Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como tornar-se um professor de língua inglesa requisitado?

De Louizy, publicado dia 05/10/2017 Blog > Idiomas > Inglês > Como encontrar alunos para seus cursos de inglês?

O inglês é um dos idiomas mais falados no mundo e possui uma procura imensa por parte dos estudantes e profissionais. Seja para aperfeiçoamento da língua ou para aprender a partir da estaca zero, todo mundo sabe que a possuir uma segunda hoje em dia língua é essencial.

No Brasil infelizmente o aprendizado de outro idioma nas escolas – seja esta pública ou privada – não é levado muito a sério, não exigindo um verdadeiro esforço ao estudante no seu aprendizado, o que é uma pena, uma vez que no mundo atual é impossível sermos falantes de uma única língua se quisermos alcançar novos vôos.

E é por esse motivo que um professor particular de inglês é tão solicitado no Brasil, para ajudar aos alunos a obterem um bom nível do idioma de Shakespeare. Desenvolvendo uma melhor expressão oral e escrita, algo que ele não consegue nas aulas do ensino médio.

Ser professor de inglês é simples e gratificante, mas é preciso que você saiba criar suas aulas e seu método para encontrar seu público-alvo especifico, que se identifique com sua proposta, desenvolvendo sua estratégia de comunicação baseada no que você busca como aluno e assim conseguindo chegar até aos alunos que desejam o seu método de ensino.Você possui um diploma de Letras português/inglês, um certificado de conhecimentos da língua é nativo ou morou muito tempo no exterior falando somente inglês? Você não precisa pensar muito: torne-se um professor particular de inglês em domicilio!

Veja nossa lista de conselhos estratégicos para que você consiga captar mais alunos para suas aulas de ingles.

 

Antes de começar, algumas questões básicas

Antes de começar é interessante você sondar o mercado de aulas particulares e conhecer os seus concorrentes: existem muitos professores de idioma (mais especificamente da língua inglesa em si) ao seu redor?

Escolha sua metodologia e ensino e seu público-alvo: curso particular de inglês em domicilio, uma agência de empregos, um cursinhos de idioma ou associações do bairro?

Informe-se sobre os programas oficiais e das técnicas didáticas de ensino: saiba também quais são os livros mais utilizados, como forma de alavancar seus pedidos de aula! Quanto mais você se mostrar seguro de seus conhecimentos e técnicas, mais os alunos se sentirão a vontade e confiantes no seu método.

Fique atendo ao calendário escolar: conheça os períodos de prova, datas como do ENEM e testes específicos, além de buscar infirmar-se sobre processos seletivos importantes. Nestes períodos você receberá muito mais pedidos de aula e poderá também oferecer alguns cursos voltados para cada particularidade. Acompanhar o calendário escolar será seu grande aliado, você conseguirá muito mais alunos em época de provas semestrais, no meio do ano escolar e no período do ENEM que no período de volta às aulas.

Mas, porque?

Anotar as datas importantes te ajudará a melhor desenvolver seu plano de aulas.

Por que pagar um professor de inglês custa caro. Muitas vezes a renda de uma família é limitada e o investimento em um curso particular para o filho torna-se o primeiro plano quando a criança realmente precisa de um reforço  escolar ou a família decide investir no aprendizado de uma segunda língua por saber da importância de começar cedo, pois a criança absorve melhor o aprendizado que um adulto, adquirindo uma fluência rapidamente.

E falando em reforço de inglês, muitas crianças e adolescentes buscam socorro em um matéria muito em cima da hora, fazendo com que os pais tenham que correr contra o tempo para encontrar uma maneira de salvar o prejuízo de um semestre inteiro de notas baixas.

Em seguida, você precisa analisar sua mobilidade geográfica: quantos quilômetros você se dispõe a percorrer para ministrar seus cursos de ingles domicílio? Você está disposto a atravessar da zona norte à sul para dar uma hora de aula?

Dar aulas implica também algumas ressalvas, como dar aulas a noite, nos finais de semana e durante o período de férias escolares, uma vez que você não vai solicitar aos seus alunos que “matem” suas aulas na escola para terem aulas de inglês. Existem também os aluno que trabalham o dia todo e só possuem disponibilidade no período noturno, ou trabalham e estudam e precisam das aulas aos finais de semana.

E finalmente, é preciso fixar um preço compatível com o existente no mercado atual, algo que não seja nem muito mais caro ou barato que isso: uma hora/aula muito abaixo do valor do mercado vai te fazer trabalhar sem ganhos reais, um custo de curso de idiomas muito elevado pode fazer com que você perca potenciais alunos.

Você obteve uma resposta para todas estas questões? Chegou em um consenso consigo mesmo? So, let’s go!

 

O boca-a-boca: a chave para encontrar alunos interessados em aulas de inglês

A primeira coisa a ser feita é mobilizar sua rede de familiares, o famoso boca-a-boca. Basta dizer aos parentes mais próximos que você agora é professor de inglês, que você busca lecionar seus cursos para alunos a partir do ensino médio até formação para adultos, por exemplo.

Após esse primeiro passo, a estratégia seguinte é deixar seu anúncio nos quadros de aviso das escolas, universidades e comércios próximos à você.

Colar pequenos avisos em locais públicos pode render bons resultados.

A próxima etapa pode parecer irrelevante ou até meio óbvia. Mas você pode oferecer curso de inglês para o filho do seu melhor amigo ou a irmã de um colega de trabalho… Um amigo que é professor também pode te indicar um de seus alunos interessados em aulas de inglês: sua rede de amigos funciona como uma teia, uma rede de contatos, informações e boas indicações.

Saiba que seus contatos mais distantes são geralmente o que te trazem mais resultados. O motivo? Eles irão passar seu contato para outras pessoas próximas a eles, ou seja, pessoas que você nao conhece e não teria como alcançar se não fossem por estas indicações.

Muitos comerciantes próximos de sua casa possuem crianças e adolescentes. A padaria da esquina, o mercadinho do quarteirão, a lotérica, o açougue do bairro e o salão de beleza que você frequenta podem te trazer futuros alunos, sabia? Se você é cliente fiel ou regular desses comércios do seu bairro você conhece os funcionários e proprietários – ao menos de vista – e é uma grande oportunidade de você começar sua clientela de alunos. Se esse pequeno universo sabe que você é professor de curso de inglês bilingue, suas chances de aumentar sua clientela aumentara relativamente.

Com isso, quanto maior a cidade que você mora, maior as chances de multiplicar seu número de alunos.

 

Somente isso não é suficiente ou essas dicas não te deram o retorno esperado?

Comece a navegar na internet! As redes sociais são um grande aliado para aumentar o seu raio de alcance: você encontrará todos os alunos em potencial da sua cidade e também todos os internautas que buscam um professor de inglês.

Crie um anúncio atrativo, que consiga cativar a atenção do seu público-alvo, gerando assim o interesse de te contactar. Faça uma apresentação de si mesmo, conte um pouco da sua experiência profissional e pessoais (como viagens, por exemplo, que possam confirmar suas competências linguísticas), detalhe seus métodos e objetivos.

Uma coisa muito importante é você colocar um pouco da sua personalidade no seu anúncio, o aluno se sentirá mais seguro se souber que seu professor é calmo, atencioso, à escuta do aluno e que se adapta ao projeto de aula e avanços de seus alunos, isso fará seu grande diferencial entre outros tantos anúncios que só falam de seus certificados e diplomas obtidos.

Não esqueça de fixar suas tarifas, e de propor um preço equivalente aos valores médios dos professores ao seu redor! Com o aumento considerável na oferta de cursos particulares de inglês que fidelizar alunos tornou-se uma verdadeira disputa de Titãs. É preciso adaptar seus preços conforme a faixa etária dos alunos, calcular uma taxa de deslocamento (no caso se você ir até o aluno) e outros detalhes que possam ser solicitados pelos alunos – ou pai de alunos – tais como emissão de certificados e descontos em caso de pacotes de aula.

Ofereça uma primeira aula experimental: os pais de seus alunos irão apreciar o gesto que, mesmo simples, permitirá de te conhecer e estabelecer um clima confortável e também mostrará que você confia no seu trabalho e tem segurança na proposta de suas aulas de inglês.

Seguindo nossas dicas você poderá alcançar muito mais alunos!

Explore todas ferramentas à seu favor para chegar até seus alunos tais como grupos do Facebook, LinkedIn e, é claro, o Superprof.

Pronto! Agora você precisa ter paciência e aguardar que seus alunos sejam cativados pelo seu anuncio, o que acontecerá certamente com frequência se você tiver o cuidado de sempre responder os comentários, pedidos de aula e chamadas telefônicas no melhor delay possível e também relançar suas postagens cada 15 dias.

Isso tudo faz parte das dicas para ensinar inglês aos seus alunos!

Conheça as escolas do seu bairro!

A maioria dos bairros têm pelo menos uma ou duas escolas, dirija-se até la e coloque seus anúncios! As vezes é possível conversar diretamente com os responsáveis no local e solicitar que seja fixado no quadro de aviso da escola ou até, pendendo de como se passa este contato, você pode pedir para passar de sala em sala e deixar pessoalmente com cada aluno, que poderá mostrar aos seus pais chegando em casa.

Conheça também as escolas e cursinhos de línguas dos seu bairro, mesmo sendo um concorrente você pode solicitar um estágio de observação não remunerado (quando você entra na sala de aula e assiste um pouco como se passa o curso de inglês dentro deste ambiente), você pode propor de substituir professores quando estes estiverem doentes ou de licença. Isso contará bastante para seu currículo.

 

Cadastre-se em agências de aulas particulares e/ou trabalho temporário

As empresas de curso particular são também um método eficaz para encontrar alunos interessados em curso de inglês, como getNinjas, Tutores e o Superprof.

Geralmente será necessário que você passe um teste e a apresentar seus certificados e diplomas para provar seu conhecimento da língua de Shakespeare e que você não terá dificuldades em ensinar gramática, compreensão, vocabulário, verbos, etc.

Independente do caminho que escolher, esteja preparado para as exigências de cada um.

Se o inglês é sua língua maternal esta etapa será mais simples para você, mas ter uma formação em línguas ou uma primeira experiência como professor é sempre interessante, pois o aluno se sente seguro que além de ser um nativo da língua inglesa você é apto para ajudá-lo a aprender.

Uma vez que você possua um perfil ativo como professor particular nestas agências e seus alunos começarem a aparecer, você pode começar suas aulas fazendo com que eles passem um teste de inglês para conhecer o nível do seu estudante. O curso individual é uma forma de fazer com que seu aluno progrida conforme suas dificuldades pessoais em expressão oral e escrita e esta evolução irá impulsioná-lo a continuar com as aulas particulares.

 

Motive seus alunos com métodos diferenciados

O ENEM  ou o teste de inglês do seu aluno está chegando e ele ainda não conseguiu atingir um nível da língua satisfatório? Incentive-o a ver filmes anglófonos (com legendas em inglês também) e a ler jornais online escritos em inglês. Lembre-se que o aluno espera que você o faça conseguir evoluir, aos seus olhos você é o SABER e ele espera que você se esforce e mostre caminhos para que ele atinja seus objetivos. Você pode revisar com provas dos anos anteriores, propor novas táticas e apresentar sites com testes online para que ele continue praticando em casa.

Existe também o mundo das aulas particulares online, que permite o aluno encontrar professores com o perfil que eles acham interessante, mas que não mora nas proximidades. Mesmo em outras cidades ou país, isso permite o aluno uma abertura muito maior de busca e também abrange e otimiza as horas do professor, que não precisa se deslocar. E, obviamente, citamos aqui novamente o Superprof, onde o professor tem a liberdade de escolher em se deslocar, receber alunos em sua residência e dar aulas online. Uma comunidade onde dezenas de milhares de alunos puderam encontrar encontrar um professor.

A prova de inglês do ENEM é cada ano mais difícil

Falando inglês, a língua internacional na comunicação, o aluno pode começar a pensar mais longe, como em fazer um intercâmbio cultural, uma graduação sanduíche e até trabalhar em terras estrangeiras. O curso de inglês hoje em dia é uma coisa muito útil, podendo afirmar até mesmo que essencial para o crescimento em algumas áreas.

Claro que é necessário preparar aulas focados nos testes de inglês –  os famosos TOEFL e o TOEIC – para que seus alunos conquistem seus objetivos.

O professor particular permite ao aluno ter um curso focado em suas dificuldades, ajudando também os mais tímidos a se comunicarem, sem a vergonha de fazer erros em público e na segurança que somente um professor particular de inglês pode passar.

Além de que o aprendizado de uma nova língua ajuda no desenvolvimento cognitivo, expandindo o mundo e conhecimento de seus alunos.

Quem ainda acredita que curso particular de inglês é inútil?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar