Dança e música: aqui estão duas artes inseparáveis entre si!

A escolha da sua playlist é crucial para começar uma aula de dança com confiança.

Se você é professor ou aluno de dança, é essencial escolher obras inspiradoras que motivem e promovam a concentração.

Hip hop, disco, dança clássica ou dança contemporânea: há para todos os gostos!

Descubra agora nossa seleção da música mais adequada de acordo com seu estilo de dança!

Que melodias para o balé clássico?

Seja para organizar uma apresentação, um festival de dança ou para preparar uma aula de balé, o segredo é a escolher bem as músicas em função da ocasião.

Como escolher sua música coreográfica?
Descubra as obras mais bonitas da música clássica com aulas de balé!

As aulas de balé tem um foco específico: nelas, o dançarino se concentra mais na melodia do que na letra da música. Ideal para aproveitar a oportunidade e descobrir novos passos de dança enquanto enriquece sua cultura musical.

Na verdade, a prática de dança clássica faz com que você descubra as melodias mais famosas criadas pelos maiores compositores do mundo.

Existem muitos álbuns com as melhores músicas de balé clássico:

  • La danse par le disque, barre et milieu, de Colette Astruc,
  • Danse classique : Complete Course, de Anne Thomas,
  • Echauffement musique de danse classique, de Ballet Jazz Compagnie,
  • Musique pour le cours de danse paris classique, de Ellina Akimova,
  • Ballets pour enfants, do The Royal Ballet — Royal Opera House
  • Musique classique, musique de danse, de Trio Raisner,
  • Musique de danse classique, de Musique de Ballet Academy etc.

Quer uma dica ainda mais fácil? Faça uma busca rápida por uma playlist de classic ballet no seu Spotity ou Deezer. Em poucos cliques, vai ter uma seleção interessante que lhe agrade.

Schubert, Mozart, Beethoven: os fãs das meias pontas têm em geral um compositor favorito, em função do seu gosto musical e do ritmo de seus movimentos.

Outro conselho: procure assistir a espetáculos de balé profissional (como O lago dos cisnes ou o Quebra-nozes) para descobrir música clássica enquanto se inspira pelos movimentos e coreografias!

O top das músicas modernas para dançar jazz

Modern'jazz é uma ótima opção para balançar o esqueleto!

Popular entre iniciantes e experientes, o jazz moderno é ensinado em aulas em grupo ou em aulas particulares de dança. A vantagem? Esta modalidade é particularmente aberta, permitindo que os alunos aprendam a dançar ao som de diferentes estilos de música.

Aqui está uma sugestão de lista das músicas mais populares no jazz moderno:

  • Breathe Me de Sia,
  • Video Games de Lana del Rey,
  • Joga de Björk,
  • Iron de Woodkid,
  • Follow Me de Muse,
  • Time after Time de Cindy Lauper,
  • A Little Less Conversation de Elvis Presley,
  • Je te Donne de Jean-Jacques Goldman,
  • Hung Up de Madonna,
  • Rock your Body de Justin Timberlake,
  • Play Hard de David Guetta,
  • Candy de Robbie Williams.

A escolha da música é crucial para realizar uma sequência coreográfica digna do nome.

Para se preparar para uma audição ou exame de admissão em uma universidade, companhia de dança ou escola de renome, o candidato em geral tem direito a uma dança livre: pode escolher uma música inspiradora que faça o futuro dançarino realizar uma coreografia perfeita e que revele sua paixão pela dança !

Música para dança contemporânea

A dança contemporânea é certamente um dos estilos de dança mais impressionantes!

Quais são as músicas mais populares da dança latina?
Ao dominar coreografias como a de Sia, você pode impressionar o público durante uma apresentação de dança.

Demonstrando desenvoltura e grande domínio técnico, o dançarino contemporâneo realiza movimentos precisos em uma música carregada de emoções. Em uma dança sozinha ou a dois, o bailarino pode aperfeiçoar sua musicalidade com a ajuda de algumas obras fieis ao seu gosto musical.

O melhor é escolher um título de acordo com a técnica utilizada: algumas músicas favorecem uma sequência acrobática, enquanto outras permitem dançar em ritmo mais lento.

Descubra nossa seleção das melhores canções para a dança contemporânea:

  • Come Home de One Republic,
  • Chandelier de Sia,
  • Halo de Beyoncé,
  • Mad World de Gary Jules,
  • California King Bed de Rihanna,
  • Don’t You Remember de Adele,
  • Make You Feel my Love de Adele,
  • Catch Me de Demi Lovato,
  • Comptine d’un Autre été de Yann Tiersen,
  • The Scientist de Coldplay,
  • Come Away With Me de Norah Jones,
  • Only You de Joshua Radin.

Os estudantes de dança contemporânea também podem fazer uma lista de reprodução online original, por exemplo. A dança contemporânea é bem conhecida pelo seu lado emocional: é melhor escolher a música de acordo com o sentimento que ela evoca.

Por exemplo, escolha a Always Midnight de Pat Monahan para uma dança mais triste, e Say de John Mayer para uma dança alegre, etc.

Danças latinas: quais músicas usar?

"A dança é a expressão perpendicular de um desejo horizontal." - George Bernard Shaw

Danças latinas (merengue, bachata, chá-chá-chá, pasodoble, rumba etc.) são feitas para amantes do ritmo e do gingado! Graças a uma coreografia delicada e rítmica, as danças latinas são excelente opção para quem está procurando por uma atividade física que explore a alegria, a sensualidade, as batidas e a flexibilidade corporal.

A dança a dois é perfeita para se aproximar do seu parceiro de dança e aprender mais sobre a cultura de algum país vizinho da América Latina!

Graças ao surgimento do pop latino, as aulas de dança latina estão se tornando cada vez mais populares. Os professores ganham novos alunos todos os dias em busca de uma coreografia em um ritmo acelerado.

Os ritmos latinos também são muito retratados nos melhores filmes de dança de todos os tempos.

Aqui está nossa seleção de música latina para mexer seu corpo:

  • Loca Loca de Shakira,
  • Bailando de Enrique Iglesias,
  • Despacito de Luis Fonsi, Daddy Yankee et Justin Bieber,
  • La Lambada de Kaoma,
  • Zouk Machine de Maldon,
  • I Belong to You de Lenny Kravitz,
  • Laisse-Toi Aller de Collectif Métissé,
  • Obsession de Aventura,
  • Enamorame de Papi Sanchez,
  • Lo que Paso Paso de Daddy Yankee,
  • I Know you Want Me de Pitbull,
  • La Camisa Negra de Juanes.

Brilhe durante sua aula de salsa cubana ou sua aula de mambo com seu conhecimento musical!

Fortaleça seus músculos graças às danças esportivas

Antes de ser uma arte, a dança é acima de tudo um esporte!

Quais são os cantores mais usados ​​nas aulas de dança?
Quer fortalecer seus músculos em um ritmo acelerado?

aula de zumba, de pole dance, alongamento, afro ou aquazumba: existem dezenas de estilos de dança diferentes para fortalecer e definir seu corpo através da dança. Para obter um corpo musculoso, é necessário, naturalmente, treinar regularmente e aquecer os músculos, mas acima de tudo ter uma boa dose de motivação!

Para continuar motivado durante uma aula com seu personal trainer, em um estúdio de dança ou até mesmo em casa e por conta própria, o segredo é dançar em ritmos que lhe agradam.

Os professores de dança oferecem em geral remixes de músicas populares para agradar o maior número de estudantes e assim dar sua aula em uma atmosfera amigável.

Descubra a nossa playlist de música esportiva:

  • In Da Club de 50 Cent,
  • Unforgettable de French Montana,
  • 99 Problems de Jay-Z,
  • California Love de Tupac,
  • Turn Down for What de DJ Snake,
  • Humble de Kendrick Lamar,
  • Money in the Bank de Lil Scrappy,
  • Memories de David Guetta et Kid Cudi,
  • Juicy de Notorious BIG,
  • Empire State of Mind de Jay-Z et Alicia Keys,
  • I Gotta Feeling de Black Eyed Peas,
  • Low de Flo Rida.

Você já sacou: na aula de zumba, tudo é uma questão de ritmo!

Quer dançar o hip hop? Confira nossa seleção de música

Street dance, dança de rua, freestyle, new style ou break dance: explore o seu groove com uma trilha sonora de hip hop!

No Brasil, podemos afirmar que São Paulo é uma das cidades que mais reune manifestações hip hop. O ritmo nasceu nos encontros de rua que aconteciam na 24 de Maio e no Metrô São Bento, de onde saíram muitos artistas reconhecidos como Thaíde, DJ Hum, Racionais MC's, Rappin Hood.

Quais são as melhores peças da dança moderna?
Melhore a sua flexibilidade no ritmo das músicas do hip hop!

Além de ser um verdadeiro esporte, o hip hop é um estilo de vida que exige concentração, motivação e agilidade.

Graças às aulas agitadas de dança de rua, assim como a aula de zumba, os estudantes podem ganhar condicionamento físico e desenvolver sua flexibilidade. Isso é tão importante hoje em dia que a dança do hip hop é ensinada até em academias de ginástica e clubes fitness!

Aqui está a nossa lista de música com as quais um bailarino de hip hop precisa dançar:

  • In Da Club de 50 Cent,
  • Unforgettable de French Montana,
  • 99 Problems de Jay-Z,
  • California Love de Tupac,
  • Turn Down for What de DJ Snake,
  • Humble de Kendrick Lamar,
  • Money in the Bank de Lil Scrappy,
  • Memories de David Guetta et Kid Cudi,
  • Juicy de Notorious BIG,
  • Empire State of Mind de Jay-Z et Alicia Keys,
  • I Gotta Feeling de Black Eyed Peas,
  • Low de Flo Rida.

Quer dançar o melhor da música brasileira? Confira nosso TOP músicas

Os diferentes ritmos brasileiros encantam o mundo não só por sua melodia e criatividade, mas também por sua capacidade de movimentar pessoas com sua espiritualidade e seu gingado únicos.

MPB, Samba, Hip Hop, Rock, Carimbó... Conheça nossa lista TOP de músicas brasileiras de todos os tempos para dançar com melhor da nossa expressividade brasileira!

  • No meio do Pitiú, de Dona Odete
  • Bebete Vambora - Jorge Ben Jor
  • Morena Tropicana - Alceu Valença
  • Zero - Liniker
  • Tim Maia - Sossego
  • Conga Conga Conga - Gretchen
  • Olhos Coloridos - Sandra de Sá
  • Bete Balanço - Barão Vermelho
  • Malemolência - Céu
  • Cajuína - Caetano Veloso
  • Mambembe - Chico Buarque

E por aí vai!

Quer aprender a dançar sem comprar álbuns de música?

Não tem problema: o ideal é passar por plataformas de transmissão de música! Com aplicativos como Spotify, Deezer ou Soundcloud, os alunos podem estudar livremente seus movimentos hip hop com confiança em casa ou na rua!

Então, por que não aprender a coreografia de sua música favorita?

Para encontrar inspiração, dê uma olhada nas diferentes citações de grandes autores sobre dança.

Curiosidades sobre a origem da dança

Quais são as origens da arte de dançar?
A dança, como arte, passou por muitas evoluções ao longo da história.

A existência da dança remonta aos tempos pré-históricos: em algumas cavernas europeias, africanas ou asiáticas, há desenhos dos primeiros homens que praticavam essa arte. O homem primitivo pintava nas paredes das grutas, cavernas e galerias subterrâneas cenas de caça e rituais que representavam a caçada. Acreditavam ser possível, pela representação pictórica, alcançar determinados objetivos, como abater um animal, por exemplo.

Foi aproximadamente em 4.000 a.C. que a técnica da dança começou a aparecer. Alguns homens começaram a desenvolver danças religiosas, incorporando movimentos como o espacate, as danças em casal ou torneios. Graças à simetria dos dançarinos e às novas sequências coreográficas, a dança começou a se tornar graciosa e harmoniosa.

Embora a dança fosse importante no Egito Antigo, é principalmente na Grécia que esta arte ganhou um lugar relevante!

A dança tinha diversas funções para os antigos:

  • Se comunicar e criar amizades durante as interações sociais,
  • Rezar para um deus durante cerimônias oficiais e rituais religiosos,
  • Para curar enfermos, especialmente durante as danças macabras,
  • Expressar sentimentos ao sexo oposto ou à família.

Homens, mulheres e crianças nem sempre praticavam os mesmos estilos de dança. Na verdade, a dança era acima de tudo um meio de distinguir a condição social, sexo, idade e país de origem de dançarinos antigos.

É particularmente difícil conhecer a história da dança na Idade Média. Durante estes séculos, apenas uma pequena elite (nobres ou clérigos) sabia escrever e ler. Há, portanto, poucos registros sobre a dança da Idade Média, já que ela era sobretudo praticada pelo povo.

A partir do século VI, os povos europeus inventaram estilos de danças divertidas para praticar em grupos em torno de um cantor. A dança e a música eram duas atividades inseparáveis: as pessoas reproduziam o coro do cantor enquanto dançava ao seu redor.

Foi apenas no século 18 que surgiu uma dança bem conhecida do dançarino profissional: o balé!

A evolução da dança é imprescindível para o estudo da história da arte e para aqueles que desejam se tornar profissionais da dança, como dançarinos em competições oficiais ou até mesmo professores de dança.

A dança é uma das expressões artísticas mais antigas. A dança tem história e essa história acompanha a evolução das artes visuais, da música e também do teatro.

História da dança contemporânea no Brasil

É dança o que de bom se fez no passado, o que de bom se faz agora e o que de bom se fará no futuro, e será dança aquilo que contribuir efetivamente, aquilo que se somar positivamente às experiências vividas por gerações de artistas que dedicaram suas existências ao plantio e cultivo de uma arte cujos frutos surgem agora, não apenas nos nossos palcos, mas nas telas dos nossos cinemas e das nossas televisões, deixando de ser algo cultivado por uma pequena elite para se transformar num meio de entretenimento dos mais populares nas últimas décadas. (FARO, 1986, p. 130).

Foi no século 20 que a dança começou a aparecer como é geralmente praticada hoje!

Desejando se afastar da reputação que o balé ganhou de dança "intelectual", alguns coreógrafos contribuíram para popularizar a dança moderna, bem como a dança do jazz moderno. A dança clássica era considerada como uma prática voltada para o grupo; já a dança moderna favoreceu a liberdade do dançarino como tal.

Após a Segunda Guerra Mundial, foi a vez da dança contemporânea se tornar popular!

Alguns teóricos remetem a origem da dança contemporânea aos experimentos dos artistas pós-modernos do movimento Judson Dance Theater, iniciado na década de 1960, nos Estados Unidos.

Incorporando movimentos de diferentes estilos (jazz, dança moderna, dança clássica ...), a dança contemporânea tem foco na mudança de ritmo e na improvisação. O dançarino de contemporânea busca, acima de tudo, expressar sua independência e criatividade por meio de movimentos que são rápidos e lentos, exigindo uma técnica precisa.

Qual a história da dança no Brasil?
O Grupo Corpo é uma companhia brasileira de dança contemporânea reconhecida internacionalmente que atua há mais de 40 anos desenvolvendo espetáculos de dança.

No Brasil, a dança contemporânea teve o seu início em meados da década de 40, por meio do casal Klauss Ribeiro Viana e Angel Vianna.

Preparador corporal, bailarino, professor, Klauss foi introdutor de um método próprio voltado para a corporalidade expressiva de atores e bailarinos. Pioneiro na pesquisa e desenvolvimento da técnica somática, criada com o objetivo de proporcionar a consciência corporal dos seus praticantes, trabalhando corpo e mente, além da manutenção de sua saúde. Utilizou técnicas que ampliam o treinamento técnico em dança. Ele também foi o primeiro bailarino a utilizar o termo “expressão corporal” no Brasil.

A dança surge de processos internos, de como nossos músculos se movem, como os ossos se encaixam e como colocamos emoção em nossa massa. Daí a ideia de buscar a dança que existe dentro de cada um. Quanto mais levarmos em conta essa dimensão existencial revelada por meio do nosso corpo, mais proveitoso poderá vir a ser o trabalho realizado e mais rico o resultado, escreve Klauss.

Qual a história da dança?
O contato improvisação é uma técnica de movimento criada na década de 1970 por um grupo de coreógrafos e bailarinos norte-americanos, ligados à dança moderna, linguagem ainda emergente na época.

É pelas mãos de Klauss Vianna que os bailarinos brasileiros começam a abandonar as sapatilhas e a usar o corpo como instrumento de criação pessoal. Seu trabalho no Teatro Ipanema permite ao grupo aprofundar sua proposta não realista e definir, na linha de interpretação, o teatro ritualístico que caracteriza as montagens mais importantes da equipe.

Foi Klauss que assinou a expressão corporal de Roda Viva, de Chico Buarque, 1968.

No Rio de Janeiro, a Escola Angel Vianna continua a difundir seu método na formação profissional de bailarinos, atores, coreógrafos e terapeutas corporais, escola que se torna curso superior em 2001.

Entendendo melhor os diferentes estilos de dança

O estilo que o dançarino escolher precisa estar de acordo com sua personalidade: ritmo, origem, dificuldade... Tantos critérios a levar em conta para começar a aprender uma nova dança!

Veja algumas modalidades disponíveis em escolas, estúdios e associações especializadas em dança:

  • Danças clássicas ou antigas: além do balé, há a dança renascentista, dança barroca, dança carola, dança branle, dança tarantela, o saltarello a estampie, dança circular, dança de roda;
  • Danças rítmicas, como: Axé, Bachata, Baião, Break, Dança contemporânea, Dança de rua, Dança moderna, Flamenco, Forró, Frevo, Hip hop, Lambada, Pasodoble, Polca, Salsa, Samba, Tango, aula de zumba;
  • Danças esportivas, como Zumba, pole dance, dança africana, rock acrobático, alongamento, ginástica rítmica, Sh'bam, Pilates, Rumba, Bokwa, Aero Latin, Aquazumba, Fitness etc.
  • dança de salão: twist, charleston, sapteado, valsa, tango, foxtrot, swing, bolero, forró, gafieira, zouk, soltinho, bachata, kizomba.
  • As danças do mundo: Bollywood, Dança do Ventre, Dança irlandesa, Country, Flamenco, Fado, Bharata, Cancan, Danças afro, Danças orientais, etc.

Tenha cuidado, no entanto: nem todas as danças estão ao alcance dos alunos iniciantes. Na verdade, novas danças exigem uma boa técnica e, acima de tudo, uma motivação e boa forma!

Dança a dois, dança em grupo ou dança solo: você encontrará sua felicidade durante uma aula diferente que vai virar o disco do tradicional mambo, merengue e outros chá-chá-chá...

Longa-metragens de dança: conheça os clássicos!

Quais são as melhores séries para aprender a dançar?
Além de ser particularmente fiel ao cotidiano das bailarinas profissionais, o filme "Cisne negro" foi premiado no Oscar por sua qualidade cinematográfica.

Os longas-metragens inspiraram muitos bailarinos profissionais e dançarinos em geral. Sim, antes de embarcar em uma arte, melhor aprender com os melhores!

Alguns coreógrafos experientes se tornaram estrelas reais graças a filmes de dança. Por exemplo, podemos citar o caso de Benjamin Millepied: este dançarino do Ballet da Cidade de Nova York é agora uma celebridade da dança, famoso mesmo entre os estudantes, graças ao seu trabalho no filme Cisne Negro, vencedor do Oscar.

Assistir a um filme de dança pode ajudá-lo a aprender a dançar, descobrir novos estilos e até mesmo querer conhecer uma coreografia famosa para se preparar para uma apresentação, um festival ou um baile. Em suma, ao dominar uma coreografia popularizada por um filme, você certamente impressionará qualquer público!

Alguns dos filmes de dança mais populares incluem:

  • Flashdance
  • Ela dança, eu danço
  • Os embalos de sábado à noite
  • Billy Elliot
  • Cisne negro
  • Cantando na chuva
  • Magic Mike
  • Footloose – Ritmo louco
  • Fama
  • Moulin Rouge
  • Suspiria

Dança clássica, jazz moderno ou contemporânea: para cada estilo de dança há um filme de referência!

Note que a maioria dos intérpretes são em sua maioria atores e não bailarinos. Embora muitas vezes sejam treinados por profissionais, esses atores conseguem, no entanto, dominar passos de dança complexos em apenas alguns meses de aulas intensivas.

Por que também não se tornar um profissional de dança com aulas de dança em grupo? Como aula de zumba!

20 citações sobre dança para você se inspirar!

Para se tornar um dançarino profissional, nada funciona melhor do que uma boa dose de motivação!

Todos sabem que motivação e trabalho são a chave para o sucesso em todas as disciplinas artísticas. Então, por que não se motivar e aprender a dançar com a ajuda de frases que revelam os benefícios dessa arte?

Estar interessado em diferentes estilos de dança é saber explorar a riqueza histórica e cultural desta arte que marcou muitas eras. Mergulhar e refletir sobre as citações de autores famosos ou dançarinos reconhecidos é uma ótima oportunidade para descobrir a repercussão da dança ao longo dos anos, mas também para explorar novas culturas.

Com a comunidade Superprof, descubra algumas citações da dança e suas origens:

  • "Você tem que dançar como se não houvesse ninguém te observando, amar como se nunca tivesse sofrido, cantar como se ninguém estivesse ouvindo e viver como se o paraíso fosse na terra." – William W. Purkey
  • "Quando você dança, seu propósito não é chegar a determinado lugar. É aproveitar cada passo do caminho." – Wayne Dyer
  • "Ninguém se preocupa com sua capacidade de dançar bem. Levante-se e dance. Os grandes bailarinos são excelentes graças à sua paixão." –  Martha Graham
  • "A dança não é uma diversão, e sim uma religião, a religião da beleza." – Isadora Duncan
  • "Para mim, estar em movimento é meditar." – Maurice Béjart
  • "Dançarinos são os poetas do gesto." – George Balanchine
  • "Eu acredito que a dança sempre contém quatro artes em si. Música, coreografia, pintura e literatura." –  George de Las Cuevas
  • "Eu só acreditaria num Deus que soubesse dançar." – Friedrich Nietzsche
Precisando de um professor de Dança ?

Você curtiu esse artigo?

3,33/5, 3 votes
Loading...

Fernanda

Apaixonada por educação, música e cinema, é especialista nos encontros e desencontros das línguas.