Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quais são as principais obras inspiradas no violino?

De Marcia, publicado dia 25/10/2018 Blog > Música > Violino > Uma visão geral da cultura do violino

O violino pode ser considerado um dos instrumentos mais famosos da sociedade contemporânea. Piano, clarinete, contrabaixo, oboé, guitarra… cada nota destes instrumentos, ainda que tocadas pelos mais talentosos músicos, não se assemelha, em nenhum momento, ao violino, que é um símbolo do que a música pode representar na cultura popular ao longo dos anos.

Por alguns, a música pode ser considerada uma espécie de vínculo social, que promove a convivência, o compartilhamento, as trocas e as reuniões de pessoas de origens e culturas diferentes. Aliás, ela soa como um terreno fértil para a cultura, bem como para a criação de obras, sejam elas quais forem. Não é à toa que, a cada dia mais pessoas, procuram por aulas de violino.

Para se inspirar, são filmes, livros, citações e artistas que ficaram famosos graças ao seu talento para tocar o instrumento. Se você deseja entender melhor, continue lendo. Preparamos abaixo uma seleção dos principais símbolos do violino em nossa sociedade.

O violino no cinema

Se o cinema é um dos passatempos favoritos dos brasileiros, podemos dizer que ele só perde para a música, que costuma ficar em primeiro lugar (quantos dos seus amigos não gostam de música?). Já imaginou agora como seria reunir essas duas atividades para formar um único objeto de cultura. Isto é evidenciado pela existência de diferentes filmes, cujo tema principal é a música, mais especificamente, o violino.

Recorra à telona No cinema, o violino aparece em diversas obras nacionais e internacionais.

Os temas centrais variam entre suspense, drama e histórias baseadas em fatos reais. O violino aparece ora como acessório, ora como protagonista. O objetivo da maioria dessas obras é mostrar o quanto a música e a exaltação do talento musical é capaz de mudar a vida das pessoas.

Um bom exemplo dessas obras é o clássico “Frango com ameixas”, que se passa em Teerã, na década de 1950 (percebeu como a importância do violino pode ser dimensionada em caráter mundial?). Nesse filme, ele assume um papel muito mais importante do que um mero instrumento musical. Ele funciona como uma espécie de motor de ação, capaz de mudar situações consideradas irreparáveis. Entrar em harmonia com uma obra como essa pode ser o que faltava para tomar gosto de vez pela música emitida por um violino.

No cinema nacional, podemos citar “Tudo que aprendemos juntos”, lançado em 2015. Cheio de senso social, o filme narra a história de um violinista que, de repente, se vê ensinando a sua música para jovens em uma favela. O filme mostra o contraste de dois mundos completamente diferentes. Como exemplo do quanto a música é capaz de unir as pessoas, surge uma relação de cumplicidade entre eles, que será a força motriz para que cada um possa encontrar seu caminho.

Outras obras ainda, como “O violino vermelho” são conhecido por marcar as raízes da história do cinema. Como se pode ver, em todos os âmbitos, o instrumento sempre ocupou um lugar especial nas telonas e na preferência dos telespectadores.

Citações sobre violino para motivar você

É claro que tocar violino pode ser considerado uma arte, advinda da combinação de um talento e dedicação aos estudos. Não basta nascer com  um “dom” para tocar o instrumento: muitas vezes, são necessários anos de trabalho para tornar-se um maestro, um professor ou mesmo um competidor. Dessa forma, quem se apaixona pelo som do violino pode cair em duas vertentes: a do entusiasmo, visto que a música traz alegria de viver e a da desmotivação, já que muitos desanimam diante dessa necessidade de estudar.

Para esses, as citações sobre o violino costumam “cair como uma luva”. Elas são capazes de trazer um pouco de esperança no aprendizado a quem já estava pensando em desistir. Se você sente que precisa dessa injeção de ânimo, não se sinta sozinho: entenda que até os grandes compositores, por um momento na vida, pensaram em largar tudo. E para que isso não acontecesse, também precisaram buscar inspiração em algum lugar. Por que não então recorrer às citações sobre o instrumento?

Veja o que disseram Citações são sempre inspiradoras: imagine as que falam sobre o violino?

John Lubbock cita o violino como um sinônimo de felicidade, como se ele pudesse se tornar uma espécie de chave para alcançá-la. Charlie Chaplin entende que “assim como tocar violino ou piano, pensar requer uma prática diária”. Dessa forma, ele equipara tocar violino a uma atividade que está no mesmo nível do pensamento, em uma das esferas mais profundas de nossa mente. Aliás, quem disse que aprender a tocar um instrumento é fácil?

O instrumento pode ser percebido como algo quase perfeito. Segundo Helen Keller, “se o violino é o instrumento musical mais perfeito, então o grego é o violino do pensamento humano.”Se pararmos para pensar, ele emana um som que se assemelha a um estado perfeito da alma, algo que não encontramos em qualquer música.

Essas citações certamente não existiriam se seus autores não tivessem também se inspirado em sua paixão pelo violino para proferí-las. Há muitos violinistas famosos que carregam consigo o status de figura pública. É daí que vem a influência que são capazes de exercer sobre a mente daqueles que se identificam com sua paixão.

Violinistas brasileiros mais famosos

O cinema tem seus rostos preferidos, o futebol tem seus ídolos, e o violino (que não foge à regra), também tem personalidades conhecidas em seu meio… algumas até em âmbito internacional. São músicos que, com poucos acordes, conseguem tocar a nossa alma e trazem o violino alguns degraus mais próximo à nossa condição humana.

O carioca Helio Delmiro já brilhou muito na noite do jazz carioca com seu violino. A paixão surgiu aos 14 anos, e ele já protagonizou performances até mesmo ao lado de artistas internacionais famosos. Em sua trajetória, podemos encontrar importantes obras, como Samambaia e Compassos.

A arte de ser violinista O Brasil também tem seus violinistas. Alguns começaram na adolescência, a partir do primeiro violão.

Quando falamos em música clássica, engana-se quem pensa que somente artistas mais velhos têm esse interesse aflorado. Prova disso é Yamandu Costa que, com apenas 38 anos, já pode ser considerado um ícone do violino brasileiro. Inclusive, vale lembrar que o artista começou cedo (aos 17 anos) em uma apresentação no Circuito Cultural Banco do Brasil.

Com seu fiel instrumento, ele prova que é capaz de tocar do tango ao choro, passando pela bossa nova e pelo samba. O sucesso é tanto que Costa já se apresentou internacionalmente na Argentina e no Uruguai, tendo ganho, inclusive, alguns prêmios por sua performance singular.

Além desses, ainda há outros brasileiros que se destacaram na história do violino e continuam emocionando públicos inteiros por onde passam. Para quem já tem certo interesse no tema, trata-se de um importante fator motivacional, já que vivemos em um contexto onde a arte, muitas vezes, não recebe a atenção necessária.

Entretanto, entender de que forma outras pessoas já superaram barreiras e preconceitos em nosso país para realizar o sonho de tornar-se violinista é, de fato, inspirador. Acredite: seu nome pode ser o próximo na lista.

Leituras para romancear o violino

Algumas obras culturais são mais acessíveis que outras. Dentre as atividades de lazer e cultura preferidas das pessoas, encontra-se a leitura. Por que não ligá-la à música então e fazer um mix de cultura e entretenimento? Foi isso que aconteceu com algumas obras literárias e não-literárias, que resolveram utilizar o violino para ilustrar seus enredos.

Podemos citar diversos livros que trazem o violino como um importante personagem, seja na cultura musical, ou como forma de inspirar novas visões e valores. Os finais podem ser surpreendentes.

Leia sobre música Um livro é sempre uma viagem: imagine navegar pelos acordes de um violino.

Para quem gosta de ler, que tal conhecer a história de Oscar, um homem solitário que toca seu violino à porta de um teatro enquanto as pessoas aguardam em fila para comprar suas entradas? Entretanto, em suas fantasias, ele é muito mais que um boêmio: seu violino traz fama e reconhecimento. Ao mesmo tempo, outros personagens, como o porteiro do teatro, também sonham ser alguém que não são.

A obra traz uma reflexão sobre o quanto sonhamos ser outras pessoas e traz um final surpreendente. Você já imaginou se, de um momento para outro, seus sonhos mais secretos pudessem se tornar realidade? Leia “O violinista”, de Colin Thompson e tenha acesso a essa verdadeira viagem que mistura realidade e fantasia.

Em “O lamento do violino”, de Daniel Rolon, um psicanalista, de nome Pablo, se envolve na investigação de um crime. Ele é procurado pela jovem Paula, cujo irmão, que sofre de sérios problemas mentais, é o principal suspeito de ter matado o pai. Sua outra irmã, Camila, é um verdadeiro prodígio no que diz respeito ao violino e, por essa razão, é tratada como adulta aos 13 anos de idade.

Em sua caminhada pela psicanálise, Pablo se torna obcecado por descobrir a verdade e acaba se deparando com fatos jamais imaginados. Você tem ideia da dimensão dos danos causados pelo abuso sexual na infância? Embora o clima da narrativa seja pesado, a leitura pode ser surpreendente. E você? Será que tomaria a mesma atitude de Pablo?

Como se pode ver, o violino está presente em várias facetas culturais: ele aparece nos livros, no cinema e em famosas citações. Para quem acredita que o sonho de tocar é impossível, esses canais podem trazer uma boa dose de autoconfiança.

 

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar