Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Preparando suas aulas de Inglês

De Joseane, publicado dia 02/10/2017 Blog > Idiomas > Inglês > Ensinando a língua inglesa

 

Organização é a palavra chave para um professor de línguas

 

Como professor, você já se deu conta que a oferta de trabalho está praticamente nivelada ao número da procura, certo? Se você ainda não percebeu, faça uma busca por aulas de inglês! Você verá que a oferta é imensa. Mas não precisa ficar desmotivado! Aliás, não há por quê. A boa noticia é: você pode sempre sair na frente. É preciso , para tanto, aprender como organizar sua aula de Inglês de forma dinâmica, aplicada a realidade e necessidade do seu aluno e  com   objetivos tangíveis. Isso dito, o que fazer para melhor organizar suas aulas de Inglês e atender os objetivos de seu aluno? Continue lendo e descubra nossas super dicas:

 

A procura por curso no idioma de Shakespeare

O idioma da rainha é o mais procurado do mundo

Língua base das relações internacionais comerciais, financeiras, acadêmicas e até turísticas,  O Idioma inglês tem sido procurado por pessoas de todas as esferas sociais, cada uma com seu objetivo especifico.

Não é nenhuma novidade que o mundo se comunica em inglês. Na internet, por exemplo, a maior parte das informações, pesquisas, manuais científicos e técnicos são fornecidos na língua inglesa . Segundo alguns estudos , verifica-se que quase 80% das publicações, 75% da comunicação internacional, 80% da informação armazenada e 90% do conteúdo são escritos no idioma  inglês.

Não precisamos ir muito longe para ver que essa língua peculiar está por toda parte. O idioma de Shakespeare e Bill Clinton aparece, embora muitas vezes discretamente, no nosso dia-a-dia, desde o jeans que vestimos até a hora do “break” no trabalho ou do “wc” escrito na porta do banheiro da escola.

Se antes o Inglês era somente exigido  para os cargos mais altos de uma empresa, como o de  diretor, gerente, executivos e negociadores internacionais. Atualmente  o cenário é outro. O inglês passou a ser requisito até mesmo para ocupação de cargos mais simples, como o de vendedor, garçom e telefonistas. Muitas são  as razões  que contribuíram para que esta mudança tenha ocorrido, sendo  a globalização a mais importante entre elas. Com isso, o Inglês se tornou a língua universal e a procura pela aprendizagem desse idioma tem crescido concomitantemente. A partir dessa grande procura, muitas pessoas viram no Ensino do Inglês uma fonte de renda e investiram em si mesmos para atender a esta demanda. Provavelmente este é seu caso ! E, consequentemente, a Oferta de profissionais da área cresceu tanto como a procura pelo serviço.

 

Desafio do Professor Particular

Aprender uma língua é imergir numa nova cultura.

 

Que existe um numero enorme de pessoas desejando aprender Inglês, disso não temos duvidas! Porem, as possibilidades são muitas, entre cursos presenciais, onlines e à domicilio. E é aqui que você entra. De forma geral, quando um estudante opta por receber cursos particular ele esta certamente buscando encurtar um caminho. Além, é claro, de flexibilidade, a dedicação exclusiva  significa uma aprendizagem mais direcionada , mais condizente com a necessidade desse aluno. Isso significa que o aluno, assim como seus pais no caso de aluno menor,  serão bem mais exigentes. Como um super professor, isso não será problema para você , certo? E é por essa razão que listaremos aqui algumas dicas que te ajudarão a melhor planejar sua aula, de forma a atender às expectativas de seus aprendizes , mesmo os mais exigentes.

Para ensinar inglês a um aluno, é preciso que você organize seu curso de ingles de acordo com as diferentes modalidade de ensino . Isto significa que você terá que ter um planejamento diferenciado entre uma aula que será ministrada online, via webcam por exemplo, e um curso que será ministrado em presencial , à domicilio.

Isso dito, você pode começar a preparar a sua aula de ingles. Digamos que seu aluno deseja aprender Inglês online por skype. Nós aconselhamos primeiramente  que você se habitue com o ambiente de trabalho via skype , afinal você não quer interromper o bom andamento do seu curso por não saber enviar uma imagem pelo aplicativo né?  É importante também que você desenvolva o hábito de testar seu material de áudio e vídeo e também a sua conexão à internet muito antes da data inicial do curso. Nós sabemos que estamos vulneráveis a ser passados para trás pelo nosso fornecedor de internet, mas o seu aluno não pode descobrir isso no momento “H”. Seja organizado! Eventualidades acontecem, mas cabe a você prever com antecedência de maneira a evitar alguns caprichos da mãe tecnologia.

 

Como ganhar em qualidade  e portanto em quantidade?

Um professor particular precisa estar disponível e principalmente à escuta de seus alunos. Desde o primeiro contato , seguindo pela preparação e execução das aulas

Um conteúdo direcionado ao objetivo do aluno tem mais chance de ser absorvido por este

Como dito anteriormente, cada pessoa que quer aprender inglês com um professor particular já possui em mente o objetivo que ela deseja atingir. Esses objetivos podem ser os mais variados. Desde pais que desejam que os seus filhos cresçam bilíngues, estudantes e intercambistas que precisam obter bons resultados em exames como o TOEIC e o TOEFL, profissionais de diversas áreas que precisam falar inglês para crescer em suas respectivas carreiras, viajantes que querem encurtar as barreiras linguísticas com o objetivo de  melhor conhecer uma outra cultura. Seja qual for o objetivo do aluno, o professor, ou seja, você, é a peça chave nesse processo; Aulas bem planejadas e direcionada vão facilitar a aprendizagem do seu aluno e aproximá-lo do seu objetivo final.

Durante o seu planejamento de aula mantenha em mente quais são as finalidades de seu estudante e faça do seu melhor para oferecê-lo um curso o mais adaptado possível às suas necessidades. Uma aula particular necessita de muita pedagogia e seu sucesso vai depender do quanto você está disposto a investir na sua organização, respeitando as especificidades de  cada aula e aluno.

A compreensão dessa variedade de  objetivos ajudará você, enquanto professor, a melhorar a qualidade de seu curso e, como consequência, aumentar a sua visibilidade e  propensão a encontrar futuros alunos para dar aula particular de inglês.

Um método para cada objetivo; primeiro mandamento do professor particular

Ninguém melhor para falar sobre o objetivo do seu aluno do que ele mesmo. Portanto, converse com o seu aluno, peça detalhes sobre o interesse dele em aprender inglês. Descubra qual o real motivo  que o levou a procurar por aulas particulares  e leve isso em conta quando do planejamento do seu curso.

Aula focada na compreensão e na expressão oral para alunos cujo objetivo é aprender inglês para viajar

<The book is on the table> Dependendo do objetivo do seu aluno, a aula terá um desenrolar diferente. Por exemplo: Se o foco de um aluno é aprender a comunicar em Inglês para fazer uma viagem a curto prazo, se alongar em explicações sobre regras gramaticais talvez não seja o ideal em um primeiro momento. Dessa forma, planejar para esse estudante uma aula focada na expressão oral seria levar em consideração o seu objetivo final.

Por outro lado, um executivo que aprendeu se expressar oralmente em inglês mas que não teve o tempo necessário para desenvolver a sua escrita, seria mais propenso a ter aulas de expressão escrita e , portanto , uma boa revisão gramatical o ajudaria a atingir a sua meta.

Bom,  se você leu até aqui  já deve ter entendido que alunos diferentes possuem objetivos distintos e que cabe a você fazer um bom planejamento para cada curso. Compreender que o improviso não será o seu amigo enquanto professor particular de idioma o ajudará a ter sucesso na sua carreira e por conseguinte os seus estudantes terão sucesso nas deles.

Organize bem  o tempo da aula; segundo mandamento do professor particular

A situação é a seguinte: Você discutiu com o seu aluno e conhece todos os detalhes do objetivo dele; você se preparou, pesquisou, dedicou horas formulando a sua aula, leu e releu o seu curso, todo o seu equipamento de áudio e vídeo está funcionando perfeitamente ou, se professor à domicílio, você fez cópias, escolheu bem seu material didático e na hora H! BOOOOM não deu tempo de fazer tudo. Aquela sensação de coisa mal terminada, de faltou alguma coisa. Não seja essa pessoa! Entre outros, você foi o escolhido pelo seu aluno, mostre que você está atento e que você sabe começar e terminar o seu planejamento.

Pelo visto, somente o Renato Russo tinha todo o tempo do mundo

Pois é! Como você já deve imaginar, não poder finalizar o planejamento da aula no tempo previsto  é tão frustrante quanto terminar tudo em 3 minutos e não saber mais o que fazer o resto do tempo. Sendo obrigado a contar com o famoso e jamais recomendado “embromation”.  Quem nunca teve um professor de idioma que colocava música a aula inteira?  DO NOT!

Sendo assim, não existe fórmula milagre. Cronometrar o tempo faz parte da preparação da sua aula. Preveja, se planeje. Por exemplo, se o curso esta previsto para durar 1h , por que não considerar que tal exercício sera feito em 5 minutos, 15 minutos para se comunicar em língua inglesa sobre questões da atualidade, 10 minutos para expressão escrita, e assim sucessivamente até que o fim do tempo dedicado a aprender inglês .

Não ou mal finalizar sua aula significa se atrasar na sua missão de ensinar inglês , e consequentemente adiar o objetivo do seu aluno. Um erro que, como professor particular, você não deve cometer.

Revise o conteúdo da aula anterior;

A revisão é importante tanto para o professor como para o aluno, permitindo a este último lembrar de detalhes do curso passado. Por sua vez, o ensinante terá um retorno quanto à eficácia do método que está sendo aplicado. Além, é claro,  de avaliar se o aprendiz ta fazendo o dever de casa como deve!

Prepare o seu curso TODO em inglês;

Whaaaaat! Mas o aluno é DEBUTANTE, como vou fazer para dar 1h inteira de aula em língua inglesa.

Se você não o fizer seu aprendiz sera debutante por muito tempo! Você consegue!

Seja você um professor bilíngue em inglês, ou nativo, o melhor método que você pode adicionar ao seu curso é esse: Seja fiel ao conteúdo da sua aula. Uma vez em ação,  fale, cante, respire  a língua de Shakespeare.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 2 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar