As capitais brasileiras transbordam cultura e arte. Se você é daqueles que não perde uma visita em um museu por nada, confira aqui nesse artigo nossas dicas!

Pintura, escultura, visitas educativas, arte regional.... Nessa seleção você encontra arte para todos os gostos e bolsos.

Aproveite!

Museus gratuitos de São Paulo

É sabido que a capital paulista possui excelentes opções de entretenimento e os espaços de exposições fazem parte dessa lista. Apesar de muitas dessas alternativas cobrarem ingressos, é pertinente sabermos que há também eventos que permitem a entrada do público, sem precisar desembolsar nada.

E quando assunto é obra de arte, saiba que é possível sim fazer ótimos passeios pelo museus gratuitos de São Paulo ou, pelo menos, nos dias em que aqueles que cobram normalmente, destinam um ou mais dias de gratuidade para o público em geral.

É interessante ressaltar que essas opções free não deixam a desejar e quem tem o costume de visitar os museus de São Paulo sabe muito bem da qualidade das obras expostas.

Diante da Pintura
Visitar um museu é ampliar seu leque de conhecimento e leitura de mundo!

Dentre as centenas de opções de museus paulistanos que, em alguns dias da semana, permitem a entrada livre da população, destaque para:

  • Museu Catavento;
  • Museu da Imigração;
  • Museu de Arte Sacra;
  • Casa das Rosas;
  • Museu da Imagem e do Som (MIS);
  • Museu Afro Brasil;
  • Memorial da Imigração Judaica;
  • Japan House;
  • Museu dos Transportes.

É claro que essa lista é bem grande e poderíamos passar horas aqui falando de cada um desses museus de SP...

E para finalizar esse artigo, é pertinente também destacar um museu de grande importância na capital que é o Museu da Língua Portuguesa.

Inaugurado no ano de 2002, hoje ele está sendo reconstruído, em razão de um incêndio ocorrido em 2015, que atingiu dois andares de sua estrutura, mas que, apesar de ter sido bem angustiante, felizmente grande parte de seu acervo não foi atingido, até mesmo por ser virtual. Muitos backups foram recuperados e a previsão de reabertura do Museu da Língua Portuguesa é para o ano que vem.

Museus de graça no RJ

Não tem coisa melhor do que curtir uma exposição incrível e não precisar gastar um centavo por isso, não é mesmo?

Pois é, para quem acha que visitar museu no Rio de Janeiro é coisa pra gente rica, pode ir tirando o cavalinho da chuva, pois não é bem por aí, há muitas opções de locais na cidade maravilhosa que estão com obras de arte sendo expostas e que não é cobrado nada do público.

Visita Free
Criar o hábito de ir ao museu não precisa ser coisa só de gente rica...

Se você quer saber mais informações sobre espaços que contam com obras que já rodaram o mundo, além daquelas que apresentam um pouco da história da cidade, confira abaixo uma pequena lista de museus de arte no Rio de Janeiro que podem deixar sua programação na cidade ainda mais cultural e animada, afinal, em muitos deles a entrada é franca! (dependendo do dia)

  • Museu do Açude - está construído dentro da Floresta da Tijuca, considerada uma das maiores florestas urbanas do mundo. Criado em 1964, o museu conta com uma grande diversidade de espécies da fauna e da flora brasileira, em uma área com pouco mais de 150 mil metros quadrados.
  • Museu Casa Rui Barbosa - como o próprio nome sugere, trata-se da casa em que Rui Barbosa morou. Localizado no bairro de Botafogo, o museu foi inaugurado em 1930 e é considerado como o primeiro museu-casa do País.
  • Museu Villa-Lobos - este é um museu dedicado exclusivamente a um dos maiores compositores das Américas, Heitor Villa-Lobos que, até sua morte em 1959, escreveu mais de duas mil obras orquestrais, de câmara, instrumentais e vocais.
  • Museu de Arte do Rio - também famoso pela sigla MAR, este é uma opção bem interessante para a galera que quer se encantar com belas obras, sem precisar gastar uma fortuna. Neste museu, o visitante vai encontrar um acervo que leva á reflexão e instiga as pessoas a olhares algumas questões sociais de forma mais crítica. Ah, vale lembrar que esse ele é vizinho do Museu do Amanhã.
  • Museu de Arte Moderna - aqui o visitante vai poder não somente curtir as exposições, mas também ter uma visão geral da Baía de Guanabara (Pão de Açúcar) e o Aterro do Flamengo.
  • Museu Nacional de Belas Artes - com um acervo de pouco mais de 70 mil itens, esse museu traz grande obras brasileiras relacionados aos séculos XIX até os dias atuais.
  • Museu do Negro - instalado na Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos, o museu faz um panorama histórico da escravatura no Brasil, a partir de um grande acervo que traz objetos religiosos e registros diversos acerca da chegada do negro no país.
  • Museu do Trem - esse museu está localizado no bairro de Engenho de Dentro, local onde se desenvolveu a Estrada de Ferro Pedro II. Trata-se de um antigo galpão que dispõe de um acervo que vai desde locomotivas até mobiliários.
  • Museu de Ciências da Terra - alguns chamam esse museu de Palácio da Geologia, em razão de contar com cerca de 7 mil amostras de minerais brasileiros e estrangeiros, além de meteoritos, fósseis e rochas. É tido como um dos maiores acervos da America Latina em matéria de paleontologia e geologia.

De modo geral, fazer passeios por museus é meio que assumir o lado B de destinos turísticos, onde tanto o visitante quanto o morador local vai poder conhecer uma pouco mais sobre a cidade e, assim, levar consigo essa experiência única!

Quais museus em BH têm entrada gratuita?

É claro que BH também conta com espaços para museus e galerias que oferecem entrada gratuita para todos os públicos e, por conta disso, selecionamos cinco locais que estão entre os principais museus da capital mineira para visitar de graça:

  • Museu Histórico Abílio Barreto - quem visita esse museu tem a oportunidade de conhecer peças, fotos e documentos que contam um pouco da história da capital mineira. Inaugurado em 1943, o Museu Histórico promove atualmente exposições gratuitas de vários estilos, além de eventos e apresentações em geral;
  • Palácio das Artes - esse museu teve que ser reconstruído, em razão de um incêndio em 1997. No entanto, hoje é a grande sensação dos artistas. Com um prédio moderno, o Palácio das Artes conta com exposições, shows e inúmeras atividades culturais;
  • Museu da Moda - esse é um grande sucesso em toda a região sudeste do Brasil em matéria de exposições com a temática: moda. Instalado em um prédio belíssimo (Castelinho da Bahia), dispõe de acervo próprio, com exposições gratuitas que promovem muitas atividades que envolvem pesquisa, conhecimento e discussão;
  • Centro de Arte Popular (Cemig) - cultura raiz é o que predomina nesse museu instalado em um prédio dos anos 20 e que ainda segue as características do ecletismo. Muitos que visitam o Cemig se encantam com o vasto acervo que são expostos, sendo que os mesmos vão desde obras sacras até os modernos grafites;
  • Fundação Inimá - o pintor e mineiro Inimá de Paula é o foco principal das exposições que acontecem nesse Instituto (que leva o seu nome). No entanto, acontece também no local várias atividades culturais com outros temas, o que faz do espaço, um lugar ativo e dinâmico, totalmente aberto aos antigos e novos artistas, além de eventos relacionados a curso de desenho, workshops e seminários.

Os museus gratuitos de Recife

Considerando que estamos a falar de uma capital, a qual recebe, todos os anos, turistas de várias parte do mundo, é interessante destacar que os museus instalados na cidade pernambucana funcionam para atender tanto a população local, como também os visitantes.

Por conta disso, esse espaços não operam somente mediante pagamento, há estabelecimentos que deixam de cobrar ingresso em apenas 1 dia da semana (neste caso todas as terças-feiras) enquanto que outros promovem entrada gratuita todos os dias.

Sem pagar nada!
Muitos museus da cidade oferecem entrada gratuita todas as terças-feiras!

Quer saber mais quais são museus em Recife que contam com entrada franca ao longo da semana?

Confira abaixo:

  • Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães (MAMAM) - Instalado em um antigo casarão do século XIX e com sete salas de exposição, salas de atividades educativas, auditório, biblioteca e um Café, o Mamam é um museu muito importante em Recife que dispõe de um acervo com mais de 1.100 trabalhos, os quais contemplam períodos que vão desde 1920 a 2008. Além disso, no pátio do museu, é possível participar de mostras experimentais, bem como de debates sobre a Arte no Brasil e no Mundo. O Museu funciona de terça a sexta, das 12h às 18h.
  • Museu da Cidade do Recife - Com um acervo que ultrapassa 250 mil imagens e outros elementos gráficos, o Museu da Cidade do Recife é também um dos mais visitados da capital pernambucana. O espaço fica localizado no Forte das Cinco Pontas e funciona de terça a domingo, das 9h às 17h.
  • Museu do Trem - Cerca de 500 peças que contam a história da ferrovia do século XIX e XX estão expostas nesse museu que divide seu espaço com a Estação Central Capiba. A entrada é gratuita e o público pode visitar de terça a sexta, das 9h às 17h, sendo que, aos sábados e domingos, o funcionamento acontece das 10h às 17h.
  • Paço do Frevo - O edifício onde está instalado o Paço do Frevo já foi sede de uma empresa inglesa de telégrafos. Inaugurado em 2004, o local funciona como um centro cultural e de pesquisa sobre o frevo, onde é possível acompanhar depoimentos de personalidades que têm em suas histórias de vida a marca desse ritmo tão pernambucano. O Paço do Frevo não é gratuito todos os dias da semana, somente às terças-feiras.
  • Caixa Cultural - Localizado em frente ao Marco Zero, esse espaço oferece ao público em geral exposições totalmente gratuitas, com uma programação que contempla os mais diversos segmentos das artes. Por isso, se você planeja viajar para essa cidade pernambucana, não deixe de conferir a programação completa da Caixa Cultural do Recife.

Que tal a aprender a desenhar com aulas de desenho online ?

Museus de graça em Salvador

Opções Culturais!
A capital baiana, assim como outras capitais brasileiras, também conta com museus gratuitos!

Assim como várias capitais brasileiras, também há museus em Salvador para o visitante conhecer de graça. E dentre os mais acessados, vale a pena destacar o Palácio Rio Branco que, além de possuir uma vista maravilhosa para a Baía de Todos os Santos, também dispõe de pinturas incríveis no teto, feitas por artistas italianos. Para quem não sabe, o palácio foi uma das sedes do Governo Geral, época em que a Bahia era tida como a capital brasileira (1549 a 1763). A história desse museu registra que no ano de 1912, houve um bombardeio, sendo que, deste modo, a construção que conhecemos é a que foi reerguida e reinaugurada no ano de 1919.

Outra atração que não cobra ingresso em Salvador é o Museu de Arte da Bahia que, fundado em 1918, conta com um acervo de grande relevância artística, com destaque para as peças de porcelanas europeias e o mobiliário barroco da época do Império, além de uma vasta coleção de obras religiosas.

E dando prosseguimento a essa lista de opções culturais em Salvador - totalmente gratuitas -, não poderíamos deixar de citar o Solar do Ferrão, um local que valoriza a memória, a arte e a cultura. Situado no centro histórico da cidade, no final da década de 1930, o Solar foi Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O casarão, no entanto, conta com seis pavimentos, os quais abrigam coleções relacionadas às Artes Plásticas e Música. E dentre essas obras, há três coleções raras relacionada à Arte Sacra - 810 objetos que datam do século XVIII e XX; esculturas, máscaras e mobiliário africano - cerca de 1076 peças; e por fim, peças de arte popular (anos 50 e 60), as quais fizeram parte da coleção da arquiteta modernista ítalo-brasileira Lina Bo Bardi.

E não acaba aí não! Quer anda mais? Então, não deixe de conferir (sem pagar nada) o Museu Náutico da Bahia que é, simplesmente, o primeiro Farol do Brasil. O museu está instalado no Forte de Santo Antônio da Barra, com uma localização privilegiada, onde é possível ter uma bela vista do oceano. Ali, o visitante vai ter acesso a um acervo amplo que permite conhecer os materiais bélicos que ficaram submersos por cerca de 300 anos e que, devido à primeira pesquisa submarina do gênero no Brasil, vieram à tona. Além disso, é possível verificar os dados sobre navegações e naufrágios ocorridos em épocas remotas, cartas náuticas antigas e, ainda, curtir as diversas maquetes expostas no local.

Por fim, é pertinente destacar o Palacete das Artes Rodin Bahia que, instalado em uma mansão enorme (de 1912), possui quatro ambientes com obras incríveis, como por exemplo, as mais de 60 peças em gesso do escultor francês Auguste Rodin. Do mesmo modo, no museu, o visitante pode acompanhar mostras de fotografias e esculturas que eventualmente acontecem no local, de forma temporária - se tiver sorte de vê-las no dia de seu passeio, maravilha!

Visitando museus gratuitos em Porto Alegre

Tudo Gratuito!
Em Porto Alegre é possível curtir diversas programações culturais sem precisar pagar!

Sem dúvida, Porto Alegre é uma cidade pulsante, que respira arte e entretenimento, a partir de diversos eventos de teatro, música cinema e artes plásticas.

Também é um prato cheio com galerias e, no caso dos museus, há tanto opções que cobram ingressos quanto espaços que permitem a entrada gratuita para todos os públicos.

E se você já está construindo seu roteiro de passeio pelos museus de Porto Alegre, saiba que no Centro Histórico o destaque é a arquitetura que impressiona muito. E o bacana de passear por lá é que outros locais turísticos estão no entorno, garantindo um programa completo.

Quando o centro histórico é citado, basicamente estamos nos referindo a uma região de maior referência cultural e histórica da cidade, a qual marca o nascimento da capital rio grandense.

No seu roteiro de férias em POA, opções não faltam, mesmo porque, a cidade abriga excelentes restaurantes, hotéis e demais áreas turísticas.

Também há o Mercado Público, a Praça da Matriz, a Catedral Metropolitana e a Praça da Alfândega que, por sua vez, se destaca muito na cidade, em razão de ser lugar incrível, repleta de estátuas de vários poetas gaúchos, fora as edificações históricas que rodeiam o lugar.

Ali, também estão os principais museus de Porto Alegre, como:

  • Memorial do Rio Grande do Sul - que chama a atenção pela arquitetura;
  • Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS) - que possui o maior acervo de obras do Estado;
  • Santander Cultural - que dispõe de três andares, os quais promovem shows, sessões de cinema e muitas exposições de artes plásticas.

Ah, e caso você decida visitar a cidade no mês de outubro, anota aí: Feira do Livro de Porto Alegre - uma tradicional feira totalmente gratuita que recebe durante 20 dias escritores de várias partes do Brasil e do mundo. trata-se da maior feira de literatura da América Latina.

Precisando de um professor de Desenho ?

Você curtiu esse artigo?

3,00/5 - 2 nota(s)
Loading...

Fernanda

Socióloga e mestre em Letras Modernas pela Sorbonne. Entre França e Brasil, trabalho com jornalismo e projetos socioeducativos há 20 anos. Apaixonada por música, cinema e yoga. Acredito na cultura e na educação como pilares de transformação da sociedade.