O abandono escolar é uma triste realidade no Brasil. Segundo um estudo divulgado pelo Movimento Todos Pela Educação, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) cerca de 41,5% dos jovens de 19 anos não haviam terminado o ensino médio. Um dado alarmante!

 Boa parte da evasão se dá por um modelo que não gera valor para o estudante. Muito dos que estão fora da escola, estão devido a problemas do próprio ensino fundamental. Para muitos a alfabetização não é adequadamente realizada e o aluno entra em desvantagem nos anos finais, que é uma etapa importante na transição. O ensino médio é focado em quem vai direto para universidade e deixa de lado outros interesses. (Fonte: O Globo)

O ensino médio é uma etapa obrigatória para conseguir cursar uma faculdade e também fazer um curso técnico e, na sequência, conseguir um emprego formal.

Se a escola e o sistema são grandes responsáveis por esses resultados catastróficos, a família também não fica de fora.

Com uma melhor acompanhamento e boa orientação, todos os jovens poderiam encontrar seu caminho, seja para terminar o ensino médio, fazer um curso técnico ou entrar na universidade.

Se os professores têm um papel a desempenhar, a orientação escolar começa com o envolvimento dos pais no processo de escolha do futuro do adolescente.

Muitas são as famílias que se vêem encurraladas quando se trata das escolhas de vida de suas crianças. Sejam essas escolhas no dia a dia, sejam as grandes escolhas que incidiram sobre o futuro e sobre a vida dos filhos para sempre. Quando é chegado o momento de fazer a escolha do projeto educacional e do futuro profissional das crianças, muitos pais não sabem por onde começar. Como ajudar seus filhos sem ser ditadores?

Então, na posição de família, pai e mãe, como orientar seus filhos corretamente com relação ao futuro educacional e profissional?

O papel dos pais na educação dos filhos

O principal papel dos pais na orientação de seus filhos quanto as suas escolhas educacionais tanto como no seu projeto profissional é, acima de tudo, dialogar e ficar a escuta. 

orientador pedagogico
Os pais devem está presentes desde cedo na educação dos filhos...

A boa comunicação é a chave do sucesso na relação entre pais e filhos. Se comunicar corretamente para ajudar o jovem a se desenvolver em todos os sentidos, incluindo em sua orientação educacional. O principal papel dos pais na orientação de seus filhos quanto as suas escolhas educacionais tanto como no seu projeto profissional é, acima de tudo, dialogar e ficar a escuta. 

Escolher o futuro profissional é um momento de estresse para adolescentes e jovens

Ser prestativo sem ser intrusivo é a regra de ouro quando se trata da orientação educacional e vocacional dos adolescentes e jovens.

O adolescente deve poder sentir-se livre para expressar seus desejos, gostos e dificuldades sem se sentir julgado pelo pai ou pela mãe. Uma relação de confiança deve ser estabelecida para que se evite uma ruptura completa entre pais e filho.

Os pais costumam pensar no projeto de orientação de seus filhos em termos de sucesso acadêmico, formação e no possível emprego que seguirá o começo da sua vida profissional. Algumas vontades e escolhas ligadas as vocações dos filhos podem assustá-los e parecer arriscadas demais.

Por exemplo, uma orientação profissional ligada ao ofício de músico ou artesão tenderá a assustá-los pois se trata de carreiras com poucas oportunidades na escala de empregos atual.

No entanto, é importante ter em mente que as ambições profissionais dos pais não são as das crianças. Não caia em estereótipos: somente o desejo e a vontade dos pais não abrirá todas as portas para um estudante que não tem desejo nem motivação para a ciência se este gosta mesmo é das artes!

Esteja atento às aspirações e preocupações do seu filho. Ter mente aberta é essencial para não arriscar de bloquear o estudante ou a estudante. Seu filho se desenvolve fora da estrutura familiar e é uma pessoa completa, que pode ser muito diferente de você e do que você imagina.

Para compreender melhor os seus filhos, ouça-os, mas ouça com atenção. Você tem importantes capacidades para ajudar seu filho a esclarecer seus interesses, habilidades e valores. Destaque os pontos fortes do seu filho sugerindo, de forma discreta: você mandou bem neste projeto da escola, você se expressa com clareza, tem uma boa capacidade de síntese, é sociável, tem espírito de equipe, é talentoso em matemática …

Essas frases ficarão registradas na cabeça do jovem e certamente o ajudarão a fazer uma boa escolha quado da sua orientação profissional.

Evite se concentrar nas fraquezas do adolescente e desenvolva uma perspectiva positiva para ajudá-lo a realizar suas escolhas.

A comunicação também envolve o diálogo com os principais professores, a fim de antecipar certas dificuldades, especialmente no caso de maus resultados escolares e evitar um possível abandono escolar. Os professores podem ajudá-lo a identificar melhor seu filho para acompanhá-lo em sua orientação acadêmica e fazê-lo descobrir as possibilidades disponíveis para ele.

Muitas escolas contam com o auxílio de um orientador educacional. A orientação pedagógica tende a apresentar resultados bastante positivos nas escolhas educacionais e profissonaiis dos alunos.

Saber encorajar os filhos na escolha do seu futuro profissional também é parte importante do processo. Como pai, você pode ter uma tendência a esperar muito do seu filho. Isso pode culminar em um sentimento de falta de reconhecimento dos esforços e sentimentos de culpa do jovem quando ele ou ela não obtém uma boa nota e bons resultados na escola.

Um adolescente encorajado por sua família se sentirá melhor e será capaz de fazer as coisas da melhor forma. A orientação educacional e profissional devem ser pensadas o mais rápido possível: para evitar acabar com um adolescente perdido sem saber se ele deseja continuar a estudar.

Cada parte deve assumir uma parte da responsabilidade para que as coisas funcionem:

  • O adolescente deve demonstrar interesse pelo seu futuro: ele é o dono do seu futuro, a decisão pertence a ele e cabe a ele fazer a pesquisa necessária que o ajude a melhor escolher o seu futuro profissional.
  • Os pais precisam ser pacientes, confiantes e disponíveis quando o adolescente precisar de ajuda. Refletir sobre seu futuro leva tempo, os adultos estão lá para tranquilizar o adolescente sobre sua capacidade de encontrar o que ele quer fazer em sua vida profissional.
Rodolfo
Rodolfo
Profe de Solfejo
5.00 5.00 (1) R$60/h
1a aula grátis!
Adelaide
Adelaide
Profe de Inglês
5.00 5.00 (32) R$120/h
1a aula grátis!
Gustavo
Gustavo
Profe de Química
5.00 5.00 (36) R$100/h
1a aula grátis!
Diego
Diego
Profe de Alemão
5.00 5.00 (10) R$150/h
1a aula grátis!
Marília
Marília
Profe de Preparação vestibular científico
5.00 5.00 (4) R$38/h
1a aula grátis!
Vitor
Vitor
Profe de Inglês
5.00 5.00 (3) R$155/h
1a aula grátis!
Marina
Marina
Profe de Atualidades
R$30/h
1a aula grátis!
Alexia
Alexia
Profe de Contabilidade
R$50/h
1a aula grátis!
Stefano
Stefano
Profe de Italiano
5.00 5.00 (6) R$80/h
1a aula grátis!
Isadora
Isadora
Profe de Yoga
5.00 5.00 (11) R$110/h
1a aula grátis!
Maria alice
Maria alice
Profe de Gestão contábil
5.00 5.00 (83) R$100/h
1a aula grátis!
Valbiana
Valbiana
Profe de Iniciação Musical
5.00 5.00 (9) R$65/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Profe de Matemática
5.00 5.00 (60) R$100/h
1a aula grátis!
Nancy
Nancy
Profe de Espanhol
5.00 5.00 (35) R$35/h
1a aula grátis!
Allex
Allex
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (25) R$80/h
1a aula grátis!
Natiara
Natiara
Profe de Química
R$120/h
1a aula grátis!
Barbara
Barbara
Profe de Reforço escolar
R$50/h
1a aula grátis!

O papel dos pais quanto as escolhas profissionais dos filhos

Até então, sabemos que os pais devem manter boa relação com os filhos e interagir com eles de forma a lhes conhecer melhor, conhecer seus desejos e ajudá-los em sua orientação. Mas concretamente, como fazer?

orientação vocacional
A decisão é do jovem, mas o suporte da família é importante!

O diálogo é o elemento essencial na orientação do seu filho. Essa é uma maneira de levar em consideração o ponto de vista de seu filho, mas também identificar seus pontos fortes para ajudá-lo quando da sua orientacao educacional e da sua orientacao profissional.

O papel dos pais é essencial para acompanhar a criança, para que ela possa se projetar serenamente em direção ao futuro. Os pais devem agir como um tipo de guia não intrusivo e antecipar as questões relacionadas a orientação escolar dos seus filhos.

Verifique junto a escola do seu filho se esta dispõe do serviço de orientação educacional. Algumas instituições escolares podem oferecer o apoio e a orientação vocacional por meio de diversos serviços e atividades, já a partir das séries finais do Ensino Fundamental.

Para incitar o seu filho quanto aos seus desejos para o futuro profissional, comece por questioná-lo:

  • Onde você se vê daqui a alguns anos?
  • O que você tem certeza de que não quer fazer na sua vida profissional?
  • O que você gosta de fazer quando não está na escola?
  • Quais são os seus assuntos favoritos?
  • Em quais áreas você é talentoso?
  • Quais são os seus tópicos favoritos?
  • Quais são os tópicos de conversão com seus amigos?
  • Deseja entrar no mundo profissional rapidamente?
  • Se você pensa em um emprego, como o vê?

Um gesto simples que lhe permitirá de conhecer melhor os anseios do seu filho para o futuro e de estabelecer com ele o caminho a seguir rumo a uma orientação profissional que tenha a ver com os gostos dele.

Nestes momentos de diálogo, não hesite em compartilhar sua própria experiência. Seja um exemplo para o seu filho ou filha.

Não importa qual o seu trabalho, explique ao seu filho como é o seu dia, com quem você trabalha, como é o seu escritório, quais missões você prefere …

Lembre-se que os pais têm um papel complexo na orientação profissional de seus filhos, mas não devem influenciar seus filhos de acordo com seus próprios desejos. De fato, o que você deseja para o seu filho pode não ser necessariamente o caminho para onde ele quer ir.

Uma questão muito discutida em quando se trata de orientação vocacional psicologia: alguns pais colocam em seus filhos a responsabilidade de realizar os sonhos que lhes pertencem!

orientacao educacional nas escolas
Orientar sem interferir nas escolhas pessoais dos filhos…

Certo, os pais têm um papel complexo na orientação profissional de seus filhos, porque não devem influenciar seus filhos de acordo com seus próprios desejos. De fato, o que você deseja para o seu filho pode não ser necessariamente o caminho para onde ele quer ir.

Seu filho não deve realizar seus sonhos para você, mas os dele para ele. Respeite suas escolhas e simplesmente seja um bom conselheiro e guia, avisando-o sobre as poucas oportunidades, longos estudos, concorrência ou a dificuldade de montar um negócio.

Querer a todo preço que seu filho frequente uma universidade quando ele gostaria mesmo é de fazer um curso técnico que dê acesso ao mercado profissional em pouco tempo!

  • Você corre o risco de entrar em conflito com o jovem em um período que por si só já é complicado,
  • O adolescente pode aceitar fazer o que te agrada mas ter péssimos resultados em seus estudos, necessitando de fazer uma reorientação tardia ou uma reconversão profissional,
  • Estudos universitários não são mais sinônimos de oportunidades de emprego e contratos assinados na saída.
  • Seu sucesso acadêmico e profissional depende de seu grau de contentamento. Aceitar que os estudos universitários não é adequado para todos.

Mas seja imparcial com relação a escolha final. Os pais não são coach, nem psicólogos, nem orientadores vocacionais.

Você deve explicar ao seu filho que confia nas habilidades dele e na capacidade de escolher uma carreira. Tome cuidado para não contar a ele sobre seu estresse quanto à orientação profissional dele: ele já está nervoso com o futuro, não precisa de mais esse estresse!

Lembre-se: seu filho não deve realizar seus sonhos para você, mas os dele para ele. Respeite suas escolhas e simplesmente seja um bom conselheiro e guia!

Preço de uma consulta de orientação educacional

Saiba que você não está sozinho. Ainda que pertença a família a maior parte da responsabilidade ligada a orientação educacional e a orientacao profissional dos jovens, é importante contar com uma rede de suporte e a escola faz parte desse processo. Você também pode contar coma  ajuda profissional de um orientador educacional.

como orientar meus filhos?
Não hesite em buscar ajuda de um orientador educacional...

A Orientação educacional é um serviço prestado por profissionais especializados com o objetivo de auxiliar estudantes que precisam escolher ou redefinir sua escolaridade.

O profissional tem em seu repertório um conjunto de informações atualizadas sobre tudo o que está relacionado à trajetória escolar, universitária e profissional. Então ele tem acesso ao conteúdo que você precisa, em função do seu perfil:

  • Tudo sobre o Ensino Superior (universidades, cursos técnicos, cursos profissionalizantes, bacharelado, licenciatura…)
  • Mercado de trabalho
  • As diferentes profissões …

Tanto na orientação educacional quanto na orientação vocacional e no coaching vocacional, o objetivo é o mesmo: ajudar o jovem que está na fase de escolha acadêmica profissional a tomar a melhor decisão possível.

Assim, o papel do orientador educacional, entre outros, seria:

  • Garantir o desenvolvimento pleno do aluno por meio de atividades contextualizadas que o integrem a tudo aquilo que exerce influência sobre sua formação.
  • Promover a mediação entre aluno, família, escola e comunidade, atendendo às necessidades educacionais e emocionais do educando.
  • Ajudar o aluno a construir uma visão, na qual ele se descubra, desenvolva e saiba seu lugar no mundo por meio da afetividade e da relação com os demais.
  • Orientar o aluno com base nos objetivos atuais de educação, visando à sua formação consciente.
  • Adaptar o aluno ao meio em que está inserido.

No Superprof, centenas de professores qualificados e experientes desenvolvem trabalhos de orientação profissional e coach vocacional, por meio de sessões individuais, avaliações ou entrevistas individuais ou em grupo. O preço médio de uma hora de orientação vocacional no Superprof é 68 reais: você vai precisar de no mínimo duas a três sessões para realmente definir seu futuro projeto educacional.

Testes vocacionais

Todo mundo já deve ter se questionado: “os testes vocacionais realmente funcionam?”

Faça um teste vocacional online
Descubra sua orientação profissional através de um teste vocacional

Segundo o Portal Educação:

… o teste vocacional faz parte de uma área da Psicologia denominada Avaliação Psicológica, que tem como objetivo avaliar, através de instrumentos previamente determinados para tal, os processos psicológicos que constituem o indivíduo. Os testes vocacionais consistem em questionários e testes, cujo objetivo é medir características psicológicas dos indivíduos em processo de orientação profissional.

Obviamente os testes vocacionais não são ferramentas milagrosas que revelam perfeitamente suas preferências, seu perfil, seu caráter ou sua personalidade, de forma a oferecer uma solução mágica. No entanto, eles podem lhe dar algumas pistas, colocando perguntas que você nunca tinha parado para pensar antes. Essas perguntas podem então permitir que você se descubra, se conheça melhor, e saiba como determinar melhor seus desejos e expectativas.

Conheça alguns dos mais famosos testes de orientação online e gratuitos:

Teste Vocacional do Extra Online

Traça o perfil de personalidade, expectativas e atividades preferidas dos estudantes para chegar a uma sugestão de carreira.

Vestibuol

Esse teste vocacional online é gratuito e rápido de concluir. Os resultados são fornecidos logo após a conclusão, juntamente de um texto explicativo elaborado e abrangente.

Vestibular seriado

É gratuito e rápido. Similar ao teste do Vestibuol, o participante deve responder a perguntas simples de múltipla escolha. Ao final, ele sugere um campo profissional baseado em suas respostas.

Giro de Profissões

Esse teste online é simples, prático e dinâmico. Desenvolvido pela equipe do site Giro de Profissões, o questionário inclui 40 perguntas que dão pistas sobre a personalidade do profissional e, ao final, irão apontar as carreiras que combinam mais com ele.

Mundo vestibular

Rápido e simples, o teste dá uma ideia da área de atuação que se adapta mais de acordo com suas respostas às 17 perguntas.

Dez erros a evitar quando da orientação educacional dos filhos

Certo, ninguém é perfeito e os pais não são exceção a regra. Muitas vezes, na tentativa de ajudar os filhos na sua orientacao educacional e pedagógica os pais acabam por criar uma situação de estresse bastante prejudicial para os jovens.

orientadora educacional
Não sejam pais omissos! Seja presente na trajetória dos seus filhos...

Na faculdade, nas empresas, em casa…seja qual for o ambiente, quem nunca presenciou uma pessoa que se diz completamente arrependida de seu percurso educativo e de suas escolhas profissionais?

O arrependimento e a frustração com relação a vida profissional é uma das consequências de uma má escolha com relação a orientação educacional de uma boa parte da população.

Mas não devemos culpar essas pessoas. O estresse, a falta de apoio da família, as cobranças fazem com que grande parte dos jovens escolham mal seu caminho a seguir. Muitos escolhem sua orientação educacional de acordo com critérios externos e que nada tem a ver com sua personalidade e seus gostos.

É verídico que muitos jovens no final do ensino médio ainda escolhem seu percurso educativo de acordo com a vontade e desejo dos pais. Um grande erro que, a longo prazo, será danoso para o jovem e que pode resultar em frustração profissional.

Mas como evitar esse problema?

Melhor orientação escolar, teste vocacional, orientação pedagógica, conversa com orientador educacional, consulta de orientacao profissional…tudo isso pode contribuir para ajudar o jovem a fazer suas escolhas com mais clareza.

Certo, o jovem pode contar com a ajuda de alguns profissionais que poderão lhe dar pistas para na hora de decidir sua orientação profissional, mas o papel da família continua sendo o de maior importância com relação as escolhas para o futuro.

Como evitar de criar atritos com os filhos quando se trata de orientacao profissional ? Confira nossa lista dos dez erros a evitar  para garantir que o seu filho se saia bem nas suas escolhas para o futuro:

  • Não se interessar na orientação educacional do seu filho- seja presente na trajetória educacional dos seus filhos!
  • Acreditar que um bom aluno não precisa de ajuda com sua orientação
  • Não levar em consideração os resultados educacionais de seu filho
  • Não levar em conta a personalidade dos filhos
  • Não dar ouvidos aos desejos do aluno
  • Ser inflexível com relação aos estudos dos filhos
  • Não antecipar a orientação educacional do seu filho
  • Mostrar sinais de estresse quando se trata da orientação educacional do seu filho
  • Pensar que o orientador educativo não faz diferença
  • Escolher um orientador escolar qualquer

Não hesite em contactar um dos nossos orientadores educacionais para estabelecer o projeto educacional da sua prole!

Acompanhar o seu filho na orientação escolar leva tempo, mas cria uma nova cumplicidade com os filhos. Aproveite a oportunidade de contar sobre sua própria experiência: como você fez suas escolhas de orientação escolar? Quantas vezes você errou?

Ao compartilhar sua experiência, você pode influenciar positivamente seu filho. Mas tome cuidado para não transmitir seus desejos e ambições ao seu filho. Lembre-se: a decisão final é dele.

O adolescente não gosta de se sentir influenciado, mesmo que peça conselhos!

Uma excelente maneira de ajudar sua progenitura quando da escolha profissional deles é contando com a ajuda de um orientador educacional ou mesmo um orientador vocacional.

Um serviço ainda pouco conhecido mas que é de grande utilidade nas escolas e empresas!

Precisando de um professor de ?

Você curtiu esse artigo?

0,00/5, 0 votes
Loading...

Joseane

Apaixonada por Línguas e Culturas, sou uma viajante assídua que acredita que viajar é a melhor forma de aprender.