Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

10 razões para você visitar os países árabes

De Glicia, publicado dia 18/02/2019 Blog > Idiomas > Árabe > Por que você deveria viajar para o Oriente Médio?

Algumas regiões do mundo têm algo de muito particular no imaginário coletivo. É o caso dos países do mundo árabe, que se estendem do Magrebe (norte da Africa) ao Oriente Médio.

Países geralmente muçulmanos, alguns com políticas e leis um tanto quanto retrógradas se comparado ao modo de vida ocidental, mas que possuem um patrimônio cultural e histórico de valor imensurável para a humanidade.

Os países islâmicos sofrem de má reputação, especialmente por causa de tensões relacionadas ao fundamentalismo religioso que tem como consequência a violência e o terrorismo. No entanto, em alguns lugares do mundo árabe, pode-se encontrar uma vontade de construir uma sociedade mais progressista.

A herança cultural do mundo árabe é, sem dúvida, um grande legado deixado pelos primeiros povos semíticos. Se você ainda está em dúvida se vale a pena ou não visitar os países do oriente,  aqui estão 10 razões que nos provam que os países árabes são um destino a ser incluso no seu roteiro!

1 – Conhecer uma cultura totalmente diferente da nossa

Esta afirmação pode parecer óbvia demais, mas fato é que, os países do mundo árabe não se parecem nem um pouco com o nosso! Muito além das fronteiras geográficas, quando fazemos referência ao oriente ou ocidente, incluímos nesta alusão todo o legado cultural de povos muito distintos.

Isto expressa bem a expatriação territorial e cultural pela qual você passará ao visitar um dos países do mundo árabe! Egito, Marrocos, Tunísia, Líbano e Emirados Árabes Unidos e outros tantos países árabes possuem, cada um, suas tradições e costumes.

As paisagens, assim como a língua ou os modos de vida, não serão os mesmos que os nossos, o que tornará a experiência ainda mais especial e única.

2 – Aprender uma nova língua

Ao visitar o Magrebe ou o Oriente Médio, você estará embarcando em uma aventura linguística incrível!

língua, idioma árabe As pirâmides do Egito são os monumentos mais emblemáticos do mundo árabe.

Você deve estar ciente que cada país tem sua própria língua árabe. Ainda que exista uma língua padrão, geralmente usada nos meios de comunicação, universidades e escolas, dependendo do país e/ou da cidade, muitos habitantes falam apenas o dialeto local.

Existem áreas remotas onde a população ainda tem acesso limitado à educação e ao ensino. A pobreza e as inúmeras tensões econômicas e sociais fazem com que algumas pessoas sejam privadas da oportunidade de buscar por educação.

Desta forma, o inglês não é necessariamente uma língua falado por todos, exceto em alguns paises, especialmente nas antigas colônias inglesas: Egito, Jordânia, Iraque e Emirados Árabes Unidos.

Antes de comprar suas passagens e arrumar as malas, será necessário fazer algumas aulas de árabe básico ou árabe para brasileiros. Não será necessário ser fluente em árabe, mas apenas ter algumas noções básicas a fim de ser compreendido e para que os locais possam entender o que você está falando.

3 – Entender melhor a religião islâmica

Na grande maioria dos países árabes a religião predominante é o islamismo.  Trata-se de uma religião monoteísta, ou seja, que acredita na existência de um deus único, e é fundamentada nos ensinamentos do profeta  Mohammed, chamado pelos ocidentais de Maomé.

A palavra “islã” significa submeter-se e exprime a obediência à lei e à vontade de Alá (Allah, Deus em árabe). Dentre os valores e regras do islamismo, destacam-se 5 principais, que são regras fundamentais para os muçulmanos:

  • Crer em Alá, o único Deus, e em Maomé, seu profeta;
  • Realizar cinco orações diárias comunitárias;
  • Ser generoso para com os pobres e dar esmolas;
  • Obedecer ao jejum religioso durante o ramadã (mês anual de jejum);
  • Ir em peregrinação à Meca pelo menos uma vez durante a vida.

Ao visitar algum dos países onde o islamismo é praticado, você terá a oportunidade de conhecer melhor esta religião e entender alguns costumes e tradições árabes.

4 – Os países árabes têm paisagens deslumbrantes

Seja o Vale Ourika, no Marrocos, ou as ruínas de Petra, na Jordânia, há inúmeros lugares maravilhosos para descobrir no mundo árabe. Sim, mas belos lugares, o Brasil também tem, você vai me dizer!

paisagens que encontramos nos países ærabes Que tal se maravilhar com as cores de Marrakech?

Esta seria uma observação bem fundamentada, no entanto, o clima, as temperaturas e a posição geográfica dos países árabes favorecem certas paisagens que você não verá em outros lugares. É, portanto, uma parte exótica da fauna e da flora que descobrimos por lá.

Visitar os países árabes é descobrir o mundo sob outro ângulo. Além da língua, cultura e culinária tão diferentes das ocidentais, estes países da terra do sol nascente também nos presenteiam com paisagens de perder o folêgo.

5 – O clima no oriente médio é bem diferente do Brasil

Apesar do Brasil ser um país muito grande e que apresenta diferentes tipos de clima, os países árabes conseguem ser ainda mais exóticos quando o assunto é clima.

O clima no norte da África é muito variante: o clima marroquino, por exemplo,  experimenta influências oceânicas, mediterrâneas, montanhosas, continentais e do deserto. Basta dizer que, dependendo da região para onde você for, não encontrará a mesma temperatura.

O clima pode variar do continental úmido ao mediterrâneo ou clima quente e seco do deserto. Quando viajamos de um país a outro percebemos as diferenças de umidade, mas também o vento, que será mais ou menos seco, dependendo da região. De forma geral, faz bastante calor nos países arábes, mas pode fazer bastante frio em regiões desérticas ou montanhosas.

6 – Aprender um dialeto árabe

Como falamos anteriormente, nos países árabes fala-se, obviamente, a língua árabe. No entanto, existem muitos dialetos em cada região e a viagem pode ser uma bela ocasião para aprendê-los.

conhecer as diferenças da língua árabe Você sabia que existem diferentes dialetos árabes?

Se você não sabe muito bem o que é um dialeto, vamos lá!

Um dialeto é uma linguagem própria de determinadas comunidades, que existe simultaneamente à outra língua. No Brasil, por exemplo, existe dialeto caipira, um jeito de se expressar próprio do interior de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás e Paraná.

Apesar de ser uma maneira própria de se expressar em determinadas regiões, os dialetos falados no Brasil coexistem com a Língua Portuguesa.

Nos países árabe acontece o mesmo. Apesar da língua árabe ser o idioma oficial de muitos países, você vai, em algum momento da sua viagem, se deparar com algum dialeto. Isto não é algo ruim, muito pelo contrário! É uma oportunidade única de aprender coisas novas.

7 – Sair um pouco do modo de vida ocidental

As questões de linguagem, religião, geografia e clima naturalmente criam diferentes pontos de interesse pelos países do oriente, pois tudo é muito diferente do que conhecemos.

Diferentes, e às vezes até radicalmente opostos. O pensamento, os costumes, a cultura e mesmo a culinária dos países orientais são muito diferentes da que estamos habituados no ocidente. E é justamente isso que torna o oriente tão atraente e interessante.

Visitar a Europa e suas ruínas da Antiguidade ou ainda, seus castelos da época da Idade Média, é incrível. No entanto, nós brasileiros sempre fomos diretamente influenciados pela cultura européia. Logo, se trata de algo que não nos é estranho ou diferente.

Já a cultura árabe é totalmente nova para nós, o que abre a possibilidade de viver uma experiência realmente única ao visitarmos o mundo oriental.

8 – Os sabores da culinária árabe são inigualáveis

Verdade seja dita, a culinária iraniana ou palestina não tem nada a ver com a nossa boa e velha cozinha brasileira. O Brasil, por ser um país muito grande, possui muitas diferenças culturais e gastronômicas no âmbito regional.

Entretanto, ao viajar para os países árabes, você descobrirá uma explosão de sabores que provavelmente nunca experimentou. Todos os países do mundo árabe, que não hesitam em encher seus pratos com temperos e sabores orientais de todos os tipos, nos oferecem uma gastronomia rica e saborosa, totalmente diferente do  que costumamos comer.

E quer melhor razão para conhecer um outro país do que a comida? Através da culinária conseguimos mergulhar profundamente na cultura de um povo, entender melhor suas tradições.

9 – A riqueza histórica dos países árabes

Em meio a Primavera Árabe, revoltas populares, o radicalismo islâmico, ou ainda a Guerra do Golfo, há muitos eventos notáveis que deram aos países árabes um interesse real.

a rica história da civilização árabe A cultura árabe influenciou diversos países, tanto do ponto de vista social quanto religioso.

Além dos acontecimentos mais recentes, vale ressaltar que a civilização árabe é uma das mais antigas e que ela deixou um belo legado cultural e científico.

Povo de origem semita, originalmente formado por tribos nômades que viviam na região desértica da Península Arábica (hoje Arábia Saudita), estas tribos descendiam das tribos Ismaelitas, ou seja, dos descendentes de Ismael, filho do hebreu Abraão.

Com a dominação dos impérios Babilônico, Persa, Grego e Romano, os povos do Oriente Médio ou foram exterminados ou incorporados como um só povo, que veio a adotar a língua arábica, a mais rica e desenvolvida dentre as línguas semitas.

O povo árabe contribuiu de inúmeras maneiras com o desenvolvimento científico, cultural e arquitetônico da humanidade.

10 – A beleza dos países árabes

Os países árabes possuem uma beleza única, isso é indiscutível! Das belas paisagens do deserto, passando pela arquitetura de suas mesquitas e as cores vibrantes de suas cidades, a beleza oriental é de encher os olhos.

Através de cores, sabores e cheiros, nada será mais exótico do que passear no Vale do Ourika. Sem mencionar as belezas naturais: entre desertos, vales, montanhas e vegetação exótica, visitar os países árabes será um experiência sensorial inesquecível.

A beleza atravessa todos os sentidos ao visitar os países árabes, e tudo isso assume uma dimensão pessoal real, quase íntima, à luz de certos monumentos.

Assim, qualquer que seja o país árabe que decidamos visitar, é uma aposta segura que nossos olhos encontrarão beleza por todos os lados, já que o oriente é rico em belezas naturais e arquitetônicas. Entre monumentos, cores, idioma, clima ou comida local, é uma parte da cultura mundial que se abre para nós!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar