Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Agulhinha ou agulhona: a boa opção para seu aparelho de costurar

De Camila, publicado dia 17/05/2018 Blog > Artes e Lazer > Costura > Como escolher uma boa agulha de máquina de costura?

“Eu não sou um costureiro, sou um artesão, um fabricante de felicidade.”
Yves Saint-Laurent (1936-2008)

De acordo com um dos maiores costureiros da história da moda contemporânea, aprender a costurar, desde que se tenha uma boa máquina de costura, é um passaporte para o bem-estar e a felicidade.

Adquirir todo o material necessário para se costurar, seja para fazer uma peça de vestuário de malha, um vestido de chiffon ou uma capa de sofá, envolve a mobilização de um certo orçamento, sem contar com o conhecimento prévio de determinadas técnicas.

Além de escolher uma máquina de costura, também é importante adquirir uma variedade de acessórios indispensáveis, tais como linhas, fita termo adesiva para tecidos, fita métrica, bobinas, ferramentas de corte (um boa tesoura), dentre outros elementos essenciais para a realização de seus projetos de costura.

Costurar e bordar são consideradas uma habilidades mistas, sem uma definição de gênero, já que homens e mulheres podem se dedicar ao ofício e aprender a consertar um zíper ou costurar uma bainha à mão. No entanto, elas ainda continuam sendo atividades realizadas principalmente por costureiras.

Em dissertação defendida em 2012 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Joel Carrion Pinheiro constatou que “profissões como (…) operadores de máquina de costura ainda empregam 90% ou mais de força de trabalho feminina, e os homens continuam ampla minoria.”

Quer coisa pior do que estar no meio da costura e a agulha da máquina quebrar? Você sabia que cada tecido demanda um tipo de agulha para máquina de costura diferente?

O oposto acontece quando o assunto é a alta-costura, pois os homens costumam ser os grandes chefes de marcas como Yves Saint-Laurent. Infelizmente, as mulheres ainda ficam, na maioria das vezes, apenas nos bastidores, trabalhando nas máquinas de costura mecânicas ou industriais.

Sejam costureiros ou costureiras, não é possível transformar tecidos em roupa se eles não tiverem o “Santo Graal” do ofício: boas agulhas de costura.

É uma praga para quem já manuseia uma máquina de costura -seja ela Singer, Pfaff ou de alguma outra marca – quando a agulha fica agarrada, bloqueando todo o processo de costura ou quebrando os pontos (ziguezague, ponto reto, etc). Quem está no comando do aparato muitas vezes nem pensa que tal problema pode ser devido ao fato da agulha não ser adaptada ao seu aparelho.

Saber escolher – e adquirir – a agulha certa  torna todo o processo de costura mais fácil. Saber qual agulha é a mais adequada para o tecido com o qual se trabalha é, para muitos, como encontrar uma agulha no palheiro…

Se este é o seu caso, pois você não entende nadica de nada sobre o assunto, então não se desespere: o Superprof te mostra os principais critérios a serem considerados ao escolher as boas agulhas para a sua máquina de costura.

E fique esperto para não perder nossa seleção de truques utilizados por quem é fera em corte e costura!

Por que a agulha da máquina de costura é importante?

A agulha é um dos elementos-chave da máquina de costura: ela permite grande precisão na hora de executar uma costura refinada e meticulosamente elaborada.

Uma agulha inadequada  –  grossa demais em um tecido fino ou fina demais em um tecido grosso – pode danificar a máquina ou deixar furos de costura visíveis no pano trabalhado.

Aqui encontra-se, então, uma regra fundamental: a cada tecido, seu tamanho de agulha.

Antes de ir ao seu armarinho favorito para  comprar os artigos desejados, você precisa entender que tipo de agulha é adequada para a sua máquina, assim como para o tecido com o qual você irá trabalhar.

Tentamos também explicar de maneira fácil como fazer um molde de costura de A a Z.

As quatro funções básicas de uma agulha

  1. Criar uma passagem para a linha no material a ser costurado.
  2. Levar a linha através do material e formar um laço que pode ser preso por uma lançadeira ou looper.
  3. Para passar a linha de cima através do laço formado pelo looper em máquinas que não sejam de ponto fixo.

A máquina de costura pode ser nova ou antiga: a importância da boa agulha é a mesma. Não importa qual tipo de máquina você tenha: utilizar a agulha certa é sempre fundamental!

Fique por dentro de algumas dicas práticas para quem está começando a se dedicar ao mundo do corte e costura.

Os dez elementos que compõem uma agulha

  1. Base do cabo
    É a extremidade superior que facilita a inserção na barra de agulha
  2. Cabo
    É a parte mais grossa da agulha que se prende à braçadeira ou ao parafuso. Ela suporta a agulha e prorciona maior resistência de forma geral.
  3. Junção cônica
    É a seção intermediária entre o cabo e e a haste
  4. Haste (ou Tronco)
    Parte da gulha que vai do cabo até o olho. Esta parte está sujeita a muita fricção e um consequente aquecimento quando passa através do material costurado.
  5. Canaleta(s)
    Presente em um lado da haste, proporciona um perfeito direcionamento da linha de cima na formação da laçada e um canal de proteção para esta mesma linha durante a penetração no material costurado.
  6. Ranhura curta
    Oposta a canaleta longa, auxilia na formação da laçada da linha da agulha
  7. Olho
    O olho da agulha está na parte inferior da haste. A linha de cima passa através dele e é levada para parte inferior do material.
  8. Cava
    É um corte preciso na haste da agulha, logo acima do olho, para permitir a passagem da lançadeira ou looper entre a linha e a agulha na formação da laçada.
  9. Ponta
    A ponta da agulha tem o formato adequado para conduzir a linha no material que está sendo costurado de acordo com o seu tipo e efeito desejado.
  10. Extremidade da ponta
    É a extremidade total da agulha, determinado de acordo com as definições de performance necessárias.

