Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Ideias para reciclar pedaços de pano

Blog > Artes e Lazer > Costura > Como reaproveitar retalhos de tecido

“Com a máquina de costura, minha alegria é pura
E no ateliê a profissional é você
Atende com atenção, faz sua anotação”
Carlos Alberto Pio (“A Costureira”)

Depois de costurar muitas peças na máquina e desenvolver muita força nos dedos ao utilizar as grandes e pesadas tesouras de para cortar pedaços de tecidos no formato dos moldes riscados, uma pilha enorme de retalhos variados se acumula em caixas ou cestos em um canto do ateliê ou no fundo do armário.

Esta é, sem a menor sombra de dúvidas, uma realidade que faz parte da vida de todo costureiro e costureira.

Seja para fazer uma bainha, confeccionar um vestido de seda pura ou simplesmente costurar uma almofada nova para sua sala de visitas, se perde sempre muito tecido com as sobras dos panos.

A costureira e o alfaiate não utilizam a integralidade dos rolos de tecido comprados – e finamente selecionados em suas lojas favoritas – na hora de fabricarem suas peças. Sendo assim, os retalhos são presença constante na vida de quem cria peças em tecidos.

Daí surge uma pergunta fundamental: o que fazer com essas sobras que se acumulam?

Nada melhor do que reaproveitar para preservar o meio-ambiente. A sobras de tecido podem se transformar em novos artefatos inimagináveis!

Jogar no lixo, queimar, doar para os vizinhos que fazem aula de costura?

E se você pudesse ficar com todos esses retalhos para reaproveitá-los?

Lembre-se que estamos na era do faça você mesmo DIY (“Do It Yourself”) e dos 3R’s (Reduzir, Reaproveitar e Reciclar). Tudo isso ligado a uma nova noção de ética, de responsabilidade ambiental, de produção orgânica e consumo de produtos locais.

Então, o que fazer com todos esses retalhos sem precisar descartá-los?

A resposta é simples: dar-lhes uma segunda vida, fazendo algo novo com o velho.

Então, sem mais delongas, confira algumas sugestões de ideias para a reciclagem de sobras de tecido.

E fique esperto para não perder nossa seleção de truques utilizados por quem é fera em corte e costura!

Escolha e prepare as peças de tecidos para reciclar

Há meses, lá no fundo do armário do seu ateliê de corte e costura, há uma cesta cheia de tecidos: algodão orgânico, musseline estampado, lycra, linho natural, tafetá, veludo, cetim, seda, gorgorão. Isso sem contar com os aviamentos: lãs aos montes, fio de tricô, fitas finas e largas, fitas de renda, de veludo e de cetim, dentre tantos outros tipos de “tranqueiras”…

O problema é que, do jeito em que estão, todos esses tecidos bonitos acabam parecendo parte de um cesto de roupas sujas.

Você decidiu dar uma nova vida a esses “trapos” e chegou a hora de começar a colocar a mão na massa. No entanto, antes de iniciar o processo de criação, é preciso organizar todo este material.

O primeiro passo? Classificar por cor e tamanho.

Libere espaço no meio da maior sala que você tiver disponível e esvazie as cestas de tecido.

Tentamos também explicar de maneira fácil como fazer um molde de costura de A a Z.

Ordenando por tamanho

A primeira etapa do processo de triagem é separar os pedaços grandes dos pequenos.

Divida os retalhos em quatro ou cinco pilhas:

  • Uma para tamanhos muito pequenos,
  • Outra para tamanhos pequenos,
  • Uma para tecidos de tamanho médio,
  • Outra para retalhos de grande largura.

A partir daí, você vai começar a ver suas sobras mais claramente e com outros olhos!

Você sabia que escolher a agulha certa para sua máquina de costura torna todo o processo mais fácil?

Ordenando por cor

Ao separar suas sobras em pilhas, você perceberá que existem muitas cores de tecidos dando sopa no seu ateliê: azul, vermelho, rosa, preto, off-white, violeta, estampado de flores, verde, cinza, azul claro, azul piscina, estampado de bolinhas, etc.

Nada melhor do que uma bagunça organizada! Retalhos organizados ficam mais fáceis de serem reaproveitados.

Se você não ficou satisfeito com a organização por tamanho dos retalhos, outra opção é fazer uma triagem de acordo com as cores e as estampas: pilha de tecido com flamingos, gatos, cachorros, cobras, etc.; pilha de tecido com pontos brancos ou pontos-de-rosa sobre fundo verde ou fundo cinza; pilha de tecidos para fazer testes e praticar durante o curso de costura online!

Com toda essa seleção pronta, seu ateliê de costura acabou de se potencializar enquanto oficina criativa!

Fique por dentro de algumas dicas práticas para quem está começando a se dedicar ao mundo do corte e costura.

Procurando ideias para reaproveitar o que ia ser jogado no lixo

Para colocar as ideias encontradas em prática de maneira que o produto final fique bem feito, será necessário “retocar” os retalhos, ou seja, cortá-los de acordo com o que o projeto escolhido demanda.

Para fazer um string quilt, por exemplo (“colcha de fios”; ela é um painel de tecido decorativo modelado a partir de uma infinidade de retalhos coloridos ou brilhantes), é preciso cortar muitas tiras de tecido com 5 cm a 6 cm de largura.

Podemos usar o método do jelly roll – ou batik roll -, que consiste em uma variedade de tecidos pré-cortados em tiras de 6 centímetros de largura que serão costuradas entre elas para obter um painel maior.

Se ligue em como fazer uso da sua nova máquina de costura.

Está sem inspiração?

Não se preocupe, pois agora que te ajudamos a organizar a sua bagunça, vamos te ajudar a organizar suas ideias com algumas sugestões de como reutilizar seus retalhos de boa qualidade para fazer objetos decorativos e úteis.

Crie acessórios para crianças e adultos

Já que falamos sobre pequenos pedaços de tecido, que tal falarmos de costura para os pequenos?

Costurando para crianças

  • Um cobertor: com apenas alguns pedaços de tecido você pode acabar confeccionando a colchinha favorita dos seus filhos,
  • Roupas de boneca: Para vestir as bonecas da sua filha / sobrinha / afilhada…, uma coleção de minúsculos vestidos costurados à mão pode despertar nela o gosto pela costura,
  • Um móbile: com uma variação de cores brilhantes é possível estimular o bebê com um charmoso móbile quando ele estiver deitado na cama,
  • Almofadas para alegrar o quarto de um pimpolho,
  • Uma bola de retalhos que pode servir tanto para brincar quanto para as aulas de costura para crianças,
  • Um tapete colorido forrado com lã,
  • Guardanapos de retalhos para a hora do lanche na escola,
  • Roupas infantis: fazer um vestido ou um pijama de bebê não demanda muito tecido.

Surpreenda-se com as várias alternativas de recuperação de calças jeans.

Reaproveitar as sobras criando roupas estilosas para bonecas pode ser uma ótima ideia! Fazer roupinhas de boneca com seus retalhos pode ser um ótimo desafio para você e um excelente presente para as crianças.

Costurar acessório para o dia a dia

Não há necessidade de comprar novos tecidos para redecorar os quartos da sua casa. Tudo o que você precisa são boas ideias, uma máquina de costura e seus retalhos de pano!

Confira algumas sugestões que podem ser muito úteis para presentes de aniversário, casamento, Natal, etc.:

  • Um porta de fone de ouvido: uma pequena peça redonda com zíper para que os fones de ouvido fiquem protegidos da poeira sobre a mesa e não se percam dentro da bolsa,
  • Um marcador de livro personalizado: os amantes da leitura irão apreciar esta boa ideia de presente simples e barato,
  • Um saco de roupa suja: uma peça fácil de costurar que requer apenas uma corda, um pouco de linha de costura e dois pedaços grandes de pano,
  • Uma necessaire: ideal para quem luta para guardar e organizar todos aqueles objetos que não têm lugar, como chaves, moedas, lápis e bugigangas diversas,
  • Jogo americano e porta-copos de tecido: a mesa ficará mais charmosa na hora das refeições,
  • Um revestimento de álbum de fotos: para enfeitar ainda mais suas melhores lembranças de férias, viagens, lua de mel, etc.
  • Uma carteira,
  • Um chaveiro,
  • Pulseiras,
  • Etiquetas de tecido para personalizar itens pessoais (bagagem, estojos de instrumentos musicais, bolsa de ginástica, etc.),
  • Uma gravata borboleta,
  • Um cinzeiro de praia (ecológico: chega de guimbas jogadas na areia…),
  • Uma manta para o inverno.

Ainda é possível listar muitos objetos que podem nascer de uma personalização.

Mas agora vamos ver o que pode ser feito para enfeitar ainda mais a sua casa.

Confira algumas dicas essenciais para conseguir fazer a bolsa de tecido dos seus sonhos!

Faça objetos de decoração

Uma costureira habilidosa também pode acabar virando a nova decoradora de interiores, personalizando móveis e afins!

Na verdade, com um pouco de estilo, imaginação e inspiracão, acaba ficando fácil colocar tecidos coloridos em toda a casa.

Existem vários blogs de costura na internet que ensinam e transmitem ótimas ideias decorativas que podem ser feitas com restos de panos. Que tal dar um Google e apreciar um pouco as decorações propostas por essas criadoras de corte e costura?

Um deles no ensina como cortar tiras de tecido heterogêneos e incompatíveis e, em seguida, costurá-los com pedaços do mesmo tamanho, e formando uma longa fita de tecido.

Ao costurar um a um aleatoriamente, belas estampas podem ser formadas em várias formas: quadrado, redondo, estrela, triângulo, etc.

Você já pensou em costurar suas próprias almofadas?

Ao escolher tons contrastantes, a montagem toma forma e torna-se uma almofada que pode combinar com o sofá da sala de visitas.

A técnica do patchwork é fácil e muito útil. A colcha de retalhos é uma ótima alternativa para decorar a casa e aproveitar as sobras de tecidos.

Na verdade, é a técnica do patchwork: juntar peças de tecidos díspares para formar uma criação com pequenos pedaços aparentemente desconexos.

Ela te permite fazer:

  • Almofadas,
  • Tapetes e toalhas de banho,
  • Revestimentos de sofá,
  • Capas (capa de edredom, cadeira, máquina de lavar),
  • Roupas (camisetas, camisas, ternos e calças personalizadas).

Com um pouco de imaginação, técnica e criatividade, é possível refazer seus cobertores, “engordando-os” à medida que o frio se aproxima.

Para fazer isso, corte as pontas de moletons e pulôveres velhos que você não usa mais e costure-os sobre um lençol. Ao terminar, você terá uma nova colcha para o inverno!

Quem disse que os tecidos sobrando é desperdício?

Preparamos ainda algumas dicas para quem deseja costurar sua própria gravata-borboleta.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar