Quando o assunto é violino, automaticamente costumamos pensar em uma orquestra sinfônica tocando no conservatório nacional, em instrumentos de corda ou mesmo na música clássica tradicional. Raramente nos remetemos a um grande violinista brasileiro (ou de qualquer outra parte do mundo). Isso acontece porque, mesmo as figuras mais famosas do violino são, de certa forma, pouco conhecidas entre o público em geral.

O violino pode ser considerado um instrumento musical caro, pouco acessível para o público em geral. Ainda que existam opções um tanto mais em conta, é necessário levar em conta que adquirir um violino demanda um certo investimento. O que deve-se pensar nesse caso é: para se tornar um artista renomado, pode ser que os esforços para fazer esse investimento valham a pena.

Aprender a tocar violino
O sucesso com o violino demanda anos de esforços e dedicação.

Mas quem serão os famosos violinistas brasileiros? E quem, mesmo sendo de outra nacionalidade, abraçou a nossa pátria como seu próprio lar? Ainda que você seja apaixonado por música clássica, e adore ler , pode ser difícil que algum nome lhe venha à mente. Para ajudá-lo a se inspirar, preparamos abaixo um post especial sobre o tema.

Faça um curso violino!

Israel
Israel
Profe de Violino
4.89 4.89 (7) R$100/h
1a aula grátis!
Anton
Anton
Profe de Violino
5.00 5.00 (13) R$150/h
1a aula grátis!
Henrique
Henrique
Profe de Violino
5.00 5.00 (2) R$50/h
1a aula grátis!
Israel
Israel
Profe de Violino
5.00 5.00 (5) R$30/h
1a aula grátis!
Cristiano
Cristiano
Profe de Violino
R$60/h
1a aula grátis!
Marcia
Marcia
Profe de Violino
5.00 5.00 (17) R$75/h
1a aula grátis!
Ivanildo
Ivanildo
Profe de Violino
5.00 5.00 (18) R$50/h
1a aula grátis!
Charliston
Charliston
Profe de Violino
5.00 5.00 (16) R$50/h
1a aula grátis!

Qual o papel do violinista na sociedade?

Pianistas, violinistas ou qualquer pessoa que tenha um talento musical existem por toda parte. Pode ser que você tenha até mesmo um parente ou amigo que "leva jeito" para a música, não é só coisa de filme. É por isso que podemos dizer que os instrumentos musicais funcionam como ferramentas unificadoras de pessoas de diversas origens e culturas.

Dizem que a música traz leveza à vida e, se pararmos para analisar, tal afirmação faz todo o sentido. Algumas pessoas procuram aulas de violino por prazer, enquanto outras desejam inscrever-se em grandes competições internacionais. Não importa qual seja a sua intenção com os estudos, pensar em grandes artistas do violino certamente será inspirador. Você verá como pessoas, tão humanas quanto você, podem conquistar seu espaço através do talento desenvolvido.

Pensar nessas pessoas também pode trazer uma nova perspectiva quanto à democracia da música: menos elitista, mais democrática, mais acessível. A música é direito de todos: ela pode ser aprendida e desenvolvida por quem sentir-se tocado para tal. O sucesso e a felicidade advindas dela são meras consequências.

Mas enfim, sem mais delongas, preparamos uma seleção dos mais famosos violinistas brasileiros. Quem pensa que os melhores artistas surgiram todos na Europa, certamente vai se surpreender ao descobrir esses "frutos" da nossa terra. Acompanhe e inspire-se.

Se preferir, você também pode inspirar-se em filmes sobre violino. Alguns, baseados em fatos reais, narram a trajetória de artistas.

E se você fizesse uma aula de violino online?

Violinistas brasileiros que se tornaram famosos

Cecília Guida

Procurando por uma aula de violino iniciante?

A violinista argentina, naturalizada brasileira, Cecília Guerra formou-se aos 14 anos no Conservatório de Música de Córdoba, sendo aceita em seguida na orquestra sinfônica da cidade. Em Bariloche, sua carreira deu um salto, quando entrou para a Camerata Bariloche, que a levou a turnês por diversos países da América e Europa. Por lá, residiu por 14 anos.

Violinistas pelo mundo
Há brasileiros que tornaram seus violinos conhecidos em diversas partes do mundo.

Foi na Alemanha, na cidade de Köln, que conheceu o professor Max Rostal, que a ajudou a conseguir a nota máxima e graduar na Universidade local. Após diversos prêmios, passou a lecionar violino na Alemanha e, mais tarde, no Brasil, passando por diversos Estados, como Brasília, Goiás e Paraná.

Ela se apaixonou tanto pelo nosso país que, mesmo diante de um convite do reitor da Universidade Nacional de Cuyo, localizada em Mendoza, optou por permanecer por aqui. Naturalizou-se e hoje em dia atua na Escola Municipal de Música de São Paulo.

Ela também faz parte do Trio Images e já atuou como solista, acompanhada por vários maestros, como Jamil Maluf e Cláudio Santoro. Também foi convidada a fazer parte do catálogo Ofícios Culturais Brasileiros (da Quaternário – Aliança Francesa).

Fábio Barros

Cantor, compositor, violeiro, violinista... esse é Fábio Barros, autor, ao lado de Beto Vilares, da trilha sonora do documentário Belo Monte, Anúncio de uma guerra e da trilha sonora da série de televisão Presidentes Africanos que, inclusive, recebeu um prêmio da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte).

Sua carreira ainda inclui três álbuns: Circo de pulgas (lançado em 2006), Enquanto eu caminhava (lançado em 2009) e O mundo lá dentro (lançado em 2013) e 13 músicas compostas especialmente para o documentário belga Football made in Brazil.

Essa última obra alastrou-se pelos 5 continentes, sendo exibida em mais de 50 países.

Georges André Laur de Faini

Estamos falando de mais um violinista argentino, que foi naturalizado brasileiro. Conhecido como Jorge Faini, teve pai italiano e mãe francesa. Para ele, o talento sempre foi algo nato, já que o gosto pela música e pelo mundo artístico veio de berço. Faini é filho do famoso maestro Giuseppe Faini, também naturalizado brasileiro.

Quando da alteração da nacionalidade, tanto o pai quanto o filho tiveram seus nomes alterados: Georges passou a ter o nome grafado como Jorge e Giuseppe tornou-se José... o famoso José Faini de quem você provavelmente já tenha ouvido falar.

Violino e sucesso
Há quem descubra, desde a infância, grandes talentos para a música.

O hino da cidade do Rio Grande foi composto por José Faini que, como homenagem, tem uma rua que leva seu nome na cidade.

Jorge Faini, por sua vez, é formado em economia. Mas decidiu abandonar os números para dedicar-se a uma arte capaz de tocar a alma das pessoas: a música. Abraçar tal talento já lhe rendeu bons frutos, como tocar na Orquestra Sinfônica Brasileira e gravar ao lado de famosos compositores, como Roberto Carlos, Elis Regina e Chico Buarque.

Entretanto, podemos dizer que a música brasileira perdeu um talento em 28 de julho de 1997, quando ele faleceu, vítima de câncer aos 74 anos. Na ocasião, foi homenageado pela Orquestra Sinfônica Brasileira, que tocou no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Seu legado, no entanto, permanece até hoje no coração de seus fãs e de todos os admiradores de uma boa música tocada no violino.

Eric Canuto

Não estamos falando necessariamente de um violinista famoso, mas de uma história que merece ser contada. Aos 14 anos, o menino cheio de sonhos, morador de Bento Ribeiro foi parar nos Estados Unidos.

Sua paixão pelo violino surgiu aos 8 anos de idade, quando ele aprendeu a tocar. Graças à sua inteligência, o garoto sempre ganhou bolsas para estudar nas melhores escolas. Como se não bastasse, ganhou mais uma oportunidade, essa bem peculiar, capaz de levá-lo para o mundo.

Em um concurso, Eric foi selecionado pelo Premier Orchestral Institute para fazer um curso de música em Mississípi, nos Estados Unidos... totalmente gratuito!

Entretanto, as passagens seriam custeadas pela família do humilde garoto. Diante da oportunidade de aprimorar seu talento e sem condições financeiras para chegar ao local onde isso se tornaria possível, Eric recorreu a uma ferramenta do mundo moderno.

Com o dinheiro arrecadado em uma vaquinha virtual, o garoto conseguiu o valor suficiente para pagar as passagens e ainda aprimorar seu instrumento... um verdadeiro exemplo de superação.

Erich Lehninger

De grande destaque no panorama musical brasileiro, Erich nasceu na Alemanha e foi radicado aqui em 1975. Sua relação com o violino começou cedo, aos 5 anos de idade. Aqui, acho interessante abrir um parêntese de que para o talento, não há idade. Embora a maioria dos violinistas famosos tenham descoberto seu talento na infância ou adolescência, nunca é tarde para descobrir e explorar uma nova habilidade.

Talento musical descoberto
Não importa a sua idade: sempre é tempo de buscar desenvolver seu talento.

Mas, voltando à história de Erich, ele começou a estudar em Colônia, aos 11 anos e, anos mais tarde, enquanto ainda estudava, foi spalla da Orquestra de Câmara de Renânia. Sua primeira vez no Brasil foi em 1970, quando participou do concerto "Memória de um anjo", de Allan Berg.

Seus estudos e suas participações em famosas orquestras, entretanto, seguiram acontecendo, tanto por aqui quanto no mundo todo. Prova disso é que ele já obteve o título de spalla em diversas orquestras, tanto aqui no Brasil quanto no mundo.

Em sua lista, estão inclusas a OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo) e a OSTNSC (Orquestra Sinfônica do Teatro Nacional Cláudio Santoro). Além disso, ganhou diversos prêmios, como o "Troféu Eldorado de Música Erudita" e foi parte importante na formação de duas gerações de violinistas brasileiros.

Embora o verdadeiro berço da história do violino tenha sido a Europa, o Brasil não tem o que invejar de outros países quando o assunto é o surgimento de grandes talentos no instrumento. Há até quem, mesmo tendo nascido em outro local, escolheu a nossa pátria como seu lar. Tal fato é bastante inspirador para você, brasileiro, que sonha em tornar-se mundialmente famoso com seu violino.

Se esses grandes nomes conseguiram, graças à sua perseverança e dedicação, por que você não pode ser o próximo? Então, comece agora mesmo a pesquisar professores qualificados para iniciar suas aulas de violino. Na plataforma Superprof, você encontra uma grande variedade de profissionais capazes de oferecer o melhor no aprendizado do violino. Depois de ganhar algumas noções básicas, quem sabe você não consegue ingressar em algum conservatório no exterior e aprimorar ainda mais seus talentos?

 

 

 

 

Precisando de um professor de Violino ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.