A maioria das agulhas são fabricadas usando essas características, mas existem várias exceções. Algumas delas foram desenvolvidas para superar problemas de costura específicas ou simplesmente projetadas para atender os requisitos da máquina.

Você já pensou em costurar suas próprias almofadas?

Diferentes tipos e tamanhos de agulhas de costura

Quer você use uma máquina de overlock, uma máquina de costura eletrônica ou mecânica, as agulhas de costura são numeradas de 60 a 110. Tal numeração equivale ao diâmetro do objeto representado em centésimo de milímetro.

Nota importante:

Quanto maior o calibre, mais a agulha é adequada para tecidos grossos.

O inverso também é aplicado: quanto mais leve for o tecido, mais finas são as fibras e, portanto, mais fina precisa ser a ponta da agulha para que ela não danifique o tecido.

Nos armarinhos, a embalagem na qual as agulhas são vendidas sempre possuem anotações para indicar o tipo de agulha e todos os tecidos aos quais elas correspondem.

Quanto mais delicado o pano, mais fina deve ser a agulha. Cada tecido pede uma agulha específica.

Se ligue em como fazer uso da sua nova máquina de costura.

Seus moldes estão prontos, esperando apenas serem costurados para darem forma à peça final?

Vamos então ao que interessa e dar uma conferida nos tipos de agulhas e seus diferentes tamanhos.

Os 8 tipos de agulhas para máquinas de costura

  1. Agulha de ponta normal ou fina (Sharp points, regular ou microtex)
    Como é: Tem a ponta levemente afilada.
    Boa para: Tecidos planos porque a ponta fina “machuca” menos o tecido
    Tamanhos: 9 a 18
  2. Agulha de ponta universal (Universal point)
    Como é: Tem a ponta levemente arredondada.
    Boa para: Tecidos planos e malhas, por estar no meio termo entre afilada e arredondada.
    Tamanhos: 11 a 14
  3. Agulha de ponta arredondada (Ball point ou stretch)
    Como é: Tem a ponta arredondada. Quanto maior a agulha, mais arredondada.
    Boa para: Malhas e tecidos stretch porque ela “escorrega” entre os fios da malha, ao invés de espetar. São ainda mais necessárias em malhas que estragam quando um fio se parte (fio corrido).
    Tamanhos: 9 a 16
  4. Agulha de bordado (Embroidery needles)
    Como é: Tem o buraco maior, para passar fios de bordado que são mais grossos.
    Serve para: Bordados decorativos. O buraco maior quebra menos a linha.
    Tamanhos: 11 a 14
  5. Agulha de quilting (Betweens)
    Como é: Menor do que uma agulha normal, com o buraco pequeno, porém mais forte.
    Boa para: A ponta reforçada serve para passar por várias camadas de tecido (quilt sanduíche) e para passar por cima de outras costuras.
    Tamanhos: 9 a 12
  6. Agulha de pesponto (Topstitching)
    Como é: O buraco dessa agulha é um pouco maior,
    Boa para: Acabamentos pespontados, com um ou dois fios de linha.
    Tamanhos: 9 a 14
  7. Agulha para jeans (Denim)
    Como é: A concavidade é mais funda e a ponta é afilada.
    Boa para: Tecidos pesados como jeans, lona, vinil e couro sintético. Desenhada para costurar sem pressionar o tecido no buraco da chapa da agulha.
    Tamanhos: 9 a 16
  8. Agulha de ponta facetada (Wedge point ou Leather)
    Como é: A ponta da agulha é fina, com as bordas facetadas.
    Boa para: Couro e vinil. A ponta facetada é feita para furar o tecido criando um buraco que se fecha sobre ele mesmo quando a agulha sobe novamente.
    Tamanhos: 11 a 18.

Aprenda o que fazer com as sobras de tecido que se acumulam?

Escolha suas agulhas de acordo com a linha de costura

Também é essencial pensar na linha de costura antes de começar a comparar as agulhas a serem adquiridas e/ou utilizadas.

Por quê?

Porque para costurar um botão, cerzir um vestido ou fazer a bainha de uma calça não se deve usar a mesma linha caso os tecidos forem diferentes: assim como as agulhas, as linhas também precisam ser determinadas de acordo com o tecido manipulado.

Uma agulha grossa fará um furo muito largo em um tecido delicado. Uma agulha fina dificilmente atravessará um couro sem quebrar…

Surpreenda-se com as várias alternativas de recuperação de calças jeans.

Tecidos grossos, como couro ou jeans, requerem um fio forte e resistente e, além disso, da mesma cor.

No caso de usar tecidos leves, o ideal optar por um fio muito fino, pois assim ele passa tranquilamente pelo buraco da agulha, ajudando a reduzir as rugas.

Dica super útil:

Quanto maior o número de referência do fio, mais fino ele será. Ou seja, um fio de tamanho 100 é muito mais fino que um de tamanho 30.

Resumindo: quanto maior a agulha, mais espessas devem ser as linhas e vice-versa.

Confira algumas dicas essenciais para conseguir fazer a bolsa de tecido dos seus sonhos!

Quando e como trocar a agulha?

Se a agulha que foi usada durante meses estiver danificada, ela corre grandes riscos de quebrar, entortar ou fazer pontos de costura muito irregulares e heterogêneos.

A agulha não deve estar “cega” ou dobrada.

Cada novo projeto de costura requer uma troca de agulha!

E agora que você já sabe como escolhê-las, então isso não será mais um problema!

Preparamos ainda algumas dicas para quem deseja costurar sua própria gravata-borboleta.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar