Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Galerias de arte mais visitadas da capital baiana!

De Erico, publicado dia 31/10/2019 Blog > Artes e Lazer > Desenho > Os melhores museus de Salvador

A capital da Bahia é, sem dúvida, um patrimônio cultural brasileiro, em razão de uma riqueza artística totalmente evidente pela musicalidade, pelo carnaval, artesanato e culinária, além de outras expressões que fazem de Salvador uma cidade única.

Trata-se de um destino turístico que se destaca não somente pelas paisagens naturais, mas também pelo locais históricos, sem falar nos entretenimentos alternativos que essa capital é capaz de promover.

E dentre as opções de passeios culturais em Salvador, podemos destacar os museus que possibilitam uma verdadeira experiência quanto às questões históricas não só do local, mas também de todo o Brasil.

São espaços bem interessantes, com acervos grandes, os quais possuem temas diferenciados e que são expostos a partir de coleções permanentes, bem como mostras itinerantes.

Essas opções de lazer, tanto para quem mora na cidade quanto para quem é de fora, funcionam durante a semana, finais de semana e feriados. Alguns cobram ingresso normalmente (e/ou parcialmente), sendo que outros são gratuitos.

Conhecimento! Muitos espaços e atividades culturais de Salvador retratam um pouco da História local e do Brasil!

Considerar em um roteiro de passeio os melhores museus de Salvador é algo que só vem a somar, uma vez que atividades culturais ligadas a registros históricos e artísticos, independentemente do lugar que estamos, proporcionam muitos conhecimento.

E se você ficou a fim de saber quais os principais museus de Salvador para conhecer, quando for visitar a cidade, (ou mesmo se é residente local), confira algumas dicas especiais para fazer seu dia ficar ainda mais interessante na capital baiana! Bora lá?

Fundação Casa de Jorge Amado

Logo de cara, essa é uma opção de passeio cultural em Salvador que vai fazer a diferença em sua viagem. Trata-se de um icônico casarão azul, localizado no largo do Pelourinho, que dispõe de acervos artísticos e bibliográficos do grande escrito Jorge Amado.

São histórias fantásticas não somente do autor de “Dona Flor e seus dois maridos”, mas de sua esposa, a paulista Zélia Gattai que, além de escritora, também foi fotógrafa.

Inaugurada no ano de 1986, a Fundação Casa de Jorge Amado conta hoje com uma exposição permanente de fotografias, livros e documentos que retratam um pouco da história desse baiano de Itabuna, o qual já teve sua obra adaptada tanto para teatro, quanto para cinema e televisão.

A Fundação é uma instituição sem fins lucrativos que tem por intuito a preservação, pesquisa e divulgação, não somente da literatura de Jorge Amado, mas também de toda a manifestação artística da Bahia.

Museu Nacional Afro Brasileiro

Inaugurado na década de 1980, o Museu Afro Brasileiro se configura como um espaço localizado no Centro Histórico de Salvador, que propõe estudar, defender e divulgar todo e qualquer assunto relacionado a temas afro-brasileiros, sendo que, muitos deles, traçam uma narrativa acerca da chegada dos africanos no Brasil.

Instalado no antigo edifício da Faculdade de Medicina (que fora construída no ano de 1905), o museu pertence hoje à Universidade Federal da Bahia, dispondo de um acervo que contempla itens de origem africana e brasileira.

Ao passear pelo local, o visitante vai se deparar com peças relacionadas ao candomblé, por exemplo, em que podemos destacar talhas em cedro (conjunto completo de autoria de Carybé – pintor e escultor brasileiro), além de dezenas de painéis representando os orixás.

Museu da Misericórdia

Situado no coração de Salvador (mais precisamente no Centro Histórico), o  Museu da Misericórdia é também um dos principais espaços culturais da capital baiana.

Muitos que visitam o local saem encantados com a diversidade histórica que pode ser notada desde peças exclusivas, como armários com recipientes para guardar as substâncias químicas do Hospital de Caridade e o primeiro carro movido a gasolina, até a escrivaninha de Ruy Barbosa (que na ocasião foi funcionário da Santa casa da Bahia), sem falar na cadeira feita exclusivamente para receber Dom Pedro II.

Museus de graça em Salvador

Opções Culturais! A capital baiana, assim como outras capitais brasileiras, também conta com museus gratuitos!

Assim como várias capitais brasileiras, também há museus de graça em Salvador para o visitante conhecer. E dentre os mais acessados, vale a pena destacar o Palácio Rio Branco que, além de possuir uma vista maravilhosa para a Baía de Todos os Santos, também dispõe de pinturas incríveis no teto, feitas por artistas italianos. Para quem não sabe, o palácio foi uma das sedes do Governo Geral, época em que a Bahia era tida como a capital brasileira (1549 a 1763). A história desse museu registra que no ano de 1912, houve um bombardeio, sendo que, deste modo, a construção que conhecemos é a que foi reerguida e reinaugurada no ano de 1919.

Outra atração que não cobra ingresso em Salvador é o Museu de Arte da Bahia que, fundado em 1918, conta com um acervo de grande relevância artística, com destaque para as peças de porcelanas europeias e o mobiliário barroco da época do Império, além de uma vasta coleção de obras religiosas.

E dando prosseguimento a essa lista de opções culturais em Salvador – totalmente gratuitas -, não poderíamos deixar de citar o Solar do Ferrão, um local que valoriza a memória, a arte e a cultura. Situado no centro histórico da cidade, no final da década de 1930, o Solar foi Tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). O casarão, no entanto, conta com seis pavimentos, os quais abrigam coleções relacionadas às Artes Plásticas e Música. E dentre essas obras, há três coleções raras relacionada à Arte Sacra – 810 objetos que datam do século XVIII e XX; esculturas, máscaras e mobiliário africano – cerca de 1076 peças; e por fim, peças de arte popular (anos 50 e 60), as quais fizeram parte da coleção da arquiteta modernista ítalo-brasileira Lina Bo Bardi.

E não acaba aí não! Quer anda mais? Então, não deixe de conferir (sem pagar nada) o Museu Náutico da Bahia que é, simplesmente, o primeiro Farol do Brasil. O museu está instalado no Forte de Santo Antônio da Barra, com uma localização privilegiada, onde é possível ter uma bela vista do oceano. Ali, o visitante vai ter acesso a um acervo amplo que permite conhecer os materiais bélicos que ficaram submersos por cerca de 300 anos e que, devido à primeira pesquisa submarina do gênero no Brasil, vieram à tona. Além disso, é possível verificar os dados sobre navegações e naufrágios ocorridos em épocas remotas, cartas náuticas antigas e, ainda, curtir as diversas maquetes expostas no local.

Por fim, é pertinente destacar o Palacete das Artes Rodin Bahia que, instalado em uma mansão enorme (de 1912), possui quatro ambientes com obras incríveis, como por exemplo, as mais de 60 peças em gesso do escultor francês Auguste Rodin. Do mesmo modo, no museu, o visitante pode acompanhar mostras de fotografias e esculturas que eventualmente acontecem no local, de forma temporária – se tiver sorte de vê-las no dia de seu passeio, maravilha!

Aulas de desenho nos museus de Salvador

Visitar um museu não implica somente aquisição de experiência e conhecimento acerca de questões históricas e artísticas. Também denota uma inspiração para quem gosta de se expressar por meio da Arte.

Levando em conta que um museu pode nos inspirar a criar algo, muitos espaços de exposições, como museus de Salvador, por exemplo, procuram desenvolver algum tipo de atividade relacionada a workshop, oficina e curso de pintura e/ou desenho.

Oficinas! Muitos museus promovem atividades que ensinam técnicas de desenho e pintura para pais e filhos!

Pode ser que, em um determinado dia que você decida visitar algum dos melhores museus de Salvador, esteja acontecendo eventos que ensinem o pessoal a desenhar. Isso, de certo modo, é muito estimulador – vai que ali não tenha algum futuro mestre da pintura, hein…

Enfim, independentemente de você decidir ou não participar das aulas de desenho nos museus de Salvador, ou apenas fazer uma visita comum, é interessante destacar que na cidade não faltam opções de cursos de arte. O Museu de Arte Moderna da Bahia é um exemplo disso. Às vezes, o espaço promove atividades dessa natureza que visam instigar a criatividade e melhorar a forma como olhamos para a expressividade das obras.

Outras atrações de Salvador

Uma vez que você visitou os museus da capital baiana, não deixe de conhecer melhor o Pelourinho, um lugar emblemático, que se destaca muito por suas ruas coloridas e centenas de casarões antigos, bem como as diversas igrejas.

Destino incrível! O Pelourinho é também outra atração da capital baiana! 

Lá, no Pelourinho, seu ponto de partida será o Largo do Terreiro de Jesus que possui três igrejas bem emblemáticas: Catedral Basílica, São pedro dos Clérigos e a Ordem Terceira de São Domingos de Gusmão.

Seguindo adiante, você vai se deparar com uma pequena igreja que também é uma das atrações do lugar, em razão de contar com muitos objetos e decoração do barroco brasileiro.

E nesse passeio, não deixe de conhecer a Igreja e Convento de São Francisco que encanta pelas imagens pintadas nas paredes do templo, além da quantidade de ouro em sua nave principal.

Ah, também não deixe de parar para se encantar com o pôr do sol de Salvador, um espetáculo à parte que pode ser visto de forma totalmente gratuita, à beira mar, em alguma das maravilhosas praias da Bahia.

Sem dúvida, esse é um momento único. Então, aproveite!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar