que é resistente à água e leva muito tempo para secar.

A grande vantagem da pintura a óleo é, justamente, que ela leva muito tempo para secar, o que a torna um excelente material para artistas detalhistas. Mas a secagem não é realmente a palavra apropriada, já que a tinta endurece, não seca.

Quanto mais espessa fica a massa, mais demora para endurecer. Isso pode variar de algumas semanas a alguns meses, ou mesmo anos para as camadas de pintura mais espessas. Em algumas circunstâncias, algumas pinturas podem nunca secar!

É aconselhável pintar em camadas finas. No caso oposto, a camada superior permanece fria enquanto a superfície endurece. É assim que as pinturas podem rachar com o tempo.

Defeitos que podem ser vistos em algumas pinturas, mesmo entre os maiores pintores.

Uma outra grande característica da pintura a óleo é o seu brilho, devido ao óleo usado. Todas as pinturas feitas com tinta a óleo são mais ou menos brilhantes dependendo da quantidade de óleo usada.

A pintura a óleo é frequentemente usada para ilustrar paisagens, naturezas-mortas ou retratos. É usada em tecidos sintéticos ou telas de linho cru. Na maioria das vezes são composições muito trabalhadas e que levam tempo.

Os artistas pintam várias camadas e voltam várias vezes em detalhes. Esta é uma técnica para artistas pacientes e meticulosos.

A técnica tradicional de pintura a óleo leva várias semanas para chegar ao resultado final.

Para começar, você precisa fazer um primeiro desenho e depois reproduzi-lo em uma tela com carvão, por exemplo.

Uma vez que o desenho é colocado na tela, é necessário usar uma única cor diluída com terebintina para cobrir todos os traços de carvão. Isso permite ancorar o padrão na tela. Você também pode aproveitar a oportunidade para criar um jogo de luz.

As cores podem então ser aplicadas, mas sempre respeitando a regra “grosso sobre magro” e o tempo de secagem necessário. Você pode pintá-lo quase quantas vezes quiser.

Como fazer pintura acrílica?

Como fazer pintura acrílica? Aprenda a pintar com tinta acrílica.

Tal como define a Wikipedia, “o acrílico é uma tinta sintética solúvel em água que pode ser usada em camadas espessas ou finas, permitindo ao artista combinar as técnicas da pintura a óleo e da aquarela. ”

Esse tipo de pintura existe há pouco tempo, diferentemente do caso da aquarela. A pintura a óleo também tem uma longa história. A da pintura acrílica é um pouco mais curta.

O aparecimento das primeiras pinturas sintéticas ocorreu nos anos 1930 nos Estados Unidos. Estas tintas eram basicamente usadas para pintar carros ou edifícios. Mas alguns pintores começaram a usá-las para fins artísticos.

Uma marca foi criada alguns anos depois, em 1949, pelas gráficas americanas Leonor Color e Sam Golden. Eles criaram a marca Magma para comercializar a pintura.

Artistas como Barnett Newman ou Morris Louis usaram esta pintura misturada com terebintina para colorir suas obras.

Mas esta pintura como a conhecemos hoje foi inventada em 1963. Foi o químico Henry Levinson quem inventou esta tinta que pode ser diluída em água para potencializar suas características mais artísticas. A primeira marca de tinta acrílica foi chamada de Liquitex.

Foi essa técnica de pintura que Andy Warhol usou em suas obras de arte.

A tinta acrílica só chegou na Europa na década de 1960, quando Pierre Alechinsky descobriu o material durante uma estadia nos Estados Unidos.

A pintura como a conhecemos hoje é realizada com pigmentos levemente esmagados, naturais ou sintéticos.

Por fim, a isto acrescenta-se uma mistura com água e resina acrílica para dar a textura final.

A peculiaridade da tinta acrílica é que ela é muito fácil de usar. Misturada com um pouco de água, é muito fácil de espalhar e exala muito pouco cheiro.

Ela pode ser usada em uma ampla variedade de suportes, tornando o artista ainda mais versátil.

No entanto, a tinta acrílica, ao contrário da tinta a óleo, seca muito rapidamente. Portanto, fica muito difícil de retornar à sua tela para alterar uma cor ou um detalhe.

As características da aquarela

Como aprender aquarela? Que tal retratar suas mais belas viagens com aquarelas? A técnica transmite poesia!

A aquarela é uma das técnicas mais antigas de suporte flexível. Ela é muitas vezes comparada ao guache, sendo que esse último utiliza muito pouca água.

A técnica existe praticamente desde sempre! Muitas civilizações usaram pigmentos de água para registrar elementos de sua cultura.

No entanto, a aquarela foi por muito tempo considerada como uma técnica de estudo, que permitia refletir sobre os estágios iniciais de seu trabalho. Foi somente no século XVII que a aquarela foi reconhecida como uma verdadeira técnica, usada em particular nas iluminações.

A pintura em aquarela é uma pintura que é fácil de se retrabalhar. Na verdade, mesmo quando seca, a tinta pode ser retocada com a aplicação de um pouco de água.

É também o que compoõe toda a sua complexidade, já que é necessário saber como dosar para não apagar as primeiras camadas.

A secagem é feita de forma relativamente rápida. Apenas espere a água evaporar.

Esta pintura é apreciada graças ao material mínimo necessário. Ao contrário da pintura a óleo, na qual é necessário utilizar uma grande variedade de materiais, a aquarela requer apenas uma folha, tinta e um pincel.

Em primeiro lugar, você precisa saber que a pintura em aquarela é realizada em um suporte de papel. Não faz sentido fazer uma aquarela em uma tela, porque a tela de linho ou a tela de algodão absorve a tinta diretamente, antes mesmo de você conseguir trabalhar.

É necessário adquirir um papel adequado. Existe uma variedade grande de gramaturas. Tudo depende das suas preferências. O papel de aquarela é muitas vezes grosso para evitar que a folha se rasgue com a abundância de água.

Para começar, o pintor tem duas opções. Ou pinta diretamente na folha de papel seco Canson, ou embebe a folha de água com o pincel antes de aplicar a tinta.

Como aprender a técnica do pastel?

Como aprender a técnica do pastel? Descubra como pintar com pastel!

pastel é um material artístico para pintura e/ou desenho existente em uma barra, bastões cilíndricos ou até em um lápis.

Como em muitas técnicas pictóricas, a primeira fase da pintura pastel é a criação do fundo.

Com um material como o pastel, é muito fácil ir além das linhas. O pó se espalha por toda parte e você deve ter margem para pintar por cima dele. Ao cuidar do fundo primeiro, fica mais fácil, depois, para traçar as linhas.

Uma vez que o fundo é pintado, você tem de colorir as outras partes, do mais claro ou mais escuro.

Você consegue pintar cores claras sobre cores mais escuras, mas para dar consistência à sua pintura, é melhor começar com cores escuras.

Não abuse da técnica do sombreamento

Uma vez que suas cores são aplicadas, você pode usar a técnica do pó espalhado explicada um pouco mais acima. No entanto, tenha cuidado para não usar essa técnica em todo o seu desenho.

Esfumaçar em excesso traz uma impressão de simplicidade ao seu desenho.

Você pode usar essa técnica para peças como o fundo, se houver um céu, por exemplo. Mas não hesite em adicionar alguns detalhes depois disso.

Reproduza obras ou imagens conhecidas

Antes de ir para as criações pessoais, você pode começar tentando trabalhar obras de grandes pintores como Monet, Picasso, Rembrandt, Braque, Dali, Van Gogh, Manet, Courbet e outros.

Isso permite treinar seu olhar e refinar os movimentos da sua mão. Seus olhos se acostumam a pintar o que você vê. Mas também é uma oportunidade para entender como funciona a pintura em pastel.

Claro, você também pode usar fotos ou outras imagens encontradas na web.

Pratique com regularidade

Para progredir na técnica de pastel, pratique regularmente. Este é o melhor conselho que um artista pode dar a outro. É durante a prática que você percebe as diferentes técnicas de utilização do material e as reações do pastel no papel.

Você pode praticar fazendo aulas de pintura ou até mesmo como autodidata!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar