Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Sugestões práticas de corte e costura para iniciantes

De Camila, publicado dia 21/05/2018 Blog > Artes e Lazer > Costura > Conselhos práticos para costurar

Com a irrupção da filosofia do “faça você mesmo” (DIY, “Do It Yourself“) nos últimos anos, aprender a costurar voltou a ganhar popularidade.

Seja os mais voltados para a alta costura, sejam os iniciantes na prática de corte e costura ou apenas um curioso que deseja aprender a fazer suas próprias roupas, a cada dia, mais e mais pessoas recorrem à prática da costura para libertar a criatividade.

Saber costurar nos permite ser artesãos das nossas vestimentas, diminuindo os gastos com compras de roupas industrializadas já prontas.

Nos últimos anos, cada vez mais e mais grandes confecções ganham a destaque nos noticiários por nem sempre respeitarem os direitos humanos e o meio ambiente na hora da produção de seus produtos. Algumas marcas mundialmente conhecidas foram até mesmo acusadas de manterem seus trabalhadores em regime semi-escravo. Sendo assim, produzir o que se veste é uma ótima maneira de evitar cair em tais “armadilhas” da indústria das grandes marcas.

O fato de se fazer à mão acrescenta um interesse ainda maior ao se dedicar a um curso de corte e costura para iniciantes online, presencial, curso de bordado, curso de crochê, etc.: o sentimento de realização pessoal e um orgulho de ser capaz de coser você mesmo um vestidinho básico, uma saia plissada, uma calça boca de sino ou uma bolsa charmosa.

São vários os aparatos necessários para se costurar. Uma boa tesoura para tecidos é um dos vários materiais que um bom costureiro precisa ter.

Mas como diz o ditado, Roma não foi feita em um dia. O mesmo acontece com as habilidades em corte e costura: elas não chegam aos aprendizes do dia para a noite. É preciso dominar o equipamento de costura, possuir seus próprios aparatos (que pode acabar saindo caro) e se dedicar a assimilar as técnicas que serão utilizadas.

As maneiras de aprender a costurar e bordar são muitas hoje em dia, pois é possível recorrer a:

  • Curso de costura online
  • Aulas particulares
  • Livros de costura (para costurar gravatas borboleta, por exemplo)
  • Sites especializados em corte e costura, sejam eles feitos por profissionais do ramo ou por lojas de acessórios do ramo
  • Blogs de corte e costura, bordado, crochê e afins
  • Revistas especializadas no assunto como Burda Style, Moda Moldes, Molde & cia, Manequim, Corte, Costura e Modelage, etc.
  • Canais no Youtube que oferecem aulas e tutoriais para costureiros iniciantes e avançados.

Quando se começa a costurar, a escolha e o domínio dos materiais a serem utilizados não são assim tão evidentes.

Sempre com o intuito de te ajudar, Superprof preparou algumas dicas práticas para quem está começando a se dedicar ao mundo do corte e costura.

E fique esperto para não perder nossa seleção de truques utilizados por quem é fera em corte e costura!

Pensar em um projeto de costura

Esta é talvez a primeira dica para os costureiros (ou designers) iniciantes, pois ela vai evitar várias costuras feitas “pelos cocos” ou “nas coxas”: você tem que saber para onde está indo. Para tal, nada melhor do que fazer um belo projeto do que será costurado.

Isso implica ter em mente uma ideia precisa do que você quer, permitindo uma reflexão antes de começar a costurar, por exemplo, uma almofada.

O ato de coser pode ser motivado pelo desejo de oferecer um presente especial, para satisfazer uma necessidade pessoal ou pura e simplesmente pelo desejo de criar.

O propósito da criação e o destino do objeto costurado determinam a escolha dos tecidos e da quantidade a ser comprada.

Para costurar uma ou duas camisetinhas para uma menina de 6 anos, não é preciso adquirir o mesmo volume de tecido e linha do que para fazer cortinas duplas para uma janela comprida.

Portanto, o projeto de costura define os materiais a serem compradas em um armarinho ou em um site online, que podem ser: fita métrica, régua de modelagem, agulhas, linhas, tecidos, aviamentos, etc.

Costurar um zíper, personalizar um top ou fazer um vestido do zero exige escolha de cores, tipos e espessuras de tecidos diferentes.

Tentamos também explicar de maneira fácil como fazer um molde de costura de A a Z.

A escolha do zíper vai de acordo com o modelo criado. Existem modelos de zíper adequados para cada tipo de tecido.

Privilegie a utilização de moldes de costura.

Um engenheiro precisa recorrer a um projeto para ser capaz de construir um prédio. Já os costureiros precisam fazer uso de modelagens para conseguirem riscar, cortar e costurar as partes de um modelo com maestria.

Não tenha pressa

A vantagem da utilização dos moldes é que o trabalho é dividido em diferentes estágios. É muito importante saber calcular o tempo necessário para se executar cada um deles para que o produto final fique bem feito. Ou seja, não adianta correr com algumas partes se elas não forem realizadas da maneira correta, senão o resultado final não ficará bom.

Por exemplo:

  • Um dia ou uma noite para traçar o molde sobre o tecido,
  • Um dia para cortar o tecido,
  • Um dia para começar a costurar.

Se todo o processo ainda for muito complicado, recorra a um kit de costura para iniciantes: eles são muito bem feitos e permitem um progresso rápido através da utilização de um material prático e de tecidos pré-cortados.

Você está morrendo de vontade de costurar, mas está sem inspiração? Dê faça uma busca no Google pelos blogs de costura, pois eles estão cheios de ideias criativas e interessantes.

Você sabia que escolher a agulha certa para sua máquina de costura torna todo o processo mais fácil?

Adquirir bons equipamentos

Como todas as atividades manuais, a costura requer a construção de uma lista de compras para adquirir todo o material necessário.

Equipar-se antes de começar a costurar é realmente uma das mais importantes dicas para quem está começando.

Se ligue em como fazer uso da sua nova máquina de costura.

Aqui está uma lista de ferramentas de costura para ter:

  • Tesoura de costura: uma tesoura grande para cortar os tecidos, tesoura para terminar,
  • Um abridor de casa / desmanchador de costura: para costurar uma casa de botão ou consertar um ponto mal costurado,
  • Papéis para modelagem (papel de seda, papel kraft…) para criar e personalizar os moldes de costura,
  • Agulhas: compare diferentes modelos,
  • Linha de costura,
  • Alfinetes de segurança,
  • Giz ou lápis de alfaiate: para riscar os moldes sobre o tecido e fazer marcações,
  • Um ferro de passar roupa,
  • Uma máquina de costura: uma máquina de costura eletrônica será mais fácil de manusear porque as configurações são pré-determinadas. No entanto, ela é mais cara do que uma máquina de costura manual.

Não é nem preciso dizer que para costurar bem é essencial possuir um espaço de trabalho adequado que seja organizado, espaçoso, limpo e luminoso.

Ser organizado é essencial para conseguir produzir bem enquanto costureiro. Nada de bagunça: a organização do local de trabalho é importante para conseguir bons resultados.

Aprenda o que fazer com as sobras de tecido que se acumulam.

Um ateliê arrumado, limpo e iluminado também permite ordenar a mente que, consequentemente, funcionará bem melhor.

Uma máquina de costura pode ser volumosa, demandando espaço para ser instalada. O mesmo acontece na hora de armazenar tecidos e materiais de costura, pois eles rapidamente acabam tomando muito espaço dentro do local de produção. Daí a importância de trabalhar em um recinto com capacidade para abrigar toda essa “parafernalha”.

Caso a luminosidade não seja o forte do seu ateliê de costura, vale a pena investir em uma luminária ou abajur para clarear a área de trabalho e a máquina de costura.

Surpreenda-se com as várias alternativas de recuperação de calças jeans.

Escolher e preparar tecidos e linhas

É importante escolher o seu tecido e sua linha para conseguir concretizar seus projetos de corte e costura com sucesso.

Não se pode adquirir um tecido como um americano cru desejando obter um resultado final fluido e delicado!

Jersey, jeans, couro, algodão, popeline, algodão, flanela, veludo, linho, seda, lã, poliéster, etc… Há uma infinidade de tecidos com fibras naturais e sintéticas que podem ser mais espessos, mais finos ou mais rígidos: tudo depende do seu processo de fabricação.

O mesmo vale para a linha.

Depois de comparar todos os tecidos em uma loja especializada, recomenda-se lavá-los antes da utilização, pois o tecido encolhe alguns centímetros depois desta primeira lavada. Seria uma pena perder 1 centímetro no molde depois de a peça final já pronta.

Confira algumas dicas essenciais para conseguir fazer a bolsa de tecido dos seus sonhos!

Praticar fazendo coisas simples e fáceis

Depois de passar horas na internet ou na loja especializada escolhendo sua máquina de costura, é preciso aprender a utilizá-la (como um novo brinquedo colocado nas mãos de uma criança!).

Ponto em zigue-zague, ponto reto, overloque, interloque, bobina, calçador, ajuste de comprimento e largura, etc. Essas são palavras ainda estranhas para os iniciantes na costura, mas que fazem parte do vocabulário da prática.

Exercitando-se na sua máquina de costura

Para aprender e se familiarizar com sua nova máquina Singer, Husqvarna ou Brother, a melhor opção é treinar, treinar e treinar novamente.

Costure linhas retas e paralelas em um tecido de baixa qualidade, que você não dê muito valor.

Este é um ótimo exercício para treinar as habilidades em linha reta, zigue-zague e outros pontos, assim como para aprender a variar a tensão do fio.

Primeiro, é preciso entender como enfiar o carretel e colocar a bobina. Certifique-se de que a linha do carretel tenha a mesma qualidade da linha na bobina, para obter costuras regulares.

Dependendo dos tipos de tecidos utilizados, é necessário também aprender a escolher e trocar as agulhas da máquina. Este é um processo simples, mas precisa ser aprendido.

Última dica para a máquina de costura: nunca entre em pânico e persevere.

Diante de um bloqueio, um ponto ruim, uma costura irregular ou simplesmente uma falha na costura, não fique preguiçoso para refazer tudo.

Você já pensou em costurar suas próprias almofadas?

Faça coisas simples e fáceis

Costurar à mão ou à máquina pode ser mais complexo do que o esperado.

No início, os resultados raramente correspondem às expectativas e ambições iniciais.

Não adianta querer abraçar a alta costura no seu primeiro dia dentro de um ateliê de costura. Dê preferência para projetos fáceis no início e progrida gradualmente.

Por isso é recomendado começar a costurar de maneira progressiva, ou seja, aumentar a complexidade do aprendizado pouco a pouco.

Experimente iniciar pela montagem de peças simples como mangas, cós, cintura elástica, etc.

Em seguida, ataque os fechamentos invisíveis e as casas de botão.

Para terminar, aventure-se na confecção de camisas, corpetes ou vestidos.

A costura deve permanecer sempre um prazer, um hobby, uma paixão, e a sede de aprendizado, insaciável.

Faça pausas regularmente para evitar o esgotamento físico e mental, impedindo, assim, que a desmotivação bata à porta do seu ateliê de costura.

Conselho final: para melhorar o seu nível, nada melhor do que lições individuais com um professor que seja um costureiro de verdade!

Preparamos ainda algumas dicas para quem deseja costurar sua própria gravata-borboleta.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